6

Alessandro Martins pode ter feito escola no Maranhão…

Localiza mantém pontos como este mem São Luís

O deputado Raimundo Cutrim denunciou hoje na tribuna da Assembléia Legislativa o que pode ser a repetição do golpe usado pelo ex-dono da Euromar, Alessandro Martins.

De acordo com o parlamentar, locadoras de veículos estão se utilizando dos benefícios que detém por comprar carros em grande quantidade, para revender estes veículos pouco tempo depois, sem repassar os descontos que ganham das locadoras.

Cutrim citou nominalmente a Localiza, uma das que mais anunciam venda de automóveis “semi-novos”.

– As aquisições são para o ativo da empresa. Por força do convênio, 64 delas são obrigadas a manter os veículos em seu poder por um ano e somente após este período se desfazer do bem. Ocorre que, na prática, vemos que as locadoras estão abrindo lojas de vendas de carros usados, o que parece ter se transformado em seu negócio principal – denuncia o parlamentar.

Os descontos oferecidos pelas montadoras aos frotistas variam de 14% a 30%.

Alessandro Martins: golpe e falência

Em 2009, o ex-empresário Alessandro Martins – então dono da bandeira Volkswagen no Maranhão – valeu-se do expediente para lesar as montadoras, enganar consumidores e sonegar impostos no Maranhão.

Martins comprava carros em nome de locadoras, com grandes descontos, e os revendia ao consumidor comum. O atrativo era o preço, menor que o de tabela, mas o problema era que os carros não poderiam ser emplacados, uma vez que as notas fiscais estavam em nome das locadoras.

Descoberto pela promotora de Defesa do Consumidor, Lítia Cavalcanti, após denúncias dos próprios donos de locadoras, o esquema levou à derrocada de Alessandro Martins, que foi preso, teve que pagar uma fortuna em impostos e perdeu a bandeira da Volks.

No caso da Localiza, Cutrim questionou o fato de a empresa manter endereços de venda de veículos diferentes dos anunciados na Internet para aluguel de carros. Todos os carros vendidos têm placas de outros estados.

– As lojas tem inscrição estadual para venda de veículos? E o Alvará? Essas lojas emitem notas fiscais, ou fazem as transferências apenas com o DUT? Os veículos para locação permanecem por um ano na empresa? – perguntou o parlamentar.

Sem dúvida, assunto que vai dar o que falar nas próximas semanas…

3

Suposta agiotagem de emendas desperta interesse da grande mídia…

A agiotagem estaria correndo solta entre parlamentares

A denúncia de que deputados estaduais do Maranhão estariam usando emendas encaminhadas ao orçamento do estado em negociação com agiotas, já despertou interesse da mídia nacional.

Segundo apurou o blog, repórteres de Veja, Estadão, Band e Jovem-PAM já teriam feito os primeiros contatos para apurar a história – que envolve também prefeitos.

Hoje, o site do jornalista Ucho Haddad, um dos mais lidos de Brasília, também comentou a história.

Leia aqui matéria sobre o assunto no ucho.info

Entre os alvos da imprensa estão o agiota Josival Cavalcanti da Silva, o Pacovan, suposto financiador de campanhas eleitorais no interior do estado.

Mas há suspeitas de que haja infiltração de “empresários dos juros” também na própria Assembléia, o que teria levado a uma articulação para inviabilizar a criação de uma comissão para apurar as denúncias, proposta pelo deputado Raimundo Cutrim (DEM).

Pelo esquema, os agiotas adiantariam dinheiro das emendas a serem liberadas pelo governo – com deságio de 30% a 50% – e depois cobrariam dos prefeitos, quando os recursos fossem depositados na conta da prefeitura.

Para encobrir o esquema, os próprios agiotas conseguiam notas fiscais frias, de supostas obras e serviços.

O assunto tem tirado o sono dos deputados estaduais, que já não vêem a hora do encerramento dos trabalhos legislativos – o que, na avaliação deles, esfriaria o assunto.

Mas, ao que tudo indica, a questão está apenas no começo…

9

Edivaldo Holanda e Lourival Mendes têm 100% de presença na Câmara Federal; Nice Lobão é a mais ausente do país…

Edivaldo Jr.: assiduidade na Câmara

Os deputados Edivaldo Holanda Júnior (PTC) e Lourival Mendes (PTdoB) são os únicos do Maranhão com 100% de presença nas sessões deliberativas da Câmara Federal.

