8

Presidente diz uma coisa, site da Assembléia mostra outra…

No site da AL , tudo transcorre "com tranquilidade"

Quem lê o portal da Assembléia Legislativa tem a impressão de que tudo ocorre às mil maravilhas nas dependências da Casa.

O site avalia que a greve ilegal dos PMs e Bombeiros é realizada em “clima de tranquilidade”. As matérias produzidas pela assessoria de imprensa são amplamente favoráveis aos grevistas – algumas até de aberta exaltação ao movimento.

Mas não é o que pensa o presidente da Casa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), e a  maioria dos líderes de bancada.

Na AL, oposicionistas são heróis da coerência

Melo decidiu suspender as sesões plenárias e liberar os servidores exatamente por causa da “insegurança gerada pela presença dos militares”.

Líderes como Eduardo Braide (PMN), do BUD, e Stênio Rezende (PMDB), do BPM, deixaram claro ao blog que a suspensão das sessões se deu pela “falta de garantia à integridade física dos deputados com a presença dos militares”.

Movimento tem destaque sempre positivo

Os PMs e Bombeiros estão armados na Assembléia.

Muitos têm, inclusive, coletes à prova de balas – como que peparados para o combate.

E são eles que controlam a entrada e saída de pessoas na Casa. Mas para a assessoria de imprensa da Casa tudo está às mil maravilhas.

Arnaldo Melo pecisa entrar em acordo com os seus jornalistas.

Para que não diga uma coisa e eles mostrem outra…

15

Greve de PMs leva a Assembléia a “fechar as portas”…

Grevistas tomam de assalto a Assembléia, que fechou as portas

O presidente da Assembléia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), decidiu hoje suspender as sessões da Casa até que os militares em greve deixem o prédio.

Para Melo – que teve o apoio de todos os líderes, à exceção do oposicionista Marcelo Tavares (PSB) – não há garantias de segurança a deputados e funcionários com a presença de policiais armados nas dependências da Casa.

A decisão do presidente já havia sido tomada na tarde de hoje, mas Tavares e seus aliados de bancada ainda tentaram realizar a sessão. O som foi interrompido e houve tumulto entre os deputados.

Nenhum membro da oposição participou da reunião que decidiu pela suspensão das sessões. Eles estavam dando entrevistas em emissoras de rádio, defendendo a manutenção da greve e a continuidade dos trabalhos em plenário.

Uma decisão destas mostra fraqueza do presidente. Ele obedece às ordens de Roseana Sarney – provocou Tavares.

Os servidores da Assembléia também estarão dispensados do trabalho no período de “recesso”. Apenas o pessoal da segurança e o de serviços gerais continuarão trabalhando.

Não há previsão para que os militares deisxem o prédio do Legislativo…

21

Militares grevistas poderão ser expulsos…

O Alto Comando da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros decidiram, hoje pela manhã, iniciar o processo de expulsão dos militares em greve na Assembléia Legislativa.

Aqueles que não retornarem ao trabalho dentro do prazo estabelecido pelo comando enfrentarão processo de deserção, de acordo com a Lei.

Os PMs e Bombeiros que ingressaram entre 2007 e 2010 poderão ser expulsos sumariamente, por ainda não terem estabilidade no serviço público.

A decisão da abertura de processo de expulsão foi assinada por 23 coronéis que compõem o alto comando da PM e do Bombeiros.

A convoção dos grevistas passa a valer a partir de hoje…

25

Parece muito pessoal…

Juiza Caracas: algo de pessoal em Paço do Lumiar...

É passível até de representação ao Conselho Nacional de Justiça a postura da juiza de Paço do Lumiar, Jaqueline Reis Caracas. Parecem cada vez mais pessoais as suas decisões contra a prefeita de Paço do Lumiar, Bia Venâncio (PSD).

Em despachos cada vez mais confusos, Caracas atropela até decisões superiores em seu afã de ver Bia afastada da prefeitura.

