0

Família maranhense entre as vítima de desabamento no Rio…

O casal e o filho foram soterrados pelos escombros de prédio que caiu na madrugada da última sexta-feira, e agora aguarda decisão sobre traslado para a terra natal

 

ÁREA ONDE O PRÉDIO DESABOU, NA ZONA OESTE DO RIO; maranhenses entre as vítimas

Um casal de maranhenses e o filho menor também foram mortos no desabamento de um prédio no Rio de Janeiro,m na última sexta-feira, 12.

Hilton Berto Rodrigues Souza e Maria de Nazaré Sá Sodré foram retirados mortos dos escombros. O filho, Hilton Guilherme Sodré de Souza, 13, chegou a ser levado para o hospital, mas morreu na mesa de cirurgia.

O casal era morador do prédio, que caiu, matando 7 pessoas até agora. outras 10 ainda estão desaparecidas.

A Prefeitura do Rio de Janeiro se prontificou a arcar com os custos do sepultamento dos três, mas familiares das vítimas querem trazê-los para o Maranhão.

Não há informações sobre movimentação para que esse desejo seja atendido…

1

Herói do ônibus incendiado pode receber indenização e tratamento do estado…

Márcio Rony da Cruz Nunes ficou conhecido nacionalmente como herói, ao salvar a vida de uma criança, durante incêndio criminoso de um ônibus, em 2014

 

Márcio Rony em imagem de um ano após o acidente: fisioterapia e tratamento intenso

A Defensoria Pública do Estado e a Secretaria de Direitos Humanos do govenro Flávio Dino (PCdoB) discutiram nesta quinta-feira, 26, os pontos de um Termo de Ajustamento de Conduta que pode garantir a sobrevivência do herói Márcio Rony da Cruz Nunes.

Ele ficou conhecido nacionalmente ao salvar a vida de uma criança, vítima de incêndio criminoso, em 2014.

No ocorrido, Rony foi gravemente queimado e até hoje precisa de tratamento especial.

Além da manutenção da pensão já recebida, a Defensoria quer ressarcimento à vítima por danos morais, materiais e estéticos, além do comprometimento do Estado no atendimento médico, sessões de fisioterapia, atendimento psicológico, remédios, roupas especiais e outros insumos necessários.

O Governo do Estado do Maranhão trabalha com a possibilidade de pagamento de indenização para Márcio Rony, tendo como base decisões semelhantes tomadas em outros estados.

A Procuradoria-Geral do Estado já deu parecer favorável ao acordo…

0

Filho confirma morte de Teori Zavascki…

Ministro do Supremo Tribunal Federal era um dos quatro ocupantes do avião que caiu na tarde desta quinta-feira na região de Paraty, no Rio de Janeiro

 

Ministro Zavascki morreu em queda de avião no Rio de Janeiro

O filho do ministro Teori Zavascki, Francisco Phren Zavascki, confirmou agora há pouco a morte do pai, um dos quatro ocupantes de um avião bimotor qu caiu na tarde desta quinta-feira, 19, no Rio de Janeiro.

– Caros amigos, acabamos de receber a confirmação de que o pai faleceu! Muito obrigado a todos pela força! – disse Phren, em seu perfil no Facebook.

O filho confirmou a morte do ministro pelo Facebook

Teori era o coordenador do processo da operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, e seguiu para a região da Angra dos Reis.

O avião caiu próximo a Paraty…

0

Hospital de São Luís fará simulação de atendimento a múltiplas vítimas…

Treinamento protagonizado pelo São Domingos ocorrerá dia 8, no estacionamento do Shopping da Ilha, e terá a participação do Corpo de Bombeiros, SAMU e Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes

 

Corpo de Bombeiros e vários órgãos também estarão envolvidos no treinamento, que durará o dia todo

O Hospital São Domingos realizará no próximo domingo, 8, a simulação de atendimento a múltiplas vítimas de um acidente fictício que ocorrerá no estacionamento do Shopping da Ilha.

Com apoio de vários órgãos de segurança, que simularão um acidente com dezenas de vítimas, profissionais do hospital atuarão no socorro.

Esta iniciativa visa atender às diretrizes de segurança ao paciente, contidas no Programa de Acreditação Internacional (QMentum) da Canada Accreditation Internacional, renomada acreditadora de qualidade, que atualmente ajuda na implementação de melhorias nos serviços médico-hospitalares do Hospital.

O treinamento servirá para avaliar a capacidade do São Domingos no atendimento a vítimas em série.

