4

De como Flávio Dino enganou os maranhenses sobre gastos com jatinhos…

Comunista considerou desnecessários os alugueis de aviões e helicópteros e chegou a afirmar no twitter que o dinheiro gasto propiciaria “melhor transporte aos pacientes graves”; quatro anos depois – e R$ 17,7 milhões gastos com aeronaves – pacientes morrem por falta de tratamento digno em suas cidades

 

MENTIRA. Flávio Dino em avião com eleitor. Promessas nunca cumpridas e gastos milionários com jatinhos

No dia 26 de janeiro de 2015, menos de um mês depois de tomar posse como governador do Maranhão, o comunista Flávio Dino foi à Brasília em um avião de carreira, ao lado de um cidadão que se impressionou com sua presença.

O comunista explicou ao jovem eleitor que optou por um voo de carreira por que, se optasse por um jatinho “estaria gastando R$ 49 mil só nesta viagem”.

Flávio Dino simplesmente mentiu ao cidadão.

Ele estava num voo de carreira porque, àquela época, ainda não havia efetivado o contrato com a empresa que presta serviços de locação de aeronaves ao governo (aviões e helicópteros).

ERA PRA SER ASSIM. Quando candidato, o comunista passava o dia no twitter prometendo acabar com os jatinhos; mais uma mentira aos maranhenses

Antes disso, ainda em 2013, ainda candidato, o comunista chegou a ensinar, no twitter, como deveria ser usado o dinheiro gasto com jatinhos.

“com os vários helicópteros e aviões alugados pelo governo do Estado, daria para propiciar um transporte eficiente e digno para pacientes graves que atualmente sofrem em ambulâncias nas estradas maranhenses”, pregou ele. (Veja o print)

Quatro anos depois, Flávio Dino já gastou nada menos que R$ 17,7 milhões com jatinhos e helicópteros.

Foram R$ 2,5 milhões em 2015;

Outros R$ 6,8 milhões em 2016;

Mais R$ 5 milhões em 2017;

E até agora R$ 3,4 milhões em 2018.

ATÉ NA ELEIÇÃO. Flávio Dino em mais uma de suas inúmeras viagens com jatinhos alugados

Enquanto isso, pacientes graves para quem o comunista prometeu “transporte eficiente e digno” continuam a morrer na porta de hospitais ou em ambulâncias nas estradas maranhenses. (Relembre aqui)

Flávio Dino, portanto, enganou o povo maranhense com mais esta promessa de campanha.

Como enganou em vários outros aspectos…

11

Em tempos de crise, Flávio Dino gasta quase R$ 7 milhões com jatinhos…

Governador comunista não abre mão das aeronaves utilizadas por ele e por secretários, mas utiliza-se da crise econômica para aumentar impostos e fazer o maranhense pagar a conta

 

Flávio Dino e sua frase demagógica logo no início do seu governo

O governador Flávio Dino (PCdoB) pagou nada menos que R$ 6.816.882,29 à empresa Heringer Taxi Aéreo, por alugueis de jatinhos usados por ele e por seus secretários.

Só no dia 20 de dezembro foram R$ 639.417,00, como revelou em primeira mão o blog de Gilberto Léda. (Leia aqui)

Uma das justificativas do comunista para aumentar o imposto de energia elétrica, combustíveis e vários produtos foi a crise econômica. Mas o mesmo comunista se recusa a reduzir gastos desnecessários de seu governo para enfrentar a crise.

Flávio Dino recusa-se a abrir mão dos jatinhos, que levam milhões do Maranhão.

Curiosamente, entre os meses de outubro e novembro – auge das eleições municipais – foi o período de maior gasto do governo comunista com aeronaves, totalizando mais de R$ 1 milhão.

E a população maranhense é quem vai pagar a conta deste mimo ao governador…

3

Andrea Murad volta a criticar farra dos aluguéis no governo Flávio Dino…

Andrea vai retomar o assunto dos aluguéis do governo Dino

Andrea vai retomar o assunto dos aluguéis do governo Dino

A deputada Andrea Murad (PMDB) voltou a falar sobre a farra dos aluguéis no atual governo e trouxe à tona relatos do primeiro dia de trabalho na nova sede da Vigilância Sanitária, alugada pela Secretaria de Estado da Saúde no preço exorbitante de R$ 135 mil por mês.

De acordo com a parlamentar, funcionários do órgão já relataram que a SES pretende alugar mais um espaço, apenas para estacionar os veículos do órgão.

 – O primeiro dia de trabalho, conforme eu já havia dito, não conseguiu acomodar toda a vigilância sanitária. Há mais de um mês, disse que aquele prédio não tem capacidade para suportar toda a estrutura dos órgãos que a Secretaria quer colocar lá. Escolheram alugar um prédio em uma avenida nobre de São Luís, sabe-se lá por qual razão. Mas não satisfeitos com o prédio alugado com dispensa de licitação pelo valor absurdo de R$ 135 mil reais por mês, eles querem alugar outro imóvel só para estacionamento. No pronunciamento que fiz sobre essa denúncia, listei a quantidade de carros e de tudo o que tinha na Vigilância Sanitária e disse que não caberia nesse prédio da Holandeses – discursou a parlamentar.

Andrea Murad explicou ainda que só a Vigilâcia Sanitária do Estado do Maranhão tem de veículos oficiais mais de 50 caminhonetes, 40 carros pequenos, três caminhões frigoríficos para vacinas, sequer cabem dentro do novo prédio, 1 micro-ônibus, 1 van e cerca de 70 carros de funcionários.

Ela disse ainda que o antigo prédio da vigilância no bairro da Alemanha custava apenas R$ 30 mil. Diante dos fatos, a deputada anunciou que entrará com o pedido de nulidade do contrato de aluguel.

– Eu duvido que nessa crise toda que o país está vivendo, as pessoas que olham uma imoralidade como essa acham normal um governador, que criticou tanto um aluguel de R$ 30 mil para pacientes com câncer, hoje alugar um prédio para um órgão de saúde por R$ 135 mil. E agora quer alugar mais um espaço para estacionamento, para simplesmente enriquecer os seus – disse Andrea Murad.