5

Alguém ainda tem dúvidas?!?

Colegas "não se convenceram" dos argumentos de Cutrim...

Quando apresentou seu pedido de criação de comissão para investigar o suposto uso de emendas parlamentares em negociatas com agiotas, o deputado Raimundo Cutrim (DEM) foi advertido de que seria bombardeado pelos próprios colegas.

– Se alguém votar contra, a gente já fica na dúvida, né? – respondeu o parlamentar, quando questionado sobre a possibilidade de ter o requerimento rejeitado.

O requerimento foi mesmo rejeitado. Da bancada governista, apenas o próprio Cutrim votou a favor.

Para não ficar qualquer dúvida, o blog reproduz a relação dos que votaram a favor da instalação da comissão da agiotagem.

Quem não estiver na lista votou contra a investigação (19 deputados) ou não compareceu à sessão de ontem (14 deputados):

Os que votaram pela transparência foram:

Bira do Pindaré (PT)
Gardênia Castelo (PSDB)
Neto Evangelista (PSDB)
Raimundo Cutrim (DEM)
Cleide Coutinho (PSB)
Eliziane Gama (PPS)
Rubens Pereira Júnior (PCdoB)
Marcelo Tavares (PSB)
Carlinhos Amorim (PDT)

7

Ferry-boat: um desserviço à comunidade…

Do blog Cazombando

Quem precisa usar estes transportes de massa que fazem a travessia entre São Luís e a baixada maranhense com frequência sabe bem que o local precisa de reforma urgentemente.

São transportes sujos, goteiras, mal iluminados, atrasos no embarque e desembarque, falta de escadas rolantes (ou elevador) e, para completar, a falta de acessibilidade para deficientes físicos e idosos. E ainda tem a limpeza que deixa muito a desejar.

A questão da acessibilidade é um dos principais problemas.

Um grande número dos usuários do Ferry é composto de idosos, que constantemente precisam se deslocar do interior para capital e vice-versa.

São pessoas que pagam por serviço e não são atendidos em sua plenitude, uma vez que para se ter acesso aos espaços, eles precisam subir lances de escadas.

São inúmeros degraus, numa altura que equivale a um prédio de dois andares e que exige muito dos idosos e portadores de necessidades especiais e doentes, que precisam subir e descer escadas com mala.

E os cadeirantes se queixam mais ainda, pois não tem elevador para eles. Continue lendo aqui…

8

Gastão Vieira responde a José Reinaldo…

Gastão rebate a artigo de José Reinaldo

O deputado federal Gastão Vieira encaminhou mensagem ao blog na qual pondera pontos do artigo de José Reinaldo Tavares (PSB), publicado semana passada no Jornal Pequeno.

É o segundo deputado a contrapor os  argumento de Tavares, segundo os quais o Maranhão cersceu entre 2004 e 2009 gaças ao seu governo e ao de Jackson Lago (PDT).

Ilude-se o ex-governador ao considerar como inteiramente seu o crédito pelos avanços obtidos pelo Maranhão no período que foi chefe do poder executivo. Como homem público experiente ,sabe que o desempenho do Estado em um dado período é resultado, principalmente,das reformas estruturais adotadas anteriormente, que demoram para frutificar – argumenta Gastão Vieira.

No sábado, o deptuado Pedro Fernandes (PTB), também em entrevista neste blog, já havia mostrado, com dados técnicos, os fatores que contribuiram para o crescimento do Maranhão. (Releia aqui)

Leia abaixo, a íntegra da resposta de Gastão Vieira:

“Caro Marco D’Eça

A respeito do artigo do ex-governador José Reinaldo, que tem como base o discurso que fiz recentemente na Câmara dos Deputados,quero ponderar alguns pontos:

1) A tecla é sempre uma só: o Maranhão é dominado por uma “oligarquia”,responsável por tudo de ruim que ocorre no Estado . Quando a “oligarquia”está no poder,nada dá certo,o PIB não cresce,a pobreza aumenta,educação e saúde sofrem e por aí vai…..quando a “oligarquia”está fora,tudo vai bem.Quanta ingenuidade! Que argumentação simplória, mesmo assim resta prová-lá, o que ainda não vi ninguém fazer.

