25

Canal do Coroado: uma obra interminável…

Sem saida, a água fica empoçada, em meio ao lixo

As fotos que ilustram este texto foram publicados originalmente no blog Marrapá. São de autoria do professor Paulo Caribe.

Mostram a realidade em que se encontra o Canal do Coroado, obra da Prefeitura de São Luís que parece não sair do lugar há mais de dois anos.

Aminais passeiam por toda a extensão do canal

No dia 30 de agosto,  como informou o blog de Gilberto Léda, a prefeitura divulgou nota informando que a Avenida dos Africanos seria interrompida. As pistas seriam rasgadas para que fosse aberto a extensão da vala que garantirá a vazão da água do canal.

Segundo a própria nota, o trânsito ficaria em mão e contramão por 30 dias, quinze para cada pista (Releia aqui).

Até agora, só um pequeno trecho foi coberto

A nota completa exatamente um mês hoje e, até agora, nem a primeira pista foi rasgada. O único serviço realizado no período foi a divisão de uma das vias em duas, causando transtornos aos motoristas.

Neste período, duas chuvas mostraram os riscos a que estão expostos os moradores do bairro. Como as galerias não foram aberta para dar vazão as águas, o Coroado voltou a encher, desta vez com uma mistura de lama e fezes.

Qualquer chuva, leva o canal, netupido de lixo, a transbordar

Moradores mostram preocupação com o retorno do período das chuvas sem que a obra seja concluída.

A Prefeitura  nada diz sobre o trabalho anunciado e não realizado.

Como sempre…

 

3

O prestígio de Júnior Marreca…

O prefeito de Itapcuru-Mirim, Júnior Marreca (PV), é um dos mais prstigiados presidente s da Federação dos MUnicípios desde a sua fundação.

Prestígio que, antes dele, foi mostrado publicamente apenas pelo ex-prefieto Hildo Rocha, que saiu da Famem para ser assessor da então senadora Roseana Sarney (PMDB) e hoje é o seu secretário de Articulação Política.

Ao lado do vice, Gil Cutrim, e do secretário Juarez Lima, Marreca recebe termo de doação de Roseana

Poucas foram as vezes – aliás não há registro recente – que a governadora foi pessoalmente à sede da Famem para tratar de assuntos com os municipalistas.

Ontem, ela deixou a solenidade de apresentação do Plano Plurianual do governo para, acompanhada de Hildo Rohca e do seu  chefe da Csa Civil, Luís Fernando Silva, anunciar pessoalmente uma boa nova aos prefeitos.

O governo assinou o termo de doação do terreno onde Marreca pretende construir a nova sede da Federação dos Municípios.

Agora, os próprios prefeito se cotizarão para construir o prédio.

Em mais um sinal de forte prestígio de Júnior Marreca…

7

Clóvis Fecury assume no Senado…

O suplente de senador Clóvis Fecury (DEM) assumiu hoje a vaga do titular João Alberto de Souza (PMDB). Alberto será secretário de Programas Especiais do governo Roseana Sarney (PMDB) posto que assumirá na próxima segunda-feira.

Observado por Sarney, Fecury faz o juramento à Constituição

Ex-deputado federal, Clóvis Fecury é filho do ex-prefieto de São Luís Mauro Fecury (PMDB), também suplente de João Alberto.

Nosso trabalho aqui será o de diminuir as diferenças sociais, econômicas e culturais da população das regiões Norte e Nordeste em relação ao resto do país. Agora é o momento certo para consolidar o crescimento que essas regiões têm apresentado – discursou Fecury.

Após a posse, o novo senador maranhense foi cumprimentado pelos colegas de plenário.

12

O test drive de Roseana Sarney…

O belíssimo modelo azul do Leaf, usado por Roseana

A governadora Roseana Sarney (PMDB) chegou ao encontro com os prefeitos hoje, no Multicenter Sebrae, dirigindo um modelo do belíssimo Nissan Leaf.

O carro, com a mais avançada tecnologia, dispõe de motor elétrico, adequado ao atual debate ambiental no mundo.

Não tanto o carro, mas a inusitada chegada de Roseana transformou-se na sensação do encontro, que teve por objetivo a apresentação do relatório final dos “Seminários de Liderança” e a inclusão no PPA das propostas municipais recolhidas nos encontros.

O Leaf ainda não é vendido no Brasil.

A concessionáia Nissan solicitou o teste à govenadora por que pretende trazer os primeiros modelos para serem vendidos em São Luís.

