2

Tapete vermelho para Glamour…

Filme maranhense que aborda o universo da moda e a busca pelo sucesso tem avant-première nesta quarta-feira, 18, no Cine Praia Grande

 

AVANT-PREMIÈRE. Lêda Lima exibe o cartaz de Glamour.. no Cine Praia Grande, ao lado do também maranhense Jangada

Atores, diretores e produtores do filme “Glamour: Glória e Tragédia” – película do titular deste blog no cinema – estarão presentes na noite desta quarta-feira, 18, no Cine Praia Grande, para a sessão de estreia.

A avant-première marca a temporada da película maranhense nos cinemas.

A partir de novembro, a produção – que conta com atores maranhenses – seguirá para temporada de participações em festivais.

O filme deve participar, já em 2018, além das mostras nacionais, também de festivais em Portugal, Finlândia, Itália e Estados Unidos.

AMBIÇÃO E DINHEIRO. Uma das cenas fortes do filme, com o “vilão” Breno Ferraz (Gustavo Oliveira) e a “professora” Jackeline Silva (Joelma Oliveira)

Glamour… conta a história de Betina, Valentina e Pandora, três meninas que não se conhecem, mas almejam os mesmos objetivos e têm os mesmos sonhos.

E a partir destes sonhos – que muitas vezes acabam nem sendo delas, mas dos pais – têm suas histórias entrelaçadas na busca do glamour e da glória (que formam as duas primeiras expressões do título) e, às vezes, acaba em tragédia (também outra expressão que dá título ao filme).

Nova produção

O titular deste blog já trabalha em duas novas produções cinematográficas, já com audições e laboratórios para escolha de elenco. (o contato: Lêda Lima, WhatsApp 99173 0943)

– Nós estamos trabalhando em audição e laboratório com atores, para escolha do elenco de ‘Aconteceu Comigo’, que vai abordar outra temática urbana, o bullying, um dos problemas sociais de nosso tempo. A idéia é selecionar ainda em 2017 os protagonistas e o elenco-base, para começar a preparação já no início do ano que vem – explica a produtora Lêda Lima.

TIME DE PESO. Em pé: Carlão Limeira (diretor-geral) e Felinto Reis (Som direto); sentados: Izabela Reis (diretora de produção), Jorginho Silpen (diretor artístico e de elenco), Tayres Pacheco (assistente de produção e preparadora de elenco), Guilherme Pimentel (diretor de arte e figurinista) e Lucas Moraga (diretor de fotografia, edição e montagem)

Para garantir a formação e preparação de atores, a Produtores Associados realiza oficinas periódicas de interpretação para TV e teatro, coordenadas por Lêda Lima.

E com a presença de nomes consagrados do cinema e da TV no país…

0

Roberto Rocha defende maior presença da indústria cultural no Maranhão…

Produção audiovisual brasileira no Maranhão não chega a 2%. Criação da Zona de Exportação pode impulsionar a indústria no Estado

 

Roberto Rocha durante a sabatina do novo presidente da Ancine no Senado: fomento à produção maranhense

O senador Roberto Rocha (PSDB) defendeu nesta terça-feira, 10, maior participação da produção cinematográfica no Maranhão. Durante a sabatina de indicação de Christian de Castro Oliveira para exercer o cargo de diretor da Agência Nacional de Cinema (Ancine), o parlamentar maranhense, que também foi o relator da indicação aprovada na Comissão de Educação, alertou que dos 142 títulos lançados nas salas de cinema em todo o Brasil, em 2016, apenas dois foram oriundos de produtoras do Maranhão.

“Entre 1995 e 2012, o Estado não teve nenhum longa-metragem produzido no Maranhão e estreados nas salas de cinema. E todo mundo sabe que as regiões Norte e Nordeste são celeiros de talentos artísticos, com cenários e belezas naturais de tirar o fôlego, ou seja, com enorme potencial de crescimento no mercado de áudio visual, mas, no caso do Maranhão, poderia ser muito mais bem explorado”, disse.

Para Christian de Castro, a região do Brasil com maior participação dos filmes brasileiros com relação ao público total foi o Nordeste, com quase 20% dos espectadores e 17% da renda.

“Infelizmente, isso não se traduz no campo da produção, ainda excessivamente concentrada no Sudeste”, observou.

Roberto Rocha lembrou que São Luís poderá se transformar, em breve, em uma zona de exportação também para produtos audiovisuais, o que poderá alavancar de vez esse tipo de mercado.

