7

Redes sociais viram espaço de campanha em São Luís…

Os recortes de comentários nas redes sociais são do blog de Jorge Aragão.

Mostram que as redes sociais – Facebook, Twitter, Orkut – e seus aplicativos – viraram ferramenta de campanha eleitoral em São Luís.

A maioria dos candidatos tem usado as redes sociais, sobretudo o facebook, principal delas, para falar com o eleitor e mostrar as ações de campanha.

Todos eles já tinham perfis na internet e aproveitam o espaço para tentar conquistar o eleitorado.

Um dos mais atuantes é Edivaldo Holanda Júnior (PTC), cujo perfil passa praticamente o dia inteiro ativo – com divulgação de fatos e idéias em tempo real.

Além disso, ele se aproveita de aliados como os comunistas Flávio Dino, Márcio Jerry e Rubens Pereira Júnior – todos assíduos no Twitter – para potencializar a campanha.

Dentre os candidatos em São Luís, até agora, apenas o prefeito João Castelo (PSDB) parece não ter se movimentado nas redes sociais de internet.

Mas o prefeito é também um leitor assíduo de blogs.

A participação ativa dos candidatos é mais uma exibição de que a internet e suas ferramentas ocuparam mesmo lugar de destaque na agenda política.

E já rivalizam com a própria televisão…

2

Max Barros na Via Expressa…

O secretário de Estado da Infraestrutura, Max Barros, e o ministro do Turismo, Gastão Vieira, vistoriaram, ontem, as obras de implantação da Via Expressa, em São Luís.

Acompanharam a visita o gerente de administração da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), Ricardo Lins, e engenheiros responsáveis pelos serviços.

Durante a inspeção, Max Barros apresentou a ministro – que direcionou emendas do Turismo para a construção da nova avenida – detalhes da implantação da via e das pontes de concreto.

No trecho visitado, a empresa contratada pela Sinfra finaliza a colicação das vigas de sustentação da ponte que dá acesso do Jaracaty ao Cohafuma. O asfaltamento dessa parte da avenida também já foi iniciado.

8

Candidatos do PSDB não aceitam candidatura do filho de Pinto e ameaçam cruzar os braços por Castelo…

Pintinho causa discórdia no PSDB

Uma crise está formada na coligação proporcional do candidato do PSDB, João Castelo.

Membros do seu partido e do PMN, que estão coligados para a disputa por vagas na Câmara Municipal, ameaçam cruzar os braços na campanha se o candidato Joseildo Itamaraty, o Pintinho (PSDB), filho do deputado Pinto Itamaraty (PSDB), não deixar a campanha.

Na lista de descontentes estão aliados da própria presidente do partido, deputada Gardeninha Castelo, como os candidatos a vereador Moura e Canindé Barros (ambos do PSDB).

Neto: “tem que ser bom pros dois lados”

Segundo os candidatos, Pinto Itamaraty havia garantido em plena reunião do partido que o filho não seria candidato a vereador, respeitando a campanha dos demais candidatos.

No apagar das luzes do registro, no entanto, Pintinho foi registrado, o que gerou a revolta.

Membro da coordenação de campanha de Castelo, e candidato a vice-prefeito, o deputado estadual Neto Evangelista confirma a polêmica, mas diz que a situação está sendo resolvida na coligação.

– A coordenação deve se reunir para decidir o caso semana que vem. A princípio, ninguém pode vetar a candidatura de ninguém, mas é preciso que a situação seja boa para todos os lados – tenta contemporizar o candidato.

O fato é que, se Pintinho for candidato a vereador, os demais candidatos cruzarão os braços na campanha de Castelo.

Cabe à coordenação da campanha decidir o que fazer…

18

Castelo polariza com governo Roseana…

Castelo quer botar Roseana na briga; melhor para Washington

O prefeito João Castelo (PSDB) decidiu polarizar a disputa em São Luís com a governadora Roseana Sarney (PMDB). Muito provavelmente por orientação do ex-governador Joé Reinaldo Tavares (PSB), que tem obsessão pela família Sarney.

Em seus discursos, o prefeito ignora solenemente os adversários na disputa e tenta comparar sua administração com a de Roseana.

Durante a convenção do PTC, no final de junho, José Reinaldo declarou ao blog de Gilberto Léda que o segundo turno se daria entre Castelo e Washington Luiz (PT). (Leia aqui)

Mas José Reinaldo tem uma lóica própria para defender esta polarização: accha que, com Washington no 2º Turno, terá condieções de reunir novamtne toda a oposição no mesmo palanque, gerando o embrião de 2014.

