10

É assim que deve ser…

Roberto e Patrícia se abraçam, em saudável cumprimento

A imagem ao lado foi registrada em um evento da semana que passou, no Rio de Janeiro, quando o Vasco e o Flamengo disputavam uma modalidade esportiva.

Os presidentes Roberto Dinamite (Vasco) e Patrícia Amorim (Flamengo), se encontraram no local e demonstraram urbanidade e respeito mútuo, se abraçando sem constrangimentos.

Ex-atletas, Dinamite e Amorim conhecem bem o valor da vitória, mas viveram, acima de tudo, o calor das disputas. E sabem como respeitar o adversário.

Bom que, hoje, estejam à frente de dois dos pincipais clubes do país.

Na era dos cartolas, figuras como Eurico Miranda  e Kléber Leite, por exemplo, mal se cumprimentavam  – e vivam metidos em polêmicas trasnfomando, pela força da palavra, torcedores em inimigos e jogadores em guerreiros prontos a destruir o inimigo.

É natural que as torcidas façam a zoação entre si, sempre dentro dos limites da provocação sadia.

A imagem dos dois dirigentes é um belo recorte da emoção que deve reinar hoje no Brasileirão, com o clássico entre vascaínos e flamenguistas.

E que vença o melhor.

Obviamente, o Vasco, claro…

16

Vasco irreconhecível!!!

Diego, apático, não rendeu e ainda foi expulso...

Foi um jogo atípico, hoje, em Engenho de Dentro.

O Vasco não teve as apresentações usuais deste ano e se deixou envolver pelos gols do Botafogo – aliás, todos ocasionais.

Loco Abreu, em noite inspirada, mostou que o Vasco precisa de um homem de área nestes moldes – Alecsandro já mostrou várias vezes que é apenas mediano.

Márcio Careca não rendeu o esperado e Felipe cansou no segundo tempo. Pra piorar, Diego Souza, que comeu a bola contra o Santos, acabou expulso num lance idiota.

Mas um campeonato longo é assim mesmo. O importante é que se manteve no G-4.

Agora é enfrentar a maratona de jogos contra o Palmeiras – no Brasileiro e na Sulamericana –  e seguir em frente, mantendo a regularidade.

Algumas peças, como Kim, Renato Silva e Vitor Ramos podem ser testadas no campeonato Continental.

Quem sabe alguns destes não mostrem força para entrar no Brasileirão???

10

Mais uma bela vascaina…

Juliana Paes não esconde a paixão pelo Vascão

Para homenagear mais uma bela tarde de futebol do Vasco da Gama, o blog trás mais um expoente da nação vascaína.

E expoente um belo exemplar – aliás, como é praxe na torcida do Gigante da Colina.

Juliana Paes é vascaína de quatro costados.

Neta e filha de vascaínos, é apaixonada pelo time desde criança. 

Acostumou-se a frequentar a arena de Benfica, bairro carioca junto a São Cristovão, onde fica o Estádio de São Januário – hoje conhecido por bairro Vasco da Gama.

Uma bela imagem para um belo momento de futebol…

13

Vasco X Bahia: ganhar para se manter entre os líderes…

Bola na rede é o que importa hoje na Colina

A vitória do Vasco no jogo de hoje contra o Bahia, em São Januário, é fundamental para as pretensões do Gigante da Colina no Campeonato Brasileiro.

Só com os três pontos assegurados, o time de São Januário manterá as condições de brigar pelas primeiras colocações na rodada de domingo, quando enfrenta o São Paulo, atual vice-líder.

É exatamente esta a chave para o sucesso do Vasco.

Vencendo o Bahia, o time se garante no G-4 até domingo. Se vencer o difícil confronto contra os são-paulinos, pode até chegar ao segundo lugar, caso o Flamengo não vença o seu jogo.

Com 20 pontos, o Vasco está cinco pontos atrás do São Paulo. Vencendo hoje, diminui a diferença para dois – e fica a um ponto do Flamengo. Ganhando também no fim de semana – com os rubros-negros não vencendo seu confronto – supera o time paulista em dois pontos.

Aí é só mirar no Corínthians para chegar à liderança.