Além deles, apenas Costa Ferreira (PSC) participou de todas as sessões. A diferença é que os dois estão desde o início da legislatura no mandato. Costa Ferreira assumiu em meados de junho – portanto, não foi considerado no levantamento.

A análise do desempenho dos deputados de todo o país foi feita pelo portal G1, do sistema Globo. O site encontrou apenas 35 deputados com 100% de presença nas sessões deliberativas.

Faltosos
A também maranhense Nice Lobão (DEM) é a mais ausente da Câmara Federal dentre todos os deputados do país.

Nice Lobão, novamente a mais faltosa

Ela só participou de 25% das sessões deliberativas no primeiro semestre de 2011.

A própria reportagem explica que a parlamentar justificou as faltas com atestados, já que se encontrava em tratamento médico.

O problema é que Nice Lobão vem se ausentando da Casa semestre após semestre, sempre com a justificativa da licença médica.

Mas nunca se afastou definitivamente para recuperar a saúde…

2

Governo discute Plano de Habitação no Maranhão…

A Secretaria de Cidades tem realizado audiências públicas em todo o Maranhão para discutir o Plano de Habitação no estado.

Já foram realizadas reuniões em São Luís e Caxias. Hoje, o evento ocorre em Bacabal.

Ainda há reuniões marcadas para Imperatriz, no dia 15, e Balsas, em 20 de julho.

De acordo com o secretário de Cidades, Pedro Fernandes, dessas reuniões sairão as linhas mestras do programa, que será desenvolvido em parceria entre os governos federal e estadual.

– Nós trabalhamos quatro eixos de atuação em cada região: o déficit habitacional, a necessidade de novas moradias para os que alcançam a idade adulta e os que chegam ao Maranhão, situação sócio-econômica da população e do município, o desenvolvimento institucional e a questão fundiária em cada região – disse Fernandes.

A partir das discussões serão elaborados os projetos em cada município…

10

PDT pode desembarcar do governo Castelo…

O PDT pode deixar em bloco a administração do prefeito João Castelo (PSDB). Insatisfeito com o tucano, o partido presidido por Igor Lago vive em intensa disputa interna entre três correntes, cada uma com um ponto de vista em relação à sucessão municipal.

Mas agora, a corrente que defende a candidatura própria – liderada pelo próprio Igor Lago, pelo ex-secretário Moacir Feitosa e pelo ex-deputado Julião Amin – conseguiu se unir à corrente que defendida aliança mais a esquerda, com PCdoB, PPS e, possivelmente, o PT.

E ganharam força coma  declaração desastrada do próprio Castelo, que desdenhara da pressão do PDT por mais presençano governo, durante a posse do secretário Othon Bastos.

Agora, juntas, as duas facções vão trabalhar para forçar a corrente castelista – representada pelo secretário Clodomir Paz, pelo suplente de deputado federal Weverton Rocha e pelo vereador Ivaldo Rodrigues – a tomar posição imediata em relação à prefeitura.

Ou deixam os cargos ou deixam o partido, é a sentença.

A decisão, segundo apurou o blog, deve ocorrer, no máximo, até setembro.

E o prefeito também trabalha nos bastidores para evitar a debandada…

5

Alguém ainda tem dúvidas?!?

Colegas "não se convenceram" dos argumentos de Cutrim...

Quando apresentou seu pedido de criação de comissão para investigar o suposto uso de emendas parlamentares em negociatas com agiotas, o deputado Raimundo Cutrim (DEM) foi advertido de que seria bombardeado pelos próprios colegas.

– Se alguém votar contra, a gente já fica na dúvida, né? – respondeu o parlamentar, quando questionado sobre a possibilidade de ter o requerimento rejeitado.

O requerimento foi mesmo rejeitado. Da bancada governista, apenas o próprio Cutrim votou a favor.

Para não ficar qualquer dúvida, o blog reproduz a relação dos que votaram a favor da instalação da comissão da agiotagem.

