0

Desfecho do impeachment ainda incerto…

Vários portais fazem monitoramento sistemático do posicionamento de cada parlamentar, mas o blog do Fernando Rodrigues – que aponta 342 votos pró-afastamento de Dilma – utiliza monitoramento de redes sociais, o mais confiável

 

placarEste blog decidiu adotar o levantamento realizado pela consultoria digital bites – realizado para o blog do jornalista Fernando Rodrigues – como parâmetro para medir o placar do impeachment.

Há várias outras medições, em portais, jornais e blogs, mas sem a confiabilidade que a bites imprime a este, na avaliação deste blog.

E de acordo com os números de Fernando Rodrigus, o impeachment tem 342 votos favoráveis, ou seja, está no limite para aprovação na Câmara Federal. (Leia aqui)

Esta aferição é a mais confiável por que se utiliza das manifestações de cada um dos 513 parlamentares em suas redes sociais, diferentemente dos demais levantamentos, que se utilizam de manifestações e entrevistas de deputados ou assessores.

Nas redes sociais, em contato direto com seguidores e eleitores, o parlamentar mostra mais claramente as suas opções políticas.

A consultoria bites verifica os sites e perfis de cada um dos 513 deputados com assento na Câmara Federal.

Para ser aprovado, o impeachment precisa ter exatamente 342 votos favoráveis.

A sessão na Câmara dos deputados está marcada para as 14h destes domingo, 17…

4

Em reação a Flávio Dino, até nordestinos atacam o Maranhão…

Defesa do governador ao mandato da presidente Dilma Rousseff é criticada por deputado sergipano e leva comentaristas a chamar maranhenses de “povo miserável” e “sempre a mercê de ladrões”

 

 

O ataque do deptuado Alberto Fraga a Flávio Dino, que desencadeou o ataque ao Maranhão

O ataque do deputado Alberto Fraga a Flávio Dino, que desencadeou o ataque ao Maranhão

 

A postura do governador Flávio Dino (PCdoB), de intensa articulação em defesa do mandato da presidente Dilma Rouseff (PT), despertou o ódio de gente defensora do impeachment no Brasil a fora.

E até nordestinos passaram a atacar o Maranhão, nas redes sociais, por causa da ação do governador.

Um dos ataques: "a mercê de ladrões corruptos"

Um dos ataques: “a mercê de ladrões corruptos”

Após postagem do deputado sergipano Alberto Fraga, criticando a postura de Dino – sobretudo após a cooptação do deputado Waldir Maranhão (PP) para as fileiras dilmistas – sergipanas passaram a agredir o Maranhão como forma de desqualificar o governador.

Uma delas, identificada por @fatimacapalbo23, afirma, categoricamente:

– Pobre povo do Maranhão, sempre à mercê de ladrões, corruptos; explicado por que é um estado de miseráveis.

Outra comentaista atesta a causa da pobreza maranhense; "estado de miseráveis"

Outra comentaista atesta a causa da pobreza maranhense; “estado de miseráveis”

Outra, identificada por @esperancaetica, foi na mesma linha:

– Por isso que o Maranhão é um estado miserável. Deputados que estão contra o impeachment são a favor da corrupção – declarou.

O ataque ao maranhenses gerou forte reação no estado.

E desde ontem, o perfil do deputado Alberto Franga no Twitter está infestado por uma guerra entre nordestinos.

Com agressões e xingamentos de lado a lado…

2

Impeachment: o primeiro e o último a votar pelo Maranhão…

Favorável ao afastamento da presidente Dilma Rousseff, o bacabalense Alberto Filho será o primeiro representante da bancada maranhense a exercer o direito de voto neste domingo; Aliado de Dilma, Zé Carlos será o último

 

Alberto Filho segue a orientação do PMDB

Alberto Filho segue a orientação do PMDB

O deputado federal Alberto Filho (PMDB) será o primeiro maranhense a votar no processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

Pela ordem regional definida na Câmara, a bancada do Maranhão votará depois da de São Paulo. E Alberto Filho será o primeiro a ser chamado.

Ele vota a favor do impeachment da presidente, seguindo a orientação do PMDB.

Zé Carlos vota a favor de Dilma Rousseff

Zé Carlos vota a favor de Dilma Rousseff

Já o petista Zé Carlos, do PT, será o ultimo dos 18 deputados maranhenses a votar no processo de impeachment.

Ele é contra o afastamento de Dilma.

