1

Ambev explica entrega de ambulâncias para o Governo do Estado…

Cervejaria diz que os veículos nada tem a ver com benefícios fiscais dados à cerveja Magnífica e foram entregues como “quitação de obrigações contraídas pela empresa no âmbito de um programa de incentivo à indústria no Maranhão”

 

AS AMBULÂNCIAS “DOADAS” PELA AMBEV, AINDA COM A INSCRIÇÃO DA EMPRESA durante entrega pelo governador Flávio Dino

A Cervejaria Ambev detalhou ao blog Marco Aurélio D’Eça a contrapartida de 10 ambulâncias ao Governo do Estado, que as distribuiu há várias prefeituras maranhenses.

Segundo a empresa, as ambulâncias nada têm a ver com a cerveja Magnífica, que recebe benefícios fiscais por ser produzida com mandioca extraída no Maranhão.

– As ambulâncias foram entregues pela Ambev como quitação de obrigações contraídas pela empresa no âmbito de um programa de incentivo a indústria do Maranhão – explicou a assessoria de Comunicação da Ambev nacional, em nota encaminhada ao blog. (Saiba mais aqui)

Essas contrapartidas, segundo a nota, foram dadas por outras empresas, seja por meio de entrega de ambulância ou pinturas de escolas e prédios públicos.

A Nota da Ambev também explica a retirada da logo da empresas das ambulâncias. (Entenda aqui)

 – A logo foi colocada apenas para a cerimônia de entrega pela organização do evento – disse o documento.

0

Andreia Martins Rezende entrega ambulância a Riachão

Deputada participou de solenidade no Palácio dos Leões, onde foram distribuídas 10 ambulâncias doadas pela Cervejaria Ambev

 

Na manhã de terça-feira, 1º, a deputada Andreia Martins Rezende (DEM), participou ao lado do deputado Fernando Pessoa (SOLIDARIEDADE), de uma solenidade no Palácio dos Leões, que entregou 10 ambulâncias a municípios maranhenses.

Com a presença do governador Flávio Dino (PCdoB), do secretário Simplício Araújo – SEINC e diversas autoridades, a ação foi realizada pelo Governo do Estado, por meio da SEINC, em parceria de contrapartida social com a empresa AMBEV.  

Na oportunidade, uma das ambulâncias foi entregue à saúde da cidade de Riachão, que inclusive, já havia sido solicitada pela deputada Andreia e pelo deputado Fernando, por meio de indicação protocolada na Assembleia Legislativa. 

“É uma enorme satisfação estar presente nesta solenidade e por entregar essa ambulância às mãos desse prefeito forte, que é o Joab. Satisfação maior ainda em saber que a população de Riachão, uma das cidades que me abraçaram durante a campanha, é quem vai ser beneficiada com a melhoria na assistência a saúde”, destacou a deputada.

Da assessoria

2

Homem esconde marca da Ambev em ambulâncias doadas ao governo…

Cidadão flagrado em vídeo na Praça Pedro II aparece escondendo a logo da cervejaria, que distribuiu as ambulâncias como compensação à redução de impostos dados à cerveja Magnífica, supostamente fabricada no Maranhão

 

Um homem usando camiseta azul clara foi flagrado por um transeunte, nesta terça-feira, 1º, escondendo com adesivos a marca da Cervejaria Ambev em ambulâncias que seriam entregues pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

As ambulâncias foram distribuídas pela empresa como uma contrapartida à redução de impostos oferecida pelo governo maranhense à cerveja Magnífica. (Entenda aqui)

O homem que grava a cena, na Praça Pedro II, diz que o homem já havia coberto de várias outras ambulâncias. No total, seriam distribuídas 10.

– Olha aí, ó, o melhor governador do Maranhão, ó: recebeu umas ambulâncias doadas pela Ambev e o funcionário do governo está cobrindo a marca da Ambev – diz o responsável pela filmagem.

Apesar de o locutor falar em “funcionário do estado”, não há informação se o homem trabalha ou ão para o Palácio dos Leões.

As ambulâncias seriam entregues nesta terça-feira, em solenidade presidida por Flávio Dino…

0

Ambev doa ambulâncias como contrapartida por imposto menor da Magnífica

Criticada no estado tanto com relação à origem da cerveja Magnífica quanto por causa da redução dos benefícios fiscais em comparação com as concorrentes, empresa entrega veículos a municípios e hospitais do interior

 

ANÚNCIO DAS AMBULÂNCIAS FEITO PELO GOVERNO DO ESTADO; contrapartida da Ambev em meio á polêmica dos benefícios fiscais

O governador Flávio Dino (PCdoB) deve entregar nesta terça-feira, 1º, um lote de 10 ambulâncias para serem usadas em hospitais estaduais no interior e também doadas a prefeituras.

Os veículos foram doados pela fabricante de cervejas Ambev, como contrapartida ao estado.