Quem não estiver na lista votou contra a investigação (19 deputados) ou não compareceu à sessão de ontem (14 deputados):

Os que votaram pela transparência foram:

Bira do Pindaré (PT)
Gardênia Castelo (PSDB)
Neto Evangelista (PSDB)
Raimundo Cutrim (DEM)
Cleide Coutinho (PSB)
Eliziane Gama (PPS)
Rubens Pereira Júnior (PCdoB)
Marcelo Tavares (PSB)
Carlinhos Amorim (PDT)

7

Ferry-boat: um desserviço à comunidade…

Do blog Cazombando

Quem precisa usar estes transportes de massa que fazem a travessia entre São Luís e a baixada maranhense com frequência sabe bem que o local precisa de reforma urgentemente.

São transportes sujos, goteiras, mal iluminados, atrasos no embarque e desembarque, falta de escadas rolantes (ou elevador) e, para completar, a falta de acessibilidade para deficientes físicos e idosos. E ainda tem a limpeza que deixa muito a desejar.

A questão da acessibilidade é um dos principais problemas.

Um grande número dos usuários do Ferry é composto de idosos, que constantemente precisam se deslocar do interior para capital e vice-versa.

São pessoas que pagam por serviço e não são atendidos em sua plenitude, uma vez que para se ter acesso aos espaços, eles precisam subir lances de escadas.

São inúmeros degraus, numa altura que equivale a um prédio de dois andares e que exige muito dos idosos e portadores de necessidades especiais e doentes, que precisam subir e descer escadas com mala.

E os cadeirantes se queixam mais ainda, pois não tem elevador para eles. Continue lendo aqui…

8

Gastão Vieira responde a José Reinaldo…

Gastão rebate a artigo de José Reinaldo

O deputado federal Gastão Vieira encaminhou mensagem ao blog na qual pondera pontos do artigo de José Reinaldo Tavares (PSB), publicado semana passada no Jornal Pequeno.

É o segundo deputado a contrapor os  argumento de Tavares, segundo os quais o Maranhão cersceu entre 2004 e 2009 gaças ao seu governo e ao de Jackson Lago (PDT).

Ilude-se o ex-governador ao considerar como inteiramente seu o crédito pelos avanços obtidos pelo Maranhão no período que foi chefe do poder executivo. Como homem público experiente ,sabe que o desempenho do Estado em um dado período é resultado, principalmente,das reformas estruturais adotadas anteriormente, que demoram para frutificar – argumenta Gastão Vieira.

No sábado, o deptuado Pedro Fernandes (PTB), também em entrevista neste blog, já havia mostrado, com dados técnicos, os fatores que contribuiram para o crescimento do Maranhão. (Releia aqui)

Leia abaixo, a íntegra da resposta de Gastão Vieira:

“Caro Marco D’Eça

A respeito do artigo do ex-governador José Reinaldo, que tem como base o discurso que fiz recentemente na Câmara dos Deputados,quero ponderar alguns pontos:

1) A tecla é sempre uma só: o Maranhão é dominado por uma “oligarquia”,responsável por tudo de ruim que ocorre no Estado . Quando a “oligarquia”está no poder,nada dá certo,o PIB não cresce,a pobreza aumenta,educação e saúde sofrem e por aí vai…..quando a “oligarquia”está fora,tudo vai bem.Quanta ingenuidade! Que argumentação simplória, mesmo assim resta prová-lá, o que ainda não vi ninguém fazer.

2)Para todos os defensores desta “tese”,inclusive o ex-governador, o que ocorre no Maranháo nada tem a ver com o que ocorre no Brasil e no resto do mundo. Nada tem a ver com o processo histórico de crises,em prazo mais remoto,que remonta ao fim do século 19 e início do século 20.Nada tem a ver com as características específicas da região( o Nordeste que também enfrenta muitas dificuldades para crescer). Nada tem a ver com reformas   que demoram
muitos anos para frutificar (freqüentemente excedendo o período de uma gestão de governo).A única variável relevante para definir o desempenho do Maranhão é a tal da “oligarquia”.

