1

“Não discutimos grupo Sarney; discutimos MDB”, diz Roberto Costa

Coordenador eleitoral do partido diz entender que ainda existam “companheiros saudosistas do passado” que pregam uma posição eleitoral mais radical, mas este sentimento não impera mais na legenda, que “busca um modelo moderno de diálogo respeitoso”

 

Roberto Costa entende que a nova postura de Roseana e do MDB dará a ela condições do sectarismo e de ampliar suas alianças, caso seja candidata em 2022

Coordenador eleitoral do MDB e vice-presidente da legenda no Maranhão, o deputado estadual Roberto Costa reafirmou nesta quarta-feira, 5 – em resposta ao colega César Pires (PV) – a nova postura do partido, de busca de diálogo respeitoso com todas as correntes.

Na manhã de hoje, Pires defendeu que Roseana e o MDB mantenham-se na oposição ao governo Flávio Dino, apoiando nas eleições de 2020 candidatos ligados ao grupo Sarney – ou ao que restou dele. (Releia aqui)

Em resposta, Costa garantiu que não está discutindo grupo Sarney, mas sim a postura do MDB.

– Sei que tem companheiros saudosistas do passado que pregam uma postura político-eleitoral mais radical; mas este não é o sentimento que impera hoje no MDB – afirmou o emedebista.

Segundo Roberto Costa, a postura da própria ex-governadora Roseana Sarney, citada por César Pires, hoje se alinha à do MDB, de busca do diálogo respeitoso com todas as correntes.

Para Costa, esta postura moderna do partido pode enfrentar resistência de algumas correntes ainda alinhadas ao grupo Sarney, mas levará o partido a um momento melhor em 2022, quando a própria Roseana pode vir a ser candidata sem vetos de outras correntes.

– Ainda tem companheiros na era do Orkut; felizmente, Roseana e nós do MDB  já estamos na era do Instagram – ironizou o parlamentar…

1

Edivaldo dá sinais de que se manterá neutro no 1º turno

Ao entregar mais uma das inúmeras obras de sua gestão, prefeito de São Luís diz que não fala sobre política e que focará no encerramento do mandato de forma a marcar a história da capital maranhense, o que, de uma forma ou de outra, terá peso eleitoral significativo em um eventual segundo turno

 

Edivaldo entregou a nova Praça da Bíblia, mais uma obra de sua gestão, mas deixou claro: “não falo de política”

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) praticamente confirmou as análises do blog Marco Aurélio D’Eça ao sinalizar, nesta terça-feira, 4, que não se posicionará eleitoralmente no primeiro turno das eleições de São luís.

– Não falo sobre política – respondeu Edivaldo, ao ser questionado por repórteres da rádio Mais FM,  na entrega da Praça da Bíblia, mais uma das inúmeras obras do seu mandato.

Este blog tem apontado sistematicamente – e até de forma crítica – que Edivaldo Júnior terá postura neutra no primeiro turno das eleições, diante das várias candidaturas alinhadas ao seu grupo político. (Relembre aqui, aqui, aqui e aqui)

Ao focar seu mandato num conjunto de obras sem precedentes – além de construir um legado histórico – ele adquire, também, musculatura poderosa para influenciar em um eventual segundo turno.

São obras estruturantes, de forte apelo histórico-cultural, urbanístico e turístico, não apenas no Centro, mas em diversos bairros de São Luís; não há registro de ações deste tipo desde o retorno das eleições diretas na capital, em 1985.

O prefeito tem espalhado obras estruturantes por toda São Luís, que se aliam ao seu carisma pessoal na construção de um legado poderoso na capital maranhense

Dentre os candidatos a prefeito, pelo menos dois demonstram interesse em ter Edivaldo como aliado: o comunista Rubens Pereira Júnior, candidato do governador Flávio Dino (PCdoB); e o democrata Neto Evangelista,  apoiado pelo presidente do partido do prefeito, o senador Weverton Rocha (PDT).

Pelo que disse Edivaldo Júnior durante a entrega da Praça da Bíblia, Pereira Júnior e Evangelista terão que se virar para garantir um segundo turno.

Se chegarem lá, o resultado da gestão de Edivaldo terá como falar por eles.

Simples assim…

0

Rubens Júnior entra no jogo pelo apoio do MDB…

Candidato do PCdoB reuniu-se com o deputado Roberto Costa, que coordena a discussão  no partido sobre as eleições municipais, e deixou claro que o momento atual no Maranhão prevê a superação de divergências históricas

 

Roberto Costa com Rubens Pereira Júnior: abertura de diálogo eleitoral e superação de divergências ideológicas históricas

O deputado federal Rubens Pereira Júnior, candidato do PCdoB a prefeito de São Luís, reuniu-se nesta segunda-feira, 3, com o deputado estadual Roberto Costa, coordenador eleitoral do MDB no Maranhão.