É como se estivesse numa  briga de egos, tentando demonstrar à prefeita quem é que tem mais força no município.

A última da juiza Caracas é um primor de absurdo, segundo revelou o blog de Gilberto Léda.

A magistrada simplesmente revalidou uma decisão que já havia sido derrubada, inclusive, no Tribunal de Justiça. Trata-se da ação do programa “Pauta Zero”, do mês de junho, que foi reformada pelo TJ oito dias depois.

No seu incontido desejo pessoal de mostrar à prefeita quem é que manda, Jaqueline Caracas está perdendo o controle do próprio equilíbrio na hora de julgar.

E isto, sem dúvidas, deve ser analisado pelo CNJ…

19

O uso político da greve da PM….

Oportunista, Bira quer apenas parecer bem na foto...

A greve ilegal dos PMs e bombeiros maranhenses tem sido aproveitada integralmente por políticos interessados nas próximas eleições.

Do prefeito João Castelo (PSDB) aos ultra-esquerdistas, como Saulo Arcangelli (PSTU), todos tentam se aproveitar do momento para vender a imagem de defensor dos policiais.

Castelo tem dado suporte logístico aos insubordinados, enviando alimentos e mantimentos. Os demais, fazem discursos inflamados, para estimular a permanência dos militares nas dependências da Assembléia.

Dutra faz média com PMs em Imperatriz

No final de semana, fizeram discursos políticos no palanque montado no prédio do legislativo os pré-candidatos a prefeito Roberto Rocha (PSB), Eliziane Gama (PPS), Bira do Pindaré (PPS) e Saulo Arcangelli (PSTU).

Flávio Dino, para não se queimar com o governo Dilma Rousseff (PT), prefere agir nas sombras – como sempre – mandando os aliados ficarem de prontidão.

Mas todos eles usam a greve apenas para seus próprios interesses políticos.

De uma forma ou de outra…

19

Arnaldo Melo precisa agir…

Barracas são espalhadas pela Asembléia

O presidente da Assembléia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), precisa tomar uma posição hoje, sob pena de ter sua gestão desmoralizada.

Os PMs em greve desde quinta-feira ocuparam a Assembléia e fazem dela uma espécie de camping, com churrasco, cerveja e parquinhos para os filhos.

Até no interior do prédio há barracas montadas pelo movimento.

Até parquinho já foi montado na área

Arnaldo Melo tem que agir pelo simples fato de que a Casa precisa seguir sua rotina de funcionamento.

Os funcionários precisam trabalhar com a garantia do direito de ir e vir. A imprensa, que cobre as atividades do legislativo, também precisa ter garantida a integridade dos seus profissionais. E os deputados pecisam votar projetos importantes.

Os churascos são diários na Casa

Hoje, quem manda na Assembléia são os grevistas. São eles que decidem quem entra e quem sai. São eles que ocupam vagas de estacionamento e dependências.

Se não agir com rigor, pedindo a reintegração de posse do prédio, Arnaldo Melo passará como um presidente fraco para a sociedade – alguém claudicante, sujeito a manipulações de lado a lado.

A Assembléia é a casa do povo.

De todo o povo, não apenas dos militares…

17

Deputado do PCdoB manipula greve dos militares no MA…

É este homem quem dá as ordens a PMs maranhenses...

O coronel Ivaldo Barbosa não tem mais o controle da greve dos PMs e Bombeiros Militares. Esta liderança é exercida agora por um “estrangeiro”, o deputado Francisco Sampaio do PCdoB de Roraima.

Ex-membro da PM-RR, Soldado Sampaio, como é conhecido, veio ao Maranhão a pedido do ex-

...E por trás dele, estes outros dois

deputado federal Flávio Dino (PCdoB), para influenciar a posição dos grevistas.

