0

Pedro Lucas Fernandes quer criar energia elétrica pré-paga…

Líder do PTB na Câmara, o deputado federal Pedro Lucas Fernandes (PTB-MA) apresentou um projeto de lei (PL 539/19) para instituir a modalidade de pré-pagamento do consumo de energia elétrica.

Um dos principais objetivos para a elaboração da proposta é justamente permitir que o consumidor brasileiro tenha direito a planejar seu gasto com energia elétrica e não ser surpreendido ao aumento constante da conta de luz.

Para Pedro Lucas Fernandes, esse projeto de lei tem uma extrema relevância para os consumidores do país.

O parlamentar maranhense justifica que seu PL, ao instituir a modalidade de pré-pagamento do consumo, contribuirá para um melhor planejamento financeiro de gastos dos brasileiros porque haveria um prognóstico de quanto iria gastar, ou melhor, de quanto gostaria de gastar com a conta de luz.

0

Agricultura familiar pode ter desconto em energia para irrigação…

O Projeto de Lei (PL) 661/2019, de autoria do senador Weverton (PDT-MA), teve parecer favorável na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado Federal.

A proposta apresentada pelo parlamentar estende para 24 horas por dia o desconto nas tarifas de energia elétrica para o bombeamento de água destinado às atividades de irrigação da agricultura familiar.

“É necessária a criação de estratégias que incentivem o uso da irrigação por estes pequenos produtores que são hoje responsáveis pela produção de mais de 70% dos produtos consumidos pelos brasileiros”, afirmou o senador.

Para Weverton, a proposta central do projeto é justamente estimular a utilização da irrigação na agricultura familiar por meio de descontos especiais nas tarifas de energia elétrica.

“No Maranhão, pelo menos, 119 cidades devem ser beneficiadas pelo projeto. Atualmente, somente 30% dos agricultores familiares são irrigantes, devido, principalmente, aos altos custos da energia elétrica e equipamentos de instalação. Temos que trabalhar para mudar esse cenário. Além de gerar renda no campo, a agricultura familiar tem um papel fundamental para levar comida à mesa da população”, ressaltou.

A Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, que inclui os agricultores familiares entre os consumidores de energia elétrica classificados na Classe Rural, estabelece um período de somente 8:30 horas (oito horas e trinta minutos) compreendido entre 21h30m e 6h do dia seguinte.

“Acontece que, em condições de alta demanda evaporativa e solos de texturas arenosas, comuns na região semiárida do Brasil, frequentemente os agricultores precisam fazer irrigação por mais de uma vez por dia. Por isso, é necessário que a lei seja modificada para atender a demanda de irrigação durante 24 horas por dia aos agricultores familiares, para que eles ampliem a sua produtividade”, explicou o parlamentar.

O PL está na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA). Se for aprovado, a proposta segue direto para o Plenário da Casa.

1

Matador de agentes da Cemar agiu premeditado, apontam indícios…

Morador de Paço do Lumiar, Pablo Martins Silva, conhecido por “De Menor”, seguiu a equipe após corte de energia em uma residência e os executou com tiros na cabeça

 

Já está preso o indivíduo Pablo Martins Silva, conhecido por “De Menor”, 18 anos.

Ele é acusado da execução dos agentes da Cemar João Victor Melo e Francivaldo Carvalho da Silva, que estavam de serviço na manhã desta terça-feira, 15, na região de Paço do Lumiar.

Segundo as primeiras informações da polícia, a equipe efetuou corte de energia elétrica em uma residência na região e foi seguida por “De Menor”, que os executou com tiros na cabeça.

Segundo testemunhas, não houve qualquer reação das vítimas, que trabalham no Consórcio Norte, prestador de serviços à Cemar.

Abaixo, nota da empresa, divulgada logo após o crime:

Nota de Esclarecimento

A Cemar e o Consórcio Norte, empresa prestadora de serviços, informam que irão acompanhar os trabalhos de investigação pelas autoridades policiais do homicídio ocorrido na manhã desta terça-feira (15), no Sítio Natureza, em Paço do Lumiar, vitimando os colaboradores João Victor Melo e Francivaldo Carvalho da Silva.

