2

“Adiamento do ENEM é vitória do movimento estudantil”, afirma Zé Inácio

Parlamentar que cobrou em diversas ações o adiamento do exame a mobilização de alunos e pais de alunos criou uma pressão popular no Ministério da Educação e da classe política para alterar o calendário, diante da pandemia de coronavírus

 

Zé Inácio comemorou a vitória dos estudantes com a decisão do MEC de adiar as provas do ENEM 2020

O Deputado Zé Inácio (PT) destacou a decisão do Ministério da Educação na última quarta-feira, 20, que resolveu adiar o ENEM por 30 a 60 dias.

Na visão do parlamentar, o adiamento do ENEM é uma conquista dos estudantes e do movimento estudantil.

“O adiamento do ENEM pelo MEC é uma vitória dos estudantes e do movimento estudantil organizado através da UBES, UNE, grêmios estudantis e outras organizações em todo Brasil”, afirmou.

Para Zé Inácio, a mobilização dos estudantes foi fundamental para que o Exame fosse adiado, já que o MEC estava disposto a realizá-lo ignorando a pandemia e suas consequências na educação brasileira.

“Estudantes maranhenses e de todo o Brasil mobilizaram-se, pressionaram a classe política e obtiveram uma grande vitória com o adiamento do ENEM, decisão mais sensata e justa diante do cenário de pandemia que vivemos atualmente”, disse.

O deputado destaca também a atuação do seu mandato com a luta dos estudantes.

Zé Inácio é autor de requerimento na Assembleia Legislativa do Maranhão que solicitou ao MEC e ao Congresso Nacional o imediato adiamento do ENEM e fez uma importante defesa do movimento ‘#AdiaEnem’ em suas redes sociais em conjunto com as organizações estudantis, como a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e a União Nacional dos Estudantes (UNE).