Na pauta, o apoio do MDB à candidatura comunista.

Segundo apurou o blog Marco Aurélio D’Eça, Pereira Júnior elogiou a postura atual do MDB e disse que chegou a hora de superar divergências ideológicas e de grupo.

Para Roberto Costa, a visita mostra a importância eleitoral que o MDB alcançou no Maranhão, sobretudo com a postura mais agregadora e aberta ao diálogo, sem sectarismod e grupos.

– E Vejo com bons olhos a candidatura de Rubens Pereira; oi meu colega na Assembleia e nos damos muito bem – afirmou Costa. 

Segundo o deputado emedebista, o mais importante é que todas as conversas eleitorais do partido têm o aval da ex-governadora Roseana Sarney.

Roberto Costa entre Neto Evangelista e Duarte Júnior; os dois deputados estaduais também vêem o apoio do MDB como importante para as eleições de São Luís

A principio, o MDB vinha conversando com o deputado Neto Evangelista (DEM), candidatura que tem a simpatia de Roberto Costa. Mas o partido exige participação na chapa como condição para o apoio, o que enfrenta resistência não apenas do DEM, mas do PDT e do próprio PSL.

No fim de semana, surgiu a possibilidade de aliança também com o candidato Republicano Duarte Júnior, articulada pelo vice-governador Carlos Brandão.

O MDB deve anunciar seu apoio até o dia 15…

3

Maura Jorge cada vez mais forte em Lago da Pedra

Ex-prefeita é ovacionada pela população a cada vez que se manifesta publicamente no município, onde lidera todas as pesquisas de intenção de votos e deve ser eleita em novembro

 

A ex-prefeita Maura Jorge deve voltar a governar o município de Lago da Pedra.

Líder absoluta em todas as pesquisas, ela tem em seu município uma das mais altas taxas de popularidade dentre todas as lideranças políticas estaduais.

E é recebida com festa pela população a cada vez que aparece publicamente, como mostram os vídeos que ilustram este post.

Um simples adesivaço de carros é transformado em ato público coma  presença de Maura Jorge.

Ex-deputada estadual, ex-prefeita e ex-candidata a governadora, Maura Jorge se consolidou como liderança estadual.

Fortalecendo ainda mais sua presença em Lago da Pedra…

0

Detinha convida líder comunitária Aninha a disputar vaga na Câmara

Representante do complexo São Cristovão e bairros adjacentes vai concorrer a vereadora pelo PL, que tem a deputada estadual como pré-candidata a prefeita de São Luís; lançamento de campanha deve mobilizar a comunidade neste sábado

 

Aninha com Detinha: parceria que pretende levar trabalho e ações para a região do São Cristovão

A líder comunitária Ana Amélia Mendes Lobo,a  Aninha, será uma das postulantes do PL às vagas da Câmara Municipal de São Luís. 

Ela foi convidada pela própria deputada estadual detinha, que candidata a prefeita; lançamento da pré-candidatura será neste sábado, 1º, o que deve movimentar todo o complexo São Cristovão .

– A vontade sempre foi grande, porém a coragem não deixava eu fazer isso, até porque o preconceito com as mulheres sempre foram grande. Hoje enfrentando grandes desafios, a coragem chegou maior que a vontade e após conhecer a deputada Detinha com sua história de vida e sua trajetória política, percebi que posso ir bem além do que eu imagino. Busquei inspiração nessa mulher corajosa e resolvi aceitar o convite que essa mulher me fez e sou pré candidata a vaga sim – contou Aninha, que presidente o Centro Comunitário e Cultural do Jardim São Cristovão.

Aninha sempre atuou em projetos sociais e culturais, sempre muito envolvida com as comunidades e os problemas que elas enfrentam.

Para ela, a parceria com Detinha pode trazer frutos importantes para sua região.

– A deputada Detinha tem um olhar diferente, um olhar forte sobre os obstáculos que devem ser vencidos; e um obstáculo a ser vencido tem que sair de dentro pra fora, o que ela faz muito bem – reflete.

A pré-candidata a vereadora pretende mobilizar toda a comunidade – que envolve não apensas o Jardim São Cristovão, mas todas as comunidades adjacentes, do São Cristovão ao São Bernardo; do Cohapam à Santa Bárbara, passando por Tirirical, Vila Lobão, Santo Antonio e João e Deus.

