13

Fábio Gondim com Sarney, rumo a Brasília…

Gondim: forte no governo Roseana

O secretário de Planejamento e Gestão, Fábio Gondim, segue hoje para Brasília, em companhia do presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney (PMDB).

Ele vai a convite do próprio senador.

Fábio Gondim é funcionário do Senado Federal  e foi indicado para o comando da pasta pelo presidente da Casa.

Goza da confiança tanto de Sarney  quanto da governadora Roseana Sarney (PMDB).

A viagem no avião do presidente do Senado não deixa de ser uma demonstração de prestígio do secretário.

Sobretudo no momento em que especula-se sua saída da pasta…

M

7

Secretários terão que explicar a deputados apoio do governo à Beija-Flor…

Deputados também querem saber quanto custa o carnaval de São Luís na Beija-Flor

A Assembléia Legislativa aprovou agora à tarde Requerimento de convocação dos secretários de Cultura, Luís Bulcão, e de Turismo, Tadeu Palácio, para falar do apoio do governo à escola de samba Beija-Flor de Nilópolis (RJ).

O requerimento é de autoria do líder da oposição, Marcelo Tavares (PSB), e foi aprovado graças a um acordo de lideranças.

Os deputados querem saber quanto vai custar aos cofres públicos a homenagem que a escola fará ao aniversário de 400 anos de São Luís, no carnaval carioca de 2012.

Os secretários também terão que explicar investimentos no carnaval do interior maranhense, este ano.

O custo da homenagem da Beija-Flor tem sido mantido em sigilo pelo governo, mesmo com toda a cobrança da mídia maranhense.

Durante a votação do Requerimento de Marcelo Tavares, o líder do governo, Manoel Ribeiro (PTB), ainda tentou derrubar sua aprovação. A votação só continuou graças à intervenção do ex-presidente Carlos Alberto Milhomem (DEM).

– Ha um acordo de lideranças para que este projeto seja aprovado. Que a base pense nisso. Há um acordo de lideranças – alertou Milhomem. Diante da postura do representante governista, Marcelo Tavares nem precisou fazer a defesa da sua proposição.

O requerimento foi aprovado contra o voto dos deputados Manoel Ribeiro (PTB), Roberto Costa (PMDB), Magno Bacelar (PV), Carlos Filho (PV) e Antonio Pereira (DEM).

Ainda não há data para a audiência com os secretários…

7

Os Leitoa e o governo Roseana Sarney…

Haickel conversa com Chico Leitoa, observado por Luciano, Roberto Costa e outras lideranças

Coube ao secretário de Esportes e Lazer, Joaquim Haickel, a articulação que, de uma forma ou de outra, aproximou o governo Roseana Sarney (PMDB) da família Leitoa, de Timon.

Haickel acaba de assinar convênio de R$ 550 mil com um instituto ligado aos Leitoa, para execução do prjeto “Resgatando a Cidadania”, lançado sábado, com a presença do próprio secretário.

A família Leitoa, que tem como líder o ex-prefeito e ex-deputado Chico Leitoa (PDT), tem ainda o deputado estadual Luciano Leitoa (PSB). Os dois sempre fizeram oposição ao governo Roseana; e garantem que continuarão na mesma posição.

Mas não deixam de reconhecer:

– Sou de oposição ao governo. Esse convênio não mudará minha posição, mas tenho que reconhecer que foi uma atitude de grandeza da governadora Roseana Sarney – afirmou Luciano Leitoa.

Seu pai, Chico Leitoa, foi ainda mais incisivo:

Estamos inaugurando nesta solenidade um novo momento na política do Maranhão. Vivemos a era da civilidade política, onde grupos opostos podem, sim, se unirem e colocarem os interesses da população acima dos seus próprios. Este convênio é a prova maior de que as diferenças políticas podem conviver sem ferir os interesses da população – afirmou Chico Leitoa. 

Operador do convênio, joaquim Haickel reafirmou o compromisso da governadora Roseana Sarney, de não deixar que os interesses políticos possam atrapalhar o trabalho do governo pela população maranhense –

O que nós estamos fazendo aqui hoje não é política, mas ação de governo. É determinação da governadora Roseana Sarney que não devemos boicotar nenhum projeto que possa beneficiar a população, independente de quem ele possa estar ligado – frisou Haickel.

O evento foi um dos mais importantes momentos da atual história política do Maranhão.

3

PT terá candidatos nos principais municípios..