2)Para todos os defensores desta “tese”,inclusive o ex-governador, o que ocorre no Maranháo nada tem a ver com o que ocorre no Brasil e no resto do mundo. Nada tem a ver com o processo histórico de crises,em prazo mais remoto,que remonta ao fim do século 19 e início do século 20.Nada tem a ver com as características específicas da região( o Nordeste que também enfrenta muitas dificuldades para crescer). Nada tem a ver com reformas   que demoram
muitos anos para frutificar (freqüentemente excedendo o período de uma gestão de governo).A única variável relevante para definir o desempenho do Maranhão é a tal da “oligarquia”.

3) De fato, seria ocioso negar que, segundo indicadores importantes, o Maranhão exibiu desempenho bom no período 2004-2009, assim como já tinha exibido bom desempenho em outros períodos.Nenhum maranhense em sã consciência pode ficar descontente quando vê o seu Estado crescer e avançar, independentemente de quem ocupa no momento o Palácio dos Leões. Mas, já é tempo de abandonarmos este conceito simplório de achar que o que ocorre ao longo de um período é fruto exclusivo das ações adotadas naquele período.Ilude-se o ex-governador ao considerar como inteiramente seu o crédito pelos avanços obtidos pelo Maranhão no período que foi chefe do poder executivo. Como homem público experiente ,sabe que o desempenho do Estado em um dado período é resultado, principalmente,das reformas estruturais adotadas anteriormente, que demoram para frutificar.

 4) Quanto a questão da renda monetária de boa parte da população rural, uma coisa é dizer que ela é contabilizada como inexistente , nula pelo IBGE,nenhuma novidade aí de que isso distorce a medida do
PIB. Trata-se de opinião técnica de especialistas da ONU, do Banco Mundial e do própio IBGE, e considerados como fatos na literatura relevante.Outra coisa muito diferente é dizer que a população rural ” vive bem , apenas não utiliza dinheiro….”. ignoro a razão e a metodologia que autorizou o ex-governador a identificar as duas situações como idênticas.

 5) A premissa que presidiu meu discurso é de que o debate sobre a situação do Maranhão é necessário e saudável , mas deve ser mantido em nível elevado, respeitoso , sem preconceitos e ressentimentos pessoais. Infelizmente, náo foi o que vi na mal feita reportagem da Veja. 

Com respeito e estima ao seu blog e ao ex-governador,
                                    Cordialmente,
                                     Gastáo Vieira”

3

Comissão da Agiotagem incomoda deputados…

Cutrm quer que colegas esclarceçam questão das emendas...

Deve ser votado hoje pelo plenário da Assembléia Legislativa o Requerimento do deputado Raimundo Cutrim (DEM), que pede a instalação de uma comissão para apurar denúncias de que as emendas parlamentares estariam sendo usadas para fazer negócio com agiotas.

Mas a investigação incomoda os deputados muito mais que a própria denúncia.

Para muitos parlamentares, Cutrim deveria esquecer o assunto e que as denúncias também caiam no esquecimento. Alguns fazem até ameçaas veladas contra o colega.

Sintoma de que a coisa é muito mais séria do que se imagina.

Mas o deputado já deu o recado: “se votar contra [a Comissão] a gente já fica na dúvida, né?”.

Quem irá deixar dúvida durante a votação da Assembléia…

12

Flávio Dino: traído ou traidor???

Flávio também irá com os reinaldistas para a aliança pró-Castelo?

O ex-deputado Flávio Dino (PCdoB) só tem duas situações a viver no episódio da aproximação do seu aliado PSB ao governo João Castelo (PSDB): ou foi traído pelo grupo do ex-governador José Reinaldo Tavares ou traiu seus ideais esquerdistas e se alinhou ao que já chamou de “atraso”.

O presidente do PSB, José Antonio Almeida, é reinaldista assumido. E castelista.

E disse, com todas as letras ao jornal “O Estado do Maranhão”, que a indicação de Othon Bastos (um ex-auxiliar de José Reinaldo) para a administração de João Castelo, era uma decisão político-partidária.

E disse mais José Antonio Almeida: a aliança visa mesmo a reedição, em 2012, da coligação pró-Castelo vivida em 2008.

Atenção!!! A versão mais atual deste blog é acessada pelo endereço www.marcoaureliodeca.com.br 

A princípio, o deputado Marcelo Tavares, sobrinho de José Reinaldo, tentou negar participação, mas os fatos mostraram que o PSB estava mesmo alinhado ao projeto castelista.

