0

Juscelino Filho participa de encontro com lideranças chinesas em Brasília

Desde 1974, Brasil e China estabeleceram relações diplomáticas. De lá para cá, esta relação tem ganhado força.

Prova disso foi o encontro realizado na manhã desta quinta-feira (21) na residência oficial do Senado Federal, em Brasília, que teve o objetivo de estreitar os laços entre os dois países.

O deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA) e outras lideranças políticas do Democratas – como o presidente do partido ACM Neto, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia – participaram do café da manhã com o ministro-executivo do Departamento de Organização do Comitê Central do Partido Comunista da China, Jiang Xinzhie, e o embaixador da China, Yang Wanming, e saíram satisfeitos do diálogo.

A intenção demonstrada pelos democratas é conseguir trazer novas tecnologias e investimentos para o Brasil a partir da boa relação existente entre os dois países. A conversa com a comitiva chinesa foi considerada proveitosa.

“Foi uma conversa muito boa para os dois países. Tratamos sobre as relações comercias e políticas de Brasil e China que visem atrair investimentos e desenvolvimento ao nosso país. Assim como nós, os chineses desejam estreitar a relação. Pretendemos que essa parceria possa criar empregos e contribuir para o crescimento econômico”, afirmou o deputado Juscelino Filho.

O presidente nacional do DEM, ACM Neto, também mostrou-se favorável ao fortalecimento dos laços com a China. “Entendemos que a China é a grande parceira comercial e a mais estratégica parceira econômica do Brasil”, explicou

Ainda durante o encontro desta manhã, foi dialogado, ainda, sobre a necessidade de avançar no Congresso Nacional a respeito da agenda de reformas econômicas com o objetivo de permitir a dinamização da base econômica brasileira e a projeção de um futuro com crescimento sustentável.

0

Hildo Rocha trabalha para efetivar parcerias com o Parlamento Chinês…

O vice-presidente da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados, Hildo Rocha, participou de reuniões com parlamentares e diplomatas chineses que visitaram o Congresso Nacional com a finalidade de conhecer o funcionamento do parlamento brasileiro e também buscar parcerias que possam contribuir para a modernização da legislação chinesa no que se refere à adoção de penas alternativas.

A comitiva chinesa foi liderada por Wu Yuliang, presidente da Comissão de Supervisão e Justiça da Assembleia Nacional da China, órgão equivalente à CCJC, da Câmara dos Deputados.

Intercâmbio abrangente

Hildo Rocha destacou que a China e Brasil tem muito a ganhar por meio de parcerias culturais, econômicas  e institucionais. O parlamentar lembrou que em janeiro do ano passado ele integrou a comitiva brasileira que participou de missão oficial na China com o objetivo de conhecer tecnologias de aproveitamento de água do mar, para fins de uso doméstico; reuso de água; produção de energia solar e energia eólica e tecnologias de construção pré-fabricada.

Saneamento ambiental

Inspirado no que conheceu, durante a visita à China, Hildo Rocha apresentou o Projeto de Lei 7.108/2017 que prevê a utilização de água do mar nas descargas sanitárias residenciais e comerciais de cidades litorâneas.  A proposta já foi aprovada na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara. “Nas cidades chinesas que fazem uso dessa tecnologia, a economia de água potável é de aproximadamente 30%”, destacou Hildo Rocha.

Na visita de intercâmbio da comitiva brasileira à China, em 2017, os deputados conheceram corporações especializadas em infraestrutura de saneamento básico, sistemas de tratamento de água e esgoto, instalações que usam água do mar no sistema de saneamento da cidade, sistema de dessalinização de água e visita a instalações de tratamento de água para reuso, nas cidades de Hong Kong, Macau, Shenzen, Pequim e Shanghai.

1

Na companhia de Hilton Gonçalo, chineses visitam terreno de siderúrgica em Bacabeira…

Prefeito de Santa Rita e a mulher, que comanda a Prefeitura de Bacabeira mostram-se otimistas com as perspectiva de desenvolvimento da região

 

O prefeito Hilton Gonçalo e a prefeita Fernanda Gonçalo acompanharam a comitiva chinesa que visitou na segunda-feira, 19, o terreno em que será instalada a siderúrgica na cidade de Bacabeira.

