0

Oposição explora vídeo de deficiente auditivo para atingir Eudes Sampaio…

Lamentável a divulgação de vídeo em que um jovem ribamarense (deficiente auditivo) é utilizado para suprir a necessidade da oposição de atacar a atual gestão do prefeito Eudes Sampaio em São José de Ribamar.

No vídeo, como se vê, o responsável pela gravação debocha da deficiência do jovem, sorrindo e fazendo chacota da situação.

É vergonhosa a forma de fazer política adotada pelo grupo. Não há graça em expor a deficiência de alguém e é inadmissível que seja explorada desta forma.

O conhecido jovem tem uma história de luta e trabalho na região da Igreja Matriz de São José de Ribamar, além de ter feito parte do Projeto Meninos do Santuário.

Isso sim, deveria ser divulgado de forma digna.

Todos que o conhecem sabem dessa  superação e desse enfrentamento de suas dificuldades, que foram utilizadas, lamentavelmente, para fins políticos.

P.S.: Este blog recusa-se a publicar o vídeo por entender que atenta contra a dignidade do jovem

8

Quinze dias após a denúncia, SMTT simplesmente ignora abuso da Secretaria de Saúde no Calhau…

Moradores reclamam da falta de respeito de um órgão da secretaria instalado na Rua Taguatinga, causando transtornos sob a leniência dos responsáveis do trânsito em São Luís

 

Estacionamentos abusivos continuam na frente da unidade da SES, sob a leniência da SMTT

Nem o apelo dos moradores, nem as denúncias da mídia sensibilizaram a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte para um abuso cometido pela Secretaria Estadual da Saúde, na rua Taguatinga, no Calhau.

As famílias reclamam do desrespeito dos funcionários que atuam na Secretaria Adjunta da Política da Atenção Primária e Vigilância em Saúde na área, ali instalada desde o início do governo Flávio Dino (PCdoB).

Não há nenhum tipo de respeito ás regras de trânsito no local, sob a leniência da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes.

Servidores e prestadores de serviços da pasta estacionam em fila dupla, dos dois lados da rua, isolando entrada de estacionamentos de moradores antigos – e idosos – que são ameaçados e até verbalmente agredidos quando resolvem reclamar.

Este blog denunciou o caso no dia 1º de dezembro, mas até hoje, exatos 15 dias depois, nenhum tipo de fiscalização apareceu por lá. (Releia aqui)

São inúmeros também os Ofícios e reclamações pessoais dos moradores, tanto ao secretário de Saúde Carlos Lula – para disciplinamento do estacionamento de sua pasta – quanto à secretaria chefiada por Canindé Barros.

Mas o chefe da Saúde e o chefe do trânsito parecem dar de ombros a qualquer acusação relacionada ao principal tutor do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

E o desrespeito vai humilhando os moradores da área…

6

Multa para quem publicou pesquisa proibida pode chegar a R$ 106 mil…

Vários blogs e aliados do prefeito Edivaldo Júnior, em redes sociais, divulgaram pesquisa Econométrica que havia sido proibida pelo juiz da 90ª Eleitoral por suspeita de fraude; todos incorreram no artigo 33 da Lei nº 9.54/97

 

John Cutrim desrespeitou a Justiça Eleitoral e publicou pesquisa proibida

Cutrim desrespeitou a Justiça e publicou pesquisa proibida para favorecer Edivaldo Júnior

Varia entre 50 mil UFIR e 100 mil UFIR (algo como R$ 53 mil e R$ 106 mil) a multa para quem publicou, nesta sexta-feira, 14, o resultado da pesquisa Econométrica, que havia sido proibida ontem pelo juiz Adinaldo Ataídes Cavalcante, da 90ª Zona Eleitoral.

O artigo prever detenção de seis meses a um ano.

A pesquisa, contratada pelo jornalista John Cutrim – que é assessor da Secretaria de Comunicação do próprio prefeito Edivaldo Júnior (PDT) – foi proibida porque seus dados haviam vazados desde a última quarta-feira, 12. (Entenda o caso aqui)

Aliás, há informação de que os números já eram conhecidos dos grupos de Whatsapp desde a semana passada.

Os que publicaram os números incorreram no Parágrafo 4º do Artigo 33, da Lei 9.504/97, que diz textualmente:

Print que levou à proibição da divulgação da pesquisa

Print que levou à proibição da divulgação da pesquisa, ainda na quarta-feira, 12

– A divulgação de pesquisa fraudulenta constitui crime, punível com detenção de seis meses a um ano e multa no valor de cinqüenta mil a cem mil UFIR.  (Leia a íntegra do artigo da lei aqui)

Em, sua decisão, o juiz deixa claro o alcance da proibição:

– Defiro o pedido para proibir que a coligação “Pra Seguir em Frente” e o candidato Edivaldo Júnior, utilizem os números dos dados da pesquisa (…) em especial nos programas eleitorais, devendo estes se abster de dar qualquer publicidade a tal pesquisa.

