6

O Ministério Público e o preço dos combustíveis…

Há algumas estranhezas no “chove-não-molha” protagozinado pelo Ministério Público em relação ao aumento de até 15%  no preço dos combusítveis nos últimos tempos em São Luís.

Além da relação conflituosa do assessor de imprensa de Fátima Travassos – ao mesmo tempo assessor do MP e do Sindicato dos Combustíveis, segundo denunciou Gilberto Léda – há suspeitas de que um dos promotores responsáveis pelo caso pertença a uma das famílias dona de postos, no Maranhão e no Piauí.

A coletiva convocada e desmarcada, hoje – qualquer que seja o motivo – é outro ponto de estranheza.

O MP não tem poder de determinar o recuo no preço, mas pode promover correções, por meio dos Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) ou mesmo com ações judiciais.

Se demora a agir, perde a função de fiscal da lei…

7

Flávio Dino, por enquanto, só via twitter…

É no twitter que Dino mantém o debate político

Envolvido com as aulas do curso de Direito da Universidade Federal do Maranhão, o ex-deputado federal Flávio Dino (PCdoB) tem participado cada vez menos dos debates públicos e atuado de forma discreta na política.

O Governo Roseana enfrenta duas greves – a dos policiais e a dos professores – e algumas denúncias, mas Dino nunca se manifestou sobre o assunto.

O governo Castelo tem sido criticado em todos os setores da administração, mas, na Assembléia, os aliados de Dino -liderados pelo ex-presidente da Casa, Marcelo Tavares (PSB), têm sido os principais defensores do prefeito.

É no twitter, entretanto, onde o ex-deputado sempre foi frequentador assíduo, com centenas de seguidores, que sua participação política continua ativa, com críticas aos dois governantes.

Para ele, “os graves problemas do Maranhão” se dão por causa de “governantes que não qeurerm governar”.

Sobre as eleições de 2012, o comunista fez dois comentários no dia 25 de março.

No primeiro, afirma: “O PCdoB so definirá sua tatica eleitoral para 2012 em 2012. Por isso, não ha razao para agonia”. Depois, escreveu, sem deixar claro a quê sse referia: “Ja começou o jogo sujo para 2012 ? Que tal os que ganharam as eleicoes de 2008 e 2010 governarem ?”.

Como se vê, Flávio Dino ainda não decidiu o futuro eleitoral – se em 2012 ou 2014.

Mas mantém a tática política em canal próprio de comunicação…

8

Pereirinha também no jogo da sucessão…

Pereirinha também quer disputar a prefeitura

O presidente da Câmara Municipal, Isaias Pereirinha (PSL), é um dos nomes do grupo da governadora Roseana Sarney (PMDB) para  a sucessão municipal.

Articulado e bem relacionado com todos os colegas, ele pretende viabilizar seu nome para a disputa – e deve figurar nas pesquisas qualitativas sobre os nomes cotados pela população.

Pereirinha transita bem em todos os grupos políticos.

Foi aliado de Tadeu Palácio (PMDB), apoiou a candidatura de Flávio Dino (PCdoB), em 2008, e, mesmo assim, conseguiu reeleger-se para a Câmara, já no governo de João Castelo (PSDB).

No próximo pleito pretende disputar as eleições majoritárias, como um dos nomes para o comando de São Luís.

1

Estado e prefeitura já estão quites na área da saúde…

A Prefeitura de São Luís anunciou hoje a quitação dos seus débitos de R$ 8 milhões com a Secretaria de Saúde do Estado.

O pagamento, segundo a nota, foi feito desde a semana passada.

A quitação dos débitos foi uma determinação da Comissão Intergestores Bipartite, que exigiu do estado e do município que fizessem acerto de contas para corrigir os débitos de parte a parte.

A Secretaria de Saúde realizou o seu pagameto, de R$ 5,1 milhões, na sexta-feira.

