17

Os caminhos que levaram Paço do Lumiar a ser destaque no setor da Agricultura, conforme noticiou Veja

Aspecto de área agriculturável na Pindoba

Paço do Lumiar é um dos seis municípios maranhenses que apareceram em destaque na reportagem da revista Veja desta semana sobre as “Metrópoles do futuro”.

A cidade, localizada na Grande São Luís, se destaca no setor da agricultura, entre as oito melhores do país.

O caminho para chegar até este patamar é revelado pela administração Bia Venâncio, que recebeu a informação com a sensação de dever cumprido.

Bia comemora resultados

– Paço do Lumiar investiu, capacitou e planejou as ações da agricultura no município. Tudo isso para buscar o crescimento no setor. As respostas já começaram a chegar. Ainda veremos falar muito dos produtores luminenses – afirmou Bia Venâncio.

De acordo com o secretário de Produção e Abastecimento, Ademir Duarte, houve uma verdadeira revolução no setor com o início da adminsitração Bia Venâncio.

– Fomos incentivados e motivados pela prefeita, que nos orientou a dar condições ao produtor – garantiu Leite.

Para que os resultados fossem alcançados, a Sempa firmou convênios estaduais e federais, em busca de investimentos no setor. No Ministério do Desenvolvimento Social, cosneguiu o programa “Compra Local” que garante aos agricultores familiares a compra da produção, que serve de base para a alimentação dos alunos da rede pública.

O município também participa do Projeto Feira Livre do Agricultor Familiar, sendo selecionado em 2º lugar em todo país.

No Ministério da Agricultura, Paço do Lumiar conseguiu convênio para compra de trato e implantação de viveiros de hortaliças folhosas,  além da aprovação de dois projetos de produção protegida com área de 2000 m2 cada. Os dois projetos beneficiaram produtores de Pindoba, Pedrinhas e Mercês.

O município também participa do programa “Geração Futura” para jovens agricultores. Por intermédio do Microcrédito rural, outras 270 famílias foram beneficiadas com projeto na área de horticultura.

Com recursos próprios e de convênios, a Sempa investiu mais de R$ 3 milhões, que beneficiaram em média cerca de 800 produtores e suas famílias no município.

14

Último suspiro: Flávio Dino usa blogueiros para tentar gerar a onda que não conseguiu criar na TV

Um encontro de blogueiros supostamente progressistas, articulado por gente ligada ao deputado Flávio Dino (PCdoB), tenta evitar o naufrágio de sua candidatura no que resta da campanha eleitoral.

Entre os participantes, vários blogueiros alugados pelo ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB).

O candidato comunista apostava na propaganda eleitoral para tentar se vender como novo na campanha – como declarava seu próprio coordenador, Márcio Jerry, em conversas com jornalistas ainda no mês de junho.

Com programas tecnicamente toscos e discurso arrogante, ele permaneceu bem atrás de Jackson Lago (PDT), sem empolgar o eleitor médio.

Apenas intelectualóides que gravitam em torno do candidato, com o surrado discurso da miséria, empolgam-se com a fala dinista.

Estagnado nas pesquisas, agora tenta usar a rede mundial para se potencializar, usado o surrado artíficio da onda criada em 2006 em torno de Jackson – esquecendo que, naquele momento, aos artistas, intelectuais e jornalistas importavam muito mais os milhões do erário público sob o comando reinaldista que o conteúdo do candidato.

Entre os debatedores e palestrantes, gente como o professor unviersitário Chico Gonçalves e o jornalista Franklin Douglas, ambos da campanha comunista.

Chega a ser um contrasenso se declarar progressista tendo ao lado figuras como José Reinaldo Tavares (PSB)…

4

Campanha entra na reta final sem empolgação do eleitor

Os candidatos ao Governo do Maranhão já apresentaram oito programas eleitorais desde o dia 17 de agosto.

São três semanas de bombardeio diário no eleitor, que convive também com a campanha ostensiva nas ruas. 

O tempo é suficiente para o cidadão perceber quem é quem.

Se tivesse de haver mudanças, portanto, já teriam aparecido – ou pelo menos seriam indicadas com o levantamento das pesquisas.