As obras estão previstas para serem iniciadas no segundo semestre de 2018 e deve gerar mais de 10 mil empregos diretos.

O CEO da Companhia, Zhang Shengsheng, e comitiva estiveram inicialmente na sede do Governo do Estado, no Palácio dos Leões. Na ocasião, o governador Flávio Dino e a prefeita de Bacabeira, Fernanda Gonçalo, assinaram o documento de doação do terreno onde a cidade inteligente (Smart City) será construída.

“Os eventos de hoje são muito significativos, porque a partir de agora o projeto e a velocidade do nosso trabalho vai ser acelerado, vamos poder executar de forma rápida para que a construção seja feita e iniciada a operação”, afirmou Zhang Shengsheng.

O estado, que tem posição estratégica privilegiada e recursos naturais abundantes teve investimento viabilizado pela ação governamental, que incentivou o aporte logístico, como ampliação da capacidade do Porto do Itaqui e a geração de energia no estado.

Hilton e Fernanda Gonçalo avaliaram como um importante investimento para desenvolver as cidades de Santa Rita e Bacabeira, uma vez que criou-se uma grande expectativa com a instalação da Refinaria Premium que não veio.

Operação

Com negociações iniciadas em 2015 pelo Governo do Maranhão, o projeto siderúrgico entrou, segundo o presidente da corporação, na fase final de preparativos. Já na construção, prevista para iniciar no segundo semestre, milhares de postos de trabalho serão gerados.

O parque industrial de grande porte terá capacidade inicial de produção de 8 milhões de toneladas de aço ao ano.

“Para se ter uma ideia, lá na China, um parque siderúrgico de 10 milhões de toneladas ao ano alavanca uma população de 100 mil habitantes”, completou Zhang Shengsheng.

Desenvolvimento

As expectativas do Governo e dos investidores chineses é que com a instalação do empreendimento; a construção do Porto São Luís, uma cadeia de outros empreendimentos industriais também se desenvolva na região, uma nova fronteira mundial para o setor.

0

Hilton e Fernanda Gonçalo participam de reunião com empresários chineses…

Os prefeitos, com representantes do governo maranhense e empresários chineses

Os prefeitos Hilton Gonçalo e Fernanda Gonçalo participaram nesta terça-feira, 15, de uma reunião da comitiva da China com o governador Flávio Dino, o vice-governador Carlos Brandão e secretários de Estado no Palácio dos Leões. O encontro teve como objetivo o debate entre brasileiros e chineses acerca de investimentos diretos no setor de siderurgia e outros segmentos no Maranhão.

A comitiva da China foi formada por representantes de empresas e instituições como a CBSteel, Beijing Seatone Technology Development, Jiangsu Berkgen Medicine, South China Normal University Literature College, Guangdong simple art International Technology Co. e Tsinghua University Educational Research Institute.

Desde o início de 2015, o Governo do Estado está discutindo com empresários chineses para a abertura de novos negócios. No mês passado, Hilton Gonçalo, Fernanda Gonçalo e uma comitiva liderada pelo vice-governador Carlos Brandão visitaram a China e dialogoram com empresas vinculadas a setores que atuam no desenvolvimento de estados brasileiros com o perfil do Maranhão, assinou documentos que celebram a contratação de serviços da empresa de siderurgia CBSteel no estado e encontrou com empresários.

O CEO da CBSteel, Zhang Shengsheng, falou sobre a intenção da empresa chinesa em instalar uma siderúrgica no Maranhão e enfatizou que a reunião foi mais um passo para a concretização do negócio.

“Hoje a reunião foi muito produtiva e tem um significado especial. Nós conversamos sobre alguns detalhes de como vamos poder implementar o projeto. De forma mais detalhada, com programação a ser executada”, esclareceu.

Hilton e Fernanda Gonçalo prefeitos de Santa Rita e Bacabeira, respectivamente, acreditam que a instalação do empreendimento será a redenção para a região, que tanto já criou expectativas com outras promessas anteriores. 