O primeiro encontro já será neste sábado, com o lançamento da campanha…

3

Com projeto para 2022, PDT pode até abrir mão da vice de Evangelista

Em evento cercado de cuidados contra a coVID-19, partido oficializou nesta quarta-feira apoio à candidatura do deputado democrata, com a garantia de abrir espaços para PSL, PTB e MDB na composição da chapa, que pretende manter alinhada até as eleições estaduais

 

Ao lado do senador Weverton Rocha, Neto Evangelista saudou os representantes do PDT que oficializaram o apoio à sua candidatura

O PDT maranhense deu ontem mais uma mostra de profissionalismo político durante ato de oficialização do apoio à candidatura do deputado estadual Neto Evangelista (DEM) a prefeito de São Luís.

Sob a liderança do senador Weverton Rocha – e seguindo todas as regras contra a coVID-19 – os pedetistas garantiram empenho absoluto na campanha e envolvimento direto na eleição do democrata.

E apesar de ter indicação de nomes para compor a chapa de Evangelista, o partido pode até mesmo abrir mão da vaga em nome da aliança, para consolidar a chegada do PSL, PTB e MDB.

– Partidos que estão por vir serão importantes para reforçar essa aliança que já é vitoriosa; a conversa sobre a chapa será feita no momento certo – afirmou Weverton Rocha.

O evento do PDT contou com todas as medidas de controle da coVID-19, com medição de temperatura e uso obrigatório de máscaras.

Para realizar o encontro, pedetistas seguiram todas as recomendações contra a coVID-19, desde a medição de temperatura na chegada até uso de máscaras durante todo o evento

Fortalecido com a chegada do PSL, que também oficializou ontem seu apoio, Evangelista já trabalha com a perspectiva de descolar dos demais adversários e se aproximar de Eduardo Braide (Podemos).

A aliança com PTB e MDB tem também este objetivo, já que ampliará o tempo de propaganda no rádio e na TV.

Mas, além da eleição de São Luís – e da participação conjunta em uma eventual gestão – Weverton e o PDT querem as legendas unidas em todo o Maranhão, com vistas também às eleições de 2022.

Mas esta é uma outra história…

2

Eudes Sampaio leva vantagem pelo conhecimento de São José Ribamar

O prefeito de São José de Ribamar, Eudes Sampaio, aproveitou a pausa no período de chuvas para retomar a frente de obras pelo município, o terceiro mais populoso do Maranhão.

Ao contrário dos adversários, já em plena campanha eleitoral, Eudes prefere apostar no trabalho de sua administração, que tem como desafio atender a uma população espalhada por dezenas de localidades, a maioria bem distante da sede.

Na disputa eleitoral, o prefeito de Ribamar possui trunfos importantes, entre eles, o de ser parte do grupo político do ex-prefeito Luis Fernando Silva, que deixou um legado de obras inéditas à população, entre elas, a maternidade municipal e os Liceus Ribamarenses I e II, primeira escola de tempo integral do Maranhão, além de 200 km de asfalto beneficiando bairros que jamais tinham visto pavimentação. Depois que Luis Fernando deixou o cargo, nada foi feito pelo sucessor, Gil Cutrim.

Eudes Sampaio, que foi secretário e vice-prefeito de Luis Fernando, também leva vantagem pelo conhecimento, em detalhes, de cada bairro e de cada rua que integra o município. Ele foi o coordenador dos trabalhos e estudos técnicos que resultaram na homologação do Termo de Ajuste de Limites para definição dos marcos territoriais dos quatro municípios da ilha de São Luís. E tem na cabeça o Mapa Geopolítico de São José Ribamar, elaborado com base nas necessidades da população.

Esse trabalho foi determinante para que São José de Ribamar se tornasse a terceira mais importante cidade do Maranhão e recebesse prêmios da Organização das Nações Unidas (ONU), na Agricultura Familiar e na Saúde, além de prêmios do Sebrae Maranhão e Sebrae Nacional 2018, de Prefeito Empreendedor.

O prefeito de Ribamar é formado em Administração e pós-graduado em Gestão de Cidades e Planejamento Urbano. Foi também secretário municipal da Receita e do Patrimônio Público, Imobiliário de São José de Ribamar, quando conseguiu elevar a receita municipal, de forma substancial, possibilitando os investimentos feitos na época.

Eudes se diferencia pelo perfil técnico e político até mesmo quando é indagado pelas críticas dos prováveis adversários, Dr. Julinho, Beto das Vilas, Jota Pinto e Edson Júnior.

“Eu respondo críticas da oposição é com trabalho”, explica.

