0

Eduardo Braide troca o candidato a vice..

Dilmar Araújo, que representava a Zona Rural, deixa o posto para coordenar a campanha do candidato do PMN; seu substituto é Gilmar dos Anjos

 

Eduardo Braide no corpo a corpo pelo São Francisco

Eduardo Braide no corpo a corpo pelo São Francisco

O candidato do PMN a prefeito de São Luís, Eduardo Braide, anunciou neste domingo, 21, a substituição do seu companheiro de chapa.

Sai Dilmar Araújo e entra Gilmar dos Santos

Araújo vai coordenar a campanha do deputado, e anunciou sua renúncia nesta manhã.

– Pedimos nossa renúncia da candidatura a ice na chapa do deputado Eduardo Braide, pois iremos sua coordenação de campanha; mas indicamos o policial militar Gilmar dos Anjos – ressaltou o vice.

O próprio Braide confirmou ao blog a troca do companheiro de chapa.

– Foi só uma questão interna do partido. Mas seguimos todos juntos – disse o candidato…

0

Eduardo Braide vai ao Cohatrac…

Eduardo Briade houve os reclames de comerciante no Cohatrac

Eduardo Briade houve os reclames de comerciante no Cohatrac

O candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide (PMN), visitou durante toda a sexta-feira (19),  o bairro do Cohatrac. Acompanhado de candidatos a vereadores e correligionários, o deputado estadual pode ouvir atentamente sugestões e apelos dos moradores.

“Fico motivado em saber que em todos os cantos desta cidade, consigo encontrar amigos que sonham com uma nova cidade e que acreditam assim, como eu, que São Luís tem jeito”, comemorou.

Reclamações

Eduardo Braide percorreu avenidas, além da feira do bairro. Dentre vários apelos, a limpeza pública e segurança foram pedidos recorrentes.

“Meu Plano de Governo foi montado assim, ouvindo o povo e por isso estou aqui hoje, justamente para mostrá-lo, perceber se está adequado”, explicou o candidato.

Fábia Santos, 40 anos, moradora do bairro de Pedrinhas, é comerciária em uma loja de roupas no Cohatrac, sua maior reclamação foi o transporte público.

“Demoro uma hora pra chegar ao meu trabalho, pego três ônibus e na volta, já fim de tarde, o tempo triplica. Passo mais de duas horas em pé, em ônibus lotados e velhos”, desabafou.

Eduardo atentamente explicou que uma de suas propostas para a área é melhorar o trânsito na avenida Jerônimo de Albuquerque e exigir de imediato a troca dos ônibus velhos por novos.

Revitalização da Feira

Francisco das Chagas, feirante há mais de 25 anos, fez questão de receber Eduardo Braide em seu box para perguntar se ele tinha alguma proposta específicas para as feiras.

“Eu sou uma pessoa que acredita que as feiras têm que ser não só uma área de comercialização de alimentos, mas também um ponto turístico da cidade, por isso alem da revitalização, a criação de estacionamento para facilitar a vida dos que visitam as feiras”, explicou Braide.

Pedro Ferreira, também feirante, assim como Francisco ouviu atentamente as propostas.

“Precisamos renovar a política, votar nos mesmos não dá e ganha o meu voto, quem mostra que faz. Gostei do Eduardo Braide”, concluiu o trabalhador.

2

Prefeitura só age por determinação da Justiça em São Luís, diz Braide…

Candidato do PMN afirmou na Sabatina O Estado que a omissão do prefeito Edivaldo Júnior leva o Ministério Público a exigir da Justiça os Termos de Ajustamento de Conduta que obrigue a gestão a andar

 

Eduardo Braide fala aos jornalistas de O EstadoMaranhão

Eduardo Braide fala aos jornalistas de O EstadoMaranhão

O candidato do PMN a Prefeito de São Luís, Eduardo Braide, afirmou nesta quinta-feira,17, na Sabatina O Estado, que a omissão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) tem levado a Justiça a governar em São Luís.

– Os Termos de Ajustamento de Conduta são frutos da omissão do prefeito. Como ele não faz o que precisa ser feito, o Ministério Público e a Justiça forçam ele a fazer. E mesmo assim ainda não faz – afirmou Braide.

O candidato do PMN se refere aos inúmeros Termos de Ajustamento de Conduta, os chamados TACs, a que Holandinha é submetido por falta de ações próprias na prefeitura.

Há um TAC para que Holandinha reforme todas as escolas municipais.

Há outro TAC para que ele resolva o problema da Superlotação do Socorrão.

