12

Graça Paz vai articular campanha de Castelo…

Graça assina termo de posse, observada por Castelo e Carlinhos Amorim

A presença da deputada Graça Paz (PDT),  na administração do prefeito João Castelo (PSDB) tem um objetivo. Nas palavras do próprio Castelo, ela vai ser a coordenadora da aproximação do tucano com a classe política de São Luís.

A missão de Graça, portanto, é política.

Ela vai coordenar a aproximação dos partidos políticos e das lideranças com a administração.

Em seu lugar na Assembléia assumirá o suplente Edivaldo Holanda (PTC), outra jogada política de Castelo.

Mas esta é uma outra história…

2

Deputado quer discutir novamente serviços de telefonia no Maranhão

Zé Carlos: nova cobrança às telefônicas

O deputado Zé Carlos Nunes (PT) quer realizar audiências públicas no interior do estado para discutir a má qualidade dos serviços prestados pelas operadores de teelfonia no Maranhão – tanto fixa quanto móvel.

O parlamentar quer a primeira na região de Balsas, uma das que mais sofrem com este serviço. Em seguida, pretende ir a Grajaú, tratar do mesmo problema.

A inciativa de Zé Carlos busca a regularização de ums erviço há muito cobrado pela sociedade maranhense.

A própria Assembléia Legislativa já discutiu o assunto em audiências públicas – e chegou a aprovar em plenário uma Moção de Repúdio, de autoria do então deputado Joaquim Haickel (PMDB).

Para o deputado do PT, é importante que os representantes populares continuem cobrando, para que a situação seja reesolvida.

19

Eleições 2012: Washington Oliveira também é opção de Roseana…

Oliveira é um dos nomes para as eleições em São Luís

O vice-governador Washington Oliveira (PT) também pode ser uma da opções do grupo da governadora Roseana Sarney (PMDB) para a sucessão municipal de São Luís.

A princípio, os roseanistas trabalham com quatro nomes – João Alberto de Souza (PMDB), Roberto Costa (PMDB), Pedro Fernandes (PTB) e Tadeu Palácio (PMDB) -, mas a opção Washington passa a ganhar pontos por questões políticas.

O vice-governador é um nome de peso no PT, tem ligações consolidadas com a presidente Dilma Rousseff (PT) e tem ainda o trunfo de atrair parte da oposição.

Além da maioria dos petistas, o nome de Oliveira atrairia partidários do PDT, do PSB e até do PCdoB, ainda que não necessariamente na coligação.

A solução resolveria também a recíproca da eleição de 2010, quando o PT apoiou o PMDB na sucessão estadual.

Desta vez, o partido de Roseana indicaria o candidato a vice…

12

Cúpula do TJ tem parentes no Senado…

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Jamil de Miranda Gedeon Neto, tem dois parentes nomeados no gabinete do senador João Alberto de Souza (PMDB), no Senado Federal, informa o blog de Luís Cardoso.

A vice-presidente do TJ, desembargadora Cleonice Silva Freire, também emplacou parentes no gabiente de João Alberto.

Dos três membros da cúpula do TJ, apenas o corregedor Guerreiro Júnior não tem parentes nomeados em outros poderes – pelo menos aind anão se tem conhecimento.

Jamil Gedeon nomemou a mulher do secretário de Planejamento, Fábio Gondim, em seu gabinete no Tribunal de Justiça.

Gondim é funcionário do alto escalão do Senado Federal.

Simples assim…

Leia também, no blog de Garrone, quem é quem entre os parentes de figurões nos gabinetes dos deputados federais
3

Famem e Cemar firmam parceria para garantir “tarifa social” das contas de energia no MA

Marreca trabalhou pela parceria em favor dos municípios

A Federação dos Municípios do Maranhão e a Cemar vão firmar parceria para garantir a participação dos municípios maranhenses no programa “Tarifa Social”, que garante desconto de até 65% nas contas de energia elétrica das famílias de baixa renda.

Pela exigência da Lei nº 12.212 só terão direito à “Tarifa Social” as famílias de baixa renda inscritas no Número de Identificação Social (NIS), que comprova o cadastro nos programas sociais do Governo Federal.

No Maranhão, com o cadastro no NIS, 510 mil famílias poderiam ser beneficiadas no programa.

– São cerca de R$ 62 milhões por ano que deixariam de circular na economia dos municípios por que, sem o cadastro comprovando a condição de baixa renda, as famílias teriam que usar o dinheiro para pagar energia elétrica – explicou o diretor de relacionamento da Cemar, José Jorge Soares.

José Jorge: benefícios para mais famílias maranhenses

Para evitar a exclusão destas famílias, a Cemar vai repassar às prefeituras informações sobre consumidores considerados de baixa renda em todos os municípios (aqueles com consumo entre 68 e 79 KW/h). Caberá às prefeituras o cadastramento destas famílias e inscrição no NIS.

– O convênio com a Cemar vai garantir às prefeituras maior agilização nesse cadastramento, uma vez que já disporá de informações sobre quais as famílias enquadradas no nível de consumo da “Tarifa Social” não estão inscritas no Cadastro Único para os Programas Sociais do Governo Federal. O procedimento manterá os recursos circulando nos municípios e as famílias com energia elétrica garantida – comemorou o presidente da Famem, Júnior Marreca.