O blog de Robert Lobato repercute informação do vice-governador Washington Oliveira (PT), em seu perfil na rede social facebook. Segundo Oliveira, o PT terá candidato próprio nos principais municípios.

Ainda de acordo com Lobato, o vice-governador defende a repetição da aliança PT/PMDB nas eleições municipais, com cada legenda indicando o cabeça-de-chapa nos municípios onde for mais competitivo.

O blog cita, para São Luís, os petistas Bira do Pindaré e Zé Carlos da Caixa, ambos já citados em texto deste blog, e inclui o secretário Rodrigo comerciário e a ex-deputada Helena Barros Heluy.

Além de São Luís, o PT, segundo Robert Lobato, terá candidato em Timon, São José de Ribamar, Imperatriz, Caxias e PInheiro. Continue lendo aqui…

8

Fábio Gondim sob fogo cruzado no governo Roseana…

Gondim tem eficiência questionada no governo

O secretário de Planejamento e Gestão, Fábio Gondim, balança no cargo no governo Roseana Sarney (PMDB).

Setores do próprio governo apontam responsabilidades suas em erros na execução orçamentária e na elaboração do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias.

A LDO, aliás, foi encaminhada incompleta para a Assembléia, em março, razão pela qual o secretário ganhou a  antipatia também dos deputados governistas.

Na visão dos parlamentares, é Gondim quem está por trás do bombardeio às emendas apresentadas na Assembléia Legislativa.  

O blog apurou que a governadora Roseana Sarney já teria sondado o secretário de Ciência e Teconologia, João Bernardo Bringel, para o posto de Gondim. Bringel tem experiência no setor.

Como trunfo, Fábio Gondim tem a simpatia do presidente do Senado, instituição da qual é servidor, e de outros setores influentes do governo Roseana Sarney.

Mas já não goza da confiança da própria Roseana.

15

Professor acusado de racismo se complica em “Retratação”…

Saraiva, em foto, em sala de aula...

Saiu pior que o soneto a tentativa de emenda do professor José Cloves Saraiva, da Universidade Federal do Maranhão, para a polêmica envolvendo o estudante nigeriano Nuhu Ayuba.

Saraiva encaminhou nota de “Retratação Pública”, divulgada no blog de Jonh Cutrim, em que, praticamente, responsabiliza o próprio aluno – e a sua cultura – pela  sua atitude.

Retratar-se significa reconhecer um erro e corrigi-lo. Se tentou corrigir um erro, o professor Cloves Saraiva, mostrou apenas antipatia e ressentimento pelo estudante, expondo publicamente problemas pessoais com ele.

– Ao perguntar o seu nome não houve qualquer sentido jocoso, visto que sua pronúncia no seu idioma induz isto no nosso (…) – diz o professor, sem esclarecer o que quis dizer com “induz isto…”.

Pelo que se entende do que o professor não explica, seria a pronúncia do nome de Nuhu que “induziu isto” na cabeça dele.

Mas Clóves Saraiva vai além na tentativa de “retratação” a Jonh Cutrim, expondo publicamente a situação do seu aluno, mesmo dizendo entender “as dificuldades naturais, como todo estrangeiro”. 

Reclamei a você e aos outros colegas que não compareciam as aulas, nem fizeram os exercícios e, principalmente você, não compareceu ao PRÉ-TESTE e nem fez a sua 1ª Avaliação, além disso, não fez o PRÉ-TESTE da 2ª Avaliação, nem as suas notas de aula no caderno desta disciplina foram escritas e apresentadas até hoje. É lamentável! (sic) – desabafa o professor.

E conclui, assim: deveria pelo menos se explicar, evitando interpretações errôneas sobre o seu atual comportamento como estudante da UFMA.

Tradução óbvia: na visão de Cloves Saraiva,  Nuhu Ayuba é culpado por tudo que lhe aconteceu.

Isto sim é lamentável…

Leia aqui a íntegra da “retratação” do professor da Ufma

8

PMDB vai intesificar discussão sobre eleição em SL…

Roberto Costa: debate eleitoral necessário

Maior partido da base do governo Roseana Sarney, o PMDB pretende iniciar neste segundo semestre as discussões sobre a sucesssão municipal de São Luís.

Com três nomes aptos para a disputa – Roberto Costa, Tadeu Palácio e Fernando Fialho – a legenda pretende chamar também os partidos aliados para conversar.

– É fundamental que estabeleçamos uma agenda política sobre as eleições de São Luís. O PMDB, assim como todos os partidos da base da governadora Roseana Sarney, tem condições de ter um candidato competitivo; e vamos trabsalhar por isso – disse o deputado Roberto Costa.