Da assessoria

2

PSL fortalece Neto Evangelista como principal adversário de Braide

Partido vai compor a coligação DEM/PDT – que pode contar ainda com PTB e MDB – consolidando as chances de o candidato democrata chegar ao segundo turno; objetivo agora é disputar a liderança ainda em primeiro turno

 

Candidato do DEM avança uma casa em relação a adversários que sonham com o segundo turno; e já trabalha para diminuir diferença do primeiro colocado

O PSL confirmou nesta quarta-feira, 29, a aliança com o deputado Neto Evangelista (DEM) para a disputa pela Prefeitura de São Luís.

A aliança fortalece a coligação de Evangelista como uma das principais, além de tirar do também deputado Duarte Júnior (Republicanos) a condição de principal adversário de Eduardo Braide (Podemos) em um eventual segundo turno.

Com a coligação DEM/PDT/PSL, Evangelista garante a maior parte do tempo na propaganda eleitoral; e ainda pode ter o apoio do PTB e do MDB, num projeto que vai além de 2020 e passa também por 2022.

Chico Carvalho entre dirigente nacional do PSL, Antonio de Rueda, e o presidente do DEM no Maranhão, Juscelino Filho: aliança amplia chances de Neto Evangelista

Com a boa pontuação nas pesquisas, o tempo de propaganda garantido por DEM e PSL, e a forte militância comunitária do PDT, o deputado democrata avança uma casa em relação as adversários que disputam vaga no segundo turno.

E consolida a polarização com o deputado federal Eduardo Braide (Podemos).

Objetivo agora é usar essa estrutura partidária para reduzir a diferença do primeiro colocado.

Ainda em primeiro turno…

0

Prefeitura de Imperatriz rebate “exploração maldosa” de contas no TCE

Nota assinada pelo sub-chefe de gabinete Marcelo Martins de Sousa explica que as contas do município ainda estão em análise no tribunal de contas e que a divulgação de mero parecer do Ministério Público sobre prestação de 2017 atende a “propósito meramente eleitoreiro”

 

A Prefeitura de Imperatriz rebateu nesta quarta-feira, 29, a tentativa de gerar repercussão política sobre o parecer do Ministério Público de Contas em relação à prestação de contas do município referente ao exercício de 2017.

Segundo o documento, as peças dos MPC são meramente opinativas; e no caso específico, “se referem a falhas formais, ora contestadas pelo prefeito”.,

A oposição a Assis Ramos (DEM) espalhou a notícia em blogs alinhados tanto em Imperatriz quanto no restante do estado, tentando gerar um fato consumado negativo contra o prefeito às vésperas da eleição. 

– Qualquer exploração maldosa a esse respeito tem propósito político-eleitoreiro. O prefeito Assis Ramos, de acordo com certidões emitidas ontem, em 28/julho/2020, não responde a nenhum processo e muito menos está diante de qualquer impedimento legal – afirmou a nota, assinada pelo sub-chefe de gabinete Marcelo Martins e Sousa.

Certidões confirmam regularidade do prefeito e aptidão legal para concorrer à reeleição em Imperatriz

A nota da prefeitura desmentiu também declarações atribuídas ao vereador José Carlos, segundo as quais as prestações e contas de 2018 e 2019 não foram encaminhadas à Câmara Municipal de Imperatriz.

– A de 2018 tem protocolo assinado pela secretária do Presidente, do dia 08/04/2019 às 11h10; a 2019, o protocolo de recebimento é do dia 1/06/2020; 09h30 – garante o documento assinada por Marcelo.

Veja abaixo a íntegra da Nota:

A prestação de contas de 2017 da Prefeitura de Imperatriz junto ao Tribunal de Contas do Estado, não foi submetida a nenhum julgamento; atravessa fase de análises.

É procedimento padrão do Ministério Público de Contas manifestar-se, anexar apontamentos que, à essa altura são peças meramente opinativas.

A quase totalidade das ocorrências apontadas e amplamente divulgada pelos blogs posicionados no campo da oposição, se referem a falhas formais, agora contestadas pelo Prefeito, porque não refletem a verdade quanto ao cumprimento das obrigações constitucionais.

Os apontamentos citados pelo Ministério Público de Contas foram replicados em quase todas as prestações de contas dos Prefeitos entre os anos de 2017 e 2019. Já existe um movimento dos contadores e do Conselho de Contabilidade do Maranhão, questionando a eficiência do Sistema de Auditoria Eletrônica usado pelo TCE-MA.

Alegam que o processamento das informações não se dá de maneira confiável, apresenta inconsistência na avaliação das informações remetidas via internet.

