1

Governo engana população, anuncia Brandão, mas leva Felipe Camarão a eventos…

Com a conivência de prefeitos aliados e a vista-grossa do Ministério Público, o Palácio dos Leões está usando a imagem do governador-tampão para anunciar obras e entrega de peixes e cestas básicas no interior, mas quem participa dos atos são o secretário Felipe Camarão e alguns auxilaires do governo, uma vez que o titular ainda está internado e em previsão de retorno ao Maranhão

 

Um dos convites mentirosos feitos por prefeitos aliados anunciando a presença de Brandão em ato nesta quarta-feira, 22

 

Mais um crime praticado pelo Palácio dos Leões e aliados contra a população maranhense está sendo disseminado sem restrições no interior maranhense.

Prefeitos aliados do governo anunciam a presença do governador-tampão Carlos Brandão em atos administrativo-eleitoreiros, mas quem participa. de fato, é o ex-governador Flávio Dino (PSB), o ex-secretário Felipe Camarão (PT) e auxiliares do governo.

Internado há mais de 30 dias, Brandão não tem previsão de alta – e nem sabe se terá condições de disputar as eleições.

Mas seu nome e sua imagem são levados criminosamente pelos aliados no interior, usurpando as funções do complacente presidente do Tribunal de Justiça, Paulo Velten, espécie de governador-fantasma que só aparece diante da “invocação” conveniente dos donos do Palácio.

Até as roupas de Felipe Camarão passaram a ser iguais às de Brandão no interior maranhense, para confundir o eleitor da presença do governador-tampão ainda doente

Para convencer a população do interior de que Brandão está ativo e presente no governo, prefeitos aliados ao Palácio dos Leões divulgam comunicados e distribuem convites anunciando sua presença em atos nos municípios.

No momento das ações, quem aparece é o pré-candidato a vice-governador Felipe Camarão (PT), geralmente ao lado do ex-governador Flávio Dino (PSB), enquanto um telão exibe a imagem do ainda convalescente governador-tampão.

E tudo isso diante dos olhos quase fechados do Ministério Público Eleitoral e da Procuradoria Eleitoral no Maranhão…

0

Afastado do governo, Brandão comete crime eleitoral com imagen em arraiais

Telões com discurso do governador-tampão foram instalados em espaços financiados pelo Palácio dos Leões na tentativa de torná-lo conhecido da população, ação vetada pela Justiça Eleitoral e que pode levar à cassação do mandato

Com aspecto doentio, Brandão é exibido ilegalmente em arraiais do governo, numa clara tentativa de sensibilizar eleitoralmente a população

O governador-tampão afastado Carlos Brandão (PSB) está cometendo abertamente um crime eleitoral que pode levar à cassação de sua candidatura ou de eventual mandato.

De licença médica oficial há mais de 30 dias, o tampão tem aido exibido publicamente em vídeos espalhados nos arraiais financiados pelo governo.

Nos vídeos, Brandão fala abertamente de projetos de continuidade ao lado de Flávio Dino, num disfarçado pedido de votos.

Em São Luís, os vídeos podem ser vistos nos arraiais do Ceprama e do Ipem, que recebem dinheiro público para funcionar.

Mas a campanha do governador-licenciado não se limita aos arraiais.

A maciça divulgação de campanha vomeçou a der veiculada nesta segunda-feira, 20, em emissoras de TV, rádios, sites e blogs.

Só a frase “pra continuar em frente” já caracteriza o crime eleitoral.

Os vídeos dos arraiais e a propaganda da TV já foram devidamente filmados por partidos políticos, que devem acionar a Justiça Eleitoral.

E o governador, que ainda nem sabe se poderá ser candidato, pode ter o mandato cassado…

2

De como Márcio Jerry muda discurso sobre uso de helicópteros para justificar abuso de Flávio Dino

Deputado federal que passava dia e noite condenando o uso de aeronaves pelo governo Roseana Sarney tenta, desde 2018, minimizar o crime do ex-governador, que, mesmo sem mandato, faz campanha com o helicóptero do GTA

 

Em 2011, era assim que pensava Márcio Jerry sobre uso de helicópteros do governo em campanha

O recorte publicado acima é do perfil do deputado federal federal Márcio Jerry (PCdoB) nas redes sociais; e foi postado em 22 de agosto de 2011.