A Ambev vem sendo criticada duramente pela origem mal explicada da sua cerveja Magnífica, que ela anuncia como maranhense, mesmo com a mandioca usada na fermentação sendo processada em Pernambuco. (Relembre aqui e aqui)

Na semana passada nova polêmica envolveu a cervejaria, desta vez pelo desconto de imposto dado à Magnífica, em detrimento de outras fabricantes de cervejas no estado. (Entenda aqui)

A polêmica levou a um bate boca público entre o senador Roberto Rocha (PSDB) e o secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo.

Nesta segunda-feira, 30, a secretaria divulgou a contrapartida das ambulâncias…

0

“Apenas o processamento de mandioca” da Magnífica não ocorre no Maranhão, diz Ambev…

Em Nota encaminhada ao blog Marco Aurélio D’Eça, cervejaria informa que seu produto local “foi pensado e desenvolvido levando em conta o gosto do consumidor maranhense, com uma receita única para o Maranhão, onde é vendida de forma exclusiva”

 

MAGNIFICA E SUAS IRMÃS DE MANDIOCA DA AMBEV; insumo maranhense vai e volta de Pernambuco, num processo oneroso para produção da cerveja barata

Em nota encaminhada ao blog Marco Aurélio D’Eça, a cervejaria Ambev tenta contestar o post “A farsa da ‘cerveja maranhense’ da Ambev…”

No documento, a empresa garante que a Magnífica utiliza em seu processo de produção “mandioca produzida apenas em solo maranhense, plantada no interior do estado, via agricultura familiar, gerando trabalho e renda localmente”.

– A fabricação da cerveja também ocorre no Maranhão, na cervejaria Equatorial, que fica na região de São Luís – diz a nota.

A Ambev, no entanto, reconhece que o processamento industrial da mandioca “é realizado em outro local”, “pelo fato de ainda não haver uma fecularia no estado”.

Neste caso específico, a Ambev maranhense acaba por revelar um processo distinto da cultura dos próprios controladores da empresa – o grupo 3G Capital – que trabalha exatamente em processos radicais de cortes de custos.

Imagine os gastos com Extração de mandioca no Maranhão, transporte para a fecularia em Pernambuco e depois o transporte de volta para o Maranhão?!?

O que diria o lendário Jorge Paulo Lemman, conhecido pelo corte radical de custos de produção de suas empresas?!?

O blog Marco Aurélio D’Eça fez este questionamento à assessoria da cervejaria, mas não recebeu resposta até o fechamento deste post.

De qualquer forma, abaixo, a nota da Ambev sobre a Magnifica:

A Cervejaria Ambev esclarece que as receitas de suas cervejas regionais são diferentes. Inclusive, cada uma delas foi premiada de forma diferente nos testes cegos da maior premiação de cerveja do mundo, o World Beer Awards.

A Magnífica, especificamente, foi pensada e desenvolvida levando em conta o gosto do consumidor maranhense, com uma receita única para o Maranhão, onde é vendida de forma exclusiva.

m seu processo de produção, a Magnífica utiliza mandioca produzida apenas em solo maranhense, plantada no interior do estado, via agricultura familiar, gerando trabalho e renda localmente. A fabricação da cerveja também ocorre no Maranhão, na cervejaria Equatorial, que fica na região de São Luís.

Apenas o processamento industrial da mandioca, pelo fato de ainda não haver uma fecularia no estado, é realizado em outro local, como dito no lançamento.

13

A farsa da “cerveja maranhense” da Ambev…

Além de ser produzida em outro estado, produto supostamente local – anunciado assim por ter mandioca na composição – trata-se apenas da reprodução da mesma fórmula já usada em Pernambuco e Ceará

 

CERVEJA DE MANDIOCA DA AMBEV: mesmo produto, produzido em Pernambuco, é rotulado com nomes diferentes, dependendo do “estado de origem”

A Cervejaria Ambev lançou com estardalhaço, há alguns meses, a cerveja Magnífica, supostamente produzida genuinamente no Maranhão.

Era uma tentativa de fazer frente às cervejas mais populares e baratas, para alcançar consumidores distantes dos sabores puro malte, que vêm ganhando força em todo o país. (Entenda aqui e aqui)

Mas é enganosa a propaganda da Ambev para a Magnífica.

Além de ser produzida em Pernambuco – e não no Maranhão, como faz pensar a propaganda – a Magnífica é, na verdade, apenas a reprodução de uma fórmula igual, já produzida no próprio estado de Pernambuco e no Ceará.

Nos dois estados a cerveja de mandioca é vendida com os nomes de “Nossa” e “Legítima”, respectivamente.

Mas trata-se da mesma cerveja, vendida no Maranhão com o rótulo “Magnífica”

O que a Ambev usa do Maranhão é apenas a mandioca, comprada de produtores locais e levada para pernambuco, onde se junta à produção de vários outros estados para produzir a mesma cerveja, que usa um nome em cada estado.