“Tramita no Senado o projeto de lei de minha autoria, que cria a Zona de Exportação do Maranhão (ZEMA), que vai fomentar incentivos fiscais, não apenas para a instalação de empresas áudio visuais voltadas para o mercado internacional, mas também de empresas de qualquer natureza que visem exportação de seus produtos provenientes do Maranhão. Esse novo modelo econômico vai trazer maior segurança jurídica, estímulos e, consequentemente, a imediata atração de novos investimentos com aumento significativo da oferta de postos de trabalho e renda para o nosso povo”, afirmou o senador.

Vantagens estratégicas do Itaqui

As condições consideradas ideais de São Luís para se transformar em uma zona de exportação animam empresários nacionais e internacionais. O Porto de Itaqui está no centro da Área de Livre Comércio das Américas, próxima ao canal do Panamá, e constitui a rota mais curta para destinos como Europa, Estados Unidos e Ásia.

“É uma região estratégica, que encurta fronteiras e reúne condições ideais”, frisou Roberto Rocha.

1

Produtor de “Carandiru” e “Bruna Surfistinha” fará treinamento de atores em São Luís…

Luciano Baldan participará da II Oficina de Interpretação para TV e Cinema, ministrada em São Luís pela agência carioca Produtores Associados

 

Baldan dará aulas de interpretação

Confirmada para os dias 1º, 2 e 3 de setembro, no Hotel Nóbile Inn, no Renascença, a II Oficina de Interpretação para TV e Cinema, organizada pela sucursal maranhense da agência Produtores Associados, do Rio de Janeiro.

Desta vez, além do diretor de fotografia Carlão Limeira, e do diretor artístico Jorge Silpen, a oficina terá a presença de Luciano Baldan, produtor de “Carandiru”, “Bruna Surfistinha” e “Tainá”, dentre outros sucessos do cinema nacional.

O contato para inscrições na oficina pode ser feito pelo número (98) 99173 0943, com Lêda Lima.

A oficina já está em sua segunda edição

A primeira oficina realizada pela Produtores Associados em São Luís ocorreu no início de junho.

Vários atores que participaram dos treinamentos foram selecionados para testes em produções nacionais.

Boa parte também compôs o elenco do filme “Glamour-Glória e Tragédia”, gravado em julho na capital maranhense e com estreia prevista para outubro, no Cine Praia Grande.

Mas esta é uma outra história…

0

Prefeitura de Santa Rita inicia processo para receber Selo Quilombos do Brasil…

Certificado de origem concedido pela Fundação Palmares, órgão do Governo Federal, garante a identidade cultural de produtos de procedência quilombola

 

A Prefeitura de Santa Rita, por meio da Secretaria de Igualdade Racial iniciou na manhã de segunda-feira, 17, o processo de registro histórico das comunidades quilombolas para conseguir o Selo Quilombos do Brasil, o qual é concedido pela Fundação Palmares, órgão do Governo Federal.

O trabalho está sendo feito in locco nas comunidades, ouvindo as histórias dos moradores da localidade e catalogando imagens guardadas. Objetos preservados e enredos narrados pelos patriarcas e matriarcas locais também fazem parte do acervo que será apresentado para garantir a certificação.

A Fundação Cultural Palmares (FCP) é uma instituição vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), seu objetivo é promover a preservação dos valores culturais, sociais e econômicos decorrentes da influência negra na formação da sociedade brasileira.

Hoje em Santa Rita existem 22 comunidades quilombolas, destas, 13 são registradas. Uma das metas do prefeito Hilton Gonçalo é certificar todas as comunidades, por esta razão, a secretaria de Igualdade Racial, comandada por Lourinaldo Nunes e Davyson Juan, conta com a assessoria da antropóloga, Andréa Coelho, captando as informações e assim dando mais um passo para a certificação das demais comunidades.

Vale lembrar que o prefeito Hilton Gonçalo sempre valorizou e reconheceu a importância dos remanescentes dos quilombos. No ano de 2006 foi entregue a primeira Escola Quilombola em Tempo Integral do Maranhão no povoado Fé em Deus no município de Santa Rita.

O que é o Selo Quilombos do Brasil?

O Selo é um certificado de origem, que tem como objetivo atribuir identidade cultural aos produtos de procedência quilombola. O manual traz informações quanto aos benefícios de uso do Selo, à solicitação de uso da marca e a sua aplicação.

Dela, podem se beneficiar núcleos de produção da agricultura familiar, membros das associações, cooperativas e pessoas jurídicas com empreendimentos nas comunidades reconhecidas.

