2

Sem votos para atender Flávio Dino, executiva do PT já admite adiar encontro do dia 29

Evento deveria formalizar a política de alianças e as candidaturas apoiadas pelos petistas no Maranhão, mas a cúpula do partido – toda empregada no Palácio dos Leões – teme ser derrotada na tentativa de acatar as imposições do ex-governador comunista

 

Flávio Dino e seus postes Camarão e Brandão; sem forças para impor escolhas pessoais ao PT, ex-governador articula adiamento de encontro

A executiva Estadual do PT deve anunciar nos próximos dias o adiamento do encontro de tática eleitoral, que está marcado para os dias 28 e 29 de maio.

No encontro, o partido deve decidir sua política de alianças eleitorais e quais candidaturas apoiar nas eleições de outubro.

Seguindo o jogo do ex-governador Flávio Dino (PSB) – espécie de dono do PT maranhense – a executiva estadual entendeu que não teria os votos suficientes para aprovar as imposições do comunosocialista.

Além do apoio do PT à sua própria candidatura de senador, Flávio Dino quer impor ao partido a candidatura de Carlos Brandão ao governo e a do ex-secretário Felipe Camarão a vice.

Mas há outras teses apresentadas pela base petista: além do apoio ao senador Weverton Rocha (PDT), defendido pelo diretório de São Luís e de vários municípios, a base quer a candidatura do professor Paulo Romão ao Senado.

Mesmo entre os aliados de Flávio Dino há divergências: uma parte dos que apoiam Brandão entendem que a candidatura do deputado estadual Zé Inácio a vice é mais representativa para o PT do que a de Camarão. 

É por toda esta movimentação interna que os aliados de Flávio Dino já admitem adiar o encontro de tática.

É fazer isso ou correr o risco de ser desmoralizado pela base petista…

0

Base do PT vai defender tese de apoio a Weverton em encontro do partido

Petistas aliados ao senador do PDT vão realizar plenária preparatória nesta segunda-feira, 16, para fortalecer a tese “lealdade a quem sempre esteve com Lula ao lado dos trabalhadores”

 

A base do PT em todo o Maranhão que apoia a candidatura do senador Weverton Rocha (PDT) ao governo vai se reunir na próxima segunda-feira, 16, em evento preparatório para o Encontro Estadual que vai definir os rumos do partido nas eleições de outubro.

Formado pelo diretório municipal de São Luís e por diretórios de todos os municípios maranhenses, a base do PT que está com Weverton vai apresentar no encontro do dia 29 de maio a tese “Lealdade a quem sempre esteve com Lula ao lado dos trabalhadores”.

No encontro de segunda-feira, que acontece na sede do Sindsep, os petistas aliados do senador vão fortalecer a tese para debater durante o encontro estadual.

É no encontro estadual que o PT decide qual o caminho da legenda nas eleições.

Apesar de o governador-tampão Carlos Brandão (PSB) ter o apoio de parte da cúpula estadual do PT – com quase todos os membros empregados no Palácio dos Leões – a base do PT defende o apoio a Weverton por não ver identidade ideológica de Brandão com o partido.

A tese de apoio a Weverton tem crescido entre os militantes, o que tem levado o ex-governador Flávio Dino (PSB) – dono da candidatura de Brandão – a pressionar a direção do partido a cancelar o encontro do dia 29.

Dino já teme perder as prévias no voto secreto…