3

Ricardo Murad denuncia sucateamento de hospital de Coroatá…

Ex-secretário mostra em seu perfil no Facebook roubo de medicamentos da unidade hospitalar e até denúncias de assédio sexual, como balanço do 1º ano de governo Flávio Dino

 

Banner publicado por Murad, mostrando o antes e o depois

Banner publicado por Murad, mostrando o antes e o depois

O ex-secretário Ricardo Murad denunciou em seu perfil no Facebook o abandono pelo governo Flávio Dino (PCdoB), do Hospital Macroregional de Coroatá.

Usando vídeos de servidores, Murad ressaltou que até medicamentos estãos endo roubados do hospital apra serem vendidos em farmácias do município.

– E se não bastasse o dilaceramento da estrutura, até assédio sexual paciente vem sofrendo, como narra o mesmo blogueiro sobre o quebra quebra no Macrorregional de Coroatá – denunciou, mostrando link da denúncia. (Leia aqui)

Para Ricardo Murad, tudo isso ´resultado de um ano de governo Flávio Dino no Maranhão, que produção apenas sucateamento nos setores da saúde.

– Que vergonha – lamentou o ex-secretário…

5

Da série: quem sabe, faz bem feito…

cer2

De acordo com o Ministério da Saúde, dos mais de 5 mil municípios brasileiros, apenas 124 dispõem de um Centro Especializado em Reabilitação como este na foto acima que está em pleno funcionamento em Coroatá (MA).

O CER é o foco de mais uma matéria da série sobre os feitos que estão transformando a realidade de municípios brasileiros.

Foi operacionalizado pelo ex-secretário de saúde Ricardo Murad.

Tornar isso real é resultado de um trabalho de excelência em gestão e que hoje está beneficiando centenas de pacientes que antes teriam que buscar tratamento fora do município.

Com iniciativa, perseverança e firmeza, é possível executar trabalhos como o Centro de Reabilitação, voltado para o tratamento de pessoas com problemas de coordenação física e motora por meio de uma equipe multidisciplinar.

A obra é o resultado de um trabalho focado na saúde de qualidade, uma das marcas de Ricardo Murad.

Também em São Luís

cer

Em São Luís, quem operacionalizou o Centro de Reabilitação também foi Ricardo Murad.

O modelo é padrão: seis fisioterapeutas, uma psicóloga, uma fonoaudióloga, uma enfermeira e quatro técnicas em enfermagem.

Mais uma das raras iniciativas colocada em prática por quem sabe fazer gestão pública de qualidade.

4

Quem sabe, faz bem feito…

A imagem mostra o antes e o depois da obra, que transformou uma área degradada em espaço de lazer

A imagem mostra o antes e o depois da obra, que transformou uma área degradada em espaço de lazer

Este blog compartilha a partir de hoje algumas ideias que revolucionaram a área de saúde. São exemplos transformadores, como forma de estímulos aos gestores maranhenses.

Ninguém precisa ser especialista para saber que atividades físicas periódicas ajudam – e muito – a evitar uma série de doenças, que resultam, inclusive, na superlotação das unidades públicas de saúde.

mosaico

Várias atividades são desenvolvidas no ambiente público de esporte e lazer

Espaços públicos de qualidade para esse tipo de prática são fundamentais, mas raramente se vê iniciativas de gestores públicos nesse caminho. Uma dessas raras iniciativas foi colocada em prática ainda na gestão de Ricardo Murad.

Onde em São Luís você vê uma estrutura assim?

A Academia Pública de Saúde localizada em Coroatá, a 260 km da capital, está mudando o hábito na vida de centenas de pessoas no município, desde crianças até idosos.

O espaço é uma demonstração de que Ricardo Murad tem capacidade de transformar áreas inutilizadas em grandes obras que transformam a vida das pessoas, transformam uma cidade.

Isso é reflexo de gestor visionário, com iniciativa.

Que sabe fazer e quando faz, faz bem…

1

Ricardo Murad denuncia sucateamento da Saúde…

Ex-secretário denuncia que as ambulâncias novas das UPA de Coroatá estão sendo substituídas por ‘sucatas” pelo instituto que assumiu o controle da unidade

 

As ambulâncias usadas agora em Coroatá; todas de 2008/2009, segundo Ricardo Murad

As ambulâncias usadas agora em Coroatá; todas de 2008/2009, segundo Ricardo Murad

O ex-secretário Ricardo Murad diz que a mudança ocorrida no sistema de Saúde no Maranhão foi para pior.

Sob a hashtag #mudançaparapior, ele escreveu em seu perfil no Facebook que o Instituto Corpore, empresa de São Paulo, que ganhou o controle da UPA de Coroatá no governo Flávio Dino, está trocando as ambulâncias novas “por sucatas de 2008/2009”.

– Uma vergonha, um acinte que precisa ser denunciado – afirmou o ex-secretário.

Murad critica duramente Flávio Dino por permitir tal coisa.

– É assim que Flávio Dino trata o povo e propagandeia que gasta menos – frisou.