Ontem à tarde, coronel Ivaldo se reuniu com os membros da cúpula da Segurança Pública e comunicou que está afastado do comando de greve.

A presença de Soldado Sampaio dando ordens a oficiais e praças da polícia maranhense é a prova de que a greve é política,  manipulada desde o início pelo PCdoB.

Com Flávio Dino, chefão do partido, agindo nas sombras.

Como é do seu estilo…

23

Deboche? Com militar à disposição, Neto Evangelista se diz preocupado com segurança…

O deputado Neto Evangelsita (PSDB) postou um comentário ontem, em seu perfil no Facebook, que soa como um verdadeiro deboche à população.

O parlamentar defendeu a não votação do orçamento do Estado se o governo não aceitar as imposições dos militares em greve – e chegou a pregar o impeachment da governadora Roseana Sarney (PMDB).

É deboche, deputado?

Neto Evangelista é um dos deputados de primeiro mandato que têm disponibilizados pela presidência da Assembléia, sem justificativa plausível, um militar 24 horas por dia.

O militar Santos (E): à disposição do primo

Em termos de segurança, portanto, o deputado não tem com que se preocupar.

Trata-se do cabo Bombeiro Santos, que viria a ser primo do próprio deputado, segundo apurou o blog.

O bombeiro Santos deveria estar atuando nas ruas, mas fica à disposição do parente o tempo inteiro – dando-se ao luxo de coordenar algumas ações dos militares em greve.

Por essas e outras é que o deputado Neto Evangelista vai marcando a sua ainda incipiente trajetória política.

Como alguém acostumado a ter tudo sem lutar por nada…

6

Representante do Exército ouve propostas dos grevistas na Assembléia…

O coronel Medeiros, do Exército Brasileiro, esteve reunido agora à tarde com os líderes do movimento grevista da Polícia Militar e os membros da Comissão de Segurança da Assembléia Legislativa. Ele ouviu a proposta dos grevistas e deve se reunir neste fim de semana com os representantes do goveerno.

De acordo com o presidente da Comissão, deputado Zé Carlos da Caixa (PT), os policiais apresentaram proposta de perdas salariais e reajustes.

– Neste ponto não há empecilho. Eles querem as perdas salariais e o reajuste – explicou Zé Carlos.

Outros deputados também participaram da reunião com o comando de greve.

O coronel Mederios representa o comando do Exército no Maranhão, que veio ao estado por conta da situação da Segurança com a greve militar.

A expectativa é que se encontre uma solução para a greve ainda neste fim de semana…

15

Militantes de partidos tentam criar, artificialmente, insegurança na população…

Populares conversam com militar do Exército, qu garante a segurança no Centro

Militantes partidários infiltrados no movimento dos policiais militares na Asssembléia – principalmente do PCdoB e do PSB – estão usando as redes sociais na Internet para gerar clima de tensão na população.

O mesmo clima também é gerado, artificialmente, nas emissoras de rádio alinhadas á oposição política no estado.

A todo momento, gente ligada a estes partidos divulgam nas rádios, no Facebook e no Twitter supostos arrastões, assaltos espetaculares e roubos a lojas e bancos.

Mas nenhum registro policial destes supostos crimes é feito nas delegacias de polícia.

Não são registrados por que não existem. O pânico artificial do Twitter e o caos do Facebook têm o objetivo de jogar a população contra o governo, para forçar o governo a ceder aos PMs rebeldes.

As patrulhas também já estão nos bairros

É importante afirmar que a ausência da PM nas ruas não é uma ssituação desejável. Mas é preciso afirmar, também, que a população não precisa entrar em pânico.

O Exército e a Força Nacional estão nas ruas, buscando a manutenção da ordem pública e da segurança.

É clara a necesidade de maiores cuidados, obviamente, mas nada que sugira um estádio de sítio.

O caos só existe mesmo nas redes sociais, entre militantes comunistas e socialistas.

Por que, para estes, quanto pior, melhor…