Treinamento mobilizará todos os setores do Hospital São Domingos

A ação terá a participação de todos os setores assistenciais do HSD: laboratório, banco de sangue, fisioterapia, psicologia, serviço social, farmácia, bloco cirúrgico, Unidade de Terapia Intensiva (UTI), clínicas médicas e cirúrgica, serviço de diagnóstico por imagem, hemodinâmica e endoscopia; Além dos serviços de apoio: hotelaria, manutenção, engenharia clínica, nutrição e segurança patrimonial.

Terá, ainda, o suporte da brigada de incêndio do Shopping da Ilha e dos socorristas do Corpo de Bombeiros e do SAMU.

Neste dia, o Hospital funcionará normalmente, sem interrupções ao atendimento prestado aos pacientes. Vale ressaltar que os paciente em atendimento não serão envolvidos na simulação.

Será o primeiro treinamento deste tipo em São Luís…

5

Autoridades nada falam sobre preparatório para eventual velório de jogador da Chapecoense…

Mesmo com a possibilidade de o corpo de Ananias Eloi vir para São Luís – e com toda a repercussão mundial do acidente que matou o maranhense e mais 75 pessoas – não há notícia de nenhuma preparação do governo ou da prefeitura para recepção, velório e enterro do atleta

 

População de São Luís espera poder prestar últimas homenagens ao jogador Ananias

População de São Luís espera poder prestar últimas homenagens ao jogador Ananias

A família do atacante Ananias Eloi, 25, uma das vítimas do acidente de avião que levava o time da Chapecoense para a decisão da Copa Sul-americana, em Medelìn, na Colômbia, ainda não decidiu se traz o corpo do atleta  para São Luís ou leva para Salvador (BA).

Mas, até agora, não há notícia de qualquer preparação das autoridades públicas – Governo do Estado e Prefeitura de São Luís – para a recepção, velório e sepultamento do corpo na capital maranhense.

O acidente com o avião da Chapecoense matou 76 pessoas e causou comoção mundial; por isso há a expectativa de forte repercussão com a possível vinda do corpo de Ananias.

Velório pode atrair milhares de pessoas para a casa da família de jogador da Chapecoense

Velório pode atrair milhares de pessoas para a casa da família de jogador da Chapecoense

A família do atleta estava em dúvida até a noite desta quarta-feira, 30, por que sua esposa e filhos são de Salvador e moram na capital bahiana, embora sua mãe e irmãos vivam em São Luís. (Leia aqui)

Mas nenhum familiar ou amigo próximo confirma qualquer contato de órgãos do governo (Polícia ou Bombeiros ou setor de saúde) e da Prefeitura de São Luís (SMTT, Serviço Social) para a receptividade ao atleta maranhense.

E certamente o povo de São Luís também quer prestar sua homenagem…

0

Maranhense livra-se de tragédia ao não ser relacionado para jogo da Chape…

Jogador Lourency Rodrigues, de Imperatriz, não compôs a delegação que foi à Colômbia, lamentou a morte dos companheiros de time e agradeceu a Deus pelo livramento

 

Lourency, com a scores da Chape, em ação no Brasileirão

Lourency, com as cores da Chape, em ação no Brasileirão

seloO meia-atacante Lourency Rodrigues, de 20 anos, nasceu em Imperatriz (MA) e compõe o elenco da Chapecoense.

Ele não foi relacionado para o jogo contra o Nacional, da Colômbia, e ficou em Chapecó, em Santa Catarina.

Após saber da tragédia desta madrugada, manifestou-se nas redes sociais, lamentou a morte dos companheiros e agradeceu pelo que chamou de “livramento de Deus”.

Na queda do voo que levaria o time para a disputa da Copa Sul-americana morreram 76 pessoas, entre elas outro maranhense, o atacante Ananias, de 25 anos.

Familiares de Lourency também lamentaram a morte dos colegas e agradeceram a solidariedade nas redes sociais.

Lourency está na Chapecoense desde 2015.

O jogador foi destaque das divisões de base do JV Lideral até 2012

O jogador foi destaque das divisões de base do JV Lideral até 2012

No Maranhão, jogou nas categorias de base do JV Lideral, de Imperatriz, e do Sabiá, de Caxias.

Nesta temporada, o jogador maranhense vem sendo aproveitado tanto no time principal quanto na categoria sub-20.

