1

Pinheiro: Luciano compra mais oxigênio contra a CoVID-19…

Preocupado com o avanço do coronavírus em todas as regiões do Maranhão, o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio anunciou a aquisição de cilindros de oxigênio, bem como de outros insumos necessários para tratamento de pacientes internados com a Covid-19.

Os cilindros começaram a chegar à cidade nesta segunda-feira (22) e são fundamentais neste momento em que estamos atravessando no Maranhão.

Com o sistema de saúde em colapso em todo o país, Luciano Genésio se antecipa e com isso busca salvar mais vidas em Pinheiro e região, uma vez que muitos pacientes de outras cidades da Baixada Maranhense buscam ajuda nos hospitais da cidade.

“Com muito esforço estamos conseguindo adquirir mais cilindros de oxigênio para o tratamento de pacientes com Covid-19 que se encontram internados no Hospital Dr. Antenor Abreu. A falta de oxigênio no mercado para tratar pacientes em estágio moderado e grave da doença demonstra o nível da sobrecarga do sistema de saúde público. Com mais essa aquisição estamos contribuindo para que vidas sejam salvas”, disse Luciano.

Sem dúvida alguma essa é uma grande notícia para levar mais esperança à população pinheirense.

Da assessoria

2

Um ano depois, CoVID-19 matou mais que todas as outras causas juntas no MA

No dia 20 de março de 2020 o governador Flávio Dino anunciou o primeiro caso da doença no estado – e determinou imediata restrição de circulação e fechamento de serviços; um ano depois, já são mais de 232 mil casos confirmados e mais de 5,6 mil óbitos

 

O caso nº 1 foi registrado em 20 de março; em um ano, multiplicou-se por mais e cinco mil vezes

A CoVID-19 precisou de apenas 1 ano para matar, no Maranhão, 10 vezes mais o trânsito, o câncer, os assassinatos e todas as outras doenças juntas matariam. 

Em 20 de março de 2020, o governador Flávio Dino (PCdoB) foi ás redes sociais para anunciar a primeira vítima de coVID-19 no estado; na época, foi determinado o fechamento de várias atividades e a restrição na circulação de pessoas.

Naquela época, pouco se sabia sobre a doença, transmitida pelo coronavírus.

Houve muita polêmica em relação às máscaras, apresentaram a Cloroquinha como solução mágica – depois confirmada como um equívoco – até se chegar à vacina, esperança mundial.

Um ano depois, a CoVID-19 já matou 5.640 maranhenses, com um total de casos de 232.708, segundo dados do último dia 16, disponível Coronavírus Maranhão, do Governo do Estado. (Veja aqui)

Vive-se o pior momento da pandemia no Maranhão e no Brasil.

Vive-se os erros do governo central, que desdenhou da coVID-19 desde o início.

Com novas medidas restritivas, surgimento da vacina e ações complementares, o governo espera combater a doença nos próximo meses.

para que não se chegue a março de 2022 com o dobro de mortes.

Ou o triplo, dependendo da letalidade do vírus e suas novas cepas…

2

Bacabeira e Santa Rita anunciam compras de 10 mil doses de vacina

As Prefeituras de Bacabeira e Santa Rita mantendo a parceria institucional estabelecida entre os dois entes municipais, anunciaram que vão adquirir em conjunto 10 mil doses da vacina contra covid-19. O prefeito Hilton Gonçalo tem negociado desde o ano passado com o governo da Rússia a compra do imunizante Sputnik V, o mesmo que foi adquirido pelo Governo do Maranhão.

“Estamos dialogando com o governo russo desde o ano passado. Estamos tentando garantir a vacina para a nossa população para que em breve possamos voltar a vida normal”, afirmou Hilton Gonçalo.

As 10 mil doses a serem adquiridas pelas Prefeituras de Bacabeira e Santa Rita vão ser distribuídas de forma proporcional a população dos dois municípios. Isso seria o suficiente para vacinar uma importante parcela dos habitantes das duas cidades.

A intenção de compras das vacinas contra covid-19 já foi aprovada, tanto na Câmara Municipal de Bacabeira como na Câmara Municipal de Santa Rita, ou seja, os prefeitos já possuem os instrumentos legais para garantir o imunizante. A expectativa é que concluindo a compra das vacinas, elas possam chegar até o fim do mês de abril.

Cada dose da Sputnik V custa U$8,75, o equivalente a R$48,65. Esse valor é inferior ao que o Governo Federal vem pagando que é U$11,20 ou R$62, ou seja, o valor estipulado pelas Prefeituras de Bacabeira e Santa Rita são bem inferiores, representando uma postura de austeridade e responsabilidade com o dinheiro público.

0

Aglomerações continuam, mesmo com bares e restaurantes fechados

Deputado estadual Dr. Yglésio divulga vídeo em que mostra pessoas amontoadas em ônibus, supermercados, mercados, paradas e em vários outros ambientes; entidades do setor de comida fora do lar divulgam Carta Aberta às autoridades

 

O fechamento de bares e restaurantes na região da Grande São Luís – desde o dia 15 –  teve impacto apenas econômico,  para empresários e trabalhadores do setor.

