23

Veja o que Holandinha pensa de quem foge de debates…

Vídeo da campanha de 2012, em que o atual prefeito critica o ex-prefeito João Castelo, parece até que foi feito agora; e parece que Edivaldo Júnior fala de si mesmo

 

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) critica  a si mesmo em um vídeo da campanha de 2012, quando disputou contra o ex-prefeito João Castelo (PSDB),.

Na vinheta, exibida na propaganda eleitoral daquele ano, o prefeito reclama do seu adversário,que não participou de nenhum debate.

– Ele faz isso para as pessoas esquecerem a verdade sobre seu governo. Uma verdade feita de muitas promessas não cumpridas – afirma Holandinha, para sentenciar:

– Me atacando, e com obras de véspera de eleição, ele quer que você esqueça de tudo o que aconteceu nos últimos quatro anos.

Até parece que o prefeito fala de si mesmo…

0

Com medo dos adversários, Edivaldo articula cancelamento de debate na TV Difusora…

Prefeito que fugiu a todos os encontros não conseguiu ir nem mesmo à emissora hoje controlada pelo seu partido, o PDT; direção alega problemas técnicas para não realizar programa

 

Prefeito demonstra incapacidade de debater

Prefeito demonstra incapacidade de debater

Candidato à reeleição, o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) fugiu a todos os debates nesta campanha eleitoral.

Mas havia prometido, semana passada, ir, pelo menos, ao debate da TV Difusora, hoje controlada pelos dirigentes do seu próprio partido, o PDT.

Mas dois fatos mudaram a estratégia de Edivaldo: a Justiça determinou a participação de Eduardo Braide (PMN), o que assustou o prefeito, que já vinha assustado com o desafio proposto por Wellington do Curso (PP).

Leia também:

“Não fuja Edivaldo! Venha debater comigo”, provoca Wellington…

“Quero poder confrontar o prefeito”, afirma Eduardo Braide…

Despreparado política e administrativamente, o prefeito demonstra, desde 2012, pouca capacidade de se dar bem em debates.

Mas esperava-se que, quatro anos depois de assumir o cargo, tivesse melhorado neste quesito.

Não melhorou, e preferiu fugir mais uma vez.

A Difusora alegou problemas para inclusão de Braide no programa, embora, semana passada, a TV Guará tenha realizado debate com seis candidatos.

Sem a presença de Edivaldo, obviamente…

3

Do porquê Eliziane Gama se tornou o alvo dos adversários…

Bombardeada pelas estruturas de dois candidatos – um que tenta se manter à frente da disputa e outro que quer superá-la para chegar ao Segundo Turno – candidata do PPS tem sido a mais agredida, vilipendiada e covardemente atacada na campanha eleitoral de São Luís

 

Eliziane Gama: o alvo a ser atingido nesta campanha

Eliziane Gama: o alvo a ser atingido nesta campanha

A deputada Eliziane Gama (PS), candidata do PPS à Prefeitura de São Luís, passou a ser uma espécie de vidraça nas eleições de São Luís.

Carismática, simpática, com história de vida inigualável, ela tem uma trajetória de vida na política que fala por si só.

Por isso mesmo, tem presença garantida em um eventual segundo turno na capital; e também por isso, ela vence qualquer adversário em uma segunda rodada de votações.

Destruir Eliziane antes que ela se consolide, portanto, passou a ser o principal objetivo dos dois candidatos que disputam com ela a presença no segundo turno.

De um lado, um candidato que tenta se manter nas primeiras colocações. Do outro, um ex-aliado que precisa ultrapassá-la para garantir sobrevida eleitoral.

Com objetivos idênticos,  os dois montaram um verdadeiro arsenal de bombardeio na candidatura de Eliziane, com jornalistas, pseudo-jornalistas, jornalistas-calças-curtas e aprendizes de jornalistas de toda sorte, contratados a peso de ouro para atacar a candidata dia e noite, seja qual for o motivo.

As duas estruturas se voltam contra Eliziane gerando factoides diários, levantando questionamentos os mais absurdos, tentando colar nela imagens e perfis que ela nunca teve e nunca terá, pela própria estrutura de vida que decidiu seguir.

A disputa é salutar em uma campanha política, mas os ataques a Eliziane superaram o limite do covarde.

Eliziane passou a ser a candidata a ser batida neste primeiro turno.

Mas é quase impossível que ela não vá para o segundo turno, já que carrega as características de confiança e experiência tão exigidas pelo eleitor.

Quem vai com ela é que ainda não está definido.

Por isso a covardia dos adversários contra ela…

1

Contra a manipulação: Eliziane é uma das deputadas que mais defendem direitos dos Policiais Militares…

Eliziane Gama com policiais militares e evangélcios: história de lutas desde o início da carreira política

Eliziane Gama com policiais militares e evangélcios: história de lutas desde o início da carreira política

Do Blog de Daniela Bandeira

A candidata Eliziane Gama (PPS) precisará ficar de olhos bem abertos até o final da campanha, isso porque os adversários políticos da deputada prometem jogar sujo na tentativa de desqualifica-la. O ataque desleal criado devido a uma charge em seu programa no horário político, é um bom exemplo que a “política da boa vizinhança”, não vai acompanhar o período eleitoral.