Cabe esclarecer que a Companhia e o Consórcio Norte irão acompanhar e colaborar com o trabalho de investigação da polícia, que deverá identificar as causas que levaram ao homicídio.

Neste momento as empresas lamentam e se solidarizam com os familiares e estão empenhadas em prestar toda assistência necessária.

Assessoria de Imprensa da Cemar

1

Equipe da Cemar paralisa trânsito no Centro e ainda debocha de quem reclama…

Equipe da Consórcio Norte Engenharia parou o carro em plena rua dos Afogados, no horário de pico, deixando uma cauda de quilômetros; quem reclamava era destratado

 

Carro estacionado inapropriadamente, parando o trânsito para fazer serviço em poste de luz; incômodo e deboche da equipe

Uma equipe do Consórcio Norte Engenharia causou um verdadeiro caos no trânsito do Centro de São Luís, na tarde desta quarta-feira, 26.

Os dois homens resolveram fazer um serviço no poste em plena 16h30, quando o trânsito começa a ficar intenso na rua dos Afogados e estacionou o carro em plena via, impedindo a passagem.

A placa do carro usado pela equipe e o homem que ironizou os motoristas impedidos de trafegar

Aos motoristas que reclamavam do horário e da forma como o serviço estava sendo feito, um dos operários, ainda ironizava:

– E eu ligo é muito! – debochava o operário.

O outro, que subiu no poste, gritou lá do alto:

– Tá incomodado, reclama pra Cemar.

A equipe pertence ao Consórcio Norte Engenharia, que está a serviço da companhia energética do Maranhão

Só após longos 20 minutos, os dois homens parecem ter concluído o serviço e deixaram o local, como se nada tivesse acontecido.

O desrespeito da equipe gerou forte aglomeração e bate-bocas na região do Centro…

1

Weverton Rocha propõe CPI para investigar distribuição elétrica…

 

Weverton fez duro discurso com relação ao setor elétrico

O deputado Weverton deu entrada nesta quarta-feira (21) no pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito com a finalidade de investigar com profundidade e perícia o porquê dos valores exorbitantes das contas de luz elétrica, além de apurar a morosidade do restabelecimento no fornecimento de energia elétrica pelas Concessionárias de Energia.

O pedido de CPI foi assinado por 189 deputados federais. 

Na justificativa incluiu as constantes reclamações da população brasileira e a necessidade de investigações profundas da razão dos valores exorbitantes das contas de luz elétrica, além de apurar a morosidade do restabelecimento no fornecimento de energia elétrica cometida pelas concessionárias, sobretudo, após a ocorrência de fenômenos climáticos independentemente da sua intensidade.

O apagão de quarta-feira, 21, atingiu todas as regiões do Brasil

“A qualidade do serviço das Concessionárias já alcançou um grau de total desrespeito ao cidadão e ao consumidor”, destacou Weverton.

Em uma fala no Plenário da Câmara na noite desta quarta-feira, o deputado Weverton denunciou o apagão que atingiu as regiões Norte e Nordeste e também anunciou a criação de uma frente parlamentar em defesa dos consumidores de energia elétrica, já instalada na semana passada e que contou com a adesão de 245 deputados de diferentes partidos.

1

Proposta de Roberto Rocha prevê menor tarifa de energia…

Senador quer desconto maior para beneficiários da Tarifa Social de Energia Elétrica. Estados do Norte e Nordeste seriam os mais beneficiados

 

Roberto fala sobre sua proposta de diminuição da tarifa de energia (imagem: William Borgmann)

Começou a tramitar essa semana no Senado, o Projeto de Lei 260/2017, de autoria do senador Roberto Rocha (PSB-MA), que altera as faixas de consumo e percentuais de desconto aplicados aos beneficiários da Tarifa Social de Energia Elétrica.

A proposta foi motiva após sucessivos aumentos na conta de luz dos brasileiros e as dificuldades de pessoas de baixa renda de pagar por esses reajustes. O último aconteceu no início de agosto, quando a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou alteração para cor vermelha a bandeira tarifária. Isso significa que o consumidor vai ter que desembolsar mais para pagar a energia no próximo mês.

Para o senador, a proposta vai beneficiar a população dos estados mais pobres, como é o do Maranhão.

