8

Geraldo Castro entre os favoritos deste blog…

O blog do radialista e jornalista Geraldo Castro passou a figurar, desde ontem, na lista de links favoritos na parte de cima deste blog.

Um dos mais experientes comunicadores do Maranhão, Geraldo Castro trata em sua página pessoal, prioritariamente, dos assuntos envolvendo as comunidades de São Luís.

Denuncia as questões envolvendo polícia, mostra os problemas urbanos e cotidianos da capital maranhense e cobra resposta das autoridades sobre as questões do dia-dia.

Geralmente, ilustra os textos com fotos de sua própria autoria.

O texto em destaque no topo do blog, hoje, trata de reforma do Clube do Ipam para o carnaval. Na mesma página, fala da diminuição dos homicídios em 2010 e traz vários tópicos de notícias policiais.

Para acessar o blog de Geraldo Castro basta clicar no ícone com seu nome, no topo deste blog…

3

O novo blog do Professor Caio…

A nova página de Caio Hostílio na internet...

Tem novo endereço o blog do professor Caio Hostílio. Mais leve, moderno e agradável aos olhos, é também mais fácil de acessar, pelo endereço caiohostilio.com.

O estilo dos textos também mudou. Caio agora faz análises, abre debates com pensamentos sobre os mais variados assuntos, com prioridade para a política. Os antigos tópicos noticiosos já não são prioridade.

O blog do Professor Caio Hostílio pode ser acessado também na barra de links deste blog, logo abaixo da logomarca, que também já está aualizada.

Boa leitura…

17

Blog amplia em quase 50% a média diária de acessos em 2011…

A isenção, responsabilidade e seriedade com que este blog trata os mais diversos assuntos do ambiente político, aumentam sua credibilidade, observada, sobretudo, nos índices de acessos diários.

Tanto que, entre janeiro e fevereiro de 2011, este blog registrou aumento de quase 50% em seus acessos diários, atingindo uma média diária de mais de 10 mil acessos únicos.

Antes da eleição da Assembléia, o blog mantinha média diária de 6,5 mil acessos únicos. Na véspera da eleição da Casa, no auge da polêmica da desistência de Ricardo Murad (PMDB), subiu para exatos 12.276 acessos únicos. No dia seguinte, na confirmação do nome de Arnaldo Melo (PMDB) como presidente, este número subiu para 13.275, como provam os gráficos exibidos nesta página.

Passada a euforia da eleição – quando muita gente acessa por curiosidade – os números voltaram ao patamar mais realista e se mantiveram na casa dos 9 mil. Ontem, por exemplo, foram 9,420 acessos – a média diária nos primeiros dias de fevereiro é de 10.429.

São leitores que não acessavam o blog, vieram por causa da polêmica e permaneceram por aqui, exatamente por causa da credibilidade, seriedade e isenção com que se tratou o assunto.  

Mas porque a ênfase no termo “acesso único”?

Acessos únicos são os registrados apenas uma vez durante o dia, ainda que o mesmo IP volte a acessar o blog. Ou seja, revela o número real de quem está interessado no blog. No caso deste, algo em torno de 10 mil cidadãos diariamente. 

Muitos blogs comemoram acessos considerando a exibição de páginas – quando cada abertura de página é registrada como um acesso. Se levasse isto em conta, o acesso diário deste blog beiraria os 20 mil. Mas nem se considera como estatística por se tratar de audiência artificial.

No caso da eleição da AL, por exemplo, pelo Googles Analytics – usado equivocadamente por blogueiros como referência de acessos – este blog chegou a 40 mil visitações de páginas num único dia. Mas isso não conta.

Além da busca por acessos reais, este blog prioriza também a audiência vindo dos ambientes de poder. Não tem o menor interesse em estar sendo lido em casas de prostituição, mesas de bares ou por playboyzinhos e patricinhas interessados no último fuxico sobre o colega ou desafeto.

Este blog fala do ambiente de poder. Não faz fofoca nem alimenta fuxicos. Relata e analisa fatos políticos, prioritariamente. Também sabe separar vida pública de vida pessoal, ainda que entenda ser tênue o limite entre as duas situações.

Este blog vai continuar com sua linha de isenção e seriedade no tratamento das notícias – e sobretudo com respeito aos personagens da notícia.

É assim que se alcança a credibilidade, refletida também no número de acessos…