0

Hilton Gonçalo quer trazer ideias bem sucedidas da China para Santa Rita…

O prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, participou da comitiva maranhense que foi até a China assinar o acordo de intenção de construção da siderúrgica em Bacabeira pela CBSteel. Porém muito mais do que acompanhar a cerimônia, o gestor aproveitou para fazer um intercâmbio e trazer ideias bem sucedidas para o Maranhão.

De acordo com Hilton Gonçalo, além da tecnologia que chama atenção, os chineses implantaram bem sucedidos sistemas de transporte e de energia elétrica, resoluções simples que podem ser aplicadas no Maranhão, principalmente entre o eixo São Luís a Santa Rita, que compreende a região metropolitana.

Ao conhecer o sistema de transporte chinês, Hilton percebeu o uso de forma preferencial de linhas férreas para o transporte de grande massa.

“No Maranhão, já temos uma saída para isso, já propus o uso do VLT para ligar as cidades de São Luís, Bacabeira e Santa Rita. O projeto já foi apresentada a Vale, a COMEFC e ao Governo do Estado”, declarou.

Em relação a energia elétrica, o prefeito de Santa Rita disse que é possível aproveitar o modelo chinês que produz energia através de placas de absorção solar.

“Temos sol, quase todos os dias, vamos investir na aquisição de equipamentos e reduzir os custos de energia para a nossa população e também para a Prefeitura”, declarou Hilton Gonçalo.

Após sua chegada ao Maranhão, Hilton Gonçalo repassou aos secretários os informes e determinou estudos para implantação do sistema de energia solar, o qual deve beneficiar principalmente as famílias dos povoados do município.

Em sua viagem a China, o prefeito de Santa Rita esteve acompanhada da prefeita de Bacabeira, Fernanda Gonçalo; do superintendente da Fiema, Celso Gonçalo e do secretário de Meio Ambiente de Santa Rita, Clésio.

1

Hilton e Fernanda Gonçalo no convênio para siderúrgica chinesa em Bacabeira…

 

Hilton com chineses e brasileiros na assinatura do convênio

A empresa chinesa CBSteel assinou, na última segunda-feira, 3, com o Governo do Estado e a Prefeitura de Bacabeira, contrato que visa ao desenvolvimento do projeto siderúrgico no Maranhão, além de um memorando de entendimento sobre a construção de uma cidade inteligente na região do empreendimento. A prefeita Fernanda Gonçala, assim como Hilton Gonçalo participaram da cerimônia, assim como o vice-governador Carlos Brandão.

Para que se mantenha o acordo, deverão ser consideradas as condições previstas na Lei de Responsabilidade Fiscal, Plano Plurianual, Lei de Diretrizes Orçamentárias e Lei Orçamentária Anual, ao longo de todo o processo de instalação e execução do polo siderúrgico em nosso estado.

O prefeito com a mulher, Fernanda, e o vice-governador Carlos Brandão

Nos próximos meses, os chineses devem retornar ao Maranhão para que ainda este ano CBSteel, Governo do Maranhão e Prefeitura de Bacabeira concretizem o projeto.

Tanto Hilton como Fernanda Gonçalo saíram extremamente satisfeitos do encontro. Os dois prefeitos acreditam que o projeto da siderúrgica trará desenvolvimento e progresso para a região, os municípios de Bacabeira e Santa Rita serão os mais beneficiados com o investimento do capital estrangeiro.

0

Hilton Gonçalo vai à China discutir a vinda de siderúrgica para o Maranhão…

Gonçalo vai em busca de investimentos chinês

O prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PCdoB), embarca na próxima sexta-feira, 30, para a China, onde irá discutir a vinda de um negócio bilionário para a região de Bacabeira e Santa Rita.

Acompanhado da esposa, a prefeita Fernanda Gonçalo (PMN), do irmão Celso Gonçalo, conselheiro da FIEMA e do secretário de Meio Ambiente, Clésio, a comitiva vai tratar da vinda da siderúrgica para a região.

