1

E agora, qual o caminho de José Reinaldo?!?

Restam ao ex-governador poucas legendas de peso disponíveis e um prazo exíguo, de apenas 15 dias, para ele tomar sua decisão partidária

 

José Reinaldo vai precisar de frieza para dar o xeque-mate eleitoral

A decisão do DEM nacional de manter o deputado federal Juscelino Filho no comando da legenda – e a consequente confirmação da aliança com o governador Flávio Dino (PCdoB) – deixa o ex-governador José Reinaldo Tavares em situação delicada.

Ele tem pouca margem de negociação para garantir espaço partidário ao seu projeto de candidatar-se ao Senado.

Além do tempo exíguo para definição de onde se filiar – restam cerca de 15 dias de prazo – o ex-governador tem poucas legendas disponíveis.

Um caminho possível seria a filiação ao PSDB, mas isso implicaria no abandono do projeto do deputado Eduardo Braide (PMN), já que o senador Roberto Rocha (PSDB) não cogita abrir mão da candidatura ao governo.

Os próximos passos de José Reinaldo serão medidos com a frieza que marcou sua vida pública.

Só assim ele sairá desta sinuca imposta por aquele que ele mesmo criou…

0

Imagem do dia: DEM definido no Maranhão…

Com a permanência do deputado federal Juscelino Filho no comando da legenda no estado, fica inviabilizada a entrada do ex-governador José Reinaldo Tavares, que tem cerca de 15 dias para encontrar nova legenda

 

Juscelino na reunião nacional do DEM: comando regional e aliança partidária assegurados

O presidente nacional do DEM, prefeito de salvador ACM Neto, confirmou nesta quarta-feira a permanência do deputado federal Juscelino Filho no comando da legenda no Maranhão. 

A decisão implica duas consequências imediatas:

1 – O DEM confirma apoio ao governador Flávio Dino e composição na coligação comunista;

2 – O ex-governador José Reinaldo Tavares fica inviabilizado no partido e terá que buscar nova legenda.

Tavares tem 15 dias para escolher um partido e manter a perspectiva de sua candidatura ao Senado.

O DEM maranhense, por outro lado, vai trabalhar por participação efetiva na chapa de Flávio Dino.

Mas esta é uma outra história…

0

DEM na briga…

Embora o governador Flávio Dino tenha inchado o partido com aliados do Palácio dos Leões, legenda não fechou questão no Maranhão por que ainda analisa a formação de uma chapa com candidatura própria no estado

 

Mesmo diante da pressão comunista, José Reinaldo ainda disputa com Juscelino o controle do DEM no Maranhão

Engana-se quem pensa ser fato consumado a aliança do partido Democratas com o PCdoB do governador Flávio Dino. Apesar das articulações de interesses do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (RJ), com o comunista maranhense, há outras peças vinculadas ao DEM que não vêem com bons olhos essa aliança.

E trabalham freneticamente contra isso.

E nesse meio de campo está ninguém menos do que o ex-governador José Reinaldo Tavares (sem partido). Filiado histórico ao DEM, desde quando a legenda se chamava PFL, Tavares tem relações de longa data com os principais dirigentes do partido, que não dão uma pataca furada pela candidatura de Rodrigo Maia ao Palácio do Planalto.

E a possibilidade de entrada do presidente Michel Temer (MDB) na disputa pela reeleição anima ainda mais o xadrez político.

O DEM fica numa espécie de meio-caminho entre o MDB e o PSDB e tem quase nada ou nenhuma relação política, ideológica, programática ou doutrinária com o PCdoB. Os dois partidos são absolutamente distintos entre si, e só na cabeça oportunista de Flávio Dino há a possibilidade de unidade entre eles.

José Reinaldo se empenha em Brasília para encaminhar o projeto democrata, que pretende ter um palanque próprio no Maranhão, o que beneficiaria o próprio Rodrigo Maia, se este for mesmo candidato a presidente.

