0

Fábio Braga prega atração de investimentos para região produtora de grãos

Em sessão plenária da Assembleia Legislativa, parlamentar destacou a importância de ter uma política de incentivos que faça com que a população se mantenha produzindo e garantindo riqueza e renda para o estado

 

O deputado Fábio Braga (Solidariedade) informou em sessão da Assembleia Legislativa que está conversando com o secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, sobre o crescimento da produção de grãos atrair mais investimentos para o Maranhão.

Ao lembrar que o estado tem se destacado no aumento da produção entre os membros do Matopiba (área formada pelos estados do Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia) – mas não recebe a infraestrutura necessária – Braga ressaltou que esse aumento deveria atrair investimentos.

– Ninguém produz numa área em que não se pode trazer empresas para beneficiar aquela produção – salientou.

Fábio Braga lembrou que boa parte dessa produção é escoada pelo Porto do Itaqui, mas enfrenta dificuldades imensas que precisam ser discutidas.

Ele citou a questão das estradas precárias e a pouca serventia das ferrovias Transnordestina, da Vale e Norte-Sul.

– Nós temos que discutir, nesta Casa, como vamos gerenciar essa produção cada vez mais crescente de grãos – defendeu.

0

“Plano Agronordeste é de extrema importância”, destaca Juscelino Filho

Foi lançado nesta terça-feira (1º), em Brasília (DF), o AgroNordeste – plano de ação para impulsionar o desenvolvimento econômico, social e sustentável da área rural da região. O programa foi anunciado pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, em cerimônia no Palácio do Planalto, com a participação do presidente Jair Bolsonaro e de diversas outras autoridades.

O deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA), coordenador da bancada do Maranhão no Congresso Nacional, acompanhou o evento.

“A ministra Tereza está de parabéns, o assessor Danilo Forte e toda a equipe. É um programa de extrema importância para a toda região, onde o meio rural necessita de apoio do poder público. No Maranhão, a região que será atendida no primeiro passo será a do Médio Mearim, na qual tenho representatividade, e vamos levar em breve o anúncio lá”, discursou.

As cidades do Médio Mearim contempladas são Bacabal, Bernardo do Mearim, Bom Lugar, Esperantinópolis, Igarapé Grande, Lago do Junco, Lago dos Rodrigues, Lago Verde, Lima Campos, Olho d’Água das Cunhãs, Pedreiras, Pio XII, Poção das Pedras, Santo Antônio dos Lopes, São Luís Gonzaga do Maranhão, São Mateus do Maranhão, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto, Satubinha e Trizidela do Vale.

 

Na cerimônia de lançamento, Tereza Cristina destacou que o AgroNordeste vai ajudar a diminuir as diferenças regionais.

“O Nordeste produz hoje mais que o Centro-Oeste e o Sudeste e vai produzir cada vez mais e melhor, com tecnologia e apoio para o pequeno, que precisa de políticas públicas. Hoje estamos plantando esse projeto, que tenho certeza será exitoso, porque fará com que o produtor do Nordeste receba na veia, e não através de projetos onde os recursos a ele destinados ficavam no meio do caminho”, disse.

0

César Pires conhece potencialidades do Tegram…

César Pires entre os representantes do setor agrícola

O deputado César Pires (PEN) participou, como representante da Assembleia Legislativa, da visita de dirigentes da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) ao Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram), no Porto do Itaqui.

A iniciativa teve a intenção de mostrar aos dirigentes dessas instituições as potencialidades do agronegócio no Maranhão, que deve escoar cerca de 8 milhões de toneladas de grãos até o fim deste ano pelo Tegram.

– As instituições que atuam no agronegócio estão interessadas em projetar grandes ações para o ano de 2017 no Maranhão. E a Assembleia Legislativa precisa estar presente e dar a sua contribuição nesse processo – concluiu César Pires.

Da visita também participaram o presidente da CNA, João Martins Júnior; o secretário executivo do Senar, Daniel Carrara, e o superintendente estadual do órgão, Antônio Luis Batista Figueiredo; e o presidente da Federação dos Agricultores e Pecuaristas do Maranhão (Faema), Raimundo Coelho; além de presidentes das federações do Nordeste e outros integrantes da Diretoria-Executiva da CNA e do SENAR-MA.

 

3

Hildo Rocha conclui relatório do agronegócio…

Hildo Rocha tem importante missão na Câmara Fderal

Hildo Rocha tem importante missão na Câmara Fderal

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB) informou a conclusão do Relatório do Livro do Agronegócio, tema que irá compor o novo Código Comercial brasileiro.

O parlamentar enfatizou que o parecer foi elaborado após ampla discussão com representantes desse importante segmento econômico do país.

– Por se tratar de um tema novo, complexo e relevante, o relatório foi elaborado com extraordinária dedicação – afirmou.

Segundo o relator, a estrutura do livro é composta de três capítulos: o primeiro voltado à definição dos conceitos fundamentais do direito do agronegócio; o segundo aborda os contratos do agronegócio; e, finalmente, o último, é dedicado aos títulos do agronegócio.

Hildo Rocha disse que a ideia é rever os comandos legais hoje existentes no Código Civil; examinar outras leis esparsas; e delinear princípios aplicáveis entre empresários.

– Trabalhamos com a definição de agronegócio como uma cadeia integrada de operações estruturadas que liga contratualmente empresários cuja atividade consiste na produção ou comercialização de bens agrícolas; pecuários; de reflorestamento, ou pesca; bem como fornecimento de insumos, financiamentos ou logística – esclareceu.

A proposta do novo Código Comercial tramita na Comissão Especial criada na Câmara para debater o assunto.

O relatório do deputado Hildo Rocha deverá ser apresentado na próxima semana.