8

Base governista reclama de ausência do governo…

Último contato de Roseana com a base serviu para esta foto

Há uma insatisfação latente na base do governo na Assembléia Legislativa.

Os deputados reclamam da ausência da governadora Roseana Sarney (PMDB) nas articulações com os aliados.

Alguns se sentem, inclusive, alijados do processo; outros consideram que a indiferença roseanista é ainda fruto da disputa na Assembléia Legislativa, espécie de represália ao bloquinho.

O último contato foi há dois meses, quando gerou esta foto, em um almoço no Palácio dos Leões.

Para os deputados, é louvável o esforço dos secretários Luís Fernando Silva (Casa Civil) e Hildo Rohca (Articulação Política) no contato com os governistas.  Os efeitos não são sentidos, no entanto, por que, segundo os parlamentares, falta o poder de decisão.

Há um incômodo em toda a base, dos velhos aos novos parlamentares…

16

A eleição em São José de Ribamar…

Gil seguiu o modelo de Luís Fernando...

A turba anda indócil em São José de Ribamar.

Esfacelada pela ação competente e inquestionável do ex-prefeito Luís Fernando Silva, a oposição na cidade anda tentando recuperar fôlego em ações atabalhoadas para as eleições de 2012.

Faltam quadros, no entanto.

A gestão do sucessor de Luís Fernando, Gil Cutrim (PMDB), seguiu os mesmos padrões de eficiência e excelência administrativa empurrando ainda mais a oposição para o ostracismo político.

No PDT, tradicional adversário do grupo ligado ao ex-prefeito, o único nome é o do médico Julinho Matos. Inelegível praticamente ad eternun, Matos não conseguiu construir um herdeiro político a altura. Está fora, portanto.

Na outra parte da oposição está Roberto Câmara.

Filho do lendário Jota Câmara, Roberto não herdou o carisma do pai e não consegue juntar quadros em torno de si para formar uma coalizão no mínimo respeitável. 

Resta a eles tentar minimizar o legado de Luís Fernando e desqualificar as ações de Gil Cutrim.

Mas, neste caso, os fatos falam por si só…

16

Roseana deve antecipar salário de abril…

O governo Roseana Sarney está estudando a possibilidade de antecipar o pagamento dos servidores públicos para antes do feriadão de Semana Santa.

A decisão depende de alguns ajustes a serem feitos pelo secretário de Planejamento e Gestão, Fábio Gondin.

Se ocorrer mesmo a antecipação, o salário do funcionalismo poderá estar na conta até a próxima quarta-feira, dia 20.

É a terceira vez consecutiva que o governo Roseana determina a antecipação do salário do funcionalismo – após a polêmica da tabela divulgada no início do ano por Fábio Gondin, que levaria o pagamento para até o quinto dia útil do mês seguinte ao trabalhado.

O salário do mês de março, por exemplo, foi pago no dia 25 do mesmo mês.

Mas nenhuma atencipação será como está da Semana Santa, com antecipação para dez dias antes o final do mês.

Um recorde no Maranhão…

13

Desinformação e fraudes no Jornalismo…

O bom Jornalismo é aquele que informa e não deforma.

E a boa informação, longe dos conceitos ultrapassados de imparcialidade e objetividade, é aquela que deixa claro ao leitor o porquê e o que ele está lendo.

Por isso, é fundamental que seja delineado, editorialmente, a opção política, a ideologia, a visão de mundo e o local de fala de cada jornalista.

A boa informação também deixa claro suas fontes – quando não protegidas pelo direito ao sigilo – e dá os créditos a quem de direito.

A boa informação é aquela que, ao reproduzir textos de terceiros, diz quem é o terceiro; que ao reproduzir imagens, diz de onde elas foram tiradas.

E o bom jornalismo tem obrigação de informar se um texto, um gráfico ou uma eventual imagem foi ou não manipulada.

Informar as alterações no produto original é obrigação do bom jornalismo.

A omissão destes dados – inadivertida ou criminosamente – leva o leitor à desinformação e acaba induzindo ao erro de interpretar algo manipulado como fato verdadeiro.

Um crime contra o Jornalismo e contra a sociedade…

Ilustração disponível no google   
8

Luís Fernando Silva e a “região de Imperatriz”…

Madeira e Luís Fernando: cada vez mais próximos

O chefe da Casa Civil do governo Roseana Sarney (PMDB) é hoje uma referência política no município de Imperatriz. Conta com o apoio aberto do prefeito Sebastião Madeira (PSDB) e de lideranças políticas da região.

A presença constante de Luís Fernando Silva na cidade evidencia a identificação com a população do município, reforçada nas ações claras do governo e nas respostas aos anseios do que o próprio prefere chamar de região, não apenas de cidade.