Um terceiro TAC obriga o prefeito a reformar todas as feiras da capital.

E até a questionável Licitação no setor de Transportes Edivaldo Júnior só fez por que foi obrigado pelo Ministério Público.

– Uma cidade não pode ser submetida a uma gestão omissa, que só age por imposição da Justiça. Por isso proponho minha candidatura, por que sei que pode haver uma São Luís melhor – pregou Eduardo Braide.

O candidato do PMN encerrou a série de sabatinas promovidas pelo jornal O Estado.

O projeto deve retornar no segundo turno, se houver…

0

Eduardo Braide encerra Sabatina O Estado…

Candidato do PMN será entrevistado pelos jornalistas de O EstadoMaranhão, fechando o projeto pioneiro, que abriu, com absoluto sucesso, o início da campanha eleitoral em São Luís

 

Braide vai encerrar a sabatina O Estado com suas propostas e projetos para São Luís

Braide vai encerrar a sabatina O Estado com suas propostas e projetos para São Luís

O deputado estadual Eduardo Braide, do PMN, vai fechar hoje o projeto Sabatina O Estado com os candidatos a prefeito de São Luís.

El será entrevistado pelo titular deste blog e pelos jornalistas Gilberto Léda e Ronaldo Rocha.

A Sabatina O Estado marcou o início da campanha eleitoral em São Luís, com forte repercussão de suas entrevistas, que viraram motivos de debates e comentários nas redes sociais.

A repercussão dos temas debatidos nas entrevistas – com destaque para o VLT, a Licitação dos Transportes, a Transparência da prefeitura e o esquema ISEC – resultaram, inclusive, em ações judiciais que podem resultar no afastamento do prefeito Edivaldo Júnior da campanha eleitoral.

A direção de O Estado pretende realizar Sabatina também já no início do Segundo Turno, entre os dois candidatos que, eventualmente, irem para o confronto direto.

A entrevista de Eduardo Braide começa às 10h…

2

Fábio Câmara repensa assinatura em documento sobre debates…

Candidato do PMDB à Prefeitura de São Luís diz que se a proposta impedir que as emissoras realizem os programas, não hesitará em retirar seu nome

 

Fábio Câmara pode ser o primeiro a esvaziar o documento de Braide

Fábio Câmara pode ser o primeiro a esvaziar o documento de Braide

O vereador Fábio Câmara, candidato do PMDB a prefeito de São Luís, é o primeiro dos signatários de um documento protocolado na Justiça Eleitoral – e que pode inviabilizar a realização de debates na capital maranhense –  a admitir retirar sua assinatura.

O documento, articulado pelo candidato do PMN, Eduardo Braide, foi protocolado sexta-feira, 12, na Justiça Eleitoral, e estabelece que as emissoras vão ter que chamar todos os candidatos para a realização de debates.

– Não tinha o entendimento de que isso pode inviabilizar a realização dos debates nas emissoras. Se isso for acontecer, eu retiro minha assinatura, por que os debates entre os candidatos são fundamentais para o eleitor – declarou Câmara.

Dentre os candidatos que assinaram o documento de Braide, três deles – Eliziane Gama (PPS), Wellington do Curso (PP) e o próprio Fábio Câmara – têm participação assegurada em qualquer debate, uma vez que são de partidos com mais de nove representantes na Câmara Federal.

Os demais – Eduardo Braide (PMN), Rose Sales (PMB), Zeluis Lago (PPL), Cláudia Durans (PSTU) e Valdeny Barros (PSOL), só participarão se as emissoras quiserem, já que não são obrigadas a chamá-los.

A manifestação  de Fábio Câmara pode estimular outros candidatos a também repensar a assinatura no documento…

3

Iminente fim dos debates só beneficia Edivaldo Júnior…

Comunicado que os candidatos a prefeito de São Luís fizeram à Justiça Eleitoral – exigindo a presença de todos eles nos programas – esbarra na dificuldade técnica de botar nove debatedores em um estúdio. Resultado: as emissoras devem cancelar sua programação eleitoral

 

Edivaldo só tem a sorrir com ação dos adversários a favor dele mesmo...

Edivaldo só tem a sorrir com ação dos adversários a favor dele mesmo…

A decisão de oito dos nove candidatos – de encaminhar ao TRE Comunicado exigindo a presença de todos nos debates nas emissoras de rádio e TV – deve beneficiar diretamente o prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

O blog ouviu dois diretores de emissoras em São Luís e eles foram claros: “tecnicamente é impossível realizar debate  com nove candidatos”.