O o modelo está à disposição para test-drive na concessionária da marca…

 

3

Zé Carlos destaca trabalho de Aluísio Mendes…

Presidente da Comissão de Segurança da Assembléia Legislativa, o deputado Zé Carlos da Caixa (PT) destacou a decisão do governo Roseana Sarney (PMDB) de manter no posto o secretário de Segurança, Aluísio Mendes.

Para o petista, Aluísio tem o perfil adequado para o posto, e se destaca, sobretudo, na luta pela implantação do Plano de Cargos e carreiras do seto de Segurança.

É com Aluísio Mendes que Zé Carlos senta na mesa de negociação para tratar da categoria.

– Felizmente a governadora teve a sensibilidade de não aceitar a saída do secretário Aluísio de seu cargo, o que prejudicaria muito o andamento das negociações com os militares – disse o parlamentar.

Ontem, a governadora já havia reafirmado a permanência de Mendes na Secretaria de Sgurança…

 

15

Grupo de José Reinaldo mantém mais de 30 cargos na administração de Castelo…

É mais próxima do que aprece a relação de Tavares e Castelo

O grupo do ex-governador José Reinaldo Tavares – que inclui o seu sobrinho, deputado estadual Marcelo Tavares, o presidente do PSB maranhense, José Antonio Almeida e vários militantes da legenda – mantém mais de 30 cargos na adminsitração do prefeito João Castelo (PSDB).

Alguns deles são conhecidos, como o secretário de Educação, Othon Bastos, ex-titular do mesmo posto no governo reinaldista, e o secretário-adjunto de Fazenda, José Azollini, também secretário no governo Tavares, e ex-diretor da Assembléia na administração de Marcelo.

Almeida e Tavares faziam a festa na prefietura até a chegada de Rocha

Outros, se mantêm mais discretos dado à posição do cargo.

São indicações de José Antonio, por exemplo, o subsecretário de Ciência e Tecnologia e a chefe do setor jurídico da Secretaria de Trânsito e Transporte.

Além destes, vários militantes do PSB ligados aos Tavares foram nomeados na estrutura da Semed.

José Reinaldo Tavares e o sobrinho, Marcelo, negam que tenham a ver com a indicação de Othon e de Azollini.

Nas entrelinhas das conversas, no entanto, deixam claro que havia, no mínimo, uma complacência nas negociações encabeçadas por Almeida para apoio ao prefeito Castelo.

O problema é que apareceu um Rocha no caminho deles…

7

Seminários regionais garantem mais de duas mil propostas municipais ao Plano Plurianual do governo Roseana

Luís Fernando e Hildo Rocha falaram sobre o que Roseana vai mostrar hoje

Os Seminários Regionais de Liderança realizados no primeiro semestre pelo governo Roseana Sarney (PMDB), catalogaram nada menos que 2.272 propostas apresentadas pelos municípios maranhenses.

Coordenadores dos seminários, os secretários Luís Fernando Silva e Hildo Rocha fizeram hoje a pré-apresentação do Plano Plurianual 2012/2015, que incluirá estas propostas.

Este novo modelo foi construído com a participação popular, a partir das demandas e reivindicações das próprias comunidades, o que representa um diagnóstico completo dos anseios da população nas diversas áreas – destacou Luís Fernando.

Idealizado pela própria governadora Roseana Sarney e implantado pelos secretários, os seminários regionais reuniram prefeitos, vereadores, empresários, sindicalistas, membros de organizações não-governamentais, igrejas e populares em reuniões nos municípios maranhenses.

Foram estes personagens que apresentaram cada demanda, catalogadas depois pelos técnicos da Universidade Estadual do Maranhão.

A própria governadora Roseana Sarney vai apresentar o PPA aos prefeitos maranhenses nesta quinta-feira, em um encontro em São Luís.

Um marco histórico do novo momento administrativo do Maranhão…

5

A desimportância da Seleção Brasileira…

A partida de hoje à noite entre brasileiros e argentinos é uma tolice caça-níquel inventada pelos donos do futebol brasileiro – ente eles a Globo, a Nike e, agora, Ronaldo Nazário e a Traffic.

Pouco importa para o futuro da seleção – e para o planejamento da Copa do mundo.

O que vale na "seleça" é apenas aparecer com a marca do patrocinador, nada mais...

São poucos os jogadores destes times de hoje que estarão em campo nas próximas semanas. Na seleção dos amistosos europeus só entram os patrocinados.