Mas a ação de Luís Fernando é também política. O chefe da Casa Civil ocupa um vácuo.

O ex-governador Jackson Lago (PDT) foi o campeão de votos nas duas últimas eleições estaduais em Imperatriz – recordista na história eleitoral do município.

A morte do ex-governador deixou os imperatrizenses sem referência.

É evidente que o eleitor de Imperatriz não nutre simpatia pela família Sarney – encarnada hoje na governadora Roseana Sarney. Mas é evidente também, que o ex-deputado federal Flávio Dino (PCdoB) nunca conseguiu alcançar a simpatia naquela região.

Inteligente e preparado, Luís Fernando ocupa o vazio político exatamente por que tem o que mostrar – tanto como ex-prefeito de São José de Ribamar quanto como responsável pelas ações diretas do governo.

O prefeito Sebastião Madeira confia nisso e está ao seu lado. E só está por que encontrou as respostas que queria quando recorreu ao governo. E não esconde de ninguém a parceria administrativa.

O chefe da Casa Civil faz a lição de casa, mirando em uma região órfã com propostas claras e ações verdadeiras.

Assim, abre caminho importante na seara política…

Imagem: blog de Jonh Cutrim
9

O PDT e os desafios de Igor Lago…

Se quiser mesmo entrar na seara político-partidária, o médico Igor Lago tem cerca de um ano para arrumar a casa no PDT.

O partido está em crise de identidade desde a derrota eleitoral em 2010, o que se acentuou com a doença seguida da morte do pai de Igor, o ex-governador Jackson Lago.

Há dois grupos distintos.

No primeiro, onde figuram os secretários Clodomir Paz e Graça Paz, o vereador Ivaldo Rodrigues e o suplente de deputado federal Weverton Rocha, a lógica é atrelar o PDT ao PSDB, garantir espaço no governo João Castelo (PSDB) e presença privilegiada na coligação de reeleição do prefeito.

No outro grupo – capitaneado pelo ex-deputado Julião Amin, pelo ex-secretário-geral da legenda, Cândido Lima, e pelo vice-prefeito de Imperatriz, Jean Carlo – o partido deve ter candidatura própria nas prefeituras ou se alinhar a um projeto de esquerda, com partidos da base do governo Dilma Roussef – PT, PSB e PCdoB, por exemplo.

Caberá a Igor Lago, que nunca se envolveu nos bastidores partidários, unificar os discursos e reunir os grupos.

O tempo é curto para conseuir, mas ele não tem escolha…

18

O jogo duplo de Rodrigo Comerciário…

Comerciário precisa definir de que lado está

O secretário de Relações Institucionais do governo Roseana Sarney (PMDB), Rodrigo Comerciário (PT), precisa definir de que lado está.

Ele voltou a manter relações políticas com o grupo do deputado federal Domingos Dutra (PT) e do deputado estadual Bira do Pindaré (PT).

É com Dutra que Comerciário articula a indicação do petista Joab Jeremias para a Superintendência da Pesca no Maranhão – posto hoje sob a responsabilidade do também deputado federal Cléber Verde (PV).

A atuação do secretário visa enfraquecer o vice-governador Washington Oliveira (PT), que tem outros projetos para a superintendência.

E acaba sendo uma espécie de jogo duplo de Rodrigo Comerciário.

Se enfraquece o vice, articulando com grupos anti-governo no PT, o representante do governo está enfraquecendo o próprio governo do qual faz parte.

Não há alinhamento dos dutro-petistas ao governo Roseana – o que inclui aliados de Dutra, de Bira e o próprio Joab Jeremias, todos hostis ao grupo de Roseana Sarney.

Conspirar com este pessoal, como agora faz Rodrigo Comerciário, é conspirar contra o governo.

Estando dentro do governo significa alta traição…

13

Waldir Maranhão como o filho pródigo….

Distante do governo Roseana Sarney (PMDB) desde que decidiu fazer aliança

Waldir Maranhão: o filho pródigo

com o prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), em troca de espaço para o PP na prefeitura, o deputado Waldir Maranhão estaria trabalhando sua volta ao grupo da governadora.

 Segundo apurou o blog, o parlamentar estaria forçando uma vaga em uma das diretorias do Detran.

Oficialmente, Waldir Maranhão nunca declarou rompimento com a governadora, mas demonstrou insatisfação com seu espaço no governo.

Ele perdeu a Secretaria de Ciência e Tecnologia e o comando da Univima, o que o levou aos braços castelistas.

Na prefeitura, tem o controle da inexpressiva Secretaria de Tecnologia da Informação – teoricamente equivalente ao que tinha no governo.

Mas está acossado.

Na Justiça Eleitoral não conseguiu comprovar gastos de R$ 600 mil durante a campanha eleitoral de 2010, o que pode levá-lo à perda do mandato ou, no mínimo, à inelegibilidade nas eleições de 2014.