Na época, Jerry era um mero assessor do então ex-deputado federal Flávio Dino (PCdoB), que havia perdido a eleição de 2010 e se preparava para as eleições de 2012.

O tempo passou e tudo mudou.

Márcio Jerry é hoje um deputado federal eleito e reeleito pela força da máquina do governo Flávio Dino, tornou-se um homem rico e poderoso e agora entende diferente sobre o uso de helicópteros do governo em campanha.

Em 2018, era assim que pensava o mesmo Márcio Jerry sobre uso de helicópteros do governo em campanha

O recorte acima é do mesmo Márcio Jerry, publicado em 2018, diante das denúncias de uso indevido do helicóptero do GTA quando Flávio Dino ainda era governador em campanha pela reeleição.

Detalhe, quando Márcio criticou Roseana, ela era governadora e tinha prerrogativas para viajar nas aeronaves do governo.

Agora, o que pensa o mesmo Márcio Jerry para o fato de seu parceiro Flávio Dino – que não é governador, não tem cargo algum no governo e não tem prerrogativas para usar os equipamentos do estado – continuar a usar as aeronaves públicas?

Cada coisa!!!

0

Brandão esconde, ilegalmente, seu estado de saúde

Como homem público, que disputa uma reeleição difícil, governador-tampão tem obrigação legal de informar a população sobre as condições clínicas em que se encontra, a que tipo de cirurgia foi submetido e porque teve que se afastar do governo

 

Brandão sumiu do mapa e o governo está sendo exercido ilegalmente pelo ex-governador Flávio Dino; Ministério Público tem obrigação de cobrar explicações

Opinião

É ilegal a tentativa do Palácio dos Leões, da assessoria do governo e da própria família de esconder do povo maranhense o estado de Saúde do senhor Carlos Orleans Brandão (PSB).

No dia 17 de maio, o governador-tampão anunciou, de uma hora para outra, que iria se submeter a cirurgia para retirada de cisto.

Mas deixou claro que seria uma cirurgia simples, que, inclusive, poderia ser deixada para depois.

Desde então, as circunstâncias da operação, o estado clínico e o local em que está internado é mantido sob sigilo absoluto, tanto pela família quanto pelo Palácio dos Leões e pela família do governador; e com a conivência do Ministério Público e de parte da imprensa.

Mas é ilegal este sigilo.

Com base na Lei de Transparência, por ser uma figura pública, Brandão, o hospital, sua família e o governo são obrigados a divulgar boletins diários sobre o estado de saúde, como já demonstrou o blog Atual7.

É de interesse público e de interesse do público do Maranhão o estado de saúde do governador.

E o assunto se reveste ainda de mais polêmica quando se sabe do que o ex-governador Flávio Dino (PSB) – que tem exercido o governo de fato – é capaz para se manter no poder.

É hora, portanto, de a opinião pública – e principalmente o Ministério Público – exigirem informações sobre o estado de saúde do mandatário do Maranhão.

Este é um direito do maranhense…

4

Uso de helicóptero do governo por Flávio Dino recebe críticas generalizadas

Mesmo sem ter mandato, ex-governador tem se apresentado no lugar do seu sucessor Carlos Brandão em eventos oficiais no interior maranhense, numa usurpação de poder criminosa, e na vista do Ministério Público e da Justiça

 

 

É Flávio Dino, e não Brandão, quem entrega obras do governo e ordens de serviços no interior maranhense como mostra a foto na região tocantina

Repercutiu negativamente em todo o Maranhão o uso ilegal do helicóptero do governo]]]]nro pelo ex-governador Flávio Dino (PSB).

Mesmo sem mandato, Dino tem agido como chefe do governo no lugar do seu sucessor Carlos Brandão.

E usado a estrutura pública em benefício eleitoral próprio, usurpando a função do seu eterno vice, como denunciou o blog Marco Aurélio D’Eça, no post “Mesmo fora do governo, Dino age como governador de fato…”

Usurpando as funções do seu sucessor Carlos Brandão, Dino usa o helicóptero do governo em proveito de sua própria campanha de senador

No final de semana, ele foi ao interior a bordo do helicóptero pago com dinheiro público; comandou reuniões, analisou obras e entregou ordens de serviço, função que deveria ser do seu sucessor.