A charge onde supostamente policiais militares são retratados como “bodes ou cavalos”, é simplesmente uma animação de uma situação a qual a deputada por muitas vezes se envolveu, quando defendeu o direito dos trabalhadores e grevistas. Em nenhum momento houve qualquer tipo de conotação depreciativa, até porque, Eliziane sempre foi uma das principais defensoras da instituição.

Como deputada estadual por dois mandatos, defendeu a bandeira da Polícia Militar, principalmente durante as manifestações dos PMs do Maranhão em 2011 e em 2014 na ocupação da Assembleia Legislativa. Agora como deputada federal, foi uma das primeiras a levantar a bandeira em favor da PEC 300 que cria um piso nacional para os policiais militares, civis e bombeiros, definindo assim um salário mínimo para categoria, em todo território brasileiro. Além disso, um dos seus principais aliados é o deputado estadual Cabo Campos (DEM), eleito justamente pelos votos da corporação.

Em nota, a assessoria de comunicação da “coligação São Luís de Verdade”, explicou que houve “um erro de corte que não passou pela coordenação política, mas foi prontamente resolvido e os responsáveis retirados da campanha”. Diante de um erro de edição, criou-se uma situação desnecessária e sem sentido algum, que não confere com o histórico de luta e bravura a favor da classes trabalhistas pela candidata.

Mesmo enfrentado o poderio de mobilização e de recurso do poder público, Eliziane Gama mantém a liderança nas pesquisas eleitorais ao lado de Edivaldo Holanda Júnior (PDT), mas vence tanto o prefeito, quanto o deputado Wellington do Curso (PP), em um projeção de segundo turno.

Talvez, por isso, o desespero e a manipulação da informação por parte dos escribas contrários à sua candidatura.

5

Denunciado por desvio de R$ 33 milhões, Holandinha foge de mais um debate…

No dia em que o ex-juiz Marlon Reis denunciou à Justiça Eleitoral esquema de compra de votos que pode resultar no afastamento do pedetista da campanha eleitoral, ele preferiu evitar mais um confronto com seus adversários

 

A cadeira vazia de Edivaldo Júnior ficou escondida atrás dos adversários...

A cadeira vazia de Edivaldo Júnior ficou escondida atrás dos adversários…

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) não compareceu ao debate promovido pela Comissão Justiça e Paz, na noite desta quarta-feira, 17, na Arquidiocese de São Luís.

Ele havia sido denunciado à tarde, na Justiça Eleitoral, pelo desvio de R$ 33 milhões da prefeitura para compra de apoios políticos e partidários e preferiu evitar ter que se explicar aos adversários.

Pouco preparado para o debate, o prefeito deve evitar este tipo de evento durante toda a campanha, assim como já ocorreu com a Sabatina do Partido Verde, no mês passado. (Relembre aqui)

...Que compareceram todos, em respeito à Arquidiocese e aos eleitores presentes

…Que compareceram todos, em respeito à Arquidiocese e aos eleitores presentes (As imagens são de Marcos Pinheiro)

A assessoria do prefeito justifica que pra participar de um programa assim – mesmo apenas com jornalistas – ele necessita de toda uma negociação preliminar sobre perguntas e respostas.

Os demais candidatos foram à sede da Arquidiocese, e falaram, em respeito aos presentes, de suas propostas e projetos.

E a cadeira vazia de Holandinha foi retirada do recinto…

11

É pelo medo que Dino se impõe…

Incapaz de convencer pelas ideias, o governador maranhense impõe a condição de ex-juiz – com irmão procurador da República – para subjugar, sobretudo, a classe política de pé-em-falso; e se impor, inclusive, em segmentos obscuros do Judiciário para fazer valer sua vontade

Editorial

O autoritário Dino: imposição pela intimidação

O autoritário Dino: imposição pela intimidação

Autoritário, o governador Flávio Dino (PCdoB) dá mostras cada vez mais inequívocas de que vai usar toda a sua força  – e de todos os seus instrumentos na política e no Judiciário – para calar aqueles que ousam mostrar as verdades do seu “governo da mudança”.

Dino é incapaz de conviver com o contraditório, incapaz de admitir erros. Incapaz de reconhecer a crítica.

E usa o medo para constranger, intimidar e subjugar quem tenta contrapor seu discurso.

Incapaz de liderar pela admiração ao seu projeto ou suas ideias, é pelo medo que ele subjuga, intimida e constrange a classe política, principalmente.

E a classe política – prefeitos, ex-prefeitos, deputados, vereadores e lideranças partidárias – quase sempre de pé em falso em algum momento da história, morre de medo de ser pega de calças curtas.

