0

Liderança de Assis Ramos desespeera oposição…

Incomodados com a pesquisa Escutec que mostrou o prefeito de Imperatriz à frente da disputa, adversários contratam blogs de São Luís para fazer acusações falsas sobre gastos com transporte-escolar

 

Líder nas pesquisas de intenção de votos, Assis Ramos passou a sofrer ataques dos adversários

Com o resultado das pesquisas eleitorais em Imperatriz, bateu o desespero no consórcio de candidatos da oposição ao prefeito Assis Ramos (DEM). Como se fosse pouco a saraivada de ataques que o líder das pesquisas vem sofrendo nas redes sociais e até no Horário Eleitoral gratuito por parte de seus concorrentes, agora contrataram blogs de São Luís para criar factoides com uma denúncia sem pé nem cabeça de que o município teria gasto recursos irregularmente com transporte escolar durante a pandemia.

Num texto em que inclusive cita erroneamente a empresa Rio Anil Transportes, afirmando que esta recebeu valores pagos em transporte escolar blogueiros  cometem barrigada. Antes mesmo da Prefeitura se pronunciar a empresa lançou uma nota informando que presta serviço de transporte coletivo de passageiros, e não transporte escolar.

“O contrato exposto é referente à compra de vale-transporte dos servidores públicos do município da área da educação e também de créditos eletrônicos dos alunos da rede pública, assim como de servidores da Saúde e dos demais setores do município. Este valor (créditos estudantis) não foram adquiridos desde abril de 2020, justamente pelo fato das aulas estarem suspensas”, informa a empresa.

Esclarece a empresa e a Prefeitura que contratos como este existem nos principais municípios brasileiros que possuem transporte regular de passageiros, incluindo-se Brasília, todas as 26 capitais estaduais e outros municípios que possuam sistema regular de transporte público de passageiros.

“O benefício do vale-transporte existe desde 1985 (Lei 7.418) e é um dos alicerces que mantém em funcionamento o transporte público (que é de natureza essencial) no Brasil desde então”, diz a RATRANS.

Sobre o fato tão estranho para oposição e explorado por blogueiros de que os contratos com Transporte Escolar permanecem durante a pandemia, mesmo os alunos não tendo que serem transportados às escolas, a Prefeitura, através da Secretaria de Educação, SEMED, esclarece os seguintes pontos:

1 – O plenário do STF em análise da medida provisória 927/2020, julgou procedente medidas econômicas adotadas pelos entes públicos no sentido da manutenção da saúde financeira dos empregados e das micro e pequenas empresas, de forma a auxiliar que mitigue os efeitos da grave crise e o caos econômico e social;

2 – Em nível de estado e município, a cada 15 dias o governo revisa a possibilidade do retorno inclusive com consulta pública junto à comunidade educacional (Pais, professores e alunos);

3 – MEC e FNDE em nenhum momento sinalizaram com orientação no sentido do cancelamento do ano letivo 2020;

4 – O FNDE até o presente momento mantém o envio mensal regular dos recursos para manutenção da merenda escolar, transporte e toda manutenção normal do sistema de ensino;

5 – Os contratos públicos para manutenção do sistema de ensino do município, tais como prédios, professores contratados, vigilância, manutenção em geral, sempre estiveram a postos para retornar as atividades a qualquer momento, tendo em vista as suspensões serem a cada 15 dias por parte do estado e município.

Finalmente, a Secretaria de Educação de Imperatriz possui uma frota de 38 veículos (locados e próprio) entre ônibus, vans, caminhões, camionetas e veículos de pequeno porte;

– são 11 ônibus para transporte de alunos, sendo 8 alugados com motoristas e 3 de propriedade do município

– são utilizados 16 monitores para acompanhamento desses alunos.

Durante a pandemia, a secretaria vem utilizando toda a frota, exceto ônibus, para assistência às 147 escolas e creches, para: distribuição de merenda escolar, distribuição de material didático para os alunos, distribuição de material de expediente e limpeza as escolas, distribuição de mobiliário, acompanhamento e fiscalização das escolas e creches reformadas com recurso do FUNDEF, como também, assistência aos Conselhos ligados ao Sistema Municipal de Ensino (FUNDEB, Conselho de Alimentação Escolar; e outros Conselhos de apoio ao aluno).

E mais: a fonte de recursos para pagamento dos transportes são: a) Programa Nacional de Transporte Escolar – PNATE; b) Salário Educação; c) MDE; d) FUNDEB.