O prazo para atualização cadastral dos beneficiários do “Tarifa Social”, determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), foi prorrogado para 1º de junho.

6

Um crime e as emendas do Carnaval…

Disse Bira do Pindaré, ontem, na tribuna da Assembléia Legislativa (com partes destacadas pelo blog): 

– Fui informado que os deputados tinham as prerrogativas de Emendas Parlamentares. Se são prerrogativas cabem a todos e não a alguns. Mas de repente a gente se depara com a primeira situação concreta que é o carnaval. E fui informado por deputados do Bloco União Democrática que cada um de nós teríamos direito a uma Emenda na ordem de R$ 50 mil para as atividades referentes ao carnaval.

Em seguida, Bira revela mais detalhes da história:

Bira diz que indicou, mas não recebeu...

Também não recebi um único tostão das emendas para o carnaval de 2011. Nenhum tostão, e encaminhei conforme solicitado.

O “também” incluído por Pindaré em seu discurso foi uma referência ao discurso do colega Neto Evangelista (PSDB), que havia tratado do mesmo assunto, pouco antes.

Embora não tenha ficado claro em seu discurso, Evangelista deixa a entender que também indicou municípios, associações ou entidades para receber emendas para o carnaval, mas fora agraciado com menos dinheiro que os deputados do governo.

O deputado Alexandre Almeida tenta ajudar e pergunta, em aparte: “Deputado só uma pergunta: quanto é que o município de Lago da Pedra recebeu?”.

Neto não diz se indicou ou se recebeu...

– 50 mil reais depois de muita luta. E não foi da Emenda Parlamentar do Deputado Neto Evangelista – responde o tucano, com o negrito também feito pelo blog.

Os negritos servem para mostrar um crime embutido nos discursos de Bira do Pindaré e Neto Evangelista:

1 – Emendas parlamentares são apresentadas por deputados para que sejam liberadas no orçamento do ano seguinte.

2 – Nem Bira do Pindaré nem Neto Evangelista eram deputados no ano passado. Portanto, não podiam apresentar emendas ao Carnaval de 2010 – e muito menos tê-las liberados.

Mas o discurso de Evangelista indica que outros deputados tiveram essas emendas liberadas:

– (…) mas a nossa preocupação é quanto a essa discriminação feita para aliados do Governo e aqueles que não são aliados do Governo – delimitou o parlamentar.

Neto Evangelista disse que vai exigir a lista das emendas para saber quem recebeu mais ou menos e quais os municípios agraciados.

Tem obrigação de divulgar, também, quantos deputados que não tinham mandatos no ano passado receberam emendas para o Carnaval.

Afinal, foi ele quem trouxe o assunto à tona…

8

Transparência na prefeitura…

Do blog de Itevaldo Júnior

A Prefeitura de São Luís segue descumprindo a legislação de transparência pública. Um estudo do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) revela que o nível de transparência da gestão João Castelo (PSDB) é ruim.

De acordo com a pesquisa do Inesc as 27 prefeituras das capitais brasileiras ainda patinam para apresentar de forma transparente seus orçamentos.  Em vigor desde maio de 2010, a Lei da Transparência obriga a apresentação detalhada das contas públicas em tempo real na internet.

A Prefeitura de São Luís ocupa a 22ª posição entre as capitais brasileiras. A pesquisa utilizou 58 variáveis, quando foi possível construir um índice para classificar o nível de transparência das capitais.

A soma das capitais nas categorias “péssima”, “ruim”, “medíocre” representou 70,4% dos resultados. Continue lendo aqui…

3

O veto a Haroldo Saboia & Cia no PSOL…

Saboia: rodou, rodou e acabou rodando...

Há um motivo claro para o veto ao ex-vereador Haroldo Sabóia no PSOL. Só ele fingia não saber.

O PSOL é um partido ideológico; Sabóia, não tem qualquer ideologia.

Já foi do PMDB, do PDT, do PT, novamente do PDT, do PPS e outra vez do PT.

De nenhuma dessas legendas adquiriu qualquer ideologia. Apenas se aproveitou dos momentos para manter-se em evidência política. Não fazia qualquer sentido sua presença no PSOL.

Ainda há recurso ao ex-petista para tentar, por força, impor seu nome ao socialismo. De qualquer forma, Haroldo Sabóia viu que já não tem este prestígio todo na política do Maranhão.

Quanto aos demais colegas que seguiram com ele para também tentar entrar no partido, nem merecem comentário.

Carecem de maior expressão para virar notícia…

29

Grupo de Roseana trabalha com quatro nomes para 2012…

São quatro os nomes que o grupo da governadora Roseana Sarney (PMDB) deve apresentar nas eleições de 2012, em São Luís.

Três deles são do PMDB: o senador João Alberto de Souza, o secretário de Turismo, Tadeu Palácio, e o deputado estadual Roberto Costa, não necessariamente nesta ordem.

O outro nome é o do deputado federal e secretário de Cidades, Pedro Fernandes, do PTB.

Para definir um nome de peso para a eleição dos 400 anos, Roseana encomendará pesquisas qualitativas.

Estes levantamentos vão dizer qual a expectativa da população, o que ele espera de um nome do grupo que venceu a eleição de 2010 e a avaliação sobre os nomes propostos.

A partir daí, unirá todo o grupo em torno do nome preperido pela população…