Ademais, não se configuram em VERDADES as afirmativas de dirigentes da Câmara Municipal de Imperatriz, segundo as quais o Prefeito não teria prestado contas àquela casa dos exercícios financeiros de 2018 e 2019.

A de 2018 tem protocolo assinado pela secretária do Presidente, do dia 08/04/2019 às 11h10; a 2019, o protocolo de recebimento é do dia 1/06/2020; 09h30.

Portando, qualquer exploração maldosa a esse respeito, tem propósito político-eleitoreiro. O Prefeito Assis Ramos, de acordo com certidões emitidas ontem em 28/julho/2020, não responde a nenhum processo e muito menos está diante de qualquer impedimento legal.

Imperatriz 29 de julho de 2020.

Marcelo Martins de Sousa

Chefe de Gabinete/Prefeitura Municipal de Imperatriz

2

Mas, afinal, o que é o consórcio de candidatos de Flávio Dino?!?

Embora o grupo do governador tente negar campanha coordenada para evitar a vitória da oposição nas eleições de novembro – prática criada por eles mesmos a partir de 2012 – a própria lista de candidatos mostra que há, sim, uma relação, ainda que tácita, entre os diversos nomes da base

 

Flávio Dino com três dos candidatos de sua base; há outros que gostariam de estar nessa imagem; e ainda outros que preferem pagar de “independentes

O deputado estadual Wellington do Curso, que disputa as eleições pelo PSDB, voltou a tratar, nesta terça-feira, 28, do tal “consórcio de candidatos da base do governo Flávio Dino” para impedir a vitória da oposição em São Luís. 

Wellington tem legitimidade para falar do assunto por que sofreu com este consórcio também nas eleições de 2016. (Releia aqui, aqui e aqui)

Mas, afinal, o que é o tal consórcio de candidatos de Flávio Dino?!?

O blog Marco Aurélio D’Eça já tratou do assunto, no início de julho, no post “Como é e como funciona o consórcio de candidatos de Flávio Dino…”

Dos 13 pré-candidatos já postos na disputa na capital maranhense, pelo menos oito têm algum tipo de relação política, empresarial ou empregatícia com o governo comunista. 

Podem ser incluídos perfeitamente nesta lista os pré-candidatos Rubens Pereira Júnior (PCdoB), Duarte Júnior (republicanos), Neto Evangelista (DEM), Bira do Pindaré (PSB), Carlos Madeira (Solidariedade), Dr. Yglésio (Pros), Jeisael Marx (Rede) e Detinha (PL).

Cada um cumpre função específica, alguns com maior ou menor grau de relação com governo e também de importância, diante das chances que apresentam na disputa.

Neste organograma tácito, Rubens Júnior, Duarte Júnior, Carlos Madeira e Neto evangelista – não necessariamente nesta ordem – são os que detém as maiores expectativas do governo de um segundo turno com Eduardo Braide (Podemos).

E a candidatura de Wellington incomoda tanto este consórcio exatamente por que o tucano está no meio deles, como risco de tirá-los da disputa com Braide.

Bira do Pindaré e Carlos Madeira correm por fora, reunindo apoios significativos na base do governo, mas se mantendo distante do grupo principal.

Dr. Yglésio, Detinha e Jeisael Marx estão na disputa com postura mais independente, mas n~]ao deixam de ter suas ligações com o Palácio os Leões.

Ednaldo Neves foi o primeiro “laranja” dos consórcios de Flávio Dino; e obteve grande ascensão na burocracia do grupo pelas missões cumpridas na campanha de 2012

Na semana passada, diante das evidências de uma coordenação “icloud” entre as várias candidaturas governistas, o presidente do PCdoB, Márcio Jerry, que acaba de assumir o comando da campanha de Rubens Júnior, veio a público para negar, mais uma vez, a existência do consórcio.

Mas suas declarações apenas reforçaram a ideia de “pelotões amigos” nos diversos grupamentos palacianos.

– O fato de ter vários candidatos de partidos que integram a base do governador Flávio Dino só confirma o quanto ele vem oxigenando e renovando a política em nossa capital. Sem coronelismo, oportunidades democráticas para todos – ponderou o comunista.

A ideia de consórcio de candidatos surgiu exatamente com a ascensão política de Flávio Dino e seu grupo.

E já vem desde as eleições municipais de 2012, quando surgiram as primeiras candidaturas agrupadas em um mesmo objetivo, coordenadas pelo próprio Márcio Jerry – incluindo o papel do laranja. (Relembre aqui, aqui, aqui e aqui)

De lá para cá, a  fórmula vem apenas sendo aperfeiçoada.

Mas parece dar sinais de esgotamento em 2020…