Se não sabia de nada, Flávio Dino foi traído pelos Tavares. Se sabia, terá que afirmar publicamente por que faz vista-grossa à aproximação.

Em 2008, Flávio Dino rompeu com então governador Jackson Lago (PDT), após declaração do pedetista em apoio a Castelo.  “Foi uma opção pelo atraso”, afirmou o comunista, na época.

Agora, o grupo do ex-governador José Reinaldo, seu principal aliado, também faz “opção pelo atraso”.

Flávio Dino romperá com José Reinaldo???

6

José Reinaldo tenta faturar com conquistas do governo Lula…

Tavares: cada vez mais distante da realidade

O ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) tenta se beneficiar das conquistas do governo Lula para se autopromover como responsável por melhorias nos índices de desenvolvimento do Maranhão.

Foram mais de 800 mil pessoas que passaram a ter uma vida melhor nesse período [2004/2009] por causa das políticas adotadas pelo meu governo e o de Jackson Lago no período – disse Tavares, em seu artigo semanal no Jornal Pequeno, referindo-se aos dados do Ipea, que revelam a retirada de 47% da população da extrema pobreza.

Quem desmascara Tavares é o secretário de Cidades, Pedro Fernandes.

– Não há uma só ação dos governos anteriores que justifique este crescimento. Isso é fruto direto das ações de transferência de renda do governo Lula, como Bolsa-Família, Luz para Todos e o ganho real experimentado pelo salário mínimo. O governo José Reinaldo não fez nada para melhorar a renda do maranhense – afirmou o secretário, que também é deputado federal.

Fernandes mostra números reais para desmascarar ficção reinaldista

Na avaliação de Pedro Fernandes, o Maranhão só aparece com 47% de crescimento, acima dos 42% do Nordeste, por que foi, justamente, o estado mais beneficiado pelo Bolsa-Família.

– São 900 mil famílias beneficiadas. Some-se a isso o ganho real do salário mínimo, que era de 60 dólares no início da era Lula e hoje chega a 300 dólares e se verá o benefício para o Maranhão. Não há outra explicação – afirma o secretário.

Em seu longo artigo, Tavares também se diz responsável pelo crescimento do PIB maranhense, de R$ 15 bilhões para R$ 32 bilhões.

Outra falácia, diz Pedro Fernandes. Segundo ele, este PIB cresceu por causa dos investimentos diretos da Vale e da Alumar em suas plantas. E também por causa do salário mínimo, que gerou movimentação de riqueza, uma vez que o Maranhão tem alto índice de servidores públicos.

Outra argumentação de Fernandes: o crescimento econômico do Berasil fez também com que crescecem as transferências federais, e o Maranhão foi beneficiado.

O artigo de José Reinaldo teve apenas um objetivo: atacar o deputado federal Gastão Vieira (PMDB), responsável por análise dos índices sociais do Maranhão, em recente discurso na Câmara.

Mas a pontaria de Tavares, completamente torta, acabou acertando ele próprio.

Que deveria ter ficado calado…

10

Seminários regionais renovam os conceitos de discussão do estado…

Seminários reúnem cada vez mais lideranças no interior

A governadora Roseana Sarney não cansa de elogiar o programa “Seminários Regionais de Lideranças”.

A proposta concebida pelos secretários Luís Fernando Silva e Hildo Rocha, inédita no Maranhão, pode ser, no entendimento de Roseana, a chave do futuro de desenvolvimento do estado.

Atenção!!! acesse o endereço www.marcoaureliodeca.com.br para atualizar este blog

Até agora, os eventos reuniram 109 prefeitos, em cinco regiões diferentes, o que representa 50% dos municípios.

Pela primeira vez, há uma inversão de conceitos na discussão dos problemas do estado. Agora, é o governo central que vai às regiões ouvir o que precisa ser feito – antes, os prefeitos vinham ao poder central e ouviam o que seria feito. 

Roseana mostra empolgação com os seminários sobretudo pelo objetivo que eles representam. O resultado de todas as reuniões consta de relatório, que será sistematizado e servirá de base para elaboração do Plano Plurianual do Governo do Estado.