0

Tragédia da Chapecoense: maranhense Ananias era vinculado ao Cruzeiro…

Um dos desaparecidos do voo que caiu na Colômbia, jogador não vestiu a camisa de nenhum time do Maranhão em sua carreira

 

Ananias, em 2014, quando vestia a camisa do Sport Recife

Ananias, em 2014, quando vestia a camisa do Sport Recife

Vinculado ao Cruzeiro de Minas Gerais, o meia atacante Ananias, de 25 anos, um dos jogadores relacionados no voo que levava o time da Chapecoense para a disputa da Copa Sulamericana, na Colômbia, estava no time desde 2015, quando se transferiu do Sport (PE).

Ananias não jogou em times maranhenses. Seu vínculo federativo é do Cruzeiro (MG).

Seu período de maior destaque se deu na Portuguesa de Desportos, quando foi campeão do Série B.

Também passou pelo próprio Cruzeiro e pelo Palmeiras…

Com informações do globoesporte.com

2

Terror em alto mar para náufragos de catamarã em São Luís…

O catamarã praticamente afundado no mar. excesso de passageiros...

O catamarã praticamente afundado no mar. excesso de passageiros…

O blog publica agora imagens exclusivas do catamarã que tombou hoje, na chegada a São Luís, próximo ao Espigão Costeiro da Ponta D’Areia. Com capacidade para 30 pessoas, a embarcação trazia 50, segundo relatos de passageiros.

Dois dos náufragos aguardando resgate do GTA

Dois dos náufragos aguardando resgate do GTA

Na imagem de cima é possível ver o barco tombado, em pleno mar. os passageiros foram resgatados por equipes do GTA e do Corpo de Bombeiros.

A outra imagem mostra dois dos náufragos, momentos antes de serem resgatados por um homem do GTA.

1

“Manutenção evita danos”, diz relator que julgou ação por rompimento de barragem no Maranhão

Desembargador Marcelo Carvalho condenou este ano município de Gonçalves Dias em caso parecido com os de Bento Rodrigues e Mariana, municípios da região de Minas Gerais, que experimentaram tragédia na semana passada

 

Desembargador Marcelo Carvalho: reparação social de tragédia que poderia ter sido evitada

Desembargador Marcelo Carvalho: reparação social de tragédia que poderia ter sido evitada

O rompimento de duas barragens de uma mineradora que causou grande destruição no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, na Região Central de Minas Gerais, relembrou um capítulo na triste história de Maria Lazara Sousa dos Santos e Eliton Alves de Sousa, moradores de Gonçalves Dias (MA), que foram duas das vítimas do incidente que causou danos ambientais e ao patrimônio público há sete anos em uma extensa área daquele município.

Na época da tragédia maranhense, as vitimas entraram com uma Ação Rescisória na Justiça, alegando que a barragem do açude municipal conhecido como “Balneário Raimundão”, no município gonçalvino, só se se rompeu, na madrugada do dia 28 de março de 2008, por falta de manutenção e conservação.

Depois de uma série de idas e vindas de decisões judiciais, no último dia 25 de agosto, o processo entrou na pauta da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado (TJMA). Considerando a natureza do dano, sua repercussão sobre o Meio Ambiente e ao Patrimônio, o colegiado resolveu condenar o município de Gonçalves Dias ao pagamento de R$ 30 mil a titulo de indenização sofrido pelos rescendentes.

Barragem rompida em Gonçalves Dias, em 2008: inundação (Imagem: G.D.News)

Barragem rompida em Gonçalves Dias, em 2008: inundação (Imagem: G.D.News)

Na intenção de fugir da condenação, o município alegou que a tragédia ocorreu não por falta de manutenção do reservatório, mas pelo nível das chuvas que naquele período foi expressivo, observando que a chuva do dia 28 de março de 2008, foi apenas “a gota d´água que faltava” para a ocorrência do sinistro. (Relembre aqui)

No entanto, a interpretação não convenceu o relator do processo, desembargador Marcelo Carvalho que, ao declarar o seu voto, afirmou que se o município tivesse adotado as medidas preventivas, provavelmente não teria havido a inundação, mesmo diante de um índice pluviométrico maior que o normal, como ocorreu naquele ano.

– Se as medidas preventivas como aumento da vazão do sangradouro, limpeza do reservatório e reforço da barragem, provavelmente não teria havido a inundação, mesmo diante de um índice pluviométrico maior que o normal, como ocorreu naquele ano. E, por outro giro, se adotadas as medidas preventivas, mesmo que tivesse acontecido o rompimento do reservatório, certamente os danos seriam minimizados – declarou o magistrado em seu voto.