9

Por que temer a CPI???

Crimes como este são cada vez mais rotineiros no estado

Não faz qualquer sentido a ação do governo para impedir a instalação da CPI que pretende investigar os casos de pistolagem no estado.

Se o governo está preocupado apenas com a imagem, está errado. Se estiver preocupado em abafar a possível volta da pistolagem no Maranhão, também está errado.

A CPI não é contra o governo.

Tentar derrubá-la por questões políticas – em um momento de intenso clamor popular – é que vai manchar a imagem do governo.

Quanto à volta pistolagem, não adianta querer tapar o céu com a  peneira.

É notório no Maranhão que a violência recrudesceu em todos os níveis. E a pistolagem, os crimes de encomenda, os acertos de conta pessoais acontecem dia após dia, sem resposta efetiva do sistema de Segurança.

Só a presença de armas como esta entre criminosos já justifica uma investigação

Se o recorte for apenas deste ano, pode-se selecionar mais de uma dezena de crimes sem solução, com aspectos claros que caracterizam o crime de encomenda.

Por que não ter o supote de uma Assembleia para buscar respostas que a polícia não deu?

O corporativismo da polícia, a falta de acompanhamento sistemático do Ministério Público e a ausência e uma correição periódica levam, quase sempre, ao descaso nas investigações mais complexas.

Com deputados, a própria dialética resultante da dicotomia governistas/oposicionistas é capaz de jogar luz sob aspectos crminais não percebidos pela polícia.

E a presença constante e intensiva da imprensa, ajuda no desvendar de aspectos que, muitas vezes, passam despercebidos na investigação formal.

Se o governo tiver mesmo interesse em reforçar o combate à violência, também ajudará a comissão, com informações relevantes.

Portanto, não há nada a temer na CPI da Pistolagem.

Seja qual for o ponto-de-vista que se tenha…

0

Sarney deve visitar túmulo de Décio Sá…

Sarney quer despedida formal de Décio

O presidente do Senado Federal, José Sarney (PMDB), deverá fazer, ainda esta tarde, uma visita ao túmulo do jornalista Décio Sá.

Assassinado com seis tiros, no dia 23 de abril, Décio está sepultado no Cemitério Jardim da Paz. Na época do crime, o senador estava internado no Hospital Sírio & Libanês.

Sarney decidiu vir a São Luís logo que tivesse condições de viagem para prestar sua homenagem àquele que considera “um dos melhores jornalistas da história do Maranhão”.

A idéia era fazer a visita pela manhã, mas a saída de Brasília atrasou.

No último domingo, o presidente do Senado dedicou sua coluna no jornal O EstadoMaranhão a Décio Sá, a quem considerou “mártir” do jornalismo.

José Sarney pretende ter alguns minutos de contrição e silêncio para uma despedida pessoal do jornalista…

7

Conceição Andrade já atua como vice de Washington…

Conceição com Washington, no Vinhais Velho...

A ex-prefeita Conceição Andrade (PMDB) parece mesmo ter encarnado a condição de candidata a vice-prefeita na chapa do vice-governador Washington Oliveira (PT).

É ela quem tem acompanhado de forma mais visível  as visitas públicas e políticas do candidato petista, desde que deixou a Secretaria de Desenvolvimento Social.

Conceição atedne a uma determinação da própria governadora Roseana Sarney (PMDB), que a tirou da pasta para uma nova “missão na campanha de 2012”.

...E novamente com ele, em palestra na ACM

O próprio Oliviera tem se benficiado com a presença da ex-prefeita, que conhece vários aspectos da cidade e os pontos de maior convergência eleitoral.

Embora o PMDB já tenha admitido que podem sem indicar o vice de Washington – abrindo mão para outra legenda do grupo – Conceição Andrade aparece como o nome do partido para o posto.

E se porta como pede a etiqueta do posto…

 

20

O óbvio ululante…

É só daqui que podem ser as testemunhas

Se um assassinato ocorre em uma academia de ginástica, por exemplo, o natural é que as testemunhas sejam os donos, funcionários e até frequentadores desta academia.

É o óbvio ululante.

Mas a polícia maranhense acha que não.

A polícia maranhense mostra-se preocupada com o vazamento dos depoimentos das testemunhas do caso Décio Sá por que, justifica, os bandidos podem saber quem são elas.

O morro da fuga: como saber quem estava aqui?

É muita tolice para uma polícia só.

Ora, os bandidos – matadores e executores – sabem desde sempre que a polícia iria começar a investigar exatamente pelo restaurante Estrela do Mar.