“O nosso estado, por exemplo, é o que tem o segundo pior IDH do Brasil e a pior renda per capita, além de possuir indicadores econômicos e sociais muito fracos. E, por outro lado, tem a maior tarifa de energia elétrica, o que é algo absolutamente contraditório”, disse Roberto Rocha.

De acordo com o projeto de lei do parlamentar maranhense, para a parcela de consumo de energia elétrica inferior ou igual a 50 kWh/mês, o desconto será de 70%. Para famílias que consumirem entre 51 e 150 kWh/mês, o desconto cai para 50%.

Para a parcela compreendida entre 151 e 250 kWh/mês, o desconto será de 20%, enquanto acima de 250 kWh/mês não haverá desconto.

Roberto Rocha acredita que o projeto não terá dificuldades para ser aprovado.

“Estamos procurando atender pessoas mais carentes, especialmente dos estados do Norte e do Nordeste. Como que alguém pode ser contra isso? É uma forma de diminuir as desigualdades regionais existentes no Brasil”, afirmou o senador.

10

Holandinha é a herança maldita do próprio Holandinha…

Falência da Prefeitura de São Luís já nos primeiros dias de 2017 mostra que o prefeito pedetista não se preparou, sequer, para receber a própria gestão

 

Bastou passar as eleições para que o prefeito voltasse ao estilo depressivo que marcou seus quatro anos

O corte de energia elétrica de cinco secretarias municipais em São Luís é o ápice prematuro do custo que a população vai pagar por ter reelegido o prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

Reeleito a fórceps – em um esquema de compra de votos e crime eleitoral sem precedentes na capital maranhense – o pedetista não conseguiu nem mesmo preparar a gestão para ele próprio.

Holandinha é hoje a herança maldita do próprio Holandinha.

Em apenas 15 dias de gestão no segundo mandato, São Luís convive com atraso em pagamento da limpeza urbana, dos serviços médicos e hospitalares, alagamentos em hospitais e destruição do asfalto meia-boca jogado nas ruas durante a eleição.

Em 2013, quando assumiu o mandato, Edivaldo utilizou como desculpa uma tal “herança maldita” recebida do ex-prefeito João Castelo (PSDB).

Foi a justificativa para sumir durante os quatro anos de gestão.

Agora, em 2016, Edivaldo recebe a prefeitura do próprio Edivaldo.

E São Luís ganha como presente a falências dos serviços públicos essenciais.

Um custo alto pela renovação do mandato do prefeito…

2

Cemar diz que prefeitura mantém débitos de energia “há meses”…

Companhia cortou ontem o fornecimento de vários prédios públicos municipais, após várias tentativas de negociação da dívida, ignoradas pela gestão de Edivaldo Júnior

 

Prefeitura não está honrando suas obrigações com a Cemar

A Companhia Energética do Maranhão (Cemar) confirmou nesta terça-feira, 17, que cortou mesmo o fornecimento de energia de várias secretarias da Prefeitura de São Luís por falta de pagamento.

Segundo apurou o blog, foram cinco secretarias que tiveram a luz cortada. (Releia aqui)

– Cabe reiterar que apesar das inúmeras tentativas de negociação da dívida por parte da Cemar, o Município de São Luís mantém há meses débitos relativos ao consumo de energia de seus prédios públicos – afirmou a empresa, em Nota de Esclarecimento.

O corte da energia se deu com amparo em decisão judicial e não at5ingiu nenhum serviço essencial do município.

Veja abaixo a nota da Cemar:

A Cemar esclarece que a Prefeitura Municipal de São Luís possui débitos relativos ao consumo de energia elétrica de alguns prédios da administração pública.Após diversas tentativas de negociar as dívidas em atraso junto ao

Município de São Luís e para preservar a regularidade financeira da Concessão e o interesse da coletividade de consumidores da capital, a Companhia, com base em decisão judicial, decidiu interromper o fornecimento da energia elétrica de alguns prédios da prefeitura na tarde da última segunda-feira, dia 16 de janeiro de 2017. Convém informar também que, conforme legislação aplicável, nenhuma unidade prestadora de serviço essencial foi desligada.

Cabe reiterar que apesar das inúmeras tentativas de negociação da dívida por parte da Cemar, o Município de São Luís mantém há meses débitos relativos ao consumo de energia de seus prédios públicos.

