0

Assalto em Bacabal rendeu R$ 100 milhões aos criminosos…

Algo em torno de R$ 4 milhões foram deixados de propósito pelos bandidos espalhados dentro e fora do banco, envolvendo a população e confundindo a polícia, que ainda não tem notícias dos assaltantes

 

Abordada por policial, uma das moradoras de Bacabal é obrigada a devolver dinheiro que havia escondido na roupa

Foi estrategicamente planejada a ação da quadrilha que explodiu uma agência do Banco do Brasil em Bacabal, na noite do último domingo, 25.

Sabendo exatamente o que queriam os bandidos arrombaram com maçarico os cofres onde estavam cerca de R$ 100 milhões, embora o secretário Jefferson Portela diga ser especulação este valor.

Do total, cerca de R$ 4 milhões foram espalhados pela agência e até na rua, despertando a cobiça da população e confundindo a polícia. (Entenda aqui)

Do total deixado estrategicamente para trás, a polícia conseguiu recuperar cerca de R$ 3 milhões, mas sabe que ainda há quase R$ 1 milhão escondidos em Bacabal.

Com os bandidos, sumiram mais de R$ 90 milhões.

O maior assalto a banco já realizado no Maranhão mostrou a fragilidade do Sistema de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão.

Parte do dinheiro deixado pelos ladrões espalhados próximo ao banco atraiu a população e atrapalhou a ação policial

Até pela sofisticação da operação – realizada em plena noite de domingo, às vésperas de pagamentos de servidores públicos estaduais e de várias prefeituras – tudo indica que os bandidos vinham há meses estudando a rotina policial e bancária em Bacabal, que serve de polo financeiro para a região.

Nestes casos – pelo que se vê em enredo de filmes – até a baixa de alguns bandidos entra no planejamento, como, de fato, ocorreu em Bacabal.

A polícia maranhense acusa o Banco do Brasil de favorecer a operação criminosa ao não informar a movimentação atípica da quantia milionária na região.

O banco, por sua vez, diz apenas que está colaborando com as investigações.

E até agora nem sinal dos criminosos e da maior parte da fortuna roubada…

1

Temer descumpre acordo e municípios ficam sem R$ 83 milhões…

A gestão do presidente Michel Temer (PMDB) descumpriu, mais uma vez, acordo feito com os municípios brasileiros.

De acordo com informações repassadas pela Secretaria do Tesouro Nacional nesta quinta-feira, 28, somente em 2018 o governo federal depositará nas contas das prefeituras R$ 2 bilhões em recursos oriundos do Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM).

O pagamento estava agendado para este mês, conforme garantiu o próprio Michel Temer durante encontro com gestores públicos municipais de todo o país no mês passado, em Brasília.

As 217 cidades maranhenses seriam beneficiadas com R$ 83 milhões, segundo levantamento divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) à época – Clique Aqui e veja a lista completa.

A divisão dos recursos do AFM obedeceria aos mesmos critérios utilizados pela União para repartir o dinheiro proveniente do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Portanto, no Maranhão, os municípios que receberiam os maiores valores seriam os seguintes: São Luís (mais de R$ 10 milhões); São José de Ribamar (mais de R$ 1,9 milhão), Imperatriz (mais de R$ 1,9 milhão); Caxias (mais de R$ 1,9 milhão); Timon (mais de R$ 1,9 milhão); Paço do Lumiar (mais de R$ 845 mil); Codó (mais de R$ 845 mil); Açailândia (mais de R$ 795 mil); Bacabal (mais de R$ 795 mil); Balsas (mais de 745 mil) e Santa Inês (mais de R$ 696 mil).

Os recursos extras estavam sendo aguardados por prefeitos e prefeitas de várias regiões do estado e seriam utilizados para pagamento do funcionalismo público, por exemplo.

“Trata-se, mais uma vez, de uma ação do presidente da República contra a municipalidade maranhense e brasileira. Estes recursos extras, garantidos pelo senhor Michel Temer durante encontro com prefeitos e do qual eu participei, chegariam em uma boa hora e estavam sendo aguardados pelos gestores como uma espécie de salvação da pátria. Agora, com a informação de que o repasse não será feito este ano, as prefeituras do Maranhão voltam à situação de colapso financeiro”, afirmou o presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM)”, Cleomar Tema.