Até hoje, as emissoras se prevaleciam do Artigo 46 da Lei 9.504/97 – que estabelece as regras dos debates – para chamar apenas candidatos com representação acima de nove deputados na Câmara Federal.

Para compensar os demais, as TVs faziam acordos, abrindo espaços em sua programação para entrevistas individuais, de até 5 minutos.

Ocorre que, nesta eleição, por articulação do candidato Eduardo Braide (PMN), os candidatos se anteciparam – com base no parágrafo 5º do mesmo artigo 46 – e decidiram protocolar na Justiça Eleitoral documento dizendo que todos eles concordam que os debates devam ser com os nove candidatos.

E a assinatura no documento amarra ainda mais os candidatos, já que, se algum voltar atrás, perde o apoio dos demais em um eventual segundo turno.

Mas o documento acaba por beneficiar exatamente o prefeito Edivaldo.

O atual prefeito é o único a quem o debate não interessa.  Para Holandinha, melhor é que a campanha se desenrole sem confrontos, já que ele é o atual gestor e terá de dar conta dos problemas da cidade.

Neste caso, os candidatos que tentam engessar os debates estão, indiretamente, beneficiando o principal adversário.

E Edivaldo Júnior agradece…

3

Candidatos querem forçar emissoras a fazer debate com todos eles…

Documento protocolado ontem no TRE – e assinado por oito candidatos – invoca o artigo 46 da Lei 9.504/97 para dizer que os programas precisam da concordância de 2/3 dos postulantes à prefeitura

 

debate

Oito dos nove candidatos a prefeito de São Luís encaminharam ontem ao Tribunal Regional Eleitoral uma comunicação oficial em que invocam a Lei 9.504/97 para determinar que os debates na capital serão feitos somente se tiver a participação de todos os postulantes.

O documento cita o parágafro 5º do Artigo 46 da lei 9.504/97, que estabelece as regras deste tipo de programa, mas afirma que essas regras precisam ser aprovadas por 2/3 dos candidatos aptos.

– Fizemos esse documento para alertar as emissoras de que elas precisarão chamar todos os os candidatos, sob pena de ser acionada judicialmente e até ter o programa suspenso pela Justiça Eleitoral – explicou o candidato do PMN, um dos idealizadores do documento.

Também assinaram a comunicação ao TRE os candidatos Eliziane Gama (PPS), Wellington do Curso (PP), Fábio Câmara (PMDB), Rose Sales (PMB), Cláudia Durans (PSTU), Valdeny Barros (PSOL) e Zeluis Lago (PPL).

O prefeito não foi consultado sobre o documento, por isso não se sabe se ele aceitaria ou não assiná-lo.

A assinatura registrada no TRE também evita que os candidatos possam fazer acordo com as emissoras, já que seriam desmoralizados por voltar atrás na própria decisão.

Nenhuma emissora de rádio ou de TV já se pronunciou sobre o tema…

0

Dilmar Araújo será o vice de Eduardo Braide…

Dilmar com Braide: homenagem à Zona Rural

Dilmar com Braide: homenagem à Zona Rural

O Partido da Mobilização Nacional definiu, nesta sexta-feira, 5, o nome de Dilmar Araújo, como candidato a vice-prefeito de São Luís. Dilmar, que é professor e policial militar, se destaca como articulador socioambiental, na cidade, tendo como base a Zona Rural de São Luís.

“Fico muito feliz pelo Dilmar ter aceito o nosso convite. A escolha é uma homenagem à Zona Rural de São Luís, que há muito tempo é esquecida pelas administrações municipais da cidade. Com este ato, reforço o meu compromisso com todos os moradores das comunidades rurais que terão uma participação efetiva na nossa administração”, declarou o candidato a prefeito Eduardo Braide.

Dilmar Araújo é casado, pai de dois filhos e tem 45 anos. É professor e policial militar. Tem como destaque, o trabalho realizado com crianças e adolescentes em escola comunitária. Além disso, coordena as atividades da Brigada Verde Ambiental, na zona Rural de São Luís, bem como em outros bairros da cidade.

“Estamos prontos para contribuir com o projeto de cuidar da nossa cidade. É preciso estar na comunidade, como sempre estive, para entender dos problemas e solucioná-los de forma eficiente. Vamos honrar a confiança depositada em nosso nome pelo amigo Eduardo Braide. Juntos, mostraremos que São Luís tem jeito”, finalizou o candidato a vice-prefeito.