1

Defensoria vira espaço de guerra por poder no Maranhão…

Agentes públicos e setores da imprensa intensificam disputa nas redes sociais e em blogs em favor dos seus candidatos da lista tríplice; Flávio Dino tem até quarta-feira para indicar o novo Defensor Público-geral

 

Os três candidatos à Defensoria Pública: um deles será escolhido por Flávio Dino

A lista tríplice com os mais votados da categoria para chefiar a Defensoria Pública do Maranhão gerou uma forte guerra de bastidores ente políticos e setores da imprensa interessados em influenciar a decisão do governador Flávio Dino (PCdoB).

Divulgada há três semanas, a lista tríplice trouxe em primeiro lugar o atual defensor-geral, Alberto Bastos, com 161 votos. Ele tem forte lobby favorável na imprensa e nos bastidores da defensoria.

Em segundo lugar ficou Murilo Guazelli, com 39 votos.

Mas como surgiu a informação de que seria o preferido de Flávio Dino, Guazelli passou a ser alvo da mesma parte da imprensa que faz lobby por Bastos.

O terceiro nome da lista é Ricardo Teixeira, com 15 votos.

Flávio Dino pode escolher qualquer um dos três independentemente da votação de cada um.

Ele tem até quarta-feira, 22, para escolher o novo defensor publico-geral…

0

Com emenda de Evangelista, Defensoria Pública chega à área Itaqui-Bacanga

Neto Evangelista com moradores da área Itaqui-Bacanga: reivindicação atendida por emenda

A população da área Itaqui-Bacanga recebeu no início d amanhã desta terça-feira, 10, o primeiro Núcleo Ecológico e Sustentável da Defensoria Pública no Brasil.

A nova unidade, compromisso de campanha do deputado estadual Neto Evangelista (DEM), garantido por meio de sua emenda parlamentar, foi instalada às margens da Avenida dos Portugueses, no antigo terreno da EIT, bairro Vila Isabel, na área Itaqui-Bacanga.

Mais de 300 mil moradores de 60 bairros da região passarão a ter acesso à assistência jurídica integral e gratuita mais próximo de casa, em uma estrutura moderna que atende critérios de economicidade, preservação do meio ambiente e responsabilidade social.

A construção em contêineres gerou rapidez na execução dos serviços e menor volume de resíduos. Além disso, a utilização de placas solares reduzirá os custos com energia elétrica. Vale destacar, ainda, a utilizacão da mão-de-obra carcerária, tanto na parte da construção civil quanto na confecção dos móveis projetados utilizados na estruturação e ambientação do Núcleo.

A DPE Itaqui-Bacanga contará com uma recepção com capacidade para até 25 pessoas, dois gabinetes para defensores públicos, sala de estagiários e de conciliação, copa/cozinha e banheiro para acesso de pessoa com deficiência.

0

Defensor-geral do Estado destaca atuação dos deputados Glalbert e Gil Cutrim

O Defensor-geral do Estado, Alberto Bastos, destacou, durante evento realizado na manhã de sexta-feira, 6, na sede da Defensoria Pública do Estado, em São Luís, a atuação dos deputados Glalbert Cutrim e Gil Cutrim, que tem resultado no fortalecimento da Instituição em diversos municípios do Maranhão.

Para Bastos, os dois parlamentares tem sido grandes parceiros da Instituição para garantir o direito ao acesso a Justiça.

“Temos o prazer de anunciar que a Defensoria Pública do Estado receberá recursos de três emendas parlamentares do deputado Gil Cutrim. Isso demonstra a sensibilidade do parlamentar em garantir a população mais carente, direito ao acesso a justiça. A emenda é fruto de uma articulação do deputado Glalbert Cutrim, que tem sido um grande parceiro nosso e com essa emenda, será possível garantir a instalação de três núcleos da Defensoria,” destacou o defensor Alberto Bastos.

Os deputados Glalbert Cutrim e Gil Cutrim participaram, juntos com o Promotor Ronald Pereira, o Corregedor Augusto Gabina, o Defensor Coordenador do Núcleo de Execução Penal de São Luís, Bruno Dixon, o Subdefensor Geral do Estado Gabriel Santana e o Defensor-geral Alberto Bastos, de um café da manhã com os servidores da Defensoria Pública do Estado, no Centro de São Luís.