E até julho, as coisas continuarão indefinidas…

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

2

Eduardo Braide perto de confirmar o DEM em sua chapa…

Ex-governador José Reinaldo Tavares se fortalece na direção nacional da legenda, que quer palanque próprio no Maranhão, o que fortalecerá a aliança do deputado do PMN

 

Eduardo Braide articula palanque com força eleitoral no Maranhão

O deputado estadual deverá mesmo ser o candidato do DEM ao governo do Maranhão.

O ex-governador e atual deputado federal José Reinaldo Tavares (sem partido) ganhou força na direção nacional e deve receber o controle do partido, com a missão de formar um palanque próprio no estado.

Tavares já conversou com novo presidente do DEM, prefeito de Salvador ACM Neto, e com o senador José Agripino Maia (RN), que concordaram com o apoio a Braide.

José Reinaldo é o principal articulador do palanque do deputado em Brasília

José Reinaldo só ainda não definiu se o candidato a governador precisará se filiar a legenda ou poderá permanecer no PMN.

Também é cogitada a entrada da deputada Luana Costa, o que ampliará a bancada democrata na Câmara Federal.

Além do DEM e do PMN, a coligação que terá Braide como candidato ao governo e José Reinaldo Tavares candidato a senador já tem encaminhados o PSC e o PHS; e pode ter ainda PSL, PSD e até mesmo o PSDB.

Mas esta é uma outra história..

0

Juscelino Filho em prol da educação do Maranhão…

Jucelino com Camarão e Maia

Com a presença do secretário estadual de educação, Felipe Camarão, e do adjunto de suporte ao sistema educacional, Anderson Lindoso, em Brasília, nesta terça-feira (13), o deputado federal Juscelino Filho (DEM) cumpriu agendas relacionadas ao setor.

Os democratas estiveram no Ministério da Educação (MEC) e no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) com pleitos para o sistema de ensino do Maranhão.

No FNDE, se reuniram com o presidente do órgão, Silvio Pinheiro, com o secretário adjunto de educação profissional, tecnológica e inclusão social e coordenador do IEMA (Instituto Estadual do Maranhão) Vocacional, André Bello e sua equipe, para tratar de demandas do Instituto, como alterações de campus, investimentos, aquisição de equipamentos, e também sobre a liberação de R$ 15 milhões para equipar diversas unidades pelo estado. As obras, já em andamento, de 60 quadras poliesportivas também foram abordadas. No MEC falaram sobre o Programa Escola Digna e presentearam o ministro com a camisa do Programa.

“Tratamos no FNDE sobre obras importantes que estamos realizando para melhorar as condições e a qualidade do ensino que é oferecido no nosso estado, com esporte e lazer também. No MEC tratamos sobre o Escola Digna, que tem revolucionado e melhorado significativamente o sistema educacional maranhense. Meus parabéns pelo trabalho que esta gestão está fazendo, pois como um dos defensores da educação, também tenho me empenhado pela causa”, disse Juscelino.

De acordo com o secretário Felipe Camarão, pelo Escola Digna, “no Maranhão já foram construídas, reformadas e revitalizadas mais de 730 escolas, e mais de 100 estão previstas para este ano”.

O Programa também inclui a capacitação dos profissionais, assessoria técnico-pedagógica a professores e gestores escolares, entre outras ações de sucesso.

No final das agendas, Juscelino, Felipe e Anderson estiveram com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e com o líder do partido Democratas na Câmara, Rodrigo Garcia (SP), para formalizar a filiação de ambos na legenda.

2

A confusão ideológica de Eduardo Braide; ou: a síndrome de Eliziane Gama…

Quando um candidato abre, ao mesmo tempo, possibilidades entre PT e PSDB – passando pelo DEM – este candidato mostra que não está interessado em disputa alguma

 

VAI OU NÃO VAI? Eduardo Braide: postura de 2016 pode afastar lideranças em 2018

O deputado estadual Eduardo Braide (PMN) e a ex-deputada Maura Jorge (Podemos) vivem dramas iguais nesta pré-campanha pelo governo do Maranhão.

Ambos aparecem nas pesquisas, mas não têm partidos de peso suficiente para encarar a disputa.