Talvez esteja aí a fixação do tucano na administração de Roseana, principal cabo eleitoral do petista.

Será uma boa briga.

Roseana tem forte penetração na capital maranhense e serviços prestados em todos os setores. Se a comparação for entre resultados administrativos, seu candidato ganha.

Se, por outro lado, Castelo conseguir recuperar a imagem de principal opositor à família Sarney, e reacender a chama da ilha rebelde, pode ser ele o vencedor.

Neste caso, os demais candidatos serão meros figurante da disputa.

É aguardar e conferir…

13

Roseana: o trunfo de Washington…

Roseana cumprimenta militantes do PT…

A governadora Roseana Sarney (PMDB) mostrou ontem que deverá mesmo fazer a diferença na campanha do vice-governador Washington Luiz (PT).

Sua presença na inauguração do comitê de campanha, empolgou a militância e renovou o entusiasmo de petistas, peemedebistas e aliados.

Roseana é um ícone popular.

Sua força eleitoral na capital maranhense maranhense já não precisa mais ser testada.

Ao lado de Washington,é ovacionada pelo povo

Das quatro vezes em que disputou a eleição de governadora, em três – 1994, 1998 e 2010 – venceu de todos os seus adversários em São Luís.

Ela também conseguiu levar o então vice-governador José Reinaldo Tavares (PSB), em 2002, de medíocres 4% nas intenções de voto a uma vitória consagradaora, com quase 35% na capital.

A vitória de 2010 foi ainda mais arrasadora.

Venceu tanto Jackson Lago (PDT) – que havia sido quatro vezes prefeito – quanto Flávio Dino (PCdoB), recém-saído de um disputao segundo turno pela prefeitura.

É com esta força eleitoral que Roseana pretende embalar a candidatura de Washington Luiz.

Somada à força de Lula, então…

18

Isso não é novidade…

Do blog de Linhares Júnior

Alguns setores da classe política maranhense hoje encarnam como ninguém o espírito fascista inaugurado por Mussolini na Itália de meados do século passado e tão bem desenvolvido pela Alemanha hitlerista posteriormente.

E o maior expoente destas práticas mostrou as garras em 2010 e, ao que tudo indica, recorre às mesmas práticas sórdidas em 2012 na tentativa de pavimentar seu projeto de poder para nosso estado.

Em 2010 Jackson Lago recebeu o pior ataque em toda sua história depois da cassação do mandato de governador.

Candidato em uma eleição que deveria servir como plebiscito que faria o povo decidir entre ela e a decisão que lhe afastou do cargo, ele foi simplesmente vilipendiado por uma campanha mentirosa que lhe imputava uma inelegibilidade inexistente!

A militância tremeu e aliados que antes estavam de prontidão temiam pelo ingresso em uma campanha que poderia ser inútil. Assim Jackson Lago foi sendo sangrado e teve seu direito de lutar bravamente, como sempre o fizera, arrancado. Dias antes da eleição, depois de um processo jurídico estranhamente vagaroso, a notícia: Jackson tinha sim o direito de levar para as ruas a luta que fora travada antes nos tribunais. Mas, era tarde e o esvaziamento da campanha do ex-governador tornou-se inevitável. O que acabou beneficiando Roseana Sarney.

Mas, não era Roseana quem abordava o assunto cassação em sua campanha, era Flávio Dino. O comunista repetia dia após dia: “esse você elege e ninguém cassa”. Não precisa ser cientista político para perceber para onde iria migrar parte do eleitorado de Jackson Lago caso ele fosse desacreditado. Contudo, a maioria do eleitorado jackista preferiu se recolher e Roseana sagrou-se então governadora no primeiro turno por meio de uma das jogadas políticas mais idiotas da história do nosso estado.

Em 2012 criou-se então o “consórcio opocisionista” que deveria juntar pré-candidatos e escolher entre o que estivesse mais bem colocado nas pesquisas. Pois não é novidade que o melhor colocado nas pesquisas dentro do grupo formado por Roberto Rocha, Tadeu Palácio Edvaldo Holanda Jr. e Eliziane Gama foi o ex-prefeito. Justamente o maior companheiro de Flávio Dino no segundo turno das eleições de 2008. Foi Tadeu Palácio quem apoiou Flávio à revelia do seu partido, o PDT. Atitude que lhe rendeu um clima insustentável na sigla que acabou por chancelar seu desligamento.