2

Parceria governo, legislativo e prefeitura vai valorizar história e cultura de Vargem Grande

Márcio Jerry e Fábio Braga: projetos para Vargem Grande

Três importantes projetos vão proporcionar a valorização histórico e cultural da cidade de Vargem Grande.

Na noite de quinta-feira, 9, o secretário de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, e o deputado Fábio Braga estiveram reunidos para firmar a parceria entre o Governo do Estado, o Poder Legislativo e a Prefeitura para a criação do Espaço Balaiada, de obras sobre a origem do festejo de São Raimundo Nonato dos Mulundus, o santo vaqueiro, e construção do Espaço Vultos Notáveis.

Os projetos de iniciativa da Prefeitura de Vargem Grande serão garantidos pelo Governo do Estado por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Fábio Braga, que levou o pleito no intuito de reconhecer a história da cidade e dos seus personagens.

– Sem dúvida uma proposta a ser abraçada pelo Governo do Maranhão e Prefeitura de Vargem Grande – ressaltou o secretário Márcio Jerry.

O projeto Espaço Balaiada visa construir uma obra artístico-cultural que simbolize e valorize a Balaiada em Vargem Grande. O movimento foi uma das principais revoltas populares ocorridas no Maranhão.

Já a homenagem para São Raimundo Nonato dos Mulundus prevê a edificação de obras que reconheçam a importância do protetor e padroeiro dos vaqueiros.

O projeto Vultos Notáveis objetiva a construção de uma espécie de Panteon com oitos bustos para valorizar as principais personalidades da área literária de Vargem Grande: Raymundo Nina Rodrigues, Saúl Nina Rodrigues, Hemetério Leitão, Antônio Bernardo Montello, Didi Barroso, Domingos Bala, Joran e Fory Gama. A ideia é transformar o espaço em um fomentador de encontros artísticos-culturais.

– A gente resgata a parte histórica e cultural da cidade com a representatividade desses monumentos – avaliou o deputado Fábio Braga.

As iniciativas visam transformar a cidade em pólo e rota de turismo, despertar na classe jovem e estudantil do município e da região o interesse e importância de melhor conhecer a história do estado e promover ações educativas, culturais, históricas e artístico-esculturais desenvolvidas em Vargem Grande.

3

Eliziane destina emenda para reforma do Centro de Criatividade Odylo Costa Filho…

Parlamentar participou em São Luís, nesta sexta-feira, da assinatura de convênio para a reforma do prédio

 

Eliziane assina documento que destina sua emenda para o Odylo

A deputada federal Eliziane Gama participou nesta sexta-feira (16) da cerimônia de assinatura do convênio entre o Governo do Maranhão, a Secretaria de Cultura e Turismo, a Caixa Econômica Federal e a Agência Nacional do Cinema (Ancine), órgão veiculado ao Ministério da Cultura.

Na oportunidade foi assinado o convênio para a reforma do Centro de Criatividade Odylo Costa Filho.

O recurso para o projeto é fruto de emenda parlamentar de autoria da deputada Eliziane Gama.

“Quando a gente pensa em educação, não podemos deixar de lado a questão cultural”, afirmou a deputada.

1

Eliziane reúne movimentos culturais e fala sobre ações da pasta, agora sob o comando do PPS…

Eliziane com representantes de movimentos culturais: recursos à disposição

A deputada federal Eliziane Gama (PPS) reuniu-se segunda-feira (5) com um grupo de representantes de vários segmentos culturais para discutir projeto cultural para o Maranhão.

Entre os participantes do encontro estavam artistas do movimento gospel, do cinema, da música e das manifestações populares do estado.

Durante a reunião, o grupo falou sobre o potencial turístico e cultural do estado, e a necessidade de investimento do Governo Federal no setor.

– Há muitos recursos disponíveis na esfera federal e é fundamental este investimento – reforçou Eliziane.

O diretor e produtor do filme Muleque Té Doido, Erlandes Duarte destacou a importância de investimentos no audiovisual e o fomento desta área na Região Nordeste.

Já o cantor evangélico Jacymário e o Professor Francisco Padilha, ex-Secretário de Cultura destacaram o papel da música no desenvolvimento cultural do estado.

De acordo com a parlamentar, este foi apenas o primeiro encontro visando a construção de um projeto para ser apresentado ao ministro da Cultura Roberto Freire.