Hilton Gonçalo vem acompanhando as negociações envolvendo o governo do Maranhão e o governo chinês, desde que venceu a eleição para prefeito, assim como sua esposa, que venceu em Bacabeira. A dupla se reúne de forma frequente com o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), que é o responsável pelo projeto, uma vez que o governador Flávio Dino (PCdoB) lhe atribuiu essa função.

O projeto da China Brazil Xinnenghuan International Investment (CBSteel) envolve uma usina siderúrgica que produzirá fio máquina numa primeira fase e vergalhões, numa segunda, com investimento total de US$ 8 bilhões.

De acordo com Fernanda Gonçalo, prefeita de Bacabeira, a siderúrgica já tem um terreno, afinal já foi feito o termo de cessão no município e o governo do Maranhão, assim como a Prefeitura, já concluíram a negociação de impostos, ficando assim previsto para iniciar as obras em 2018.

O projeto internacional vai gerar milhares de empregos diretos e indiretos que vão influenciar diretamente na economia de Bacabeira e Santa Rita. Tanto Hilton como Fernanda Gonçalo, já comunicaram Câmara Municipal da viagem que vão fazer para fora do país.

A comitiva deve retornar na próxima quinta-feira, 6.

1

Tecnologias a serviço da economia e do meio ambiente: exemplos que o Maranhão pode adotar…

Hildo Rocha e Integrantes da comitiva durante visita à usina que transforma parte do esgoto sanitário em energia elétrica

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB), que é membro da Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara Federal, participou de viagem de intercâmbio à China para conhecer tecnologias de comprovada eficácia na utilização de recursos naturais sem prejuízos para o meio ambiente.

Rocha visitou as cidades de Pequim, Shenzhen, Hong Kong, Macau e Shanghai.

“A China hoje tem muito a nos ensinar no que se refere ao saneamento básico. Eles têm investido bastante em pesquisas e utilização de novas tecnologias para os serviços de saneamento ambiental. Em Hong Kong, conhecemos o sistema de tratamento de esgoto, que é bastante avançado. Após passar por várias etapas, os dejetos são transformados em energia e o liquido é tratado e devolvido ao mar praticamente puro, sem poluir o meio ambiente”, destacou Rocha.

De acordo com o parlamentar, a localização, as características territoriais e a densidade populacional da China foram fatores que contribuíram para apressar o desenvolvimento das tecnologias.

“Por não terem água suficiente e cientes de que a quantidade água potável disponível no planeta está a cada dia mais escassa, os chineses se esforçaram para encontrar alternativas viáveis. Os avanços são notáveis”, destacou Rocha.

Aproveitamento da água do mar

De acordo com Hildo Rocha, algumas das experiências que deram certo na China podem ser facilmente implantadas no Brasil, como é o caso da utilização da água do mar nas residências.

“Hong Kong, por exemplo, utiliza água do mar nas residências. Por meio de um sistema simples de filtragem eliminam-se as bactérias. Não há necessidade de se retirar o sal, pois a água é aproveitada apenas para uso nas descargas de aparelhos sanitários. Dessa forma a população da cidade, que é de mais de sete milhões de habitantes, economiza aproximadamente 30% de água potável. É, sem dúvida, uma economia gigantesca e um benefício incalculável para o planeta”, ressaltou.

Uma das usinas de tratamento de esgotos visitadas na China

São Luís

Para o deputado Hildo Rocha o uso da agua do mar, sem retirar o sal, é viável em São Luís.  O parlamentar argumentou que isso contribuirá para acabar com o racionamento.

“A maior parte da agua consumida em São Luís vem do Rio Itapecuru. A captação é feita a sessenta quilômetros de distância. Isso contribui para elevar os custos do tratamento do produto. Não faz sentido que depois de passar por todas as etapas boa parte dessa água seja utiliza em descarga de sanitários. Por isso, defendo que a tecnologia desenvolvida em Hong Kong seja aproveitada em São Luís para acabar com o racionamento e diminuir os custos do fornecimento da água consumida em São Luis. Seria uma forma mais racional de aproveitarmos os recursos naturais”, argumentou Hildo Rocha.