 

 

3

Para Ricardo, os responsáveis são Flávio Dino e Marcos Pacheco…

Ex-secretário de Saúde lamenta que, ao invés de usar o governo para apurar as mortes no Hospital e Coroatá, comunistas usam o próprio governo para encobrir a situação, usando, inclusive, “juiz comprometido política e familiarmente”

 

Para Ricardo, não há dúvidas de que Flávio Dino tenta abafar o caso para esconder incompetência em Coroatá

Para Ricardo, não há dúvidas de que Flávio Dino tenta abafar o caso para esconder incompetência em Coroatá

 O ex-secretário de Saúde Ricardo Murad (PMDB) voltou a criticar a postura do governador Flávio Dino e do seu secretário de Saúde, Marcos Pacheco, no episódio envolvendo a morte de cinco pacientes da UTI do Hospital Macrorregional de Coroatá.

– Na verdade, Flávio Dino e Marcos Pacheco são responsáveis pelas mortes os bebês e dos adultos nas UTIs de Coroatá, com o agravante de, ao invés de determinar a apuração rigorosa da denúncia, usam o próprio governo para acobertar o ocorrido – ressaltou o ex-secretário.

Ricardo Murad ressalta que a falta de oxigênio por negligência já ficou comprovada por depoimentos dos próprios funcionários da empresa responsável, mas Dino e Pacheco preferem insistir em esconder o caso.

– Até a censura judicial contra o jornal O EstadoMaranhão, por um juiz comprometido política e familiarmente, faz parte da estratégia macabra de esconder as mortes pela negligência  incompetência do governo – diz Murad.

Que concluiu:

– Seria caso de polícia, e o chefe de polícia não fosse político.

2

Funcionário atesta denúncia sobre mortes em Coroatá…

A deputada estadual Andrea Murad (PMDB) apresentou à Assembleia Legislativa, na sessão de ontem, 04, provas da denúncia que fez semana passada, de que pacientes do Hospital Regional de Coroatá morreram por falta de oxigênio na UTI, após pane de energia.

Andrea fez a denúncia semana passada, mas o governo Flávio Dino negou a informação.

Ontem, no entanto, ela apresentou documento que comprova a falha no sistema de oxigênio no mesmo dia em que houve as mortes, em 18 de abril.

O documento é assinado pelo funcionário Daniel Sousa da Silva, e conta como tudo ocorreu naquela noite.

Após a queda de energia, duas funcionárias da UTI-Neonatal entraram em contato com ele, para falar dos problemas com o oxigênio. Ele informa no relatório que entrou de forma imediata em contato com três técnicos da empresa RD Tecnologia e Serviços, que são responsáveis pela operação do sistema – Andrea Murad.

Apenas um atendeu a ligação, mas antes de chegar à unidade, dois pacientes já haviam “parado”.

Daniel Sousa informou que um dos funcionários do hospital não deu importância ao caso. Explicou ainda que entrou em contato com dono da empresa, Manoel, que assumiu a falha nos serviços prestados.

O funcionário se colocou, no relatório, à disposição para qualquer esclarecimento, caso a informação não seja o suficiente para “alguma perícia ou laudo”.

A palavra agora está, novamente, com o governo Flávio Dino…

2

Frieza e ataques…

De O EstadoMaranhão*

O governo Flávio Dino ainda não assumiu a responsabilidade de trabalhar para dar as respostas que os maranhenses – e principalmente os que votaram no novo governador – esperam dos seus integrantes,

As mortes ocorridas na UTI do Hospital macrorregional de Coroatá são um fato tão grave  que justificaria a ida dos gestores de saúde àquele município para apurar em que circunstâncias aquelas pessoas perderam a vida.

O Estado esteve no município, ouviu relatos de funcionários assustados, que por medo de represálias não quiseram se identificar, e também familiares dos pacientes falecidos que garantem que eles apresentavam quadro de saúde em boa evolução.

Um governo sério teria aberto uma sindicância para apurar o caso, pelo menos em consideração ás famílias que estão inconformadas com a perda de seus entes queridos.”

um governo sério teria enviado seus gestores ao hospital, antes de simplesmente negar ter havido qualquer problema naquela unidade ou acusar o Estado de publicar inverdades. Será que os administradores do macrorregional de Coroatá admitiriam suas falhas?

Um governo sério teria aberto uma sindicância para apurar o caso, pelo menos em consideração ás famílias que estão inconformadas com a perda de seus entes queridos.

Um governo sério, a despeito de qualquer crítica, tem a obrigação de fazer a oisa certa…

*Editorial de capa, publicado na edição de 27/04/2015

16

A força popular de Ricardo Murad…

Ao lado de Roseana, Ricardo chega à UPA em meio ao povo coroataense

O secretário de Saúde, Ricardo Murad, é um líder político inconsteste no município de Coroatá.

Poucas lideranças políticas do Maranhão conseguem mobilizar tanta gente quanto ele em atos políticos.

Um exemplo deste prestígio pessoal foi visto hoje, quando o secretário esteve na cidade, ao lado da governadora Roseana sarney (PMDB), para inauguração de mais uma Unidade de Pronto Atendimento.

Carismático, Ricardo dispensou os acessos privativos e chegou ao local em meio ao povo coroataense, que se acotovelava para chegar perto do seu líder.

Roseana Sarney também se impressionou com a rececptividade que teve ao lado do auxiliar.

O secretário mostra-se à vontade em meio aos coroataenses

Ela própria uma líder de carisma popular sem igual no Maranhão pôde presenciar o reconhecimento do povo coroataense.

As imagens que ilustram este texto são um exemplo do que Ricardo Murad representa para a população do município, mesmo há mais de 15 anos afastado da administração municipal.

É uma relação que perpassa as questões políticas e se explica pelo carisma.

Que nem os adversários políticos conseguem dissolver…