“No Brasil inteiro, inclusive nas capitais, como São Luís os contratos com transporte escolar permanecem, assim como os benefícios dos servidores. como é o caso do Vale-Transporte, salários, gratificações e verbas trabalhistas, tudo em razão da política de mitigação dos efeitos econômicos da pandemia e, também, porque não se sabe ainda quando voltaremos as aulas presencias nas escolas da rede municipal”, informou o secretário de Educação José Antônio Pereira.

1

Favorito absoluto, Eduardo Braide ignora provocações de adversários

A exceção de Neto Evangelista, Bira do Pindaré e Carlos Madeira – que também apostam em vaga no segundo turno – candidatos da base de Flávio Dino tentam chamar atenção do deputado que lidera as pesquisas, mas ele prefere continuar dialogando diretamente com a população

 

Avesso ao bate-boca público, Eduardo Braide segue líder nas pesquisas ignorando adversários e com chances de vencer em primeiro turno

O consórcio de candidatos do governo Flávio Dino na disputa pela Prefeitura de São Luís disputa renhidamente entre si uma vaga no segundo turno das eleições de novembro.

Para isso, tentam se destacar polarizando o debate com o favorito na disputa, deputado federal Eduardo Braide (Podemos), que lidera todas as pesquisas, com amplas chances de vencer em primeiro turno.

Já tentaram chamar a atenção de Braide os candidatos Dr. Yglésio (Pros) e Duarte Júnior (Republicanos), ambos ignorados pelo adversário.

Agora, Jeisael Marx (Rede) e o principal candidato do Palácio dos Leões, Rubens Júnior (PCdoB), também tentam fazer-se notar pelo líder nas pesquisas.

E Braide os ignora solenemente. (Entenda aqui)

Dos adversários de Braide, apenas Neto Evangelista (DEM), Carlos Madeira (Solidariedade) e Bira do Pindaré (PSB) – todos com chances reais de ir ao segundo turno – fazem campanha propositiva, discutindo os problemas de São Luís, ignorando o primeiro colocado na disputa. 

Perfil de distanciamento

Dr. Yglésio foi o primeiro a tentar polarizar com Braide; o máximo que conseguiu foi um cumprimento formal e a derrota em um primeiro processo judicial

Eleito deputado estadual em 2010, Eduardo Braide tem uma postura característica que diverge da maior parte da cultura política impregnada no Maranhão.

Auto-isolado, ele é avesso ao toma-lá-dá-cá característico das negociatas que envolvem o meio, e resiste a ser tutelado por grupos ou supostas lideranças.

Este perfil influenciou para o bem e para o mal em 2016, quando saiu de 2% nas intenções de votos para a quase-vitória em segundo turno, como foi estimado pelo blog Marco Aurélio D’Eça em um post ainda em maio daquele ano, intitulado “O Fator Eduardo Braide…”.

De lá para cá, o candidato vem mantendo a mesma postura, tanto em relação a políticos quanto à imprensa; calado e distante, prefere responder às provocações pelo caminho do Direito, com ações judiciais contra o que considera ataques.

O parlamentar só deverá estar mais “vulnerável” nos debates que devem ocorrer durante a campanha – se a pandemia permitir.

Mas, neste caso, terá também o trunfo do bate-rebate ao vivo, o mesmo que o levou ao segundo turno de 2016.

E neste caso, a história pode se repetir; basta aos que tentam se fazer notar por ele se enervar a ponto de perder as estribeiras na primeira oportunidade cara-cara.

Aí se repetirá o efeito 2016; mas agora favorecendo a decisão em primeiro turno.

Simples assim…

1

Comunistas partem pra cima de Maura tentando impedir o segundo turno…

Candidata ligada ao presidenciável Jair Bolsonaro começa a experimentar crescimento nas pesquisas e desperta a ira dos aliados de Flávio Dino na imprensa; os ataques, assim como toda a dinâmica da política do Palácio dos Leões, é forçar a vitória em primeiro turno

 

Fortalecida com a aliança bolsonarista, Maura Jorge incomoda Flávio Dino e passa a ser alvo de ataques comunistas

De uma hora para outra, a turba midiática que serve ao Palácio dos Leões passou a ter como alvo a candidata do PSL, Maura Jorge.

Os comunistas já vinham usando a tática dos ataques sistemáticos a Roseana Sarney – como se fossem eles a oposição – mas agora atacam em duas frentes.

Motivo: Maura Jorge apresenta tendência de crescimento, surfando na onda pró-Bolsonaro, que chegou também ao Maranhão.

