14

Discurso de Dino é reprovado nacionalmente…

Mídia quatrocentona, que incensava o comunista contra os Sarney, agora veem nele uma caricatura de militante estudantil, pronto a sair às ruas, em ordem unida, contra um golpe que ninguém vê

 

governador parecia um militante estudantil, com direito a gestos histriônicos e gritos de guerra comuno-petistas

governador parecia um militante estudantil, com direito a gestos histriônicos e gritos de guerra comuno-petistas

Os principais articulistas e comentaristas políticos do Brasil condenaram a atitude estudantil do governador Flávio Dino (PCdoB) contra as ações da oposição em relação ao governo Dilma Rousseff (PT), que ele chamou de golpe.

Sem capacidade para articular a base de Dilma, Dino agiu como militante partidário, histriônico e caricato, cheio de gestos de campanha, para atacar todos que entenderem ser o governo Dilma um governo fraco, incompetente, incapaz de recuperar o país.

O jornalista Ricardo Noblat, de O Globo, descreveu assim, a atitude do comunista:

– Ontem pela manhã, no Maranhão, o governador Flávio Dino (PCdoB) recepcionou Dilma com gritos de aliados contra o “golpe”. Não há nenhum golpe em curso no país, mas isso não importa. O PT e o governo chamam de “golpe” qualquer ameaça de impeachment mesmo que amparada na Constituição. E assim se comportam como supostas vítimas de uma direita enfurecida. (Leia a íntegra aqui)

Lauro Jardim, da coluna radar, chamou de “esterilizado” o ambiente que Dino montou para Dilma no Maranhão.

– Visitas milimetricamente controladas pela Presidência da República. Nada pode dar errado. Nada de vaias. Dilma tem conseguido discursar sem ser perturbada neste ambiente esterilizado – disse o colunista. (Leia aqui)

Mais duro foi o blogueiro Reinaldo Azevedo, que provocou Flávio Dino diretamente, perguntando “quem é Dino?”, e lembrando ser ele próprio autor de várias ações por derrubadas de governo, ações que agora ele chama de golpe. (Veja aqui)

Assim, o governador do Maranhão vai remoldando sua imagem nacional.

Antes com o charme da oposição ao grupo Sarney.

Agora, com o vazio de ideias no comando do governo…

8

Frase do dia: “quem é Dino para falar de golpe?”…

reinaldoazevedo2okGolpe é tentar impedir que os Poderes da República exerçam suas prerrogativas constitucionais. De resto, quem é Dino para falar? Recomendo uma breve pesquisa no Google. Coloquem lá na área de busca as seguintes palavras, sem vírgulas e sem aspas: “Flávio Dino grupo Sarney recorreu Justiça”. Vocês verão quantas vezes este senhor apelou a instâncias legais para tentar cassar mandatos ou eleições de seus adversários locais, ligados à família Sarney ou pertencentes à própria”

Jornalista Reinaldo Azevedo, ao criticar a postura do governador maranhense em relação à presidente Dilma

Não entendeu? veja o vídeo abaixo:

16

São João da depressão..

Em pleno junho, as barracasa da Prça Maria Aragão ainda estão sendo montadas

Em pleno junho, as barracasa da Prça Maria Aragão ainda estão sendo montadas

Por Yglésio Moyses*

O Maranhão não é um estado rico. Aceitem…

Aqui não tem ouro, não tem pedras preciosas, não tem nenhuma fonte extraordinária de petróleo e gás sendo explorada, não tem água em abundância, não tem gado de qualidade, não tem agricultura organizada.

Não tem núcleos de inteligência, não tem economia relacionada a inovação, enfim, nada gera riqueza aqui.

O que poderia gerar riqueza seria o turismo: ecoturismo e/ou o turismo relacionado às festividades, mas assassinaram esta atividade no Maranhão de uns anos pra cá.

Agendas negativas no quesito violência, passagens caras e voos com péssima capilaridade, serviços caríssimos e de má qualidade, falta de treinamento dos funcionários, enfim, trazer alguém pra passar uns dias aqui hoje é passar vergonha.