Ora, então Flávio Dino poderia demonstrar o respeito ao aliado apenas cumprindo o prometido a todos. Que fosse Tadeu então o único candidato. Então Flávio decidiu arbitrariamente por Edvaldo Jr. Ora, quem melhor do que o trabalhista cristão para segurar no braço de Dino durante as eleições de 2012 e manter viva a fantasia falsa de ideia de “novidade” que nas próximas eleições irá completar dez anos? Tadeu Palácio não serviria como escada no projeto, por isso foi descartado.

Mas, quando todos pensavam que as eleições então seriam normais, pelo menos no começo, um candidato a vereador aliado de Edvaldo Jr. e Flávio Dino entra com uma ação pedindo a impugnação da candidatura de Tadeu Palácio. Uma história que lembra em ABSOLUTAMENTE tudo a canalhice orquestrada contra Jackson Lago em 2010. E antes que algum desinformado ou mal-intencionado querira desmentir, que tal ler esta notícia?

E nem vou me ater aqui em relação às atitudes tomadas por Dino em relação ao ex-governador José Reinaldo Tavares. Todos sabem que foi o ex-governador o responsável pela eleição de Dino em 2006 e que em 2010 José Reinaldo fora prejudicado de morte em sua campanha a senador por conta da aventura eleitoral de Roberto Rocha. O mesmo Roberto Rocha que em 2012 foi conduzido a vice na chapa de Edvaldo Jr. passando por cima de José Reinaldo e com apoio incondicional de… Flávio Dino.

Tudo o que foi escrito são fatos facilmente verificáveis e apenas denotam o desprezo que Flávio Dino nutre não só em relação ao povo, quando tenta eleição após eleição confundir o eleitorado para alcançar seus objetivos, mas também a consideração que relega aos aliados que discordam de suas ordens.

É esse o novo tão parecido com aquele novo que também se elegeu deputado federal em 1958 para em 1965 (sinal dos tempos?) iniciar uma volta ao medievalismo no Maranhão.

PS: E antes que se caia no mesmo “mimimi” inócuo sobre o termo fascista, cabem aqui umas ressalvas: um fascista é, grosso modo, um totalitário que lança mão em quaisquer meios antidemocráticos para tentar chegar ao poder. Usa discursos populistas para tentar arregimentar o povo, mas não mede esforços, nem mesmo a supressão dos direitos do próprio povo, para tentar consolidar seu poder. E uma das táticas fascistas mais bem exploradas por Hitler e Mussolini foi a boataria mentirosa em relação a seus adversários.
11

Tadeu Palácio: “É um delírio esta ação contra mim”…

Palácio até sorriu da tentativa de tirá-lo da disputa…

O candidato do PP a prefeito de São Luís, Tadeu Palácio, classificou de “delírio” a impugnação de sua candidatura, propota por um candidato a vereador do PRTB.

– É um delírio, uma alucinação. Não há nada contra mim no TCE e minhas contas ainda estão sendo analisadas – afirmou o candidato.

Embora não cite nomes de eventuais responsáveis, o candidato progressista diz saber de onde partiu a ação – e com qual objetivo.

– Eu sei de que grupo partiu esta coisa. E sei qual é o objetivo: criar incertezas na minha candidatura para tentar afastar meus eleitores – disse.

O candidato do PP afirmou que a impugnação será contestada imediatamente no Tribunal Regional Eleitoral, já que não tem consistência.

Empatado na primeira colocação das pesquisas de intenção de votos com o prefeito João Castelo (PSDB), Palácio disse que não vai passar recibo dos ataques durante a campanha por que tem certeza de que estará no segundo turno.

– Vou levar esta disputa para o segundo turno. Quero mostrar ao eleitor as ações da minha administração e comparar com a atual. Não tenho tempo para ficar atacando ou batendo boca com outros candidatos. O eleitor é inteligente para julgar – resignou-se o ex-prefeito.

Tadeu Palácio tem cinco dias para contestar a ação proposta pelo candidato a vereador do PRTB…

5

Washington inaugura comitê hoje à tarde…

Washington terá comitê central de campanha

O candidato do PT a prefeito de São Luís, Washington Luiz, inaugura hoje à tade o seu comitê central de campanha, na Avenida dos Holandeses, ao lado da Churrascaria Pavan.