Mas nada mudou.

Roseana continua liderando as pesquisas e tem chances de vencer no primeiro turno, apesar de seu programa não ser a maravilha que se esperava de um Duda Mendonça da vida.

Jackson Lago também se consolidou em segundo lugar – apesar da ameaça de cassação – e nada indica que deixará este posto.

Decepção mesmo é Flávio Dino (PCdoB), cuja campanha não decolou, nem nas ruas nem na televisão. O discurso do candidato é pra baixo, as músicas são ruins e faltam gente em suas atividades de rua.

Deve permanecer abaixo dos 20% de votos.

Agora é a reta final, o último mês de campanha.

E se nada mudou até agora, tudo indica que nada mudará…

11

Não precisa dizer mais nada…

As duas imagens que ilustram este post são da candidata do PT, Dilma Rousseff.

Estão no blog “Os Amigos do Presidente Lula”.

A primeira é do tempo em que Dilma atuava na luta contra a repressão da Ditadura Militar ( período em que o tucano José Serra preferiu fugir, auto-exilando-se no exterior).

A outra é de agora, de Dilma candidata a presidente.

mas o que encerra mesmo o assunto sobre sua biografia são as frases de cada uma das imagens.

Na primeira: “Plantando a liberdade”.

Na outra: “Colhendo a democracia”.

Nem é preciso dizer mais nada…

3

Vidigal cola na campanha de Jackson; e já ameaça José Reinaldo…

Vidigal e Jackson em feira de Imperatriz

Há uma explicação para a ascensão do ex-ministro Edson Vidigal na corrida pelo Senado: ele faz campanha grudado a Jackson Lago (PDT) e tem se fortalecido com isso.

Não se viu até agora panfletos, carros de som ou adesivos de Vidigal. Mas ele está em todos os eventos em que Jackson está. E tem se beneficiado com a presença do ex-governador, que tem 25% das intenções de voto.

O ex-ministro aparece com 10% das intenções de voto no Ibope – superando o colega tucano Roberto Rocha, com estrutura bem mais robusta de campanha – e já ameaça o candidato do PSB, José Reinaldo Tavares.

Candidatos ao governo e ao Senado em município do interior

Rocha faz campanha em faixa própria e só aparce com Jackson onde lhe interessa. Vidigal, não. A campanha do ex-ministro é ligada à do ex-governador.

Muitos davam Jackson Lago como morto nesta campanha – inclusive José Reinaldo. Vidigal, não. Vidigal defendeu a candidatura do ex-governador e seguiu com ele.

Jackson mostrou que tem fôlego e se manteve como segunda opção para o governo, mantendo 1/4 do eleitorado sob suas asas.

José Reinaldo preferiu apostar no “novo” e o “novo” não decolou.

Agora, corre o risco de pagar caro por isso…

11

Mais um factóide de Aderson Lago vai pro espaço: confirmada candidatura de Roseana

O ministro Hamilton Carvalhido arquivou agora à noite o recurso do ex-deputado Aderson Lago (PSDB) contra a candidatura da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Com a decisão, Roseana mantêm-se integralmente na campanha pela reeleição.

Aderson Lago, por intermédio do seu filho, Rodrigo Lago, tentava impedir no TSE a candidatura de Roseana alegando que ela havia sido multada por propaganda antecipada nas eleições de 2006 e, portanto, enquadrada na Lei da Ficha Limpa.

No Maranhão, nem o Ministério Púbico engoliu o factóide dos Lago.

Eles recorerram por conta própria ao TSE e ainda conseguiram um Parecer Bisonho da vice-procuradora Sandra Coreau pelo indeferimento da candidatura roseanista.

O ministro Carvalhido colocou os pingos nos is e decidiu arquivar o factóide, mantendo a campanha de Roseana.

O caso está encerrado.

Cabe à família Lago – que vive disso – manter o juris sperniandi tribunais à fora…

12

Grupo de José Reinaldo aborta divulgação de pesquisa no Jornal Pequeno

O Jornal Pequeno não deverá mais publicar a pesquisa do Instituto Amostragem, do Piauí (antigo Ipopi), sobre a corrida eleitoral no Maranhão. O grupo do ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) e do candidato Flávio Dino (PCdoB) não teria gostado do resultado e mandou segurar o que era para ser divulgado desde domingo.

