6

Hotéis fecham as portas em São Luís; restaurantes demitem

Sindicatos apontam forte recessão e justificam suspensão das atividades como forma de encarar a crise provocada pela pandemia, que afetou drasticamente o setor de turismo e entretenimento no estado

 

Hotel Blue Tree anunciou semana passada a suspensão de suas atividades em São Luís

Nada menos que sete hotéis de São Luís já anunciaram o fechamento de suas atividades desde o início da quarentena ocasionada pela pandemia do coronavírus, segundo o sindicato do setor.

O último a anunciar que fechou as portas foi o Grand São Luís Hotel.

Também suspenderam as atividades o Blue Tree (antigo Pestana), Abbeville, Skina Hotel, Hotel Ponta D´areia, Stop Way, Calhau Praia Hotel.

O setor de turismo é um dos que mais sofrem com a pandemia de coronavírus em São Luís.

Sem poder realizar eventos, restaurantes e bares também estão demitindo para tentar sobreviver durante o período de isolamento social.

Sem poder abrir as portas, restaurante Cabana do Sol anunciou demissão de funcionários

O Sindibares calcula em 5 mil o número de demissões no setor de bares e restaurantes desde o início da pandemia.

Já anunciaram demissões os restaurantes Cabana do Sol, Churrascaria Sal e Brasa, Pizzaria Vignoli, Feijão de Corda e Flor de Vinagreira, que atuam sobretudo com vendas presenciais.

Porém, mesmo nas redes que fazem drive thru e delivery – como Bobs, Bulldog e outras – já há previsão de demissões.

O risco de colapso no setor de turismo é iminente…

Com informações do blog de Diego Emir

P.S.: Segundo comentaristas do blog, o hotel Abeville continua em funcionamento 

1

Programação dos 401 anos de São Luís já começará com atrasos…

Começará com atrasos as atrações da programação dos 401 anos de São Luís, programada para esta quarta.

A programação teria início hoje, às 10h, com o Clama São Luís, comemoração inicial com atrações gospel até a meia-noite.

Porém, durante toda a manhã, a equipe da prefeitura, responsável pelo evento, ainda estava montando a estrutura do local.

A equipe de reportagem do jornal O Estado Maranhão chegou ao local para cobrir o evento, mas deram de cara com uma estrutura atrasada.

Pois a prefeitura deixou tudo para a última hora…

2

Entre a credibilidade e o absurdo…

Boatos cada vez mais crescentes dão conta de que alguns manifestantes possivelmente irão para o show de Elba Ramalho, que acontecerá logo mais a noite, protestar em meio à apresentação.

Quando se acha que não poderia ficar mais absurda a situação, ela fica.

Só de alguns manifestarem tal ideia, já mostra a falta de bom senso.

E de foco para reivindicar qualquer coisa que seja.

E transformar um evento cultural que, como eles mesmos enfatizam, pago com o dinheiro público, em mais uma baderna.

 

1

RPM vai acelerar São Luís em show inédito

rpm (1)Uma das bandas de rock mais cultuadas nos 1980 no Brasil, o RPM está de volta aos palcos e uma de suas primeiras apresentações será em São Luís.

Em um show inédito com cenografia bem detalhada, marcada pelo uso de canhões de LEDs, o grupo liderado pelo incansável vocalista Paulo Ricardo vai tocar na Lagoa da Jansen no dia 6 de abril. A turnê inaugurada pelo grupo já tem ingressos esgotados em quase todas as capitais brasileiras.

Para o início está programado um repertório leve e manso, com duas músicas inéditas, para depois esquentar o público com grandes sucessos que marcaram a história do RPM. A escolhida para começar a noite é “Muito Tudo”, do último disco da banda, o álbum Elektra.

Do mesmo álbum, o quarteto – composto por apresenta também a música de trabalho “Dois Olhos Verdes”, “Ela é Demais”, “Crepúsculo” e “Ninfa”.

 A grande força do grupo vem da velocidade arrepiante de canções que se tornaram clássicos de diversas gerações como “Rádio Pirata”, “Olhar 43”, “Alvorada Voraz” e “Loiras Geladas” e “Vida Real”. A última é tema do programa BBB, da TV Globo, desde 2000.

A proximidade com a plateia deve aumentar quando os roqueiros trocarem as guitarras pelos violões no momento acústico da apresentação. Serão interpretadas canções conhecidas como “Wish You Were Here”, do Pink Floyd e “Easy”, do The Commodores.