Pela primeira vez, os municípios definirão, eles próprios, os setores em que devem ser aplicados os recursos estaduais. 

Os coordenadores do evnto, ao lado de lideranças que apoiam

Luís Fernando Silva e Hildo Rocha já começam a se debruçar sobre as demandas apresentadas em cada uma das cinco regiões visitadas – centralizada pelos municípios de Rosário, Santa Inês, Presidente Dutra, São João dos Patos e Pedreiras.

Silva e Rocha ouvem queixas, opiniões, sugestões e solicitações dos prefeitos. Tudo é sistematizado em um relatório circunstanciado. Este relatório será a base do PPA 2012/2015.

Roseana quer chegar ao término do seu mandato mostrando em cada município as obras que os próprios municípes apontaram para serem feitas.

Sem dúvida, algo inédito no Maranhão…

3

Quando é que prefeitura e governo vão se entender?

Do blog de Zeca Soares

Não sei onde vai parar essa briguinha boba entre Prefeitura e Governo do Estado, só sei que a população não suporta mais desse tipo… Estão indo longe demais!

Atenção!!! use o domínio www.marcoaureliodeca.com.br para a versão atual do blog

Pois bem, Prefeitura de São Luís e Governo do Estado anunciam para este sábado, na Avenida Litorânea o lançamento de uma programação para o período de férias. O Governo do Maranhão, através da Sedel lançará o projeto “Verão Litorânea: a Estação dos Esportes”. A Prefeitura de São Luís contra ataca com o projeto “Verão de Todos”.

Fotomontagem com foto de João Castelo e Roseana Sarney (arte: Maurício Araya)

Os dois eventos ocorrerão no mesmo local: as praias de São Marcos e Calhau. É tudo a mesma coisa, no mesmo lugar. Seria coincidência ou briga por espaço? Não sei, estou tentando compreender.

Que a praia é um local mais do que apropriado para a prática do esporte e do lazer disto ninguém tem dúvida. Mas, não podemos aceitar tamanha burrice…

Não seria melhor uma parceria? Prefeitura e Governo do Estado não fariam algo melhor, juntos? Continue lendo aqui…

17

Denúncia grave envolve vice de Paço do Lumiar…

Raimundo Flho, vice de Paço do Lumiar

O vice-prefeito de Paço do Lumiar, Raimundo Filho (PHS) teria realizado uma façanha no período em que passou pela prefeitura, no início de junho. Em apenas oito dias no cargo, ele teria conseguido contratar e pagar a Construtora Maranhense e Comércio LTDA. (Construmar). 

Atenção!!! use o domínio www.marcoaureliodeca.com.br para atualizar o blog

Foram R$ 400 mil, como mostram cópias de cheques publicados no blog de Gilberto Léda.

A Prefeitura de Paço do Lumiar já denunciou o caso ao Ministério Público.

De acordo com a denúncia, dois dias depois da pose do vice-prefeito, o “contrato” com a Construmar recbeu um aditivo, publicdo no Diário Oficial do Estado. Bastaram mais três dias para que os pagamentos fosem feitos, em três parcelas, todas pagas no dia 6 de junho, como mostram os cheques assinados por Raimundo Filho.

Leia os detalhes da denúncia aqui…

54

Auditor compromete imagem da CGU sob pretexto de combater corrupção…

Há tempos o auditor da Controladoria Geral da União (CGU), em São Luis, Wellinton Rezende, vem expondo a  instituição na briga politica que trava com o prefeito de Icatu, Juarez Lima (PV).

Usando o cargo que tem na CGU, o auditor promove manifestações políticas na cidade e tenta constranger o prefeito.

Editor do Blog do Controle Social, que visa “combater a corrupção”, Rezende seria também o editor do Blog de Icatu, de oposição à administração Juarez Lima e ao governo Roseana Sarney (PMDB).

Ele já teve também um programa de rádio na cidade, mas foi afastado, após denúncia à CGU.

Filiado ao PCdoB, Rezende já teria se declarado pré-candidato a prefeito de Icatu, o que é perfeitamente legítimo.

Só não ético um funcionário público se utilizar do cargo que ocupa para fazer política e muito menos para constranger os adversários. .

A postura de Wellinton Rezende será denunciada à CGU, mostrando a forma como ele estaria utilizando o órgão, que é ligado à presidência da República.