A menos que a polícia não conhecesse sequer o básico da investigação criminal – o que não é o caso.

Não precisa de vazamento de informações para que toda a sociedade – bandidos e cidadãos de bem – saiba que as principais testemunhas vêm do restaurante.

Isto por que, repita-se, é o óbvio ululante.

A justificativa da polícia maranhense para reclamar o sigilo, portanto, é uma balela.

Pior é ver a Justiça maranhense se dar ao trabalho de perder tempo com uma investigação para apurar vazamentos.

Este blog vai continuar ignorando solenemente a determinação de sigilo no caso Décio – mesmo por que, este blog não é subordinado à polícia.

Este blog entende que a sonegação de informações só encobre a própria incapacidade da polícia maranhense de resolver o caso.

Ou a sua cada vez mais evidente – e suspeita – má-vontade…

21

Polarização à vista: Castelo ataca, Tadeu rebate…

Castelo e Palácio caminham para polarização da campanha em SL

O ex-prefeito de São Luís, Tadeu Palácio (PP), ocupou ontem a rádio Capital para rebater acusações da deputada estadual Gardeninha Castelo (PSDB), filha do prefeito João Castelo.

Para Palácio, Gardeninha tem sido “perversa e mentirosaao tentar defender a administração do pai.

Minutos antes, a deputada afirmoui que a pesquisa Escutec, que dá 70% de rejeição a Castelo, fora manipulada por Tadeu Palácio .

Claro que essa pesquisa não é real, ele foi encomendada pelo Tadeu Palácio, trata-se de uma pesquisa manipulada – afirmou a parlamentar.

Mas os ataques de Gardeninha ao prefeito – e suas respostas imediatas – mostram que a eleição deverá mesmo ficar polarizada entre Castelo e Tadeu Palácio.

– Se o eleitor tiver a condição de comparar as duas gestões, ele saberá perceber qual foi a melhor. E se verá que adminsitração será aprovada – disse Tadeu Palácio.

A comparação, portanto, é tudo o que o ex-prefeito espera…

16

Assembleia vai discutir situação do jornalista no estado…

Jornalistas vão discutir condições de trabalho

Assembleia Legislativa realiza, dia 28,  audiência pública para debater a realidade do trabalho do “jornalista no Estado Democrático de Direito” e apontar soluções. A proposta é da deputada Eliziane Gama (PPS), também jornalista.

De acordo com a parlamentar, o debate abrirá uma ampla discussão acerca dos diretos, deveres e da realidade dos jornalistas no contexto social do estado.

A audiência é parte das manifestações públicas dos parlamentares e do Comitê de Imprensa da Assembleia resultantes do assassinato do jornalista Décio Sá, há duas semanas – que incluem ainda a possível instalação de uma CPI para apuração dos crimes de pistolagem no Maranhão.

Serão convidados para a audiência pública os seguintes representantes:

Celso Augusto Schröder – presidente da Federação Nacional dos Jornalsitas;

Marcelo Moreira – presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo;

Benoit Hevieu – representante no Brasil da ONG “Repórteres Sem Fronteiras”;

Francisco Gonçalves da Conceição – Diretor do programa de Pós-Graduação  em Comunciação Social da Ufma;

Sérgio Macêdo – secretário de Comunicação Governo do Maranhão;

Luiza Oliveira – Secretária de Direitos Humanos.

5

Roseana e João Abreu…

João Abreu: conversas, mas sem definição

A governadora Roseana Sarney (PMDB) já teve pelo menos três reuniões com o ex-chefe da Casa Civil, João Guilherme Abreu, ao longo de 2012.

Os dois demonstram interesse na volta do ex-secretário ao governo, mas não definem em que setor.

Abreu já foi secretário de Saúde, do Planejamento e chefe da Casa Civil nos governos anteriores de Roseana.

Empresário, deixou o último posto em 2010, logo após a última reeleição da governadora. 

Desde então, as sondagens ocorrem rotineiramente.

E acada reforma, seu nome surge com força entre os secretariáveis…

10

Famem dá dicas de imagem a prefeitas e primeiras-damas…

Marreca e consultores orientam gestoras sobre imagem

Cerca de 30 prefeitas e primeiras-damas e secretárias municipais participaram do seminário “Marketing Pessoal para Mulheres”, promovido pela Famem, em parceria com a loja Florense.

Focado em capacitar prefeitas e primeiras-damas sobre o conhecimento das técnicas e ferramentas adequadas do marketing pessoal, o seminário contou com uma palestra de abertura do presidente da FAMEM, Júnior Marreca, e com uma aula com a especialista Adriana Vieira.