As aglomerações continuam na ilha, mesmo sem shows, festas ou barzinhos.

O deputado estadual Dr. Yglésio (Pros) divulgou em suas redes sociais vídeo em que reúne imagens de ônibus, paradas de ônibus,. supermercados, feiras e lojas que mostram absoluta aglomeração em vários setores.

– Evite aglomerações, mas como? O caminho da CovID-19 pode terminar na minha família. E na sua também – alerta o parlamentar.

Esta semana, também, entidades ligadas ao setor de comida fora do lar emitiu Carta Aberta ás autoridades, em que criticam as aglomerações da época de campanha e denunciam falta de fiscalização em festas clandestinas.

– Afora querem um bode expiatório. É mais fácil fechar o setor que mais emprega no país do que fiscalizar adequadamente o cumprimento dos decretos – afirma o documento, assinado pelo Sindicato dos bares e Restaurantes e pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes.

3

Espaço Renascença vai virar hospital de campanha em São Luís…

Por articulação do secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, Grupo Uniceuma doou o espaço e o Grupo mateus vai equipá-lo, numa parceria público-privada com foco no combate à CoVID-19

 

O Espaço Renascença vai se transformar em um novo hospital de campanha de São Luís para atendimento a pacientes da CoVID-19

Uma parceira do Governo do Estado – articulada pelo secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo – vai garantir a instalação de um novo hospital de campanha para combate à CoVID-19 em São Luís.

A unidade de saúde vai funcionar no Espaço Renascença, cedido pelo Grupo Uniceuma, e equipado pelo Grupo Mateus.

Simplício Araújo articula diretamente a montagem do hospital de campanha em parceria com grupos privados do Maranhão

– Em nome do povo do Maranhão e do governador Flavio Dino, agradeço ao Grupo Mateus e à Universidade Ceuma pela contribuição para a montagem e doação do espaço renascença para o hospital de campanha de São Luís. Preparação do local para a montagem já iniciou – informou Simplício, nesta terça-feria, 16. (Veja vídeo)

O espaço receberá stands com leitos e equipamentos para garantir internação e atendimento ás vítimas do coronavírus em São Luís

De acordo com o titular da Seinc, o hospital vai atender pacientes de São Luís e desafogar as unidades tradicionais, que já estão em lotação máxima.

Os caminhões com os equipamentos e instalações já começaram a chegar ao local do hospital.

2

Com apoio da Câmara, Braide mostra-se efetivo no combate à CoVID-19…

Prefeito de São Luís alia oferta contínua de leitos com aplicação sistemática de vacinas –  apesar da escassez de oferta de doses – e agora, com emenda de vereadores, garantirá maior quantidade de imunizantes, alcançando maior número de cidadãos

 

Braide tem buscado a oferta constante de leitos para tratamento da CoVID-19, mesmo com o aumento progressivo do número de casos em São Luís

Em meio à crise pela escassez de vacinas contra a CoVID-19 – e a notória má-vontade do governo Jair Bolsonaro – o prefeito Eduardo Braide (Podemos) tem sido extremamente efetivo no combate à pandemia.

Ele consegue aliar oferta contínua de leitos para tratamento de infectados pelo coronavírus – só ontem foram 10 novos leitos – às campanhas de vacinação em massa, mesmo com a falta contínua do imunizante.

Para se ter ideia da efetividade do prefeito de São Luís, a capital maranhense já está vacinando idosos com idade entre 75 e 79 anos; e já está agendando a vacinação dos que têm idade entre 70 e 74 anos.

O prefeito acompanha pessoalmente as campanhas de vacinação, que podem aumentar progressivamente com a ajuda dos vereadores

Para garantir essa ação contínua, Braide conta também com o apoio de vereadores, sob a liderança do presidente da Câmara, Osmar Filho (PDT).

Por intermédio da Câmara, receberá recursos de emendas coletivas para comprar vacinas diretas de fabricantes.

A contribuição dos vereadores garantirá a aceleração da campanha de vacinação, o que pode reduzir o prazo estimado para imunização de todos os ludovicenses.

Uma notícia e tanto para uma cidade que sofre com o aumento da pandemia…

1

Vereadores vão discutir compra de vacinas com secretário de Saúde

Reunião marcada para as 10h30 desta segunda-feira, 15, apresentará ao secretário Joel Nunes o balanço da emenda coletiva que visa garantir recursos para compra de vacinas em São Luís, além de discutir outras ações contra a CoVID-19

 

A sessão será remota na manhã desta segunda-feira, 15, na Câmara de São Luís; vereadores também vão discutir compra de vacinas com secretário de Saúde

O presidente da Câmara Municipal, Osmar Filho (PDT), convocou os vereadores de São Luís para uma reunião às 10h30 desta segunda-feira, 15, com o secretário municipal de Saúde, Joel Nunes.

Na pauta, a compra direta de vacinas para o combate à CoVID-19 na capital maranhense.