5

Milhomem cobra posição da bancada federal sobre abandono do aeroporto…

Milhomem cobrou posição da bancada maranhense sobre aeroporto

O deputado Carlos Alberto Milhomem (DEM) cobrou hoje, na Assembléia, uma postura mais efetiva da bancada maranhense na Câmara Federal em relação ao abandono do Aeroporto Hugo da Cunha Machado. A cobrança de Milhomem se deu no momento em que o colega Marcos Caldas (PRB) falava, na tribuna, da situação em que se encontra o aeroporto.

– Nós estamos assumindo responsabilidades que não são nossas, apenas por dever de cidadão. Mas, e os deputados federais? O que eles fazem em relação a isso? Até agora não vi nada vindo deles – cobrou o parlamentar do DEM.

Na semana passada, a Infraero determinou o esvaziamento do saguão principal do aeroporto devido a comprometimento da estrutura do local. Desde então, passageiros, empresários e usuários do aeroporto são obrigados a usar o antigo saguão.

Marcos Caldas enfrentou a situação na noite de domingo, segundo contou:

– Um avião com 200 passageiros estaciona há 200 metros do desembarque. Os passageiros têm que sair debaixo de chuva, porque só há um ônibus. E a bagagem é amontoada numa tenda. Completo desrespeito – disse Caldas.

O deputado José Carlos Nunes (PT) também foi à tribuna tratar do assunto. Informou que parece ter havido um erro de engenharia da empresa que iria pôr o ar-condicinado no saguão, o que causou o problema.

Vários outros parlamentars também foram à tribuna para tratar do assunto.

7

PPS quer Othelino na Assembléia, mas Castelo não tem peças para mover…

O grupo ligado ao presidente do PPS, Paulo Matos, força a barra na tentativa de abrir vaga na Assembléia Legislativa

Othelino procura lugar para relaxar...

para o suplente Othelino Neto. Quer que o prefeito João Castelo (PSDB), arrume lugar para algum parlamentar em seu secretariado, garantindo mandato ao suplente.

Othelino é suplente do grupo de deputados formado por Marcelo Tavares (PSB), Rubens Pereira Júnior (PCdoB), Cleide Coutinho (PSB) e Eliziane Gama (PPS).

É exatamente este o problema.

Castelo não tem acesso a nenhum dos quatro parlamentares, todos ligados ao grupo do seu principal adversário Flávio Dino (PCdoB).

E a disputa interna no PPS impede uma articulação direta com  aprópria Eliziane Gama.

Othelino Neto, portanto, terá que continuar suas ações nos bastidores…

13

Avenida Metropolitana terá faixa para transporte de massa…

Max analisa projeto apresentado pelo colega do Rio de Janeiro

O secretário de Infra-estrutura, Max Barros, reuniu-se hoje com o secretário de transportes do Rio de Janeiro, Alexandre Fontes, para conhecer o projeto de transporte de massa naquele estado.

Barros quer trazer para São Luís a experiência do modelo BRT (Bus Rapid Transit), espécie de ônibus bi-articulado, com capacidade para 200 passageiros que está sendo construído no Rio.

Conheça aqui o que é um BRT

O secretário quer implantar o corredor exclusivo para transporte de massa na Avenida Metropolitana, que vai ligar a Zona Rural ao litoral de São Luís.

A avenida, com previsão de inauguração para 2013, sairá das proximidades do Aeroporto Cunha Machado, na BR-135, e passará pelos bairros do São Raimundo, Cidade Operária, Maiobão, Paço do Lumiar e Araçagi, na Avenida dos Holandeses.

– Nosso projeto ainda está em gestação e é importante conhecermos experiências como essas, que já estão em fase mais adiantada, para podermos executar a obra com mais qualidade – avaliou Max Barros.

O secretário carioca disse estar aberto para cooperar com o governo maranhense.