Eu já convidei antes muitos amigos de fora pra virem pra cá. Hoje eu não faço mais. Sinto vergonha…não acho que o arroz de cuxá com camarão ou a carne de sol do sertão vão salvar a imagem do forasteiro sobre o Maranhão.

Lamento muito ser dia 8 de junho e não ter visto uma placa, outdoor, bandeira na ponte, adesivo de carro,moto, nenhuma menção nos portais governamentais da internet, nada disso. O que eu vejo nesses portais é apenas personalismo, culto à personalidade dos dirigentes e bem pouco investimento midiático em turismo.

Os hotéis estão fechando, os restaurantes começam a fazer promoções para poderem vender.

Parece que o “milagre cearense” aqui aconteceu ao contrário: vivemos a derrocada do turismo no Estado e nem as matracas troando e os pandeirões batucando fazem as pessoas acordarem para a morte do São João a sangue frio, em praça pública, menos de 4 meses depois do assassinato do Carnaval.

Até quando tanta negligência com o turismo daqui?

Em breve, assim como no nosso defunto Carnaval, os maranhenses que guardam as economias e vão pro Rio e Salvador irão guardar seus vinténs pra viajar pra passar o São João na Paraíba.

Quem achar um visitante de fora, por favor poste as fotos na minha linha do tempo. Nunca mais vi um forasteiro por estas bandas. Seria legal ver alguém de fora (pelo menos aqui no Facebook) injetando dinheiro na nossa economia a cada dia mais capenga.

Com essa gestão nanica da cultura e do turismo locais, nem uma panela de camarão frito salva.

*Médico, estudante de Direito e suplente de deputado estadual
3

Hildo Rocha critica inoperância da prefeitura de Barreirinhas…

Em pronunciamento na tribuna da Câmara, o deputado federal Hildo Rocha fez duras críticas à administração do município de Barreirinhas.

O parlamentar disse que, os moradores do povoado Palmeira dos Reis estão satisfeitos com os resultados de um projeto agrícola de produção consorciada que em breve irá colher arroz, milho, feijão e mandioca. Rocha lembrou que o projeto foi financiado pelo governo federal, por meio do Pronaf e ressaltou o trabalho de regularização fundiária realizada no governo de Roseana Sarney que possibilitou às famílias do povoado receberem a titularidade das terras onde moram.

Entretanto, o deputado ressaltou que o governo municipal não está cumprindo com as suas obrigações: não dá assistência técnica aos produtores rurais; não se preocupa com a situação das crianças; e não cuida da infraestrutura rural do município.

Veja abaixo o vídeo do pronunciamento:

3

Assembleia reflete mediocridade do governo….

Atual bancada na AL: opinião pública começa a questionar

Atual bancada na AL: opinião pública começa a questionar

Diante de tantos escândalos e debates estéreis, a opinião pública – e a imprensa livre – passou a questionar o conteúdo da atual formação da Assembleia Legislativa, já vista como “uma das mais ruins” das últimas legislaturas – salvo honrosas exceções. (Leia aqui e aqui)

Questões pessoais e brigas familiares têm sido levadas quase todo dia à tribuna; discursos e debates que poderiam render excelentes questões sofrem tentativas de censura aberta.

E a produção legislativa apenas chancela atos do Poder Executivo.

Flávio Dino e parte do secretariado: mediocridade e arrogância na mesma medida

Flávio Dino e parte do secretariado: mediocridade e arrogância na mesma medida

Mas a postura de qualquer Legislativo reflete, praticamente em tudo, a postura do poder Executivo, seja aqui, seja em outro lugar.

E o fato é que este governo Flávio Dino (PCdoB) é ruim por excelência – e o termo “excelência”, aqui, surge como um exigência formal do que compõem o Executivo.

O governo Flávio Dino é movido por improvisos e arrogâncias; por ressentimentos e ódios.

Um governo formado por “intelectuais de mesa de bar” e ostentadores de diplomas sem nenhuma experiência prática na gestão pública; arrogantes e donos da verdade, incapazes de reconhecer o próprio erro.

