3

Submisso a Flávio Dino, Brandão começa a ser questionado no PSDB…

Brandão, fortemente entregue às ordens de Dino

Brandão, fortemente entregue às ordens de Dino

É de insatisfação o clima no ninho tucano maranhense, com a forte submissão que o vice-governador Carlos Brandão demonstra em relação ao governador Flávio Dino (PCdoB).

Incapaz de articular uma arrancada do partido com vistas às eleições de 2016 e de 2018, Brandão vê, inerte, o crescimento de outras legendas, como o PDT e o próprio PCdoB.

Pior: evita discutir internamente a posição tucana, a serviço do próprio Flávio Dino.

O vice-governador não tem autonomia para comandar o PSDB. De temperamento subserviente, prefere manter-se atrelado às ordens de Flávio Dino, o que irrita os tucanos, sobretudo nomes como João Castelo e Pinto Itamaraty, que têm interesses nas eleições da capital maranhense.

O que incomoda os tucanos é a postura serviçal que Brandão demonstra em relação ao governo, acolhendo, de pronto, todas as determinações políticas do chefe do Palácio dos Leões.

Para os líderes tucanos, já era hora de o PSDB estar com posição mais clara em relação ás eleições de São Luís.

Mas com Brandão, entendem que não será assim…

2

“PSDB terá candidato à Prefeitura de São Luís”, garante Carlos Brandão…

Brandão com Castelo, Evangelista e Pinto: PSDB com candidato próprio

Brandão com Castelo, Evangelista e Pinto: PSDB com candidato próprio

O presidente regional do PSDB, vice-governador Carlos Brandão, afirmou hoje, em release distribuído pela sua assessoria, que o PSDB vai ter candidato próprio ás eleições de São Luís, em 2016.

– PSDB do Maranhão terá candidato à Prefeitura de São Luís – afirmou Brandão.

Até o início da semana, especulava-se que o próprio Brandão estaria ontra a candidatura tucana, tentando articular uma aliança com o prefeito Edivaldo Júnior (PTC).

O vice-governador afirma que o partido está fechado com o projeto próprio de 2016.

– Prova disso é a série de pleitos que têm surgido, dentro do próprio partido. Vários dos nossos membros já manifestaram a intenção de disputar a Prefeitura de São Luís – enfatizou.

O presidente estadual do PSDB lembrou que desde a última disputa à Prefeitura, em 2012, tem defendido a candidatura própria pelo partido.

O líder tucano ressalta, ainda, que esta é uma determinação da Executiva Nacional que deverá ser seguida.

– Tenho dialogado com os pré-candidatos tucanos, considerando o grande potencial que todos possuem. No momento certo, anunciaremos qual será o nome do partido que disputará a Prefeitura de São Luís – afirmou Brandão.

Além do ex-prefeito João castelo, que apareceu em segundo lugar na última pesquisa Exata, o PSDB tem o deputado estadual Neto Evangelista ex-prefeito de Ribamar Luis Fernando Silva bem situados no eleitorado.

5

Aécio quer candidatura do PSDB, mas Brandão empurra com a barriga…

Presidente nacional reeleito da legenda, tucano entende que é fundamental para as pretensões de 2018 a participação efetiva nas capitais; mas, se depender do vice-governador Carlos Brandão, partido não dará legenda para João Castelo

 

Os tucanos liderados por Brandão, que amarra o meio de campo no partido

Os tucanos liderados por Brandão, que amarra o meio de campo no partido

O PSDB de São Luís deveria se reunir nesta terça-feira,07, com o vice-governador Carlos Brandão, para definir os rumos da legenda nas eleições da capital maranhense.

Com três nomes bem posicionados na pesquisa Exata/TV Guará, os tucanos receberam a determinação do presidente nacional, senador Aécio Neves – reeleito presidente na convenção de domingo – para que lancem candidato próprio também em São Luís.

Mas a reunião foi desmarcada nesta segunda-feira, 06, por falta de agenda dos tucanos.

Está claro que o vice-governador não quer o PSDB sequer cogitando candidatura em 2016 – sobretudo a do deputado João Castelo.

O interesse de Brandão é dar suporte a uma eventual candidatura do partido, mas com outro nome, como a deputado Neto Evangelista.

E se depender de Brandão e Pinto Itamaraty – que hoje comanda o ninho tucano em São Luís – o deputado federal João Castelo não  será candidato em 2016.

Após os eventos partidários deste domingo, a semana deve começar com reuniões, discussões acirradas e definições no PSDB em São Luís. Estamos muito animados com a recondução do Aécio à presidência do partido, já que ele sempre defendeu candidatura própria onde for possível, como é o caso de São Luis. E aí fica a pergunta: será que as decisões do diretório municipal da capital podem levar em conta a pesquisa recém-publicada pela Exata/TV Guará? – disse um tucano que defende candidatura própria e é ligado a Evangelista.

Brandão atua para tirar o PSDB da disputa.

Neto Evangelista entende que o nome para concorrer deva ser o dele, já que João Castelo enfrenta rejeição altíssima (aliás, um ponto escondido pela pesquisa Exata/TV Guará).

E João Castelo, por sua vez, usa a força de Aécio Neves para decidir.

Mas tudo depende de Brandão, e seu lugar tenente Pinto Itamaraty, decidirem reunir a legenda…

0

Carlos Brandão nega aproximação de José Reinaldo ao PSDB…

Brandão nega articulação para lear José Reinaldo para o PSDB

O presidente regional do PSDB, depuado federal Carlos Brandão,  negou ontem que esteja articulando a filiação do ex-governador José Reinaldo Tavares (PSDB) ao partido.

– Nunca houve qualquer contato nesse sentido. Ao que me consta, o ex-governador está muito bem no PSB e é um dos líderes do partido – afirmou Brandão.

A notícia de que José Reinaldo estaria de namoro com o ninho tucano foi divulgada no blog de Robert Lobato – e repercutida segunda-feira neste blog.

Para Brandão, não há qualquer motivo para José Reinaldo deixar o PSB.

– Só se muda de partido quando não se está satisfeito com a proposta partidária ou não há espaço para os projetos pessoais. E acredito que esse não seja o caso dele – afirmou.

Ainda que não se transfira para o ninho tucano – sobretudo por causa das divergências pessoais com o prefeito João Castelo – José Reinaldo tem motivos para se considerar próximo do PSDB.

Além da presidência da legenda com Carlos Brandão, o tucanato maranhense passou a ter como secretário-geral o deputado estadual Neto Evangelista, filho de João Evangelista, um dos maiores aliados do ex-governador.

De uma forma ou de outra, portanto, José Reinaldo pode ser considerado, hoje, da cozinha do PSDB…