Modelo de ônibus bi-articulado para transporte de massa

– Nós estaremos à disposição do Governo do Maranhão para trocar informações e experiências, até para que vocês aprendam com os nossos erros e não os repitam na Avenida Metropolitana – declarou Alexandre Fontes.

A Avenida Metropolitana é uam das três obras anunciadas para São Luís durante a campanha eleitoral de 2010.

Além dela, o governo Roseana pretende construir a Via Expressa, que ligará o Jaracaty ao Vinhais e ao Maranhão Novo, e a Ponte do Quarto Centenário, que ligará o cais da sagraçao à região das praias, na Ponta D’Areia.

As obras são uma homenagem ao aniversário de 400 anos de São Luís…

13

Tráfico de influência na assessoria de Fátima Travassos…

O promotor de Defesa do Consumidor, José Augusto Cutrim, tem em sua caixa postal eletrônica uma mensagem que revela o nível a que chegou o uso da instituição pela assessoria da Procuradora-geral de Justiça, Fátima Travassos.

Entre outras coisas, segundo o blog do jornalista Gilberto Léda, o e-mail revela que o assessor de Comunicação do Ministério Público, advogado Tácito Garros, é o mesmo do Sindicato dos Revendores de Combustíveis, um evidente conflito de interesses.

A história é a seguinte: o promotor José Augusto estava investigando a possível formação de cartel nos postos de combustível. E encaminhou matéria sobre o tema para ser distribuído pela ascom do MP. A matéria não saiu e, intrigado, o promotor foi atrás das razões.

Numa outra linha de investigação, Gilberto Léda descobriu que Tácito Garros, que assessora Fátima Travassos – e coordena a comunicação do MP (mesmo sem ser jornalista) – também trabalha na assessoria de comunicação do Sindicato dos Combustíveis.

O que pode explicar o veto à matéria de José Augusto Cutrim…

3

Chiquinho Escórcio e o sucesso de Roseana Sarney em Brasília

Escórcio: atuando pelo governo em Brasília

A viagem da governadora Roseana Sarney (PMDB) a Brasília, semana passada, foi a mais produtiva de suas passagens pela capital federal, segundo descreveu o jornal “O Estado do Maranhão”.

Roseana esteve com a presidente Dilma e participou de audiências em 11 ministérios.

Por trás da visita, o secretário de Representação do Maranhão no Distrito Federal, Chiquinho Escórcio.

Foi ele quem articulou, em apenas 15 dias, todas as reuniões, definiu as pautas de reivindicações e conduziu o processo de estada de Roseana em Brasília.

E esteve com ela em todas as audiências, com todos os ministros, que fizeram questão de demonstrar proximidade com ele.

Sem dúvida, um trabalho de fôlego da representação maranhense.

Em tempo: Chiquinho Escórcio assume quinta-feira uma vaga na Câmara Federal…

6

Paulo Rios vê fim do PSOL após entrada de Haroldo Sabóia & Cia…

A conversa entre o blogueiro e o dirigente partidário...

O ex-presidente e ex-candidato a prefeito pelo PSOL, professor-doutor Paulo Rios,  afirmou que a entrada do ex-verador Haroldo Sabóia e aliados na legenda poderá significar o fim do partido no Maranhão.

– Esse PSOL-MA que construímos nos últimos sete anos não existe mais. O que terá daqui para a frente é o Novo PSOL, aquele que será uma espécie de clone do PT e com o conteúdo desse partido que hoje é o grande operador dos interesses do grande capital no Brasil – desabafou Rios, em conversa via Facebook com o titular deste blog.

Haroldo Sabóia e seus aliados, todos oriundos do PT, haviam pedido filiação ao PSOL, mas foram impugnados na Executiva Estadual. Insistindo na filiação, eles recorreram à Executiva Nacional, que decidiu abrir as portas do partido.

Paulo Rios garante que os autênticos do PSOL irão manter o comrpomisso de classe e com a revolução.

Independente da presença de Sabóia & Cia…