3) De fato, seria ocioso negar que, segundo indicadores importantes, o Maranhão exibiu desempenho bom no período 2004-2009, assim como já tinha exibido bom desempenho em outros períodos.Nenhum maranhense em sã consciência pode ficar descontente quando vê o seu Estado crescer e avançar, independentemente de quem ocupa no momento o Palácio dos Leões. Mas, já é tempo de abandonarmos este conceito simplório de achar que o que ocorre ao longo de um período é fruto exclusivo das ações adotadas naquele período.Ilude-se o ex-governador ao considerar como inteiramente seu o crédito pelos avanços obtidos pelo Maranhão no período que foi chefe do poder executivo. Como homem público experiente ,sabe que o desempenho do Estado em um dado período é resultado, principalmente,das reformas estruturais adotadas anteriormente, que demoram para frutificar.

 4) Quanto a questão da renda monetária de boa parte da população rural, uma coisa é dizer que ela é contabilizada como inexistente , nula pelo IBGE,nenhuma novidade aí de que isso distorce a medida do
PIB. Trata-se de opinião técnica de especialistas da ONU, do Banco Mundial e do própio IBGE, e considerados como fatos na literatura relevante.Outra coisa muito diferente é dizer que a população rural ” vive bem , apenas não utiliza dinheiro….”. ignoro a razão e a metodologia que autorizou o ex-governador a identificar as duas situações como idênticas.

 5) A premissa que presidiu meu discurso é de que o debate sobre a situação do Maranhão é necessário e saudável , mas deve ser mantido em nível elevado, respeitoso , sem preconceitos e ressentimentos pessoais. Infelizmente, náo foi o que vi na mal feita reportagem da Veja. 

Com respeito e estima ao seu blog e ao ex-governador,
                                    Cordialmente,
                                     Gastáo Vieira”

3

Comissão da Agiotagem incomoda deputados…

Cutrm quer que colegas esclarceçam questão das emendas...

Deve ser votado hoje pelo plenário da Assembléia Legislativa o Requerimento do deputado Raimundo Cutrim (DEM), que pede a instalação de uma comissão para apurar denúncias de que as emendas parlamentares estariam sendo usadas para fazer negócio com agiotas.

Mas a investigação incomoda os deputados muito mais que a própria denúncia.

Para muitos parlamentares, Cutrim deveria esquecer o assunto e que as denúncias também caiam no esquecimento. Alguns fazem até ameçaas veladas contra o colega.

Sintoma de que a coisa é muito mais séria do que se imagina.

Mas o deputado já deu o recado: “se votar contra [a Comissão] a gente já fica na dúvida, né?”.

Quem irá deixar dúvida durante a votação da Assembléia…

12

Flávio Dino: traído ou traidor???

Flávio também irá com os reinaldistas para a aliança pró-Castelo?

O ex-deputado Flávio Dino (PCdoB) só tem duas situações a viver no episódio da aproximação do seu aliado PSB ao governo João Castelo (PSDB): ou foi traído pelo grupo do ex-governador José Reinaldo Tavares ou traiu seus ideais esquerdistas e se alinhou ao que já chamou de “atraso”.

O presidente do PSB, José Antonio Almeida, é reinaldista assumido. E castelista.

E disse, com todas as letras ao jornal “O Estado do Maranhão”, que a indicação de Othon Bastos (um ex-auxiliar de José Reinaldo) para a administração de João Castelo, era uma decisão político-partidária.

E disse mais José Antonio Almeida: a aliança visa mesmo a reedição, em 2012, da coligação pró-Castelo vivida em 2008.

Atenção!!! A versão mais atual deste blog é acessada pelo endereço www.marcoaureliodeca.com.br 

A princípio, o deputado Marcelo Tavares, sobrinho de José Reinaldo, tentou negar participação, mas os fatos mostraram que o PSB estava mesmo alinhado ao projeto castelista.

Se não sabia de nada, Flávio Dino foi traído pelos Tavares. Se sabia, terá que afirmar publicamente por que faz vista-grossa à aproximação.

Em 2008, Flávio Dino rompeu com então governador Jackson Lago (PDT), após declaração do pedetista em apoio a Castelo.  “Foi uma opção pelo atraso”, afirmou o comunista, na época.

Agora, o grupo do ex-governador José Reinaldo, seu principal aliado, também faz “opção pelo atraso”.

Flávio Dino romperá com José Reinaldo???