Rocha citou ainda o processo de dessalinização que é utilizado na China, e em outros. Entretanto, o deputado ponderou que os sistemas de dessalinização ainda são demasiadamente caros.

0

Hildo Rocha aponta alternativas viáveis para uso da água do mar em residências…

Parlamentar maranhense  esteve na China, em missão da Câmara Federal diz que o processo de filtragem é economicamente viável e ajuda a preservar a água do planeta

 

Hildo Rocha em frente a uma das bacias aproveitadas na China para abastecimento da população

Inspirado no que viu durante visita de intercâmbio entre a Câmara Federal e o governo da China, o deputado federal Hildo Rocha (PMDB) defende a utilização de água do mar nas residências como forma de economizar água potável.

De acordo com o parlamentar, a cidade de Hong Kong, na China, cuja população já ultrapassa sete milhões de habitantes, é um exemplo de como se deve utilizar a água do mar nas residências.

– O processo de filtragem é rápido, economicamente viável e benéfico para o meio ambiente. Basta apenas eliminar apenas as bactérias, não há necessidade de se retirar o sal, pois a água é aproveitada apenas para uso nas descargas de aparelhos sanitários economizando-se quase 30% de água potável – destacou Rocha.

Visita

Rocha integrou a comitiva brasileira que participou de missão oficial na China com o objetivo de conhecer tecnologias de aproveitamento de água do mar, para fins de uso doméstico; reuso de água; produção de energia solar e energia eólica e tecnologias de construção pré-fabricada.

Os representantes do parlamento brasileiro participaram de visitas técnicas a corporações especializadas em infraestrutura de saneamento básico, sistemas de tratamento de água e esgoto, instalações que usam água do mar no sistema de saneamento da cidade, sistema de dessalinização de água e visita a instalações de tratamento de água para reuso, nas cidades de Hong Kong, Macau, Pequim e Shanghai.

3

Brasil poderá importar tecnologia de aproveitamento de água do mar para uso doméstico…

China tem tecnologia para utilização de água do mar e de reuso de águas

Uma comitiva de oito deputados federais encontra-se em missão oficial na China com o objetivo de conhecer tecnologias de aproveitamento de água do mar para fins de uso doméstico, reuso de água, produção de energia solar e energia eólica e tecnologias de construção pré-fabricada.

O roteiro inclui atividades nas cidades de Hong Kong; Macau; Pequim; Shanghai e Shenzhen.

O deputado maranhense Hildo Rocha, que é membro da Comissão de Desenvolvimento Humano da Câmara Federal integram a comitiva brasileira.

– Sem os devidos cuidados com o meio ambiente, em pouco tempo a terra não suportará a demanda por água e alimentos. Assim sendo, devemos agir rápido em busca de alternativas para a solução dos crescentes problemas de saneamento ambiental e produção de energia limpa. Um dado animador é que já existem tecnologias eficientes – argumentou Hildo Rocha.

Hildo Rocha mostra entusiasmo com aproveitamento de água do mar

Água do mar

O parlamentar maranhense demonstrou entusiasmo quanto à possibilidade de utilização de água do mar nas residências.

– Isso já é comum na China. Se adotarmos essa prática no Brasil iremos economizar cerca de 30% do consumo de água potável. É uma economia valiosíssima que ajudará a diminuir a sobrecarga dos sistemas de captação, tratamento e distribuição em diversas cidades, especialmente as localizadas na orla marítima – destacou o deputado.

Rocha ressaltou que quando a água do mar é utilizada apenas em atividades ligadas ao esgotamento sanitário não há necessidade de se fazer a dessalinização. 

– O tratamento é relativamente simples. Consiste apenas em retirar as bactérias. Dessa forma, os custos do processo tornam-se economicamente viáveis – explicou.

A programação prevê visitas técnicas a corporações especializadas em infraestrutura de saneamento básico; sistemas de tratamento de água e esgoto; instalações que usam água do mar no sistema de saneamento da cidade; sistema de dessalinização de água e visita a instalações de tratamento de água para reuso.