Em julho, Michel Temer também não honrou compromisso firmado com a municipalidade brasileira.

Na oportunidade, ele não autorizou o depósito nas contas das prefeituras de R$ 168 milhões referentes à antecipação da compensação do FUNDEB.

1

Flávio Dino tira dinheiro da Uema e distribui a prefeitos aliados para festas de réveillon…

Secretário de Cultura, Diego Galdino, libera quase R$ 800 mil, dos quase R$ 1 milhão que o governador retirou da universidade estadual, para fests de fim de ano em municípios comandados basicamente por tucanos e comunistas

 

Professores e alunos da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) podem até ter ficado sem orçamento em 2016, mas não vai faltar diversão neste Réveillon em municípios comandados, soretudo, por prefeitos ligados ao PSDB e ao PcdoB, principais partidos da base do governo Flávio Dino (PCdoB).

No início de dezembro, Flávio Dino determinou que fossem transferidos cerca de R$ 970 mil do orçamento da Uema – da rubrica “formação de profissionais de nível superior” – para a conta do secretário de Cultura, Diego Galdino, para convênios com prefeito alinhados.

A informação foi dada em 13 de dezembro, pelo blog Atual 7

O dinheiro retirado da Uema começou a cair esta semana na conta dos municípios.

Foram R$ 154,5 mil para a Prefeitura de Barão de Grajaú, administrada pelo prefeito Gleydson Rezende (PCdoB). Outros R$ 121,6 mil foram parar na conta da Prefeitura de João Lisboa, do tucano Jairo Madeira. O também tucano João Carneiro Filho, de Senador Alexandre Costa, recebeu R$ 200,8 mil. E o pedetista Adailton Cavalcanti, de Fernando Falcão, recebeu outros R$ 203 mil.

Outros dois municípios – Araguanã e Maranhãozinho – ligados ao deputado estadual Josimar de Maranhãozinho (PR), receberam, juntos, outros R$ 203 mil.

Todos os recursos foram distribuídos pelo governador comunista atendendo à rubrica “apoio às manifestações culturais”.

A conta deve ser ainda maior, já que nem todos os Diários Oficiais, onde são publicados o convênios, estão disponibilizados no portal da Transparência do Governo do Estado.

Em tempo: o cartaz que ilustra este post, é uma homenagem aos 35 anos da Uema, com uma galeria de ex-alunos que ajudam no desenvolvimento do Maranhão

1

TCU proíbe antecipação da multa da repatriação…

Decisão atende a pedido do Ministério Público do Maranhão e estabelece que o Banco do Brasil só poderá fazer o crédito a partir do dia 2 de janeiro, quando os novos prefeitos já estiverem empossados

 

A pedido do Ministério Público do Maranhão (MPMA), o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Raimundo Carreiro concedeu medida cautelar, nesta quarta-feira, 28, proibindo o Governo Federal de antecipar os recursos referentes à multa de repatriação de dinheiro não declarado no exterior.

O Banco do Brasil só poderá efetuar a transferência do dinheiro a partir do dia 2 de janeiro de 2017, primeiro dia útil do ano.

O procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, formulou, na segunda-feira, 26, representação ao presidente do TCU pedindo o ajuizamento de medidas cautelares a fim de evitar que os recursos fossem movimentados pelos atuais gestores e serem empregados na próxima administração, mediante autorização legislativa, evitando prejuízos aos cofres públicos.

O chefe do MPMA também adotou uma série de medidas, no âmbito federal e estadual, como parte da ação institucional “A cidade não pode parar: campanha pela transparência na transição municipal”.

“O nosso esforço é para garantir que esses recursos sejam aplicados corretamente nos municípios maranhenses e haja uma transição transparente para a próxima gestão municipal”, afirmou o procurador-geral de justiça.

O TCU ordenou que o Banco do Brasil seja notificado da decisão e que comunique aos gerentes de agências, em prazo de 24 horas, da impossibilidade de qualquer movimentação ou pagamento às prefeituras antes da data fixada e do cumprimento, pelos gestores municipais, de formalidades previstas nas leis orçamentárias.