O evento foi uma forma de agradecer a participação ativa dos dois deputados em ações que estão resultando no fortalecimento da Instituição.

“Sabemos da importância da Defensoria para a população mais carente, e por isso, é uma grande honra poder ajudar e saber que essa emenda vai ser muito útil para fortalecer essa importante Instituição que tem como principal finalidade garantir o direito ao acesso a justiça,” disse Glalbert.

O deputado federal Gil Cutrim, autor das emendas, lembrou o tempo que foi gestor e a importância das Defensorias para a população mais carente nos municípios.

“Eu não poderia deixar de retribuir a dedicação do Alberto com trabalho. Quando eu fui prefeito, pude entender e reconhecer o trabalho da Defensoria com a população. Tenho certeza que com a instalação de mais três núcleos, em Matinha, Tutóia e Turiaçu, levará mais direitos a quem mais precisa, que é a população carente.” Finalizou o deputado

0

Defensoria Pública busca autossuficiência em energia

Instituição articula com a bancada federal maranhense emendas no montante de R$ 2,2 milhões, que garantirão investimento em placas solares, em nome da economia de energia e sustentabilidade

 

Com foco em um crescimento institucional pautado em economicidade e sustentabilidade, o comando da Defensoria Pública do Estado do Maranhão esteve recentemente, em Brasília, articulando com deputados federais e senadores maranhenses a destinação de emenda de bancada impositiva, no valor de R$ 2,2 milhões em favor da instituição.

A intenção é investir esse montante na aquisição de equipamentos de sistema fotovoltaico (placas solares) e tornar a Defensoria estadual um órgão autossuficiente em energia.

Além de contribuir com o desenvolvimento sustentável, a ação pioneira em âmbito nacional, visa também impulsionar a ampliação da instituição no Estado, uma vez que os valores economizados com energia elétrica seriam revertidos em instalação de novos núcleos sustentáveis. “A DPE/MA gasta em torno de R$ 1 milhão por ano, com energia elétrica, nos seus 39 núcleos espalhados pelo estado. Com a adoção das placas solares, a perspectiva é de uma economia de R$ 1 milhão por ano, o que proporcionaria a criação de cinco núcleos de atendimentos nas comarcas do Estado, anualmente”, explicou o defensor-geral Alberto Bastos.

A necessidade de expansão institucional atende à Emenda Constitucional nº 80/2014, que determina que, no prazo de oito anos, a União, Estados e Distrito Federal devem contar com defensores públicos em todas as unidades jurisdicionais. O prazo termina em 2022 e a Defensoria está presente, atualmente, em menos de 30% das comarcas maranhenses.

Pioneiro

Em novembro, será entregue o 1º núcleo de atendimento ecológico e sustentável do Brasil, formado por contêineres e placas solares, na área Itaqui-Bacanga, em São Luís, que reúne cerca de 300 mil habitantes, distribuídos em quase 60 bairros. A obra é 70% mais barata que uma edificação em alvenaria e ainda se destaca pela rapidez na execução dos serviços e geração de menor volume de resíduos.

Outro diferencial do núcleo, instalado em quatro contêineres, é a utilização de mão-de-obra carcerária, tanto na construção civil como na elaboração de móveis, graças à parceria com o Governo do Estado.

0

Em São Luís, Neto Evangelista vistoria obra do Núcleo da DPE na área Itaqui Bacanga

Na segunda-feira (7), o deputado estadual Neto Evangelista (DEM), o defensor público-geral do Estado, Alberto Bastos, e representantes da comunidade realizaram vistoria das obras de instalação do primeiro Núcleo Ecológico do Brasil, na área Itaqui-Bacanga, em São Luís.

A nova unidade sustentável e de baixo custo, compromisso de campanha do democrata, garantido por meio de sua emenda parlamentar vai reforçar e oportunizar aos moradores da região o acesso à assistência jurídica integral e gratuita.

“A população nos trouxe a necessidade e hoje presenciamos um sonho sendo concretizado. Estou muito feliz em fazer parte desse processo que vai proporcionar aos moradores, por meio da Defensoria, conhecimento quanto aos seus direitos e garantias”, disse Neto Evangelista.