E circula nos ambientes financeiros de São Luís, cópias de um cheque assinado por ele, de alguns milhares de reais, que seria a prova de como o tal dinheiro foi usado.

Por tudo isso, o parlamentar do PP deve estar pensando que melhor será retornar à casa antiga.

Como um filho pródigo…

10

Temporal destrói ponte em Ribamar…

Ruas de diversos bairros de Ribamar também tiveram a camada asfáltica danificada pelas fortes chuvas que continuam caindo na Grande Ilha.

 

As fortes chuvas que continuam caindo no Maranhão vêm causando, desde o início da semana, sérios problemas ao município de São José de Ribamar, localizado na Grande Ilha de São Luís. 

Na noite da última quinta-feira, por exemplo, moradores de diversos bairros da cidade sofreram com o dilúvio que se prolongou até a madrugada do dia seguinte. A chuva foi tão forte que, além de danificar a camada asfáltica de vários bairros e causar alagamentos, destruiu uma ponte localizada na Avenida Nossa Senhora da Vitória, obstruindo o tráfego de veículos.  

A referida ponte fica próxima a uma indústria de reciclagem da empresa Limpel. A Avenida Nossa Senhora da Vitória é um importante trecho de ligação de bairros como Parque Vitória, Alto do Turu e Parque Jair.

– Nunca tinha visto uma situação como esta. A força da chuva era tão forte que levou parte da ponte. Fora isso, moradores de várias ruas sofreram com alagamentos. Sinceramente, o inverno, este ano, está sendo muito rigoroso – disse o comerciante José Lima de Sousa, morador da Nossa Senhora da Vitória.

A professora Fernanda Mendes, moradora do Parque Jair, já contabilizou inúmeros prejuízos causados pelas fortes chuvas.

– Parte do asfalto da minha rua foi destruída pelas chuvas. Minha casa, toda vez que chove forte, alaga. Rezo todos os dias para que o período chuvoso acabe. Só assim teremos mais sossego.

Avaliação semelhante fez o motorista Marcelo Aragão, que reside no Parque Vitória. De acordo com ele, além dos transtornos causados aos moradores, as fortes chuvas estão prejudicando o trabalho da Prefeitura ribamarense.

– O governo municipal não tem condições de dar prosseguimento ao trabalho de pavimentação e, tão pouco, realizar operações de tapa-buraco. Infelizmente, o período chuvoso só está trazendo prejuízos para, nós, moradores de Ribamar.

Logo na manhã de sexta-feira, técnicos da Secretaria Municipal de Obras, Urbanismo e Habitação de Ribamar estiveram na avenida verificando a situação da ponte. Eles interditaram o local e o tráfego foi desviado para ruas auxiliares da Nossa Senhora da Vitória.

A Prefeitura ribamarense já está se movimentando no sentido de levar, nestes próximos dias, um engenheiro especialista em pontes para avaliar os estragos e emitir um laudo informando se a edificação pode ser reconstruída ou se será necessário construir uma nova ponte.

12

Só imagens, nada mais…

Os personagens posados para foto

A foto da reunião entre a executiva do PPS e o ex-deputado federal Flávio Dino (PCdoB) é um registro social, apenas.

É só ver os personagens posados para se ter a conclusão de que a imagem nada tem a ver com as eleições de 2012.

Nela estão o presidente do PPS, Paulo Matos – que negocia nos bastidores a ida do PPS para o governo João Castelo (PSDB) – e o suplente de vereador Batista Matos, castelista de quatro-costados.

Matos, o Paulo, já conseguiu emplacar o aliado Othelino Neto e a ex-vice de Flávio Dino, Miosótis Lúcio, na administração castelista. Matos, o Batista, sonha ter de Castelo as garantias para voltar a atuar na Câmara Municipal.

A deputada estadual Eliziane Gama sabe disso. O ex-deputado Flávio Dino também.

Elziane ainda acredita que uma intervenção do diretório nacional a transformará em candidata do PPS a prefeita de São Luís. Outro personagem da foto, Márcio Jerry (PCdoB) também acredita na união das esquerdas para enfrentar Castelo.

Flávio Dino quer distância da sucessão municipal e estimula a deputada a manter sua candidatura como alternativa de seu projeto pessoal. A declaração dele diz tudo:

– Acreditamos que 2012 faz parte do projeto político para fortalecer e consolidar 2014 – pensa o ex-parlamentar.

Na foto também está o deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB), recentemente assediado por Castelo para abrir vaga na Assembléia Legislativa ao mesmo Othelino Neto levado por Paulo Matos à prefeitura.

A imagem do encontro entre Eliziane Gama e Flávio Dino é, portanto,  apenas o que aparenta.

Só imagem, nada mais…