 

0

O poema sujo…

Abaixo, o primeiro trecho do Poema Sujo, de Ferreira Gullar, maranhense que morreu hoje no Rio de Janeiro, aos 86 anos. Gigantesco, o poema é considerado um dos 10 melhores da língua portuguesa. Foi escrito no exílio, na Argentina, como uma forte crítica à repressão militar. Gullar era considerado o maior poeta brasileiro vivo

 

gullarturvo turvo
a turva
mão do sopro
contra o muro
escuro
menos menos
menos que escuro
menos que mole e duro menos que fosso e muro: menos que furo
escuro
mais que escuro:
claro
como água? como pluma? claro mais que claro claro: coisa alguma
e tudo
(ou quase)
um bicho que o universo fabrica e vem sonhando desde as entranhas
azul
era o gato
azul
era o galo
azul
o cavalo
azul
teu cu
tua gengiva igual a tua bocetinha que parecia sorrir entre as folhas de banana entre os cheiros de flor e bosta de porco aberta como uma boca do corpo (não como a tua boca de palavras)

como uma entrada para

eu não sabia

tu não sabias
fazer girar a vida
com seu montão de estrelas e oceano
entrando-nos em ti

bela bela
mais que bela
mas como era o nome dela?
Não era Helena nem Vera
nem Nara nem Gabriela
nem Tereza nem Maria
Seu nome seu nome era…
Perdeu-se na carne fria
perdeu na confusão de tanta noite e tanto dia
perdeu-se na profusão das coisas acontecidas (…)

4

Atraso na montagem da Feira do livro preocupa participantes…

Evento previsto para começar no próximo sábado até hoje não tem sequer as estruturas montadas e a prefeitura não informa se vai ou não realizá-lo

 

Livreiros se reuniram para analisar a situação de desinteresse com a feira

Livreiros se reuniram para analisar a situação de desinteresse com a feira

A Associação dos Livreiros de São Luís reuniu-se na última terça-feira, 1º, com uma preocupação pertinente: a ameaça real de não realização da Feira do Livro de São Luís, edição 2016.

– O evento está programado para o próximo sábado, 5, mas até agora não há nada no local que indique a sua realização. Nós, responsáveis pela comercialização dos livros na capital maranhense estamos preocupados com esta demora – explicou Hélio Ricardo, membros da associação.

o local previsto para realização do evento permanece assim, até hoje, dois dias antes da abertura

o local previsto para realização do evento permanece assim, até hoje, dois dias antes da abertura

A realização da Feira do Livro é prevista em lei, e este ano se daria em um dos espaços do Centro Histórico, com previsão de abertura no próximo sábado,5.

Até agora, no entanto, o local está completamente vazio.

Parceiro da prefeitura na organização do evento, a regional do Serviço Social do Comércio (SESC) já emitiu passagens para alguns autores, mas também se mostra preocupado pelo silêncio da prefeitura em relação à realização do evento.

A Secretaria de Cultura e a Fundação de Cultura nada dizem sobre a feira…

4

Eduardo Braide fará parcerias com as igrejas…

Candidato do PMN posiciona-se contra o “coronelismo gospel” e garante que, em sua gestão, todas as manifestações religiosas serão respeitadas e terão seu espaço, livres e sem manipulação política

 

Ao lado da evangélica Rose Sales, Eduardo Braide dialoga com as religiões

Ao lado da evangélica Rose Sales, Eduardo Braide dialoga com as religiões

O candidato do PMN a prefeito de São Luís, Eduardo Braide, fez um programa específico para falar diretamente com as comunidades religiosas.

– Como cristão, em meu governo, todas as religiões serão livres para suas manifestações. Falo aos evangélicos, católicos, espíritas, umbandistas, que terão sempre o apoio da gestão para suas ações – ressaltou o candidato.

Braide criticou o coronelismo eletrônico e defendeu que o evangélico se sinta livre para escolher seu candidato de acordo com a sua consciência própria, e não por manipulação de líderes envolvido com políticos.

Em seu programa de governo, o candidato destacou que buscará parceria com as igrejas para agir diretamente na recuperação de dependentes químicos e garantir abrigo aos necessitados.

– Na minha vida sempre percebi que as igrejas são os primeiros lugares que as pessoas procuram em busca de abrigo e recuperação. E no meu governo farei parcerias com as igrejas exatamente para garantir mais apoio a estas ações – contou.

Um outro aspecto relacionado aos evangélicos no seu plano de governo, segundo Eduardo Braide, é a criação de um calendário gospel no calendário cultural de São Luís.

– A cultura gospel terá seu calendário justo, assim como o Carnaval, o São João e as festas católicas e populares. O governo será um governo onde as religiões, todas elas, serão livres para suas manifestações – concluiu o parlamentar.