O defensor público-geral do Estado, Alberto Bastos destacou que o deputado Neto Evangelista tem sido um grande parceiro da DPE, principalmente no que diz respeito o acesso ao direito, especialmente com aqueles que mais precisam.

“Com sua sensibilidade, o deputado Neto permitiu a aproximação entre a defensoria e a população. Garantir o direito dessas pessoas vai impactar profundamente essa comunidade, bem como, contribuirá para o progresso nos índices de desenvolvimento social da região”, pontuou Alberto.

Marcelina Soares Lindoso, moradora da região, lembrou do compromisso assumido pelo parlamentar, durante uma reunião com a comunidade no período da campanha de 2018.

“Nós estávamos em um comício, levamos faixas e cartazes solicitando uma unidade do núcleo da DPE para nossa região. E lá mesmo o deputado Neto Evangelista firmou o compromisso com a comunidade”.

“Hoje estamos vendo tudo tomando forma. O Núcleo da DPE no Itaqui-bacanga já é uma realidade e vai mudar a vida de muita gente. Agradeço a deus por tê-lo colocado no nosso caminho. Ele é uma pessoa que se preocupa com o futuro das pessoas”, completou.

Serão ofertados todos os serviços jurídicos, em especial, direito de família, direito cível, fazenda pública, entre outros, com ênfase na solução extrajudicial.

A entrega da nova unidade está prevista para a primeira quinzena de novembro.

0

Osmar Filho homenageia Defensoria Pública do Maranhão…

Em sessão solene realizada nesta quinta-feira (11), o presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), homenageou os dezoito anos de atuação da Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE/MA).

Treze defensores públicos e 28 servidores foram condecorados. Foi a primeira vez que o Poder Legislativo ludovicense prestou homenagem ao órgão.

Para Osmar Filho, a Defensoria é o órgão que acolhe a população, assegurando os direitos de todos os cidadãos, em especial os mais pobres.

“É importante homenagear aqueles que ajudaram a construir a história da Defensoria. E ao mesmo tempo, é uma maneira de reconhecer os valiosos serviços oferecidos pela instituição em quase vinte anos de atuação, principalmente em São Luís’’, enfatizou o parlamentar.

O defensor público-geral, Alberto Pessoa Bastos, afirmou que o reconhecimento da Câmara para com a instituição soma-se à gestão moderna e de dialógica do presidente Osmar Filho.

“É relevante destacar que a gestão do presidente Osmar Filho tem sido marcada pelo diálogo recorrente com as parcerias institucionais firmadas principalmente com a Defensoria em prol de trabalhos conjuntos que poderão agregar no desenvolvimento da cidade. Orgulha-nos essa homenagem e ficamos lisonjeados pela valorização e visibilidade à essência humana com que trabalha o órgão’’, destacou.

Participaram da solenidade os vereadores Pavão Filho (PDT), Marquinhos (DEM), Sá Marques (PHS), Cezar Bombeiro (PSD), Beto Castro (PROS), Ricardo Diniz (PRTB),  Nato Júnior (PP), Barbara Soeiro (PSC), Concita Pinto (Patriotas) e Paulo Victor (PTC); o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Maranhão, Thiago Diaz; o promotor de Justiça Márcio Tadeu Silva Marques; e o desembargador do Tribunal Regional Eleitoral, Tyrone José Silva.

0

Projeto de Pedro Lucas Fernandes prevê mais verba para criação de Defensorias Públicas

Proposta apresentado pelo líder do PTB na Câmara dos Deputados, Pedro Lucas Fernandes (MA), permite ao governo destinar mais verbas para a criação de Defensorias Públicas nos municípios que não possuem o órgão.

O Projeto de Lei 1300/19 determina a destinação 15% dos recursos arrecadados pelo Fundo de Defesa de Direitos Difusos (FDD) para a criação das defensorias.

O fundo, criado em 1985, tem o objetivo de reparar os danos que pessoas ou empresas causem ao meio ambiente, ao consumidor, a bens e direitos de valor artístico, estético, histórico, turístico, paisagístico.

Constituição

O parlamentar destaca que a Constituição Federal determina que, até 2022, todas as unidades jurisdicionais do País deverão contar com defensores públicos. Também ressalta que, atualmente, no Maranhão, menos de 30% das unidades jurisdicionais possuem serviços de assistência jurídica gratuita.