E não há vetos no projeto do PMDB. O PT será chamado ao debate, inclusive com o nome do também deputado Bira do Pindaré.

O importante, para o partido da governadora, é que se construa uma agenda positiva, capaz de mudar o eixo do debate sobre a sucessão do prefeito João Castelo (PSDB).

– Temos sido muito ativos no trabalho de pontuar os problemas de São Luís, mas, por enquanto, quem se beneficia disso são os nomes da oposição [PSB, PCdoB, PDT, PPS…]. Nós temos condições de entrar forte no jogo – analisa Roberto.

O deputado inclui entre os nomes prontos para a disputa em São Luís os secretários de Infra-estrutura, Max Barros (DEM); de Cidades, Pedro Fernandes (PTB), e de Meio Ambiente, Victor Mendes (PV). Também os deputados Raimundo Cutrim (DEM), Edilázio Júnior (PV), Zé Carlos da Caixa (PT) e Jota Pinto (PR).

– Temos um grupo de candidatos em excelentes condições de fazer frente a qualquer adversário. O importante é estar todo mundo junto no mesmo palanque – prega Costa.

As conversas sobre o assunto – em forma de seminários, conferências ou reuniões – ele pretende iniciar já a partir do mês de agosto.

E transformá-las no principal fato político relacionado às eleições de São Luís…

2

PSB poderá redefinir comissões municipais do partido…

O presidente regional do PSB maranhense, José Antonio Almeida, terá que convocar a Executiva do partido para deliberar sobre as comissões provisórias instaladas em vários municípios.

Os opositores de Almeida denunciam que as comissões foram nomeadas ad referendun por ele, sem respeitar as instâncias e trâmites partidários.

A idéia era reunir os socialistas já neste domingo, mas o presidente nacional da legenda, govenador Eduardo Campos (PE) decidiu remarcá-la para quinta-feira.

Participará do encontro o 1º Secretário Nacional da Legenda, Carlos Siqueira.

Na reunião, poderá ser definido o futuro das comissões provisórias ou a formação de novas comissões, dentro das regras partidárias.

Entre as comissões nomeadas por Almeida está a de São Luís, para a qual foi nomeada seu próprio filho.

7

Após polêmica da posse no Senado, pastor Bel recebe assessoria no governo Roseana

Pastor Bel voltou a sorrir com cargo no governo

Em abril, ele entrou numa polêmica envovlendo a vaga do senador Edison Lobão Filho (PMDB) que acabara de sofre acidente violento de trânsito.

Edinho foi socrrido, passou um tempo internado e voltou ao Senado – e o pastor Bel, seu suplente, não assumiu a vaga.

Em conversa com o titular deste blog, no início de maio, o pastor desabafou, dise que não sabia o que fazer e que estava isolado em Poção de Pedras, sem ter nem como se movimentar pela então possível vaga.

Agora, parece que ele conseguiu seu intento. Foi nomeado Assessor Especial de Apoio Institucional do governo Roseana Sarney (PMDB). Lotado na Casa Civil, Heder Waldo Silva Costa, seu nome completo, atua na função desde 14 de junho, segundo revelou o blog de Gilberto Léda.

Ele nunca mais voltou a falar sobre a suplência de senador…

3

Brandão classifica de “falacioso” convite de Castelo…

Brandão esclarece história sobre prefeitura

O deputado federal Carlos Brandão (PSDB) garantiu ontem ao blog nunca ter havido qualquer conversa dele com o prefeito João Castelo (PSDB) para que assumisse cargo na Prefeitura de São Luís.

Para o deputado, tal convite é “falacioso”, motivo pelo qual evitou comentar o fato.

A informação encaminhada ao blog é a primeira manifestação oficial do parlamentar sobre o assunto, que passou a ser especulado na imprensa no início da semana.

Brandão ocuparia um cargo no secretariado do governo e abriria vaga na Câmara para o suplente Weverton Rocha (PDT).

Em entrevista ao blog de Jorge Aragão, a deputada Gardeninha Castelo (PSDB), filha do prefeito, chegou a comentar o interesse de Castelo em levar Rocha para a Câmara.

Mas Carlos Brandão nega articulação para assumir secretaria municipal.

–  Nunca houve qualquer conversa pontual com a administração da prefeitura de São Luís – disse o parlamentar.

Assunto encerrado. Pelo menos pra Brandão…