A candidata tem bom desempenho em entrevistas, é corajosa, parte pra cima e denuncia tanto os governos sarneysistas quanto o próprio Flávio Dino, o que a faz crescer.

Com Roseana e Maura em níveis de intenção de votos consistentes, o comunista vê escapar pelas mãos o sonho de vencer em primeiro turno.

Por isso a ordem é atacar a ex-prefeita de qualquer jeito…

0

Alexandre ataca também Weverton, que reage: “também sei bater”…

Candidato a senador pelo PSDB diz que adversário do PDT responde a processos de corrupção; pedetista vê pessoas por trás do tucano e diz que tem a militância pedetista para falar por ele

 

O deputado estadual Alexandre Almeida, candidato a senador pelo PSDB, voltou hoje à carga contra mais um adversário.

Ele distribuiu inserção de TV em que ataca duramente o adversário do PDT, deputado federal Weverton Rocha.

Na inserção, Alexandre alerta que o pedetista responde a processos por suposta corrupção e volta a falar sobre o velho Maranhão. (Veja o vídeo acima)

Na segunda-feira, o candidato do PSDB já havia detonado o senador Edison Lobão, lembrando que “o emedebista quer mais oito anos para completar 40 anos no Senado”. (Relembre aqui)

“Sei apanhar, mas também sei bater”

Ao contrário de Lobão, Weverton Rocha respondeu a Alexandre Almeida já no momento em que a vinheta começou a ser espalhada em blogs.

– A diferença é que a gente tem a nossa militância para responder por nós. Sei apanhar, mas também sei bater – afirmou o candidato pedetista a senador.

Para Weverton Rocha, Alexandre está sendo usado como laranja por adversários. O deputado federal diz que vai começar a reagir.

– Resta saber se quem está mandando isso também está preparado para apanhar – disse, sem citar nomes.

4

A covardia comunista e o desrespeito ao Judiciario…

Em texto brilhante, jornalista Linhares Júnior expõe a vilania das hordas comunistas que guerreiam com o nada em nome do poder, numa postura de vilania típica dos bárbaros sem causa e sem propósito

 

Por José Linhares Jr.

Jornalista

Em tempos que se discute exaustivamente o feminicídio  e o machismo, a juíza Anelise Reginato está tendo sua reputação assassinada na internet. 

A motivação? Após ouvir gravações e fotos em que a máquina do governo foi flagrantemente usada nas eleições de 2016 para manipular eleições, ela decidiu culpar os envolvidos. 

Notícias falsas, fotos forjadas e ilações maldosas visam destruir Anelise para que sua sentença contra Flávio Dino, um dos sentenciados, caia em descrédito.

Sua família está passando por uma situação infernal. Os relatos sobre a agonia de pessoas inocentes são os mais absurdos.  Estão fazendo uma devassa na vida da juíza. Jagunços virtuais plantam fake news diariamente contra ela. 

Isso correto? 

A sentença não é definitiva, cabem inúmeros recursos em inúmeras instâncias.

Flávio Dino tem influência no Judiciário e, se for mesmo inocente do crime de usar dinheiro público para eleger aliados nas eleições de 2016, vai ser inocentado.

Caso o governador realmente ache que a juíza agiu com má-fé, que a processe e/ou acione no Conselho Nacional de Justiça.

O que não é admissível é essa campanha de destruição da imagem de uma juíza, de uma mulher.

O que não é admissível é o terrorismo que se faz contra toda uma família. 

Isso não é apenas covardia contra uma mulher, é um desrespeito contra o Judiciário e contra o povo maranhense.

21

Eduardo Braide resiste à baixaria e mantém campanha propositiva…

Mudança de tom no discurso do adversário Edivaldo Júnior – que passou a ser mais agressivo no horário eleitoral – e a pressão da militância pedetista nas ruas e nas redes sociais, não intimidaram o candidato do PMN, que garante manter a apresentação de propostas em seus programas

 

Briade na Rua Grande: serenidade e propósito firme por São Luís

Briade na Rua Grande: serenidade e propósito firme por São Luís

A campanha eleitoral em São Luís deu uma guinada drástica desde o início da semana, com a militância comuno-pedetista agressivamente nas ruas e até uma mudança de tom no discurso do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

O candidato pedetista “engrossar a voz” e chegou a chamar o adversário Eduardo Braide para a briga, enquanto sua militância, agora multiplicada pela presença de gente do interior, fazia volume e zoada – muita zoada – nas ruas e nas redes sociais.