“Essa realidade não é exclusiva do meu estado, uma vez que, nos últimos anos, é notória a diminuição da arrecadação dos estados e, consequentemente, de suas receitas – o que reflete diretamente no projeto de aumento do número de Defensorias. Por essa, razão tem-se tentado diversificar as fontes de receita para viabilizarem a expansão do órgão”, destaca o líder.

Atendimento

Pedro Lucas ainda afirma que, no Maranhão, existem apenas 42 unidades de atendimento, que incluem a sede, mais três postos de atendimento em São Luís, e 38 núcleos regionais nas comarcas do interior do estado, em detrimento de 132 comarcas criadas.

“A própria Constituição elege a Defensoria Pública como instituição responsável pela promoção dos direitos humanos e pela defesa dos direitos individuais e coletivos. Por isso, a expansão do número de Defensorias é imprescindível para que a população carente tenha acesso a direitos e a um órgão que lute pelos interesses individuais e coletivos, fortalecendo a cidadania”, concluiu.

0

Neto Evangelista garante Núcleo da Defensoria Pública para área Itaqui-Bacanga…

O deputado estadual Neto Evangelista (DEM) garantiu, por meio de emenda parlamentar aprovada na última quarta-feira (12), recurso para implantação de um Núcleo da Defensoria Pública na área Itaqui-Bacanga, no município de São Luís. A iniciativa é um compromisso de campanha do parlamentar.

A destinação atende a um projeto do órgão, intitulado “Defensoria Perto de Você”, que visa prover assistência jurídica integral e gratuita aos hipossuficientes e vulneráveis nas comunidades periféricas com grande densidade populacional e baixo índice de desenvolvimento humano.

Para o parlamentar, garantir à população o acesso ao Poder Judiciário é, também, uma forma de contribuir para o exercício da cidadania.

“A efetivação desse Núcleo pressupõe a superação de barreiras, bem como simplifica a acessibilidade das partes ao Poder Judiciário, na medida em que aproxima os cidadãos dos órgãos julgadores. Estou apenas cumprimento meu papel, possibilitando o exercício de direitos fundamentais”, disse.

A implementação do Núcleo adotará uma solução sustentável e de baixo custo, uma vez que, utilizará sistema de placas solares fotovoltaicas para diminuir os gastos mensais com contas de energia e, acima de tudo, colaborar com a preservação do meio ambiente.

1

César Pires destaca atuação da Defensoria Pública do Maranhão…

HOMENAGEM
Pires reconheceu trabalho da Defensoria

O deputado César Pires destacou nesta quarta-feira, 17, em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, a importância da Defensoria Pública do Maranhão para a defesa dos direitos dos maranhenses. E citou como exemplo a atuação dos defensores Alex Magalhães e Rafael Santos, que garantiram a repatriação de um cidadão brasileiro que estava doente e desamparado na Guiana Francesa.

– Eles foram acionados por uma família daquela cidade para interceder junto ao Itamaraty, em defesa da cidadania do senhor Raimundo Silva, que estava doente na Guiana Francesa. E numa agilidade sem precedente na história jurídica e das relações internacionais, eles conseguiram em menos de 48 horas repatriar o cidadão – relatou o deputado.

Raimundo Silva entrou em depressão após assistir à morte de um colega que saiu do Maranhão com ele para a Guiana Francesa. Estava hospitalizado e sem condições financeiras de voltar ao Brasil, além de estar com o passaporte vencido. Sem conseguir resolver o problema, a família recorreu à Defensoria Pública e foi prontamente assistida.

– Destaco também o trabalho do defensor geral Werther, por apostar na seriedade e no compromisso do órgão em garantir o direito dos cidadãos maranhenses – acrescentou César Pires.

O deputado aproveitou a ocasião para lembrar que a ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, município de atuação dos dois defensores, disse a ele recentemente que, se um dia chegar a ser governadora, aumentará o número de vagas na Defensoria Pública.

– Essa instituição se torna cada vez mais forte pelas mãos dos defensores públicos, que são capazes de corresponder às expectativas de toda a sociedade maranhense – finalizou.