A diferença é que Maura Jorge, ao contrário de Braide, tem lutado com todas as forças pela formação de um palanque que possa garantir, ao menos, um tempo suficiente para se apresentar no horário eleitoral.

Eduardo Braide, por sua vez, parece não ter interesse algum na disputa.

Ele mantém nesta pré-campanha a mesma postura que tirou sua vitória nas eleições de 2016, em São Luís. O deputado passa a ideia – perigosa – de que as pessoas que querem sua presença na disputa têm que viabilizá-la.

E não é assim.

Quando abre possibilidades de ir, ao mesmo tempo, para PT, PSDB, DEM e outros partidos tão distintos entre si, dá um recado claro ao eleitor: o de que não está interessado.

É como se Braide dissesse: se quiserem, me viabilizem.

Esta postura o inviabilizou em 2016; e pode inviabilizá-lo também em 2018.

Mas, se não optar pelo governo, o deputado do PMN também tem condições claras de se eleger deputado federal.

A partir daí, no entanto, ficará marcado por um outro perfil, também fracassado: o de Eliziane Gama (PPS) entre 2012 e 2016.

A deputada saiu das eleições municipais de 2012 como opção clara para o governo em 2014, mas optou por ser candidata a federal.

Resultado: fracassou retumbantemente nas eleições de 2016, ficando em quarto lugar.

Por conta do cenário favorável, Eliziane pode dar a volta por cima este ano, elegendo-se senadora.

Já o cenário para Braide será outro em 2020 e 2022.

E ele pode não ter os ventos favoráveis que Eliziane Gama teve…

0

Stenio Rezende vê fortalecimento do DEM com renovação de seus quadros…

O deputado estadual Stenio Rezende (DEM) participou, na manhã de ontem (8), na Câmara dos Deputados, da convenção nacional do Democratas, realizada na Capital Federal.

O evento, que reuniu lideranças de todo o País, parlamentares, gestores e dirigentes partidários, elegeu o novo presidente nacional da legenda, o prefeito de Salvador, ACM Neto, anunciou a filiação oficial de prefeitos, deputados e pré-candidatos a deputados, além da pré-candidatura do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), ao Palácio do Planalto.

“A nossa expectativa é que o partido se fortaleça a nível estadual e nacional, com uma candidatura competitiva para presidente da República e preparado para ampliar suas bancadas em 2018”, afirmou.

Durante o evento foram anunciados oficialmente a filiação de nomes como o secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, dos deputados estaduais Rogério Cafeteira e Neto Evangelista, dos prefeitos Mafran Bringel (Loreto),VianeyBringel (Santa Inês), Gleydson Rezende (Barão de Grajaú), Luís Fernando (São José de Ribamar), além de Robert Bringel (ex-prefeito de Santa Inês), Andreia Martins e Daniele Tema (pré-candidatas a deputadas estaduais), e Gildásio Ângelo (diretor- presidente do NASSP).

O deputado federal Juscelino Filho, presidente do partido no Maranhão, também foi nomeado como membro da Executiva Nacional.

A chegada da nova geração de líderes na direção do DEM, representada pelo prefeito de Salvador e por forças políticas emergentes, estão auxiliando o partido a crescer nos estados e nos municípios, com o fundamental apoio de pessoas experientes, pioneiras, com tradição.

0

DEM elege ACM Neto à presidência e Juscelino Filho para a Executiva Nacional

Na Convenção Nacional do partido Democratas, realizada na manhã desta quinta-feira (8), na Câmara dos Deputados, em Brasília, o prefeito de Salvador, ACM Neto, foi eleito por aclamação o novo presidente nacional do Democratas.

O deputado federal Juscelino Filho, que é presidente estadual do partido, foi nomeado como membro da Executiva Nacional e o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (RJ), anunciado como pré-candidato ao Palácio do Planalto. 

Reconhecimento aos filiados, militantes e lideranças de todo o país que resistiram aos tempos difíceis que o partido enfrentou no passado recente, quando foi até ameaçado de extinção: essa foi uma das tônicas dos discursos dos oradores no evento de hoje.