O voto dos nordestinos devem começar a aparecer no painel por volta das 18 horas deste domingo…

A votação do impeachment começa as 14 horas deste domingo…

2

Flávio Dino reage e amplia votos contra o impeachment na bancada maranhense…

Governador sentou praça no plenário da Câmara Federal e conseguiu, no contato direto com os deputados, mudar a intenção de alguns dos que se posicionavam favoráveis ao afastamento da presidente Dilma

 

Dino com aliados nacionais e membros de sua bancada: revertendo prejuízo

Dino com aliados nacionais e membros de sua bancada: revertendo prejuízo

Até o final da noite desta última sexta-feira, 15, o placar do impeachment  entre os deputados maranhenses registrava 9 votos favoráveis ao afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT) e 9 votos contra.

Ao que tudo indica, o aumento do número de apoiadores da presidente seria resultado direto de um esforço do governador Flávio Dino (PCdoB) e de seu grupo, que sentaram praça no plenário da Câmara desde ontem. (Releia aqui)

Na manhã do mesmo dia, os apoiadores de Dilma na base dinista se restringiam a quatro deputados. (Relembre aqui)

Pelo menos dois votos foram mudados de ontem para hoje: O vice-presidente da Câmara Waldir Maranhão (PP), que votaria a favor do impeachment, declarou-se contrário, mesmo diante do fechamento de questão do seu partido.

Já o deputado José Reinaldo Tavares (PSB), que estava indeciso, também decidiu-se pelo voto contra o impeachment – e também contrariando decisão do seu partido.

O placar na bancada maranhense está hoje assim:

Votos a favor do impeachment: João Castelo (PSDB), Juscelino Filho (DEM), Eliziane Gama (PPS), Sarney Filho (PV), André Fufuca (PP), Cléber Verde (PRB), Victor Mendes (PSD), Hildo Rocha (PMDB) e Alberto Filho (PMDB).

Votos contra o impeachment: Zé Carlos (PT), Waldir Maranhão (PP), Rubens Júnior (PCdoB), Weverton Rocha (PDT), João Marcelo (PMDB), Júnior Marreca (PEN), Pedro Fernandes (PTB), Aluisio Mendes (PTN) e José Reinaldo Tavares (PSB).

A votação acontece neste domingo, 17. para ser aprovado, o impedimento da presidente precisa ter 342 votos…

2

Presidente do PDT de Brasília pede “todo mundo armado” contra o imepachment…

Ex-candidato a deputado federal, José Sílvio dos Santos orienta militantes a “avançar em direção ao Congresso Nacional, atirando para matar” em quem ele chama de golpistas

 

O perfil de José Sílvio; atitudes insanas...

O perfil de José Sílvio: insanas apologias…

Há loucos para todos os gostos na guerra do impeachment que movimenta Brasília.

Presidente regional do PDT na capital federal, o ex-candidato a deputado federal José Sílvio dos Santos, postou ontem uma espécie de ordem para a guerra, em seu perfil no Facebook.

– Minha ordem é ocupar os dois lados da Esplanada dos Ministérios. E quero todo mundo armado – determinou o pedetista, que inclui em seu perfil o título de presidente da Associação Brasileira de Oficiais Anistiados da Força Aérea Brasileira.

– No dia da votação do golpe, minha ordem é avançar em direção ao Congresso Nacional, Câmara e Senado. Atirando para matar – prega ele, que também pede cordas aos seus seguidores, para enforcar deputados e senadores golpistas.

É óbvio que José Sílvio é apenas mais um louco radical, daqueles que proliferam de lado a lado nesta batalha que parou o país.

O problema é que suas pregações foram encaminhadas a gente tão boçal quanto ele, como os pastores Marcos Feliciano e Silas Malafaia, além do deputado Jair Bolsonaro e seus filhos.

E a coisa pode não prestar…

2

Dilma agora tem que se virar em plenário…

Comissão aprovou impeachment da presidente por 38 votos favoráveis; 27 deputados foram contra o afastamento. Processo será votado até sexta-feira na Câmara

 

dilma

A presidente Dilma Rousseff só tem agora o plenário da Câmara Federal para tentar escapar do impeachment.

A comissão especial criada para analisar o processo aprovou o parecer pelo afastamento da petista.

Foram 38 votos favoráveis contra 27 que entenderam não haver motivos para seu afastamento.

A votação do impeachment se dará no plenário até a próxima sexta-feira.

Para escapar da perda do mandato, Dilma precisa evitar que o impeachment tenha 342 votos.