Ainda tentaram dar um ar oficial ao jogo, utilizando o nome da antiga Copa Roca, o que foi vetado pelos donos da marca. Inventaram, a idiota epíteto “Clássico das Américas”.

Bem fez o gremista Mário Fernandes, que esnobou a convocação caça-níquel.

Só o apelo comercial de Brasile Argentina justificam a partida em Belém

Jogar pela seleção não tem qualquer importância, mesmo com a insistência de querer transformar a convocação no ápice da carreira de um boleiro.

E a realidade das ruas tem mostrado o pouco apelo do futebol de seleções fora dos períodos de Copa.

É cada vez maior o número de torcedores que esnobam a seleção em favor de um jogo do seu clube – muito mais emocionante e  com mais apelo.

O que se viu em Belém do Pará, com brasileiros envergando a bandeira da seleção argentina, numa espécie de protesto, é um exemplo disto.

Sem falar no esquema pró-Corínthians da Globo e da CBF para favorecer o time paulista na reta final do Brasileirão – coisa bem mais importante que seleção – tirando jogadores dos grandes clubes na reta final.

Qual a importância de amistosos com México e Guatemala? Ver Neymar sacaricar e passar na Globo por semanas? Valorizar jogadores do esquema, apresentando-os a empresários europeus com a camisa amarelinha?

Desde a “profissionalização” do futebol, a Seleção Brasileira só serve pra isso.

No mais, não tem qualquer importância…

8

Clodomir Paz vai coibir estacionamentos irregulares…

Irregularidades como esta serão coibidas pela SMTT

O secretário e Trânsito e Transportes, Clodomir Paz, vai iniciar uma ofensiva aos motoristas que insistem em estacionar de forma irregular, sobretudo nos setores de lazer de São Luís.

– Nosso papel é orientar o motorista para usar as vagas disponíveis. Ao estacionar irregularmente, ele atrapalha a todos os demais motoristas – pondera o secretário.

Clodomir quer melhorar estacionamentos

O trabalho da SMTT visa coibir – inclusive com multas – as paradas em fila dupla, nas terceiras faixas de avenidas e em áreas com flagrante sinais de proibido.

Segundo o secretário, há casos, em avenidas com três pistas, que o motorista entende ser a terceira para estacionamento e pára sem cerimônias, impedindo o fluxo em toda a área.

A fiscalização deve ser iniciada já a partir deste final de semana…

25

Roseana adverte: “já tive candidato com 2% e que venceu a eleição no primeiro turno”…

A governadora Roseana Sarney (PMDB) evita qualquer discussão sobre sua sucessão neste momento – até por que, não faz sentido que ela abra este debate ainda no primeiro ano do seu governo.

Mas hoje, com a insistência do radialista Rogério Silva, na rádio São Luís AM, ela mandou uma espécie de recado aos oposicionistas que comemoram bom desempenho em pesquisas extemporâneas.

Vou dizer uma coisa: quando estava no meio do meu governo, em 2000, meu candidato à epoca [o então vice, José Reinaldo Tavares] tinha só 2% nas pesquisas. Os outros beiravam os 45%, como o doutor Jackson [Jackson Lago, do PDT]. E o meu candidato venceu no primeiro turno – advertiu Roseana.

 

Roseana não fala em sucessão, mas, provocada, deixa claro a força eleitoral do seu grupo

 

Mesmo sem a citação nominal, tanto Roseana, na resposta, quanto o repórter, na pergunta, falavam da recente pesquisa Amostragem, que apontou o ex-deputado federal Flávio Dino (PCdoB) com até 64% das intenções de voto.

A própria Roseana fez a ponderação: – Não há avaliação que se sustente até lá [em 2014].

A governadora está corretíssima na avaliação.

E com um detalhe importante a seu favor: ao contrário dos anos 2000, quando Zé Reinaldo somava apenas 2%, agora, os dois nomes do governo – o ministro Edison Lobão e o secretário Luís Fernando Silva – apresentam 25% e 15%, respectivamente.

No caso de Luís Fernando Silva, que parece ser o preferido de Roseana, a preocupação, portanto, deve ser mesmo é dos comunistas.

Enfrentar um candidato apoiado pelo governo, que, desconhecido do grande eleitorado –  e a três anos da eleição – alcança 15% das intenções de voto, é um risco para qualquer adversário.

Combinado com a pretensão da governadora de ficar até o final so seu mandato, este potencial se multiplica fortemente.

É necessário, portanto, analisar com serenidade a advertência de Roseana.

E não se arrepender depois…