O último álbum lançado pelo quarteto do RPM foi o “Elektra”, que começou a circular nas lojas no final de 2011. O disco quebrou um jejum. Há 23 anos a banda não apresentava um álbum de estúdio inédito. Marcado por uma abertura cerimonial, o CD é um divisor de águas na história do grupo.

Se o RPM criou um estilo dentro do incensado BRock dos anos 1980, com este disco o grupo mostra que criou realmente uma grife.

(Elektra) É o conceito de um RPM update, de identificar e desenvolver nosso estilo, nossa marca, uma banda de tecnopop, um rock dançante, eletrônico, com letras instigantes. Uma banda que se orgulha de sua história, mas que olha pra frente – comentou o vocalista Paulo Ricardo.

O show está previsto para começar às 22h e os ingressos estão à venda no site cafufa.com e nas lojas Lacoste (Av. dos Holandeses) e Adji (em todas as lojas dos shoppings).

15

RPM finalmente em São Luís…

rpmA Pororoca Produções confirmou para o dia 6 de abril o show da banda RPM, um dos ícones do rock nacional.

A banda liderada pelo baixista Paulo Ricardo é a maior vendedora de discos da história do rock nacional – e considerada o maior fenômeno pop de todos os tempos no Brasil.

Desfeito no final da década de 90, o grupo voltou a se reunir há dois anos e tem lotado casas de shows em todo o país, desde então.

Formado por Paulo Ricardo, Fernando Delucchi, Paulo Pagni e Luís Schiavonn, o grupo, autor de “Rádio Pirata”, “Olhar 43” e “Louras Geladas” nunca  tocou em São Luís, o que gera ainda maior expectativa em sua apresentação.

Além do RPM a produção da Pororoca garante na mesma noite a apresentação do também roqueiro Kiko Zambianchi, outro ícone dos anos 80, autor de clássicos como “Primeiros Erros” e “Hey Jude”.

A estrutura do show do RPM deve ser a mesma usada no show de Fagner…

12

Governo do Estado e a programação neste carnaval

O Governo do Estado terá participação maciça no carnaval deste ano em São Luís. A cidade poderá contemplar shows de grande porte e de graça.

A coluna do jornalista Pergentino Holanda no jornal O Estado Maranhão divulgou uma prévia de algumas atrações (veja abaixo).

É uma iniciativa de suma importância, pois, além da diversidade cultural, a cidade poderá recuperar o índice de turismo que vem decaindo nos últimos anos durante esta época do ano.

Se continuar assim, poderá chegar no porte da programação cultural de algumas cidades, por exemplo, Recife.

ph

69

E a coerência passou longe

showsdaviradaPor Aline Alencar

Que todos têm suas divergências políticas, isso ninguém pode negar. Mas, por favor, sejamos coerentes.

Ontem (29), na terceira noite dos Shows da Virada promovidos pelo Governo do Estado do Maranhão, algumas pessoas tiveram uma atitude um tanto curiosa.

Durante um dos intervalos entre as atrações, mais precisamente após o show da banda Paralamas do Sucesso, foram exibidas no telão propagandas com ações do Governo falando sobre as UPA’s e o Restaurante Popular recentemente inaugurado pela Governadora Roseana Sarney.

Ao que, no decorrer da exibição, algumas pessoas começaram a vaiar em uma atitude de desprezo ao governo do Estado. E ainda durante   o show da banda Roupa Nova, o fato se repetiu quando um dos vocalistas perguntou: cadê a galera de Roseana?

A pergunta é: os que vaiaram as propagandas do governo e, por sua vez, a governadora do Estado acharam que o evento era realizado por quem?

Se sabiam, a coerência dessas pessoas passou longe dali. Se não gostou, não concorda, que ficasse em casa. Chega a ser ignorante tamanha atitude. Coisa de rebelde sem causa, apenas.

1

Show de Fagner em São Luís acontece neste sábado

O cantor e compositor cearense  Fagner realiza show no próximo sábado (08) em São Luís, na Lagoa da Jansen. Autor de sucessos como “Borbulhas de Amor”, “Fanatismo”, “Romance no Deserto” e “Canteiros”, seu anos na estrada já atravessaram décadas.

Fagner subirá ao palco, pontualmente, às 23h e no repertório relembrará grandes clássicos presentes em suas composições e versões que já embalaram histórias de muitas gerações, não só no Nordeste, mas como em todo o Brasil. O show é realizado pela Pororoca Produções.