Foram destacados pontos como a importância do marketing pessoal, dicas de comunicação e a importância da imagem e da reputação femininas no ambiente de trabalho.

A iniciativa foi pioneira. Nunca a FAMEM deu tanta atenção também às prefeitas e primeiras-damas especificamente e, agora, inseriu essas mulheres que tanto trabalham, num seleto grupo daqueles que recebem qualificação e orientação de qualidade – declarou Júnior Marreca.

Diretora da Escola de Gestão Municipal, Tammy Cunha, destacou o auxílio que cursos como o de Marketing Pessoal para Mulheres podem dar na gestão municipal.

– Nós sabemos o papel que essas mulheres têm na administração municipal, seja administrando a cidade ou uma secretaria específica. Neste contexto, há que se destacar o empenho da FAMEM e do presidente Junior Marreca em fornecer, a quem vive o dia-a-dia da administração pública, qualificação adequada para uma gestão municipal mais eficiente – frisou.

19

Governistas fogem da CPI da Pistolagem na Assembleia…

Apesar da resistência, CPI tem chances de instalação

Até agora, apenas três membros da bancada governista – Zé carlos da Caixa (PT), André Fufuca e Chico Gomes (ambos do PSD) – assinaram o requerimento de criação da CPI da Pistolagem, na Assembleia Legislativa.

Gomes e Fufuca poderão receber pressão para retirá-las.

Também membro da bancada governista, Zé Carlos adota postura mais independente em relação à atuação na Casa e não deverá sofrer a mesma pressão.

Os líderes governistas temem que a orientação do Palácio dos Leões seja a de vetar a comissão – embora não tenham ainda falado oficialmente com o governo.

O temor é que a comissão, cuja autoria é do petista Bira do Pindaré, seja usada politicamente para desgastar a imagem do governo, que já enfrentando problemas com a falta de respostas efetivas da polícia ao assassinato do jornalista Décio Sá.

Além de Gomes, Fufuca e o autor, outros 10 deputados já assinaram o pedido de criação da CPI: Othelino Neto (PPS), Marcelo Tavares (PSB), Valéria Macêdo (PDT), Zé Carlos da Caixa (PT), Graça Paz (PDT), Luciano Leitoa (PSB), Carlinhos Amorim (PDT), Eliziane Gama (PPS), Neto Evangelista e Gardênia Castelo (ambos do PSDB).

Fim da Pistolagem vira clamor popular

Com este total, faltaria apenas uma assinatura para garantir a instalação.

A deputada Cleide Coutinho (PSB), que não está na cidade, deve assinar semana que vem. Já Hemetério Weba (PV) assumiu o compromisso público, ao declarar da tribuna que assinaria a criação da CPI.

O requerimento da CPI é claro: o objetivo é investigar casos de assassinato com características de pistolagem – entre eles o de Décio Sá.

Para o autor do requerimento, nada há que possa comprometer o governo.

Mesmo assim, os deputados governistas passam longe das assinaturas…

15

Delegado acusa Justiça por vazamento de informações do caso Décio…

Uchôa: a culpa é da Justiça (???)

O superintendente de Polícia Civil da Capital, delegado Sebastião Uchôa, acusou diretamente a Justiça pelo vazamento de depoimentos das testemunhas do assassinato do jornalista Décio Sá.

 – Os documentos vazaram da justiça. Será instaurado inquérito policial na supervisão de crimes funcionais para apurar a responsabilidade criminal e requerer abertura de sindicância à diretoria de fórum, para saber quem permitiu o vazamento de informações importantes que vão atrapalhar as investigações – declarou Uchôa, segundo o blog de Marcial Lima.

Os depoimentos foram publicados em primeira mão no blog de Itevaldo Júnior, e repercutido por este e outros blogs, o que causou forte debate na impresa.

Ainda segundo o blog de Marcial Lima, duas testemunhas que iriam prestar esclarecimentos do caso decidiram cancelar a oitiva após o episódio.

Ete blog mantém a mesma postura que sempre norteou suas publicações.

Vai continuar divulgando todos os fatos que considerar relevantes para a elucidação da morte de Décio Sá – documentos, imagens, depoimentos…

Entende, sobretudo, que a falta de informações só ajuda os autores da morte e os mandantes do crime.

Cabe à polícia guardar segredo de suas ações.

Até por que, se não tiver capacidade para evitar vazamentos, não terá também para elucidar o caso.

É simples assim…