11

A lógica irresponsável de Flávio Dino para endividar o Maranhão…

Governador comunista já conseguiu R$ 380 milhões extras da repatriação em seu orçamento, e deve receber outros R$ 380 milhões; mesmo assim, força a assembleia a aprovar empréstimo superior a R$ 440 milhões

 

Irrespons´vel, Flávio Dino quer argolar o Maranhão com dívidas altíssimas

Irresponsável, Flávio Dino quer argolar o Maranhão com dívidas altíssimas

O comunista Flávio Dino assumiu o Governo do Estado com um caixa garantido de R$ 2 bilhões em financiamentos do BNDEs.

Mesmo assim, em apenas 1 ano, já endividou o Maranhão em mais de R$ 300 milhões com outros empréstimos sabe-se lá para quê.

Agora, quer contrair mais dívidas, com empréstimo de mais de R$ 440 milhões.

Flávio Dino acaba de receber dinheiro extra da repatriação, de mais de R$ 380 milhões; outra parcela, que deve ficar no mesmo valor, já está depositada judicialmente pelo Governo Federal, e deve ser liberada até o final do ano.

As duas parcelas da repatriação – repita-se: dinheiro extra, que sequer estava previsto no orçamento e, portanto, pode ser usado para qualquer coisa –  somam quase o dobro do que o governador comunista quer contrair em empréstimo.

Pergunta-se, então: por que endividar ainda mais o Maranhão?!?

3

Barreirinhas: turistas reclamam de falta de dinheiro em agências do BB…

Problema seria fruto de desentendimentos entre a prefeitura e a direção do banco; e expõe o descaso com o turismo no Maranhão

 

Sem dinheiro, a agência do BB ficou quase que fechada durante o fim de semana

Sem dinheiro, a agência do BB ficou quase que fechada durante o fim de semana

Turistas que se aventuraram em mais um feriadão na região de Barreirinhas passaram o final de semana literalmente em maus lençóis, por falta de dinheiro circulando nas cidades.

E a mensagem nos caixas era esta

E a mensagem nos caixas era esta

– Quem precisou sacar nas agências dos Banco do Brasil não encontrou dinheiro. A operação de saque passou todo o fim de semana indisponível – revelou um turista de São luís.

Ele conta que o problema se dá por causa de um desentendimento entre a prefeitura local e a direção do banco, que faz questão de tornar as coisas difíceis em períodos de alta no turismo.

– Foi assim na semana santa, na semana da pátria e agora, no feriadão do Natal – lamentou o turista, que fez as imagens que ilustram este posta.

E quinta-feira começa mais um feriadão, o de ano novo, onde o fluxo de turistas aumenta consideravelmente…

0

Os mais bem pagos do esporte mundial…

Futebol e dinheiro são sinônimos, mas a desorganização ainda reina

Apenas três jogadores de futebol estão na lista dos atletas mais bem pagos do mundo, segundo a evista americana Forbes. E o mais bem pago deles – o inglês David Beckham – é apenas o sexto na lista.

Becham ganha US$ 40 milhões ao ano, quase a metade do primeiro colocado, o americano Tiger Woods, jogador de golfe – que arrecadou US$ 75 milhões em 2010.

Melhor jogador do mundo no ano passado, o argentino Lionel Messi, é último colocado do top ten. Levou US$ 32,5 milhões em salários e patrocínio. Menos que Cristiano Ronaldo, sétimo na lista, com US$ 38 milhões.

A lista dos melhores da Forbes é povoado por jogadores de golfe, tenistas e jogadores de basquete, além do piloto Michael Schumacher.

A falta de jogadores na relação tem a ver diretamente com a desorganização do esporte em todo o mundo.

Apesar de movimentar bilhões de dólares em todo o mundo, o futebol ainda sofre com gestões amadoras nos clubes e a corrupção desenfreada.

Só a Copa do Mundo do Brasil, em 2014, deve movimentar US$ 500 bilhões em negócios relacionados ao futebol nos póximos três anos.

Mas há riscos de os estádios nem estarem prontos para a Copa das Confederações, daqui a menos de dois anos.

Veja aqui a lista completa dos esportistas mais bem pagos do mundo