Ex-juiz federal, ex-presidente da Associação de Magistrados e ex-secretário-geral do Conselho Nacional de Justiça, o comunista sabe bem percorrer os corredores do Judiciário e abrir portas, sobretudo no Maranhão.

E ainda conta com a força do irmão sub-procurador-geral da República.

Com toda esta força, quem ousa contrariar o rei?

E assim, prefeitos morrem de medo, deputados morrem de medo e até magistrados e membros do TCE acabam por morrer de medo.

Não bastasse esta intimidação natural de quem se sente inseguro com a própria história, Dino quer dobrar agora aqueles que – por razões ideológicas, políticas ou simplesmente pessoais – não aceitam suas ideias, seus projetos e sua forma de ver o Maranhão.

Como não pode dobrar quem não lhe serve, ele apela também para segmentos obscuros dos demais poderes para perseguir, achincalhar, ridicularizar e intimidar homens livres.

É pelo medo que Flávio Dino se impõe na política maranhense.

Mas felizmente, o medo não ataca a todos…

12

A covardia do PCdoB contra Roseana…

Partido do governador Flávio Dino anuncia em seu site de notícias que a ex-governadora anunciou mudança para os Estados Unidos após Dino determinar auditoria em contratos do governo, o que é uma cretinice sem tamanho

 

Governo Dino age como carrasco

A covardia do PCdoB: notícia pré-fabricada

O Portal Vermelho, site de notícias mantido pelo PCdoB, cometeu um ato covarde, cretino e criminoso contra a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB).

Release publicado no portal, provavelmente elaborado pela assessoria comunista no Maranhão, tenta relacionar a viagem da ex-governadora a um decreto do atual chefe do Executivo maranhense, Flávio Dino.

É público e notório no Maranhão que Roseana anunciou, há mais de um ano, que passaria uma temporada nos Estados Unidos após deixar o governo maranhense, o que de fato aconteceu.

Ela renunciou ao mandato no início de dezembro. passou o Natal com a família, em São Luís, e embarcou no dia 27, portanto, muito antes de Flávio Dino assumir. Mas o Portal Vermelho anuncia, ipisis literis: ” Após a posse do governador Flávio Dino (PCdoB), a ex-governadora Roseana Sarney anunciou mudança para o Estados Unidos (…)”.

A informação covarde do portal do PCdoB, ao dizer que Roseana está “na mira de Flávio Dino, atribui ao seu governador poderes de perseguidor, juiz e carrasco ao mesmo tempo.

A desinformação do portal comunista, além de cretina, é também criminosa, por que maquiada como informação jornalística.

Pior: o site tem como slogan “A esquerda bem informada”.

Então, tá…

10

No Piauí a OAB não mantém crocodilos…

 

O crocodilo Pedrosa: ainda rastejando nos direitos humanos

Um belo exemplo para a seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil foi dado pela sua co-irmã piauiense.

A OAB-PI encaminhou ofício ao delegado-geral da Polícia Civil daquele estado cobrando apuração de crime de lesão corporal contra o jornalista Efrém Ribeiro.

Ribeiro foi agredido por um policial rodoviário federal, no dia 27 de abril, crime que ganhou repercussão imediata na imprensa do PIauí.

A OAB-PI externa sua preocupação com relação a atentados contra a liberdade de imprensa, razão pela qual solicita providências no sentido de que o episódio não deixe de ser devidamente apurado – afirmou o presidente da Ordem, Sigifroi Moreno. (Leia aqui)

No Maranhão, além de silenciar com relação à morte do jornalista Décio Sá, a OAB ainda apoiou o presidente de sua Comissão de Direitos Humanos, Antonio Pedrosa, que agrediu os jornalistas de forma covarde.

Em seu blog, Pedrosa afirmou que não derramaria “lágrimas de crocodilo” pela morte de Décio e ainda chamou jornalistas de “gorilas diplomados”. (Releia aqui)

O representante legal da entidade no estado, Mário Macieira, nunca se pronunciou sobre o assunto.

E o covarde Pedrosa continua arrotando arrogância…

8

Repúdio ao covarde Antonio Pedrosa na Assembleia…

Do Blog de Jorge Aragão

A declaração infeliz e canalha do presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Maranhão, Antônio Pedrosa, foi bastante criticada na caminhada realizada no feriado do dia 1º de maio, na Avenida Litorânea.

O Blog conseguiu apurar que alguns deputados inclusive já pensam em apresentar, ainda esta semana, uma Moção de Repúdio pela declaração de Pedrosa.

Os deputados também acharam estranho que a OAB-MA não tenha se retratado após o posicionamento de um presidente de uma de suas comissões.

O curioso é que quando da prisão por extorsão dos dois advogados funcionários do Tribunal de Justiça, a OAB-MA, mesmo sem precisar, fez questão de externar seu posicionamento sobre o fato.

Já no caso da declaração de Pedrosa, fez de conta que não leu, não ouviu e não soube. Continue lendo aqui…