E é esta a história da suposta cerveja “genuinamente maranhense”…

1

Cerveja Magnífica terá 29 toneladas de mandioca plantadas em Santa Rita…

Por incentivo da Prefeitura Municipal, produtores puderam plantar e colher o produto que serve de base para a cerveja da Ambev, produzida em Recife (PE)

OS PRODUTORES DE MANDIOCA DE SANTA RITA FORAM ESTIMULADOS PELO PREFEITO HILTON GONÇALO, articulador do contrato com a Ambev

O prefeito Hilton Gonçalo acompanhado de agricultores de Santa Rita realizaram o embarque de 29 toneladas de mandioca para a fecularia da Ambev na cidade de Araripina para produção da cerveja Magnífica.

A produção agrícola foi resultado de um incentivo da Prefeitura de Santa Rita aos pequenos e médios produtores do município. No total 33 famílias foram contempladas com a produção e venda da mandioca.

Vendida de acordo com o preço estabelecido pela Conab, todo valor arrecadado com as 29 toneladas foi repassado integralmente aos produtores agrícolas do município.

“Hoje é um dia muito importante. 29 mil quilos de mandioca estão sendo exportados para produção de uma cerveja legitimamente maranhense. O próximo passo é o estabelecimento de uma fecularia em nosso estado”, declarou Hilton Gonçalo.

O prefeito de Santa Rita vem atuando junto à Fiema, Sebrae e outras entidades para que possa ser estabelecida uma fecularia no Maranhão para produção da cerveja Magnífica, o que traria mais benefícios ao estado, assim como geraria emprego e renda.

0

Ambev vai comprar 50 mil quilos de mandioca de produtores de Santa Rita

A Prefeitura de Santa Rita, através da Secretaria Municipal de Agricultura e do programa Santa Rita produtiva, firmou uma parceria com a AMBEV, fabricante da cerveja Magnífica e o município passará agora a fornecer a matéria-prima para a produção da bebida alcóolica. De acordo com o prefeito Hilton Gonçalo, já está programada a aquisição de 50 mil quilos de mandioca dos produtores do municipio.

A AMBEV, está buscando mandioca de qualidade proveniente da agricultura famíliar, apostando no micro empreendedor. O produto agrícola deve ser legitimamente maranhense e a ideia é que essa produção gere emprego e renda no estado.

Cada tonelada de mandioca será adquirida por R$534, ou seja, o valor total dessa primeira remessa será de R$26700, o valor é repassado integralmente aos produtores.

“Com essa parceria firmada, Santa Rita agora também irá nos fornecer Mandioca de qualidade, para que possamos continuar fabricando uma cervreja de qualidade e espalhando por todo o Brasil um pouco do gostinho maranhense. O prefeito Hilton Gonçalo e o Secretário Berré, demonstraram bastante interesse e isso é bom para o município, para o agricultor e para nós da AMBEV”, destacou Vitor Monteiro, representante da AMBEV.

O secretário Berré, falou que parcerias como essas só são possíveis, quando se tem interesse por parte da administração municipal e que o prefeito Hilton Gonçalo, não mede esforços quando o assunto é investir no micro e pequeno empreendedor e isso com certeza irá ajudar os agricultores economicamente

0

Prefeito Hilton Gonçalo discute a produção de mandioca com a AMBEV

O prefeito Hilton Gonçalo participou na última quinta-feira (14), de uma reunião com representante da AMBEV e membros da Federação da Agricultura e Pecuária do Maranhão, para discutir o aumento do plantio da mandioca que serve como matéria-prima para a produção da cerveja Magnífica.

Hilton Gonçalo acredita que o potencial agrícola do Maranhão, especialmente do município de Santa Rita, no plantio de mandioca deve ser melhor aproveitado pela AMBEV, que atualmente compra o produto agrícola, mas envia para Pernambuco para transformá-lo em fécula e aí sim ocorrer a produção da cerveja.

O prefeito de Santa Rita inclusive sugeriu que possa ser discutida a construção de uma fecularia no Maranhão, afinal assim existiria geração de emprego e renda no estado, além de deixar o custo da produção da Magnífica mais barato.

Atualmente a Ambev está produzindo duas cervejas à base de mandioca, a Magnífica no Maranhão e a Nossa em Pernambuco, ambas são vendidas de forma exclusiva somente nos dois estados.

Durante a reunião que contou com a participação do presidente da FAEMA e do Sebrae, Raimundo Coelho, assim como do vice-presidente do Sebrae, Celso Gonçalo, foi abordado o assunto da distribuição da cerveja que ainda não está presente nos grandes supermercados do Maranhão.

O representante da AMBEV explicou que isso decorre por conta da produção, que ainda não atende toda a demanda. Diante desse fato, mais uma vez foi sugerida a ampliação e o incentivo à produção da mandioca no estado.

Hilton Gonçalo é um incentivador do desenvolvimento agrícola de Santa Rita, e por isso ele defende que a mandioca não deve ser usada apenas para a produção de farinha.

“Acabou aquela história que Santa Rita era conhecida por ser a terra da farinha, hoje nós produzimos muito mais, claro que mantemos a tradição da nossa deliciosa farinha, mas atualmente somos produtores de outras culturas agrícolas, assim como temos um grande potencial na piscicultura”, declarou.