Por fim, a Companhia destaca que todo o procedimento de cobrança vem sendo conduzido de acordo com o princípio da isonomia estabelecido na legislação e que, tão logo seja realizado o pagamento da dívida, o fornecimento de energia será restabelecido.

Assessoria de Imprensa da Cemar

1

Cemar esclarece sobre as redes de energia elétrica na BR-010 em Imperatriz…

As obra da BR-010 dependem também do remanejamento dos postes e das linhas de transmissão

As obra da BR-010 dependem também do remanejamento dos postes e das linhas de transmissão

Em nota encaminhada ao blog, companhia energética diz que está aguardando liberação de recursos federais para iniciar retirada de postes e deslocamento das linhas de transmissão. Veja a íntegra abaixo:

Em relação a retirada dos postes na BR 010, a Cemar informa que já vem tratando sobre este assunto junto ao DNIT. Por se tratar de uma obra do Governo Federal, a Companhia está aguardando a liberação dos recursos financeiros para que a obra seja executada. A partir dessa informação a Cemar programará a relocação de todos os postes que fazem parte do cronograma de execução dos serviços.

É importante ressaltar que a obra envolverá o deslocamento de uma Linha de Transmissão em 69 kV, duas Linhas de Transmissão em 34,5 kV e de diversas Redes de Distribuição de energia elétrica de alta tensão na área urbana de Imperatriz, e precisa ser programada de forma a garantir a segurança das comunidades nos trechos que terão postes deslocados.

Na condição de concessionária de distribuição de energia elétrica, a Companhia tem realizado diversas intervenções nas redes de distribuição em parceria com o DNIT, tanto para o fortalecimento do sistema elétrico no estado, como para obras de interesse do citado órgão.

Cabe esclarecer que esse tipo de intervenção obedece às regras definidas pelo setor elétrico brasileiro, com a elaboração do projeto de viabilidade e programação de execução, uma vez que tais obras envolvem o desligamento do fornecimento da energia elétrica, que será conduzido conforme estabelece a Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL.

Assessoria de Imprensa da Cemar

1

Júnior Verde e produtores de Balsas pedem energia para povoados…

Ao lado de José Jorge, Júnior Verde ouve os produtores de Balsas

Ao lado de José Jorge, Júnior Verde ouve os produtores de Balsas

O deputado estadual Júnior Verde (PRB), agricultores e piscicultores de Balsas estiveram na manhã de ontem (08), na Companhia Energética do Maranhão (Cemar), reivindicando a execução do programa Luz Para Todos, do Governo Federal, naquele município.

Eles apresentaram a relação de propriedades produtoras de soja e outros grãos que até hoje utilizam geradores para conseguir manter suas atividades, e solicitaram celeridade no atendimento do pedido, que foi analisado pelo diretor da Companhia, José Jorge, e pelo chefe da Eletronorte, Luís Adriel.

– A região é referência de produção em todo o Estado, mas ainda enfrenta essa dura realidade – lamentou o parlamentar, que no mês de maio visitou as comunidades Belém, Maribondo, Jabuti, Laranja , Boa esperança e Vargem Limpa.

– Vi as dificuldades pelas quais passam tantas famílias. Para elas, levei uma boa notícia: a localidade em breve receberá 21 km de rede elétrica. Porém, ainda há muitas regiões que não dispõem desse serviço público tão essencial. Acreditamos que teremos essa importante demanda atendida – acrescentou o parlamentar.

O diretor da Cemar, José Jorge, solicitou a realização de um estudo técnico das comunidades com ausência do benefício, para posterior análise de implantação do projeto Luz Para Todos.

Cidadão

Como forma de agradecer a atuação e o compromisso politico de Júnior Verde na região, a Câmara Municipal de Balsas concedeu o Título Honorífico de Cidadão Balsense ao parlamentar. O decreto legislativo foi aprovado no dia 01 de junho, e prevê a realização da homenagem em sessão solene com data a ser definida posteriormente.

– Muito me honra essa deferência, e mais ainda, me dá forças para continuar trabalhando e buscando os meios possíveis para levar cada vez mais melhorias e benefícios ao povo balsense – agradeceu Júnior Verde.