2

Destaque do dia: César Pires e a desimportância que Dilma dá ao Maranhão…

Em discurso na Assembleia Legislativa, deputado estadual mostra que, mesmo com lideranças abertamente contra a presidente Dilma Rousseff (PT), estados como Paraíba já têm BRs duplicadas, enquanto  o Maranhão é tratado com desprezo

 

cesarNa Paraíba, dois senadores são do PMDB contra o Governo Federal e um dos líderes nacionais do PSDB, o Cássio Cunha Lima, adversário contumaz e intestino da Dilma Rousseff. Apesar de tudo isso, a duplicação da Paraíba ou de João Pessoa a Recife está conclusa; Campina Grande a João Pessoa conclusa. A rota junina começa agora a ser estudada, lá na Paraíba, e o Maranhão desprestigiado, mesmo tendo o índice eleitoral nosso votado aqui no PT muito maior do que lá”.

Parece até que o nosso estado é um estado fadado a ser esquecido ou virado as costas pelo Governo Federal. Ora, a Paraíba totalmente adversa, com um número de eleitores no Congresso Nacional menor que o nosso, com um índice eleitoral dado ao PT menor do que o nosso. E vemos agora o João Alberto, senador João Alberto se insurgindo contra a decisão do PMDB para ser a favor de Dilma, o Júnior Marreca, o deputado Júnior Marreca se declarando abertamente nas redes sociais contra ao impeachment. E isto tudo nos deixa impressionado com a forma com que o Governo Federal vê o meu estado, vê o Maranhão”

0

Eliziane já atua na Comissão de Impeachment…

Parlamentar foi indicada pelo PPS, mostrando prestígio, mesmo depois que ela trocou a legenda pela Rede, e voltou atrás

De volta ao PPS, Eliziane vai julgar impeachment de Dilma

De volta ao PPS, Eliziane vai julgar impeachment de Dilma

Nem bem retornou ao partido pelo qual se elegeu e a deputada federal Eliziane Gama (PPS) já recebeu uma missão importante da legenda; compor a Comissão Especial do Impeachment da Câmara dos Deputados.

Ela substitui o paranaense Sandro Alex, que se transferiu para o PCdoB, abrindo a vaga para o PPS.

O nome de Eliziane Gama foi aprovado pela quase unanimidade dos deputados presentes em plenário na terça-feira, 5.

A presença de Eliziane na Comissão do Impeachment, como representante do PPS, mostra que o prestígio da parlamentar mantém-se intacto na legenda.

Mesmo com as suas idas e vindas…

3

Juscelino defende rito integral do impeachment…

Deputado federal maranhense diz que o procedimento é previsto na Constituição Federal e diz ter orgulho de estar participando deste momento no país

Juscelino com seus pares, no DEM: pró-impeachment

Juscelino com seus pares, no DEM: pró-impeachment

O deputado federal Juscelino (DEM) defendeu hoje a instalação e o processamento da ação pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Para o deputado, é fundamental que o processo chegue até o fim.

– É vital a condução do processo até o fim. Me sinto gratificado por ter o privilégio de participar dele, sei da intransferível responsabilidade da minha decisão e das consequências que elas trarão ao Brasil – disse o parlamentar.

Declaradamente a favor do afastamento de Dilma, o deputado do DEM ressalta, em artigo, que pretende honrar os votos recebidos no Maranhão.

– Eu jamais usarei o mandato recebido dos eleitores para desonrar a confiança dos maranhenses, para causar mal ao povo brasileiro, para descumprir a Carta Magna do meu país, que jurei na minha posse – disse.

Leia aqui a íntegra do artigo

6

Hildo Rocha vê culpa também de Flávio Dino pelo caos na BR-135…

Deputado lembra que vem cobrando, desde que assumiu o mandato, a retomada da duplicação da rodovia, e diz que o governador deveria usar no caso o mesmo entusiasmo que tem para ações em favor do governo Dilma

 

Hildo foi á tribuna para falar, mais uma vez, da BR...

Hildo foi á tribuna para falar, mais uma vez, da BR…

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB) denunciou mais uma vez, ontem, a situação da BR-135, que teve as obras de duplicação abandonada e os serviços de manutenção da pista antiga paralisados.

No discurso, Rocha lamenta também a falta de quadros da Polícia Rodoviária Federal, que poderia ter evitado a morte da professora Ana Duarte.

E Hildo Rocha não poupa o governador Flávio Dino (PCdoB).

– A culpa do governador Flávio Dino é relativa em relação à duplicação da BR, por que ele não cobra com o mesmo entusiasmo que tem feito ações em favor do governo da presidente Dilma. Até parece que ele não gosta de pedir, de cobrar, de reclamar – criticou o deputado maranhense.

O deputado lembrou das ações da bancada em favor da rodovia, mas reconheceu que não têm surtido efeito por causa do momento de crise pela qual passa o país.