A atitude de Dinho foi criticada duramente pela classe política, por jornalistas independentes e pela população nas redes sociais.

Um crime eleitoral claramente provado pelas imagens.

Mesmo diante do silêncio do Ministério Público estadual…

1

Apoiador de Hélder Aragão ostenta cédulas de R$ 100 em período eleitoral

Do blog de Neto Ferreira

Um apoiador do candidato a prefeito de Anajatuba, Hélder Aragão, gravou um vídeo ostentando inúmeras cédulas de R$ 100,00.

“Aqui é um calor tão miserável, que eu não sei mais o que faço. Eita, meu velho. Tu tá onde? Vem para cá se divertir. Nós demos o golpe foi certo”, diz o homem mostrando o dinheiro.

O homem, conhecido como Zé Paulo, é ligado também a Eduardo Castelo Branco, liderança política que tem a mulher como candidato a vice-prefeito de Anajatuba.

Em outra gravação, o candidato a vereador, Rodrigo Dutra, do grupo de Hélder Aragão, foi flagrado comprando votos no Povoado Afoga.

O vídeo, que já circula pela internet, mostra o momento exato que Dutra tira o dinheiro da carteira de cédulas e entrega para uma mulher, que seria a dona da residência

0

Júnior do Posto nega que filho estivesse tentando comprar votos em S. Domingos do Azeitão

O candidato a prefeito de São Domingos do Azeitão, Lourival Júnior (Republicanos), mais conhecido como Júnior do Posto, declarou que se o seu filho, Gustavo Barros, não estava tentando comprar votos quando foi levado por policiais para a Delegacia na tarde de quinta-feira (12).

Por meio de nota, Júnior esclareceu que Gustavo é sócio de dois empreendimentos nas cidades de Uruçuí e São Domingos do Azeitão e por isso estaria transportando a quantia apreendida de uma cidade para outra, uma vez que no município maranhense não possui agência bancária.

O republicano disse ainda que o montante de R$ 200 mil é compatível com o caixa das empresas, que são postos de combustíveis.

Lourival pontuou também que no automóvel não foi encontrado material de campanha ou qualquer outro indício do crime imputado, qual seja, corrupção eleitoral.

No final da nota, o candidato reafirmou que os fatos serão esclarecidos na Justiça Eleitoral e será comprovado que não houve o cometimento de qualquer crime eleitoral.

Leia a nota abaixo:

“Louviral Júnior, candidato ao cargo de prefeito no Município de São Domingos do Azeitão, conhecido como JÚNIOR DO POSTO, vem a público esclarecer a matéria que veicula fatos inverídicos e ofensivos divulgados em veículos de comunicação.

A referida notícia pontuou que filho de candidato a prefeito de São Domingos do Azeitão é preso em flagrante por está transportando R$ 200 mil reais em espécie, aduz ainda que o mesmo estaria tentando comprar votos na cidade.

Convém esclarecer que não houve prática de qualquer crime eleitoral. Em verdade, o Sr. Gustavo Barros, filho do Júnior do Posto, possui empreendimentos nos Municípios de Uruçuí e São Domingos do Azeitão, desse modo, quando ocorreu a abordagem policial, estava transportando valores, referentes a estes empreendimentos, de um município para outro.

Salienta-se que no Município de São Domingos do Azeitão não há agências bancárias e que o valor encontrado é compatível com o caixa da atividade exercida pelo empresário, sócio de posto de combustível. Ademais, no automóvel não foi encontrado material de campanha ou qualquer outro indício do crime imputado, qual seja, corrupção eleitoral.

Por fim, o candidato Júnior do Posto reafirma o seu compromisso com o município de São Domingos do Azeitão, por uma campanha justa, limpa e propositiva, sem a utilização de qualquer meio ilícito, inclusive, compra de votos. Porquanto, o candidato está convicto que os fatos serão esclarecidos na Justiça Eleitoral e será comprovado que não houve o cometimento de qualquer crime eleitoral.”