A pesquisa foi registrada no TRE no dia 26/08/2010, sob o número de protocolo 32047/2010, com entrevistas a serem realizadas entre 26 e 29 de agosto, conforme mostra dados do TRE, ao lado.

Estaria liberada para ser divulgada, portanto, desde ontem, dia 31, mas até agora nada.

Segundo apurou este blog, haverá uma reunião da direção do Jornal Pequeno, hoje à noite, para decidir se a pesquisa será ou não publicada.

Ainda segundo apurou o blog, há a possibildiade de divulgá-la no próximo domingo – quase dez dias depois do prazo de registro – mas o indicativo é de que ela seja arquivada mesmo.

Motivo: o resultado teria desagradado tanto Flávio Dino quanto José Reinaldo.

11

O fator Jackson Lago…

Só o ex-governador Jackson Lago (PDT) ainda pode levar as eleições maranhenses para um segundo turno.

É o único com chances de alcançar 30% dos votos e polarizar com Roseana Sarney (PMDB).

Com o fracasso do discurso de Flávio Dino (PCdoB) – calcado em programas pífios e produzidos equivocadamente – impediu o comunista de polarizar com o ex-governador e tirar dele a condição de principal adversário roseanista.

A esperança da oposição ainda é Jackson.

Mas há um problema: o ex-governador precisa resolver sua situação na Justiça Eleitoral.

Sem a chancela do TSE, ficará patinando em sua base de votos, na casa dos 25%. Já mostrou que não perde votos, mas também não ganha.

E os riscos de Jackson ser cassado são reais.

O que leva a uma conclusão óbvia:

Sem Jackson, hoje, Roseana será reeleita em primeiro turno…

19

Ricardo Murad também inova com bandeiraço coreografado

As fotos que ilustram este texto são de atividades de campanha do deputado Ricardo Murad (PMDB), candidato à reeleição.

Trata-se de uma das principais novidades desta campanha – o bandeiraço sincronizado.

É tudo treinado e ensaiado por bailarinos profissionais, para que o eleitor possa ver um espetáculo nas rotatórias e canteiros, não apenas jovens segurando bandeiras.

É uma das principais inovações de campanha, assim como os “canindezinhos”, de Canindé Barros (PSL), e os mochilões, de Alberto Franco (PMDB).

Aliás, há quem garanta ter sido o próprio Ricardo Murad o primeiro a utilizar os mochilões, que em seu comitê são chamados de “abelhinhas”.

A experiência foi testada primeiro no encontro de Michel Temer (PMDB-SP) com os aliados maranhenses, e aproveitada pela candidata Roseana Sarney (PMDB).

De qualquer forma, a criatividade dos candidatos tem sido importante para superar os limites da Lei Eleitoral.

Que em nome de uma ordem social e urbana castrou o que de mais bonito se tem em uma eleição:

A manifestação popular e o colorido das campanhas nas ruas…

35

Castelo começa a montar canteiros de obras em São Luís

Prefeito assina autorização para obra do canal do Itaqui

Eleitoreiras ou não, o fato é que o prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), começou a apresentar obras de vulto, 1 ano e 8 meses após tomar posse.

No Coroado, a empresa responsável pela construção do novo canal que vai escoar as águas das valas do João Paulo e Filipinho e Outeiro da Cruz já montou o canteiro de obras e começou a sondagem.

Uma das obras iniciadas é o canal do Tropical Shopping

Também serão recuperadas as drenagens da área do Tropical Shopping e da área do Mercado Central. São todos pontos de alagamentos na capital maranhense.

No Cararatiua, está sendo concluída a urbanização da antiga vala, iniciada ainda em 2003 pela Gerência Metrpolitana, na gestão de Ricardo Murad, e interrompida por decisão da então primeira-dama Alexandra Tavares.

Castelo mantém equipes de asfaltamento nos bairros da Jordoa, da Cohab e do Cohatrac.

Falta agora um trabalho que resolva o problema do trânsito em vários pontos estrangulados em São Luís.

Eleitoreiro ou não, o povo agradece…