Nada disso incomodou o candidato Eduardo Braide (PMN).

– Continuo com o firme propósito de fazer uma campanha limpa, com apresentação de minhas propostas e debatendo os problemas de São Luís, e suas soluções, com a população da minha cidade. Lamento que meu adversário descambe para as agressões e os achincalhes. mas quero dizer ao eleitor: continuarei fazendo uma campanha limpa – pregou Eduardo, nesta quarta-feira, 19, durante caminhada na Rua Grande.

Já alertado sobre a presença de “militância remunerada” infiltradas nos evento de rua – para tentar tumultuar seus eventos – o candidato do PMN se mostrou tranquilo em relação aos ataques.

– O desespero dos meus adversários não me tiram do sério. Eu só lamento que eles poderiam estar aproveitando para mostrar o que podem fazer por São Luís, mas preferem me atacar; não se ganha eleição assim, mas vamos em frente, mostrando nosso trabalho – disse o candidato.

Eduardo disse que vai dedicar as próximas horas ao preparo para o debate na TV Guará, mesmo alertado de que Edivaldo Júnior pode não ir.

– Meu compromisso é com a população de São Luís. É a ela que devo satisfações, por isso vou a todos os debates, mesmo que sejam em ambientes vinculados ao meu adversário – disse.

O debate da TV Guará está marcado para as 22 horas desta quinta-feira, 20.

Mas esta é uma outra história…

2

Programa de Edivaldo começa a atacar Braide…

Após pesquisas que apontam derrota no 2º Turno, Candidato do PDT muda o próprio estilo e vai pra cima do adversário do PMN, coisa que vinha fazendo apenas pela rede de blogs que mantém na internet

 

Edivaldo tenta escandalizar este ato de Castelo

Edivaldo tenta escandalizar este ato de Castelo

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) parece que acusou o golpe do resultados das pesquisas Escutec, Ibope e Prever, que apontaram vitória do deputado Eduardo Braide (PMN) nas eleições do dia 30.

Os ataques ao adversário – que antes só ocorriam por intermédio de blogueiros alinhados à prefeitura e ao Palácio dos Leões – passaram a ser feitos a Braide diretamente na propaganda do próprio Edivaldo Júnior.

Nas inserções que começaram a ir ao ar neste sábado, 15, Edivaldo tenta passar uma ideia de escândalo no fato de Eduardo Braide ter sido secretário na gestão do ex-prefeito João Castelo (PSDB).

Há dois problemas na mudança de estilo de Edivaldo:

1 – o próprio Braide trata este fato com naturalidade, como mostrou ontem aos jornalistas alinhados a Holandinha, na sabatina da TV Difusora. (Reveja aqui)

2 – o próprio Edivaldo tem declarado em sua campanha que não usa sua propaganda para atacar os adversários.

Com os ataques, Edivaldo Júnior também responde a Braide que não pretende fazer uma campanha propositiva no segundo turno, como pregou o candidato do PMN.

Resta saber se as agressões da campanha do pedetista vão funcionar para impedir a vitória do deputado.

Ou se vão virar mais um tiro no pé…

5

De como Flávio Dino e seu grupo usam a máquina pública para tentar destruir adversários de Edivaldo…

De Rose Sales a Eduardo Braide, passando por Eliziane Gama e Wellington do Curso, todos os que se levantaram contra a gestão do prefeito de São Luís  sofreram ataques e agressões financiadas

 

Para garantir vitória Dino vai entrar na campanha de Edivaldo; para moer o adversário da vez

Para garantir vitória Dino vai entrar na campanha de Edivaldo; para moer o adversário da vez

Desde domingo, quando surgiu como o adversário do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) no segundo turno das eleições em São Luís,  o deputado Eduardo Braide (PMN) passou a sofrer um agressivo ataque em blogs e perfis de redes sociais, a maioria financiada com dinheiro público da própria prefeitura e do governo.

Mas Braide é apenas o alvo da vez da máquina utilizada pelo grupo do governador Flávio Dino (PCdoB)  para desconstruir quem se atreva a questionar ou se contrapor à gestão de Edivaldo.

Antes dele, já sofreram a perseguição comunista a vereadora Rose Sales (PMB), a deputada federal Eliziane Gama (PPS) e o deputado estadual Wellington do Curso (PP).

E o único “crime” que cometeram foi tentar mostrar à população que a gestão de Holandinha é medíocre e precisaria ser mudada.