E é com todo este “curriculum de butiquim”  que o governo – a começar pelo seu chefe, que vem se mostrando uma farsa do ponto de vista do conhecimento científico e prático – que o governo subjuga a Assembleia ao longo dos últimos quatro meses.

E os debates têm descambado, em todos os níveis, para a agressão pessoal, para o ressentimento pessoal e para as relações políticas mal resolvidas.

Esta é a cara da atual Assembleia, pelo menos até aqui.

Um reflexo da cara do próprio governo…

5

Avenida tomada pelo mato no Barramar…

Quem trafega na avenida tem dificuldade de ver os carros em alguns trechos

Tomada pelo matagal tanto no canteiro central quanto nas laterais de terrenos deixados a deus-dará pelos proprietários, a avenida Santo Antonio do Calhau, construída há menos de três anos, é a imagem do abandono. O tráfego de veículo está quasde impedido pelo mato. E a ameaça aos transeuntes também é grade, devido à ameaça de assaltos.

Aqui, a mesma via vista de outro ângulo, no sentido Altos do Calhau/Barramar

A via foi construídas nos estertores da gestão do ex-prefeito João castelo (PSDB), para ajudar no escoamento a partir da avenida dos Holandêses. Mas, nestas condições, ela gera riscos para motoristas e pedestres.

11

Globo transmite luta já terminada como se fosse ao vivo…

Anderson derrotou Channen, mas quem esperou na Globo só viu o replay

Passava das 2h da manhã de hoje quando a Rede Globo começou a transmitir a luta entre Anderson Silva e o americano Chael Sonnem.

Pelo menos uma vez, o locutor Glavão Bueno gritou: “voltamos, ao vivo, agora em definitivo”.

Tudo mentira! 

A luta tinha terminado havia pelo menos uma hora, com a belíssima vitória de Silva, por nocaute técnico no segundo round.

Quem tem TV por assinatura pôde acompanhar a luta verdadeiramente ao vivo, pelo canal Combate, do próprio grupo Globo.

Mas a massa de telespectadores que esperaram para assistir pela TV aberta foi enganada mais uma vez pela emissora carioca.

Arrogante, a Globo não se desfaz de sua grade de programação amarrada por contratos de patrocínio milionários.

Na noite de ontem, continuou a passar o chatinho Altas Horas, sem cortes – mas chamando a audiência a todo intervalo para a luta que já havia acontecido.

Não é a primeira vez que esta enganação ocorre no UFC, cujos direitos a Globo detém desde o ano passado.

Na luta de Júnior Cigano, em maio, a emissora também transmitiu um videotape como se fosse ao vivo. (Leia aqui)

As transmissões de futebol também eram acostumadas a estas mentiras, até que a as federações começaram a decidir pelo início do jogo no horário marcado, uma exigência do Estatuto do Torcedor.

Depois disso, tem sido comum ver partidas pela Globo com início de transmissão já aos 10, 15 e até 20 minutos do primeiro tempo.

Lamentável…

12

Que diabo fizeram com Fátima Bernardes???

Fátima em seu programa: apenas autoreferenciação

A jornalista Fátima Bernardes, e os gênios da Rede Globo pasaram mais de seis meses pensando um formato de programa para ela e deu nisso que estreou segunda-feira.

Mas o que é isso, exatamente?

O programa é o que se pode chamar de “uma m….”. Arrastado, sem ritmo, sem emoção e com assunto sem graça e repetitivos.

Exatamente igual a todos os outros que a Globo já fez para outros jornalistas da casa. Não há novidade alguma para um programa que passou oito meses sendo gestado.

Egolatra, Fátima passa boa parte do tempo a falar de si mesma. “Meu cabelo é patrimônio nacional”, disse ela numa das entrevistas. “O povo brasileiro diz que eu sou pé-quente”, afirma ela, em outra.

Mas quem disse isso a ela? Que povo estabeleceu seu corte de cabelo como patrimônio nacional?

Só o estrelismo da jornalsita intocável pode justificar tanto egoísmo.

No mais, o programa é ruim mesmo.