O ponto alto foi a chegada da nova geração de líderes na direção do DEM, representada pelo prefeito de Salvador e por forças políticas emergentes, que estão ajudando o partido a crescer nos estados e nos municípios, com o fundamental apoio de pessoas experientes, pioneiras, com tradição.

Sob a liderança do jovem deputado Juscelino Filho, o Maranhão foi destaque no anúncio das novas filiações e é um emblema do importante momento do partido em todo o Brasil.

0

ACM Neto vai destituir diretórios estaduais do DEM…

Novo presidente do partido, prefeito de Salvador quer refazer as comissões provisórias de acordo com os interesses regionais da legenda

 

Novo presidente nacional do Democratas, o prefeito de Salvador (BA), já decidiu que vai destituir todas as comissões provisórias do partido nos estados.

 A informação é da Coluna Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com o jornal, nas próximas semanas serão definidos novos dirigentes do DEM para “acomodar a chegada de novos nomes à legenda”.

No Maranhão, o DEM é presidido pelo deputado federal Juscelino Filho, que está em Brasília, para a convenção nacional, ao lado de deputados estaduais e prefeitos que se filiarão ao partido.

Também deputado federal, o ex-governador José Reinaldo Tavares preferiu aguardar para se filiar à legenda.

Para esperar exatamente a definição de ACM Neto…

0

Flávio Dino briga por partidos que ele mesmo vê como “símbolos do atraso”…

Comunista detesta os postulados de legendas como PSDB e DEM, mas joga toda a força da máquina do governo para tê-los em seu palanque, interessado tão somente no tempo de propaganda eleitoral

 

Dino chegou a dividir a própria mesa com Rodrigo Maia, a quem chamava de “símbolo do atraso”

O nível de escrúpulo político do governador Flávio Dino (PCdoB) já havia chegado ao chão em 2014, quando ele, mesmo após classificar o PSDB de “símbolo do atraso”, decidiu se abraçar com ninguém menos que o senador Aécio Neves (MG).

Esse nível pode baixar ainda mais em 2018, quando o mesmo Dino acena com todas as forças para ter em sua coligação nada menos que o DEM, um dos símbolos da direita tradicional brasileira.

Tudo em nome do projeto de poder.

Para se ter ideia do gesto de Flávio Dino em direção ao DEM, sua aliança com o PSDB – que tem postura mais de centro – já havia sido criticada duramente pelos próprios aliados de esquerda, em 2014.

– Daqui a pouco, com tantos aliados retrógrados, Dino vai ficar a cara do continuísmo. E Luis Fernando pode até se apresentar como a renovação – disse, ainda em 2013, o jornalista e professor universitário Ed Wilson Araújo, apoiador do comunista. (Releia aqui)

Aécio Neves foi o primeiro “símbolo do atraso” nacional a ser ovacionado por Flávio Dino, em troca de apoio

Bem mais distante na história, o mentor, lugar-tenente e hoje homem-forte do governo Dino, Márcio Jerry, batia forte no DEM, nas eleições de 2010.

– A coalizão partidária PMDB/DEM na política do Maranhão tem o DNA da Arena, PDS, ditadura, latifúndio, atraso – atacava Jerry, em sua conta no Twitter, no mesmo comentário em que desqualificou o presidenciável democrata Rodrigo Maia, conforme revelou o jornalista Diego Emir. (Leia a íntegra aqui).

Mas hoje, tanto Flávio Dino quanto Márcio Jerry abraçam-se sem constrangimento com Maia e os membros do DEM, da mesma forma como já tiveram colóquios com o Aécio Neves.

A história conta que o ex-presidente Lula precisou abraçar-se com ícones que ele considerava do atraso para poder chegar ao poder no Brasil.

Flávio Dino vai além e se junta a quem considera atrasado mesmo já estando no poder.

Após 12 anos de mandatos do PT, Lula, hoje, está prestes a passar uma temporada na cadeia, condenado há 12 anos de prisão por corrupção.

Flávio Dino está concluindo apenas o primeiro mandato…