Rose Sales foi a primeira vítima: afagada e atacada por Márcio Jerry na mesma medida

Rose Sales foi a primeira vítima: afagada e atacada por Márcio Jerry na mesma medida

A primeira a sofrer o bombardeio midiático do grupo de Flávio Dino – que tem a tutela do prefeito –  foi a vereadora Rose Sales, ainda em 2014, após vitória de Dino no governo.

Rose foi praticamente expulsa do PCdoB por se recusar a chancelar a gestão de Edivaldo na Câmara Municipal.

Em seguida, o bombardeio começou a tingir a deputada federal Eliziane Gama.

Foram quase dois ano de desconstrução, gerando uma imagem negativa na candidata do PPS, que continuou em níveis elevadíssimos durante o primeiro turno.

Eliziane e Wellington também foram vítimas do sistema comunista de atacar adversários

Eliziane e Wellington também foram vítimas do sistema comunista de atacar adversários

Com Eliziane fora do páreo, o alvo passou a ser Wellington do Curso.

Subsidiada por informações sigilosas entregues por agentes da própria prefeitura e do governo, a mídia financiada pelo projeto comunista passou a atacar Wellington do Curso, que surgiu como ameaça à continuidade de Edivaldo no comando de São Luís.

Foram quase três semanas de ataques sistemáticos ao deputado do PP, pancadaria nunca vista em uma campanha eleitoral.

Agora é a vez de Eduardo Braide.

Alçado à condição de de adversário do prefeito em um confronto direto – e claramente muito mais preparado tecnicamente que o pedetista – Eduardo virou alvo por que Flávio Dino e seu grupo sabem que só a destruição de sua imagem poderá salvar o mandato de Holandinha.

Eduardo virou alvo do sistema comunista após passar à condição de ameaça técnica a Edivaldo Júnior

Eduardo virou alvo do sistema comunista após passar à condição de ameaça técnica a Edivaldo Júnior

Braide tem apanhado em blogs e perfis de redes sociais desde domingo.

A maioria é financiada por dinheiro público da prefeitura e do governo. E muitos tantos ressentidos por seus candidatos não vingarem, usados agora como inocentes úteis em uma guerra que nem é deles, e que só beneficia os atuais detentores do poder.

Felizmente, o eleitor mais atento – aquele mesmo que escolheu o preparo como diferencial no segundo turno – está pronto para desmascarar estes ataques.

E é assim que será no segundo turno…

0

Mais um ônibus é queimado em São Luís…

Moradores observam o ônibus queimado; situação ainda fora de controle, apesar das garantias de Flávio Dino

Moradores observam o ônibus queimado; situação ainda fora de controle, apesar das garantias de Flávio Dino

Um ônibus da linha Sítio Natureza, na região do Maiobão, foi incendiado na tarde desta segunda-feira, 3.

Bandidos invadiram o veículo no ponto final da linha e atearam fogo, assustando passageiros e moradores da área.

O incêndio acontece dois dias depois de o governador Flávio Dino (PCdoB) declarar que a situação estava sob controle.

Como se viu, ainda não está…

0

Eduardo Braide já começa a ser atacado nas redes sociais…

Candidato que surpreendeu na reta final e alcançou o segundo turno virou alvo de provocações e acusações no Twitter e no Facebook; e neste caso, não há como livrar o grupo do prefeito Edivaldo Júnior, já que ele é o único ainda na disputa com o deputado

 

Comentários no face já tentam desqualificar o adversário de Holandinha

Comentários no face já tentam desqualificar o adversário de Holandinha

Bastou chegar ao segundo turno, surpreendendo e superando os adversários, para que o deputado Eduardo Braide (PMN) passasse a virar alvo de ataques nas redes sociais e em blogs.

Braide só quer aproveitar o momento para festejar

Braide só quer aproveitar o momento para festejar

Desde o início do primeiro turno, os principais candidatos, como Edivaldo Júnior e Wellington do Curso, mantiveram uma rede de blogs e de perfis no Facebook e Twitter para trocar acusações entre si e atacar outros adversários.

Mas como a disputa era entre muitos candidatos, ficava difícil saber de onde partiam.

No segundo turno, a disputa é polarizada; e não há como achar que os ataques a Braide não venham de grupos ligados ao prefeito Edivaldo Júnior.

Eduardo Braide já mostrou maior capacidade técnica e preparo administrativo que Edivaldo nos dois debates dos quais participou.

E para derrotá-lo, fica claro agora que a campanha de Edivaldo vai usar todas as armas.

Incluindo os ataques em redes sociais…