Osmar Filho liderou semana passada aprovação unânime do projeto de Lei que autorizou a Prefeitura de São Luís a compra vacinas diretamente dos fabricantes.

No dia seguinte, o presidente da Câmara organizou a aprovação de uma emenda coletiva para viabilizar recursos que garantirão a compra dessas vacinas.

Além de discutir a destinação dessa emenda coletiva, os vereadores vão tratar com o secretário de saúde outras ações contra a CoVID-19.

A sessão desta segunda-feira será realizada na parte da tarde, à partir das 16h, quando será votado um veto do prefeito a um projeto de 2019 aprovado na Casa.

Pór causa das restrições da pandemia, a sessão será remota…

0

CoVID-19 já matou 779 crianças no Brasil…

Este é o total de casos entre pessoas com até 12 anos, segundo dados divulgados pelo DataSUS; quase 1/4 dessas mortes se deram nos últimos três meses, após surgimento das novas variantes do coronavírus no país

 

A CoVID-19 passou a atacar mais as crianças, registrando quase 1/4 das mortes na faixa etária até 12 anos apenas nos últimos três meses

A  CoVID-19 já matou no Brasil, desde o início da pandemia de coronavírus, nada menos que 779 crianças com até doze anos, segundo dados do DataSUS, o sistema de processamento de dados do Sistema Único de Saúde.,

No mesmo período, ao menos 11.628 pacientes da mesma faixa etária precisaram ficar internados; um em cada quatro deles precisou ir para uma UTI .

Do total de mortes, 24% ocorreram nos últimos três meses.

Entre janeiro e o dia 8 de março, foram 166 mortes de crianças em todo o país. O estado com mais vítimas foi Pernambuco, com 84 óbitos, seguido por São Paulo, com 83 e Rio de Janeiro, com 74.

As novas variantes do coronavírus atacam de forma mais agressiva crianças e jovens.

O que não ocorria na primeira fase da doença, que durou todo o ano de 2020.

 

0

Revalida pode aumentar números de médicos no combate à CoVID-19

Deputado federal Gastão Vieira é autor do Projeto de Lei 4865/2019 que, além de transformar em Lei o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos, propõe que as provas sejam realizadas duas vezes por ano

 

O Brasil vive o seu pior momento na pandemia e isso se reflete na saúde pública e privada em geral. Recorde de mortes, hospitais em todo o país à beira do colapso e profissionais de saúde exaustos e, muitas vezes, insuficientes para atender a demanda cada vez mais crescente.

“Nesta quinta-feira, a Universidade Estadual do Maranhão fez a entrega  dos Diplomas Médicos expedidos por instituições de ensino superior (IES) estrangeiras e Revalidados pela UEMA. Isso mostra que a nossa luta, para que esses profissionais pudessem ter seus diplomas revalidados pelas universidades públicas e privadas brasileiras,  valeu a pena. São 13 novos profissionais que podem reforçar a linha de frente no combate à pandemia aqui no Maranhão”, disse Gastão Vieira(PROS/MA).

O deputado federal é autor do Projeto de Lei 4865/2019 que, além de transformar em Lei o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida),  propõe que as provas sejam realizadas duas vezes por ano.

“Desde a saída dos médicos cubanos da rede de saúde pública, sempre lutei para o total aproveitamento dos médicos brasileiros. Garantimos o aumento das vagas disponibilizadas pela UEMA para a validação de diplomas de médicos formados no exterior. Além disso, protocolei na Câmara o Projeto de Lei 4865/19 que, infelizmente, diante de tantos imprevistos ao longo de 2020, continua em tramitação,” completou.

“Nosso trabalho foi fundamental, principalmente nesse momento de pandemia, asseguramos mais médicos, para que nossa população seja melhor assistida”. O deputado Gastão Vieira disse ainda que, assim que os trabalhos na Câmara sejam retomados efetivamente, vai lutar para que a PL 4865/2019 entre em votação e seja aprovada, “Somente assim, poderemos, de fato, garantir que esses médicos formados em universidades estrangeiras realizem o sonho de voltar ao seu país e cumprir o dever com a saúde dos brasileiros”, finalizou.

3

Maranhão pode ter 10 vezes mais casos de CoVID-19 que o anunciado

Segundo a plataforma Farol CoVID, para cada caso registrado pelos órgãos de saúde, nove não são notificados, o que pode levar o número de casos em tratamento de 11 mil para quase 78 mil

 

O Maranhão pode ter 10 vezes mais casos de CoVID-19 do que o registrado pelos órgãos de saúde.

Esta é a conclusão da plataforma Farol CoVID, que monitora o avanço da doença no país; segundo a plataforma, para cada caso notificado, nove não são registrados nos órgãos de saúde.

No maranhão há cerca de 11 mil casos ativos da CoVID-19; mas de acordo com os dados do Farol CoVID, esse número pode ser de 78 mil.

Os números mostram a necessidade do governo manter as medidas de restrição ou apertá-las ainda mais, diante do avanço desenfreado da doença em todo o estado.

O governador Flávio Dino deve anunciar nesta sexta-feria, 12, as novas regras para o combate à pandemia…