Além de músicas que integram a parceria do cearense com o compositor maranhense Zeca Baleiro que, em 2003, lançaram um álbum com releituras de canções e composições inéditas. Uma delas, é “Dezembros”, que é trilha da novela Da Cor do Pecado, que está sendo reexibida pela Rede Globo no Vale à Pena Ver de Novo.

Depois do show do cearense, o público ainda poderá ouvir a bela voz da cantora maranhense Flávia Bittencourt, acompanhada pela banda Baré de Casco. O centenário do Rei do Baião, Luiz Gonzaga, um dos grandes expoentes da musicalidade nordestina, será marcado pelo tributo da artista maranhense e da banda Baré de Casco, que subirão juntos no palco pela primeira vez, em uma parceria mais que especial.

Show:
Simplesmente Fagner e homenagem a Luiz Gonzaga com Fláva Bittencourt e Baré de Casco
Quando:
Sábado, às 22h
Onde:
Lagoa da Jansen
Ingressos:
R$60,00 (pista)
R$120 (camarote/front stage)

3

O Rock 80 e as lembranças da Genesis…

Uma das performances do Doctor Queen

A banda argentina One & Doctor Queen abre hoje o projeto Genesis In Concert, uma relembrança das músicas que tocavam nas pistas daquela que foi a melhor boite de todos os tempos em São Luís.

A Doctor… é considerada a melhor couver do Queen em todo o mundo.

O projeto buca resgatar uma das décadas mais importantes do pop-rock no mundo, os anos 80, que viraram estilo musical e cultural – e ainda hoje influenciam a música, a moda e a televisão brasileiras.

Dentre as atrações do projeto, que vai até dezembro, além da Doctor… estão previstas apresentações do cantor Britânico-brasileiro Ritchie e mais oito artistas.

Para reviver o clima da boite, que funcionou no Calhau, os shows acontecerão no Espaço Renascença, com apresentação também dos dj’s que marcaram época na Genesis.

Funcionando no retorno do quartel da Polícia Militar, a Genesis movimentou a geração 80 de São Luís, e teve seu auge entre 1986 e 1997, quando realizou o concurso Miss Genesis, dando origem ao boom de concursos do mesmo tipo em vários bairros da capital.

O pop inglês dos Smiths, The Cure, The Police, Duran-Duran, a música eletrônica do Kraftwerck, do Pet Shop Boys, Informacion Society, New Order, o rock do Queen, do U2, e o progressivo nacional dos Titãs, Legião Urbana, capital Inicia, Paralamas do Sucesso, Hojerizah, Biquini Cavadão e outros serão relembrados por Pandha S/A e vários Djs.

É uma noite para quarentões e jovens urbanos que ainda hoje curtem “a melhor década do resto de nossas vidas”…

2

Nando Reis é a boa de hoje…

Nando Reis: um show disco...

Em meio à polêmica causada pela captação de recursos da Lei Rounaet no Ministério da Cultura, o cantor e compositor Nando Reis faz show logo mais na Nova Batuque Brasil.

Um belo show, diga-se de pasagem.

O cantor passeia pelos mais variados estilos no “Bailão do Ruivão” espécie de boite a céu aberto, revivendo canções populares e dançantes, que marcaram época na música nacional e internacional.

O show é, na verdade, uma ampliação de momentos do seu espetáculo tradicional.

O cantor sempre usava as músicas selecionadas, intercalando-as com suas novas composições. “O público ia ao delírio; então decidi ampliar e fazer um show próprio com elas”.

Lançado em CD e DVD, o “Bailão do Ruivão” tem músicas como “Fogo e Paixão”, de Wando, “Frevo Mulher”, de Amelinha, e até a inesquecível “Lindo Balão Azul”, clássico da “Turma do Balão Mágico”.

Polêmica
Ao lado de Maria Bethânia, Gal Costa e outros cantores, Nando Reis foi citado em matéria de jornais e revistas, semana passada, por conta de um suposto esquema no Ministério da Cultura para financiar artistas consagrados.

Ele próprio recebeu R$ 1 milhão para o “Bailão do Ruivão”. Como justificativa, alegou que o show teria preços populares.

Os ingressos do evento de hoje na Batuque Brasil variam de R$ 40,00 (pista) a R$ 80,00 (Camarote).

Independente da polêmica, o show é imperdível…