Só aquele pessoal sentado com cara de babaca a cada discussão de assunto não tem paralelo na TV brasileira. Em qualquer programa, de qualquer emissora, a platéia tem mais presença – De Serginho Groissman a Ratinho; de Sílvio Santos ao Pânico na Band.

Mas Fátima se acha e vai continuar, infelizmente.

Saudades do Bob Esponja…

11

Xeque-mate: oposição rendida e sem saída no Paço…

Blog do Caúla

A nau da oposição luminense definitivamente está sem rumo, sem leme, nem vela.

Eu explico; a alguns dias atrás existiam tatús e furões que escavavam enormes valas nas ruas e avenidas de nossa cidade em “protesto” a falta de obras da prefeitura na área de infra-estrutura.

Haviam também um dono de televisão que divulgava tudo, além de mais de meia dúzia de candidatos a prefeito, se auto-intitulando os salvadores de plantão de Paço do Lumiar.

Repentinamente, como num passe de mágica, ou um pirlimpimpim de uma vara de condão da fada-madrinha, adormecem-se os tatús e furões, e subtrai-se o número de candidatos a prefeito.

E ainda por cima nota-se o silencio das oposições como quem já está consentindo e aprovando o nome novo, enxuto e reluzente indicado pela maioria dos que acompanham a prefeita que o indicou e ungiu como candidato para vencer as próximas eleições majoritárias do município.

Eu poderia aquí citar os nomes dos personagens que atuarão nesta que será uma das partidas de xadrez dignas de Alexander Karpov, o maior enxadrista que o mundo já teve o prazer de ver jogar, porém ficaria muito fácil definir quem vai dar o xeque-mate.

Contudo darei algumas dicas: A rainha (B) indica seu rei (A), que escoltado pelo bispo (T), e possivelmente uma torre (I) que saberá fazer um roque na hora certa, além de um exército de fiéis súditos, seguirá com todo seu lado do tabuleiro para cima de uma oposição esbagaçada, sem bússola, nem lua e nem sol para guiá-la. Continue lendo aqui…

19

No Atlético, Ronaldinho mostrará que o problema é o Urubu…

 

Treino no Atlético: isso não acontecia no Urubu

A mídia que banca o Flamengo – capitaneada pela Rede Globo – tentou transformar o jogador Ronaldinho Gaúcho em vilão, no episódio do rompimento de contrato com o clube carioca.

Foram quase duas semanas de massacre no ex-craque, com vídeos “vazando” propositalmente e até uma pesquisa encomendada para mostrar a rejeição das torcidas de todos os clubes da Série A a ele.

O mulambo, agora, reclama que o jogador não cumpria seus compromissos, relaxava nos treinamentos e enganava o clube ao entrar em campo para fazer “migué”.

Tudo isso foi destruído por uma declaração da advogada de Gaúcho.

– Se eles sabiam que o jogador fazia isso, por que não puniram? Não estamos discutindo indisciplina, mas quebra de contrato – disse Gislaine Nunes.

Em outras palavras, o problema não é o jogador, mas o próprio Flamengo.

No Urubu não há moral.

O time carece de estrutura e de seriedade para gerir o futebol. Jogadores ridicularizam técnicos, diretores desautorizam a presidente e a própria presidente vive no mundo da lua, sem autoridade para cobrar resultados.

E nenhum mulambento pode dizer que seja perseguição deste blog por que não é, já que, este blog, foi o primeiro a comemorar a contratação de Gaúcho pelo Flamengo, em 2011, como mostra o post “Ronaldinho no Flamengo…bom para o futebol que realmente pára o país”, publicado ainda em janeiro de 2011.

A ida de Ronaldinho para o Atlético Mineiro vai provar exatamente  que o problema está na Gávea.

O Galo já fez um excelente negócio ao contratar um jogador com forte penetração na mídia por 1/4 do salário que ele “recebia” no time carioca.

Com a imagem arranhada, R10 vai ter que se superar nestes seis meses de contrato, mostrar que ainda pode render muito e que não é o irresponsável que o Flamengo – e seu compadrio na mídia – tentaram vender.

E o resultado desta novela todo mundo saberá no fim do ano:

O problema é mesmo o urubu…