Curiosamente, apenas blogs ligados ao prefeito Edivaldo divulgaram os números.

O Partido da Mobilização Nacional (PMN) já informou que vai denunciar à Justiça Eleitoral todos os que publicaram o levantamento proibido.

7

Auxiliar de Flávio Dino faz piada após morte de estudante…

O perfil “péssima”: de péssimo gosto

O secretário-adjunto de Comunicação Social do governo Flávio Dino, Marco Aurélio Oliveira, postou hoje em seu perfil no Twitter – um fake de mau gosto, por sinal – uma espécie de deboche diante do clamor popular pela morte do estudante Rondinely  Ferreira da Costa, morto ontem, em mais um assalto a ônibus em São Luís.

– tremei, assaltantes de ônibus. O Wolverine tá na área (sic) – debochou MAO, como é conhecido o adjunto do jornalista Robson Paz.

O deboche, de extrema insensibilidade, ocorreu apenas um dia depois do assalto que resultou na morte de um estudante.

Marco Aurélio Oliveira  mantém no Twitter o perfil fake “Revista Péssima”, que usa para atacar adversa´rios do governador Flávio Dino e ironizar situações vividas no cotidiano.

O estudante baleado ontem; desrespeito do governo

Na semana passada, ele foi protagonista de outra patetice.

Como espécie de prevenção a eventuals críticas á festa de aniversário do governador, no dia 30 de abril, ele postou no mesmo fake: “Flávio Dino pagou com cheque nominal, e cruzado, a sua festa de aniversário”.

O pateta foi desmentido publicamente pelo secretário Márcio Jerry, que afirmou ter sido feito “vaquinha” para pagar o aniversário de Dino.

Mas diante da morte do estudante, e do cargo público que ocupa, as patetices de MAO passaram dos limites…

12

PEC da Bengala gera crise entre Assembléia e TJ…

Para Gedeon, PEC não deve ser levada em conta

Mesmo sem citar nomes, boa parte dos deputados estaduaius criticaram hoje a decisão do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Jamil Gedeon Neto, de negar a uma juíza o direito de ficar no posto até completar 75 anos.

A juiza, que completa 70 anos agora, se baseou na PEC da Bengala para pedir prorrogação do prazo de aposentadoria, o que foi negado por Gedeon, segundo o deputado Edilázio Júnior.

Curiosamente, segundo Edilázio, o desembargador ainda mandou que a juíza procurasse seus direitos… na Justiça.

Milhomem: desrespeito à Assembléia

Para o autor da proposta aprovada na Assembléia, Carlos Alberto Milhomem (PSD), a posição do presidente do TJ é um desespeito não só com os servidores que quererm trabalhar, “mas também com a própria Assembléia”.

Edilázio Júnior considera que a decisão de Jamil Gedeon desmoraliza a Casa.

Até agora não há posição oficial do TJ explicando a decisão do presidente da Corte…

8

Aeroporto de São Luís continua um caos…

Aeroporto de São Luís: a marca do caos...

Do blog Cazombando

Hoje fui ao aeroporto de São Luís e tive o desprazer de vê-lo ainda pior do que antes.

O aeroporto está em obras desde março desse ano. E mesmo depois da promessa da Infraero de que tudo seria resolvido em 150 dias, o local continua uma balbúrdia, virou simplesmente terra de ninguém.

O passageiro é tratado como nada, mesmo pagando taxas exorbitantes, sem benefício nenhum.

Depois da primeira adaptação, onde foram instaladas tendas climatizadas, a Infraero prometeu que aquilo era provisório, quando na verdade as tendas acabaram sendo retiradas porque, segundo informações, houve o vencimento do prazo da contratação das mesmas.

E hoje o que se vê são novas adaptações com um barulho terrível, poeira, fiação elétrica exposta, sem um mínimo de condição, sem sequer oferecer os serviços básicos, como banco 24 horas e lanchonetes.

Na parte externa, nas horas de pico, é um entra e sai de veículos de maneira desordenada, onde até os funcionários da Infraero tentam a todo custo disciplinar o trânsito, uma tarefa nada fácil.

E olha que só tive acesso à área externa de embarque e estacionamento, imagine os outros setores como não estão.

Assim está o Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado nas vésperas dos 400 anos de São Luís.

E a Infraero diz que as obras serão concluídas até o fim de janeiro de 2012.

Será?