 

0

Rede Sustentabilidade denuncia comícios de Detinha à Justiça Eleitoral

Partido entende que a candidata do PL fez propaganda antecipada com prática proibida pela Lei Eleitoral, e encaminhou representação ao Ministério Público, responsável pela eventual denúncia, que pode, inclusive, resultar em processo por abuso do poder econômico

 

Detinha promoveu propaganda eleitoral antecipada com realização de comício, prática proibida pela Justiça Eleitoral

O diretório municipal do partido Rede Sustentabilidade apresentou nesta terça-feira, 11, denúncia ao Ministério Público Eleitoral contra a candidata do PL, deputada Detinha, por propaganda eleitoral antecipada.

Nas duas últimas semanas,quando seu partido estava em campo com uma pesquisa eleitoral sobre a sucessão municipal, Detinha realizou uma série de comícios em comunidades de São Luís, prática proibida pela Justiça Eleitoral.

A Rede Sustentabilidade tem o jornalista Jeisael Marx como candidato a prefeito.

– Extrai-se, pôs, do conjunto fático, que o representado realizou propaganda eleitoral antes da data autorizada para tanto, perpetrando o ilícito eleitoral – diz o documento do partido, assinado pela presidente municipal Laryssa Cristalya Nascimento Coelho.

No documento, além de pedir a imediata suspensão das práticas, a Rede Sustentabilidade pede também que seja investigada possível abuso de poder econômico por parte da candidata do PL.

Veja aqui a íntegra da Representação

0

Duarte vence no TRE e tem mandato garantido…

Deputado conseguiu mostrar aos juízes eleitorais que não cometeu crime nas eleições de 2018, quando elegeu-se deputado estadual; a decisão reforça a candidatura do parlamentar a prefeito de São Luís, embora ainda haja recurso ao Ministério Público

 

O deputado estadual Duarte Júnior (Republicanos) foi absolvido nesta segunda-feira, 4, em sessão virtual do Tribunal Regional Eleitoral, da acusação de crime eleitoral nas eleições de 2028.

Votaram a favor do parlamentar o relator do caso, desembargador Tyrone Silva, além dos juízes José Gonçalo, Gustavo Vilas Boas e Lavínia Macedo Coelho. Ronaldo Castro Desterro e Bruno Duailibe votaram pela cassação.

Duarte era alvo de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije).

Segundo a denúncia, o parlamentar usou a estrutura do Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon-MA), órgão que dirigiu até antes do pleito, para obter a vitória nas urnas.

O Ministério Público Eleitoral ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral…

5

Com orçamento milionário, Rubens Jr. faz política com coronavírus…

Mesmo à frente de programas com recursos capazes de garantir assistência social, alimentar e financeira a milhares de famílias, secretário que disputa a Prefeitura de São Luís prefere liderar midiática campanha de arrecadação, com divulgação em seu site eleitoral

 

Rubens Jr. tem orçamento milionário em sua Secid, mas prefere fazer campanhad e arrecadação para ganhar mídia

Desde que foi nomeado secretário de Cidades pelo governador Flávio Dino (PCdoB), o deputado federal Rubens Pereira Júnior (PCdoB) já sabia que teria pela frente um orçamento milionário e um objetivo claro: viabilizar-se como candidato a  prefeito de São Luís.

Tanto que sua pasta recebeu, logo de cara, orçamentos milionários e programas igualmente abarrotados de recursos. (Relembre aqui e aqui)

Só para a reforma e construção de casas populares, Pereira Júnior distribuiu em 2019 mas de 2 mil cheques de R$ 5 mil para famílias carentes.

Sem decolar nas pesquisas, mesmo assim, o secretário agora tenta se aproveitar da crise do coronavírus para faturar midiaticamente como candidato, anunciando campanha de arrecadação de alimentos pela sua própria pasta.

Ora, com os mais de R$ 200 milhões de orçamento a própria Secid não poderia fazer essa compra destes produtos e distribuir aos beneficiários de seus programas?

O mais grave ainda: o candidato comunista divulga a ação da sua pasta em seu site pessoal, com referência às suas campanhas e número do seu partido.

O candidato do PCdoB, que é secretário de Cidades, divulgou ações públicas em site pessoal, político-eleitoral

Resultante direto da cultura do “filhotismo político”, Rubens júnior acaba por tentar se aproveitar midiaticamente de momentos difíceis da sociedade e da população.

E mantém as velhas práticas políticas no estado…