Por isso, o Vasco não pode errar no jogo de hoje em São Januário…

8

Craque não nasce na televisão…

Neymar ainda precisa ouvir muito de Ronaldinho

Quem gosta de futebol, deliciou-se com o jogaço entre Santos e Flamengo.

E viu que, na disputa de craques, Ronaldinho Gaúcho, mesmo avançado em anos, ainda está a quilômetros de distância de Neymar, o festejado fora-de-série do Santos.

Até agora, Neymar é apenas um produto de mídia – com muita festa nos bastidores, muita propaganda e pouca eficiência nos gramados, sobretudo quando se mais precisa dele.

E tende a ser apenas mídia, se continuar tão festejado na Rede Globo a ponto de ofuscar seu desempenho em campo.

Gaúcho joga futebol com maestria.

Quando quer jogar, conduz o Flamengo às vitórias. E já não tem mais tanta preocupação marqueteira extra-campo quanto o garoto santista.

O jogo mostrou também que é preciso repensar esta reverência absoluta aos craques midiáticos.

Eles podem virar apenas artistas…

Leia também: “Ronaldinho no Flamengo: bom para o futebol que realmente pára o país…”

5

O difícil caminho do Sampaio Corrêa até a série B…

Sampaio venceu ontem a segunda na Série D, mas o caminho é longo

Não será fácil para o Sampaio Corrêa disputar a Série B do Campeonato Brasileiro em 2013, como prevêem os encantadores do futebol maranhense.

Para ser possível esta façanha, o clube precisa vencer a 4ª Divisão este ano e a Terceirona em 2012 – caminho, se não impossível, certamente muito difícil.

As duas vitórias na Série D empolgam o torcedor, mas a coisa não é tão fácil assim.

Na disputa por grupos, classificar-se é só uma etapa. É preciso ter consistência, uma vez que, diferente dos pontos corridos, onde uma derrota pode ser superada na outra rodada, na “Quartona” é preciso atenção em todos os jogos, pois é enorme o risco de cair em apenas um jogo, depois de bela campanha.

O Sampaio terá que ter elenco forte para segurar a correria em 2011 e manter a base para 2012, quando – se classificado para a Série C – terá, finalmente, a oportunidade de se manter em atividade o ano inteiro.

E aí, quem sabe, um dia,voltar à Segunda Divisão…

11

Mais um domingo em que a gente foi feliz…

Diego faz dois e vasco entra no G-4

Um domingo assim, se encerra com champagne.

Belass canções de Paulinho da Viola, Martinho da Vila e Roberto Carlos,  um almoço tranquilo com a família – lá no Mandacaru, templo do futebol – e um passeio no shopping com as crianças.

Pra completar, uma vitória do Vasco.

Melhor ainda quando se percebe o insuportável Corínthians estacionando e o mulambento em decadência.

Uma bela partida, talvez a melhor que o Vasco fez neste brasileiro. Mereceu ganhar de muito. Fez um gol que o juiz não deu e marcou um penalty que ocorreu fora da área.

Coisa de quem tem estrela pra vencer.

E venceu bem. Já estamos no G-4.

Uma vaga garantida na Libertadores e outra temporária, que pode permanecer até o final.

Mas o que importa é o título.

E a vaga da Libertadores, a gente pode até doar.

Tem gente por aí que vai precisar…

28

E o que é melhor: Corínthians é só o terceiro…

Jogadores comemoram título no Engenhão

Melhor do que o Fluminense ser campeão brasileiro de 2010 é ver o Corínthians amargar apenas um terceiro lugar, atrás do Cruzeiro.

É prepotente, arrogante, sem-graça e insuportável futebol paulista humilhado.

É o Corínhtias, sempre favorecido pelas arbitragens, sem glórias no ano do seu centenário.

Um “sem-ter-nada”, pra ser mais específico.

goleiro corinthinao esparramado após gol do Goiás

Que os retardados da fiel sigam agora pra Avenida Paulista, com seus gorros ridículos e casacões sem estilo para gritar “valeu, manôô!!!, Pô, manaah!!!”.

E o Fluminense comemora mais um título para o futebol carioca.

O mais desorganizado, o mais bagunçado, porém o mais emocionante futebol do Brasil.

Parabéns ao Tricolor das Laranjeiras…