No espaço, funcionarão a coordenação de campanha, assessoria jurídica e de comunicação, além de espaços para candidatos majoritários e proporcionais, distribuição de material de campanha e contato com o eleitor.

Para Washington, a localização do comitê será fundamental para maior divulgação de sua candidatura.

– O espaço é bem localizado e servirá qpara que cada eleitor possa ter contato com seus candidatos – frisou o petista.

A governadora Roseana Sarney (PMDB0 deverá participar da inauguração do espaço.

A inauguração oficial está prevista para as 18 horas…

12

Ednaldo Neves nega envolvimento do PRTB em ação contra Palácio e afirma: autor esteve na convenção de Holanda Jr…

Ednaldo Neves:”nada tenho a ver com isso”

O candidato do PRTB a prefeito de São Luís, Ednaldo Neves, negou ao blog qualquer participação na tentativa de tirar da disputa o ex-prefeito Tadeu Palácio (PP). Segundo ele, a ação do candidato a vereador Genival Alves da Silva, filiado à legenda, teve outro patrocínio.

– Este cidadão não participa da minha campanha. Ele apoia o Edivaldo Holanda Júnior (PTC). Esteve na convenção dele – garantiu Neves.

A afirmação foi confirmada também por outro candidato a vereador do PRTB, Paulo Roberto Pinto, o Carioca.

– É só pegar o material de campanha dele. Está todo com Edivaldo Júnior – afirmou Carioca, que usou termos impublicáveis para se referir ao correligionário.

A revelação deixa mais evidente que o grupo de Flávio Dino (PCdoB) agiu mesmo para tentar prejudicar Tadeu Palácio – empatado tecnicamente com o prefeito João Castelo (PSDB) – para favorecer Holanda Júnior.

Apesar de negar participação no episódio, Ednaldo Neves confirma que apoiará Flávio Dino em 2014 e se declara apoiador do deputado Marcelo Tavares (PSB), outro membro do grupo do grupo do comunista.

– Tenho direito de escolher quem eu apoio para mudar o Maranhão, mas nada tenho a ver com ação contra Tadeu Palácio – afirmou.

Diante da repercussão negativa do fato, aliados de Flávio Dino começaram a espalhar que o patrocínio da ação contra o ex-prefeito viria, na verdade, do PSDB.

De uma forma ou de outra, o episódio mostra que a campanha em São Luís deverá ser povoada de “laranjas”.

Usados pelos principais candidatos…

28

Grupo de Flávio Dino tenta tirar Tadeu Palácio da disputa…

Tadeu Palácio: o novo alvo de Flávio Dino

De uma hora para outra, um certo candidato a vereador pelo PRTB, de nome Genival Alves da Silva, resolveu impugnar a candidatura do ex-prefeito Tadeu Palácio (PP) na Justiça Eleitoral.

Fica claro que ele foi instrumentalizado para questionar a candidatura de Palácio, empatado tecnicamente com o prefeito João Castelo (PSDB) nas pesquisas.

E as digitais dos instrumentalizadores são ainda mais claras.

O PRTB é partido auxiliar do PCdoB. Os presidentes dos diretórios estadual e municipal – João Câncio e Ednaldo Neves – são ligados ao gabinete do deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB).

A candidatura de Ednaldo Neves a prefeito, por exemplo, foi decidida por Flávio Dino e Cia. no apagar das luzes do prazo de convenções, para evitar que o PRTB se coligasse com a deputada Eliziane Gama (PPS).

É a própria Eliziane quem atribui a estratégia ao grupo ligado a Dino, para forçá-la a apoiar Edivaldo Holanda Júnior (PTC).

Lambendo a cria: Vale tudo para levar Holandinha ao 2º Turno

Agora, o mesmo PRTB tem como alvo outro dos ex-consorciados do esquema dinista.

A ação contra Tadeu Palácio foi protocolada no final do prazo de impugnação, depois que o próprio Ministério Público Eleitoral já havia se recusado a questionar qualquer candidatura na capital maranhense.

A estratégia de Flávio Dino não é afastar Tadeu Palácio da disputa, mas fazê-lo sangrar com notícias diárias pondo dúvidas em sua campanha.

Assim, imagina dar fôlego ao seu candidato, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), para superá-lo na pesquisa.

É assim que age Dino, pouco importa se os alvos sejam adversários ou aliados.

Que o diga José Reinaldo Tavares, recém-excluído do PSB…