4

Juntos, Roberto Rocha e Maura Jorge já chegam a até 15%, segundo análise de pesquisas…

Margem de erro da pesquisa Escutec permite entender que os dois candidatos a governador têm possibilidade de consolidar o segundo turno das eleições no Maranhão

 

SEGUNDO TURNO ASSEGURADO? Roberto Rocha e Maura Jorge já podem ter superado os dois dígitos nas pesquisas

A pesquisa Escutec divulgada na última quinta-feira, 6, aponta uma possibilidade cada vez mais consolidada de segundo turno na corrida eleitoral no Maranhão.

E os percentuais dos candidatos Roberto Rocha (PSDB) e Maura Jorge (PSL) somados consolida ainda mais esta possibilidade.

Rocha registrou 6% das intenções de votos; Maura Jorge outros 5%.

Só estes índices, somados aos de Roseana Sarney (MDB), que apareceu com 36%, e Ramon Zapata (PSTU), com 1%, já garantem a segunda rodada de votações.

Mas os índices de Maura Jorge e Roberto Rocha podem ser bem maiores, levando-se em consideração a margem de erro, de 2 pontos percentuais.

Neste caso, Roberto Rocha pode ter entre 4% e 8% das intenções; Maura Jorge, por sua vez, varia de 3% a 7%. os dois, somados, chegam a 15% das intenções de votos.

O resultado Escutec permite afirmar, portanto, que a oposição já pode ter superado em vários pontos o percentual mínimo para garantir um segundo turno.

É aguardar e conferir…

4

Flávio Dino e Roseana praticamente empatados, mostra Escutec…

Pesquisa divulgada hoje pelo jornal O EstadoMaranhão aponta que, há 30 dias do pleito, é impossível dizer quem chegará à frente na disputa pelo Governo do Estado; levantamento confirma também que haverá segundo tuno no Maranhão

 

QUEM CHEGA À FRENTE?!? Números da Escutec mostram um quase empate técnico entre Flávio Dino e Roseana

Pesquisa do Instituto Escutec divulgada nesta quinta-feira, 6, pelo jornal O EstadoMaranhão mostra que a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) já está praticamente empatada como o governador Flávio Dino (PCdoB) na liderança da corrida pelo Governo do Estado.

De acordo com o instituto, Flávio Dino tem 42% das intenções e voto, contra 36% dados a Roseana.

Como a margem de erro é de apenas 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, significa que Dino tem entre 40% e 44%; Roseana, pode ter entre 34% e 38%.

Os dois estariam, portanto, no limite do empate técnico.

Como o número de eleitores indecisos é de 6% e os que não souberam ou não responderam representam 4%, tanto Roseana quanto Flávio Dino podem chegar à frente no dia 7 de outubro.

Segundo turno

A pesquisa também confirma que haverá segundo turno nas eleições do Maranhão, entre Flávio Dino e Roseana Sarney.

Levantada entre os dias 25 e 28 de agosto, com 2 mil eleitores em mais de 80 municípios, a pesquisa apontou também 6% de intenções de votos para Roberto Rocha (PSDB) e 5% para Maura Jorge (PSL).

Ramon Zapata (PSTU) tem 1% e Ovídio Neto (PSOL) não pontuou.

A pesquisa Escutec foi registrada no TRE-MA sob o número 07603/2018.

5

Oposição vence eleição contra Flávio Dino, diz pesquisa…

Números do Instituto Escutec apontam que 57,8% dos eleitores maranhenses não votam no governador comunista nas eleições de 2018, o que indica vitória de um adversário

 

Roseana é a mais cotada para enfrentar Flávio Dino em um segundo turno, revela pesquisa

A pesquisa do Instituto Escutec revelou, sexta-feira, 22, que 57,8% dos maranhenses não querem continuar com o governo comunista de Flávio Dino (PCdoB).

Este é o total de eleitores que votam em outros candidatos (53,6%) ou não votam em ninguém (4,2%.

O índice é mais de 21 pontos percentuais maior que a votação no próprio Flávio Dino (36%).

O levantamento indica que um adversário da oposição – Roseana Sarney (MDB) é a mais cotada, com 32,4% – irá disputar um segundo turno com Flávio Dino em 2018.

E vencerá a eleição…

1

O caminho aberto para Maura Jorge…

Desconhecida de pelo menos 80% do eleitorado, e com presença em menos de 10% dos municípios, a ex-prefeita de Lago da Pedra registra índices entre 5% e 8% das intenções de votos; e tem a menor rejeição entre os candidatos

 

Com índices que variaram entre 5% e 8% das intenções de votos na última pesquisa Escutec – dependendo do cenário – a ex-prefeita e ex-deputada Maura Jorge (Podemos) mostra força para trilhar um caminho nas eleições de 2018.

Desconhecida como candidata a governadora por pelo menos 80% do eleitorado, já que nunca disputou cargo majoritário, Maura Jorge registra esses índices mesmo tendo visitado menos de 10% dos municípios.

Dentre os nomes já apresentados para a disputa, Maura Jorge é a única que trilha sozinha o seu caminho, com a ajuda apenas do seu partido e dos aliados, como o deputado federal Aluisio Mendes.

Ela não tem a estrutura do governo montada por Flávio Dino (PCdoB) nem o cacife do Senado, usado por Roberto Rocha (PSB); também não dispõe do recall eleitoral apresentado por Roseana Sarney (PMDB).

Mas sua rejeição é a menor entre eles, o que lhe abre um caminho gigantesco à frente.

No momento em que conjugar o amplo conhecimento do seu nome pelo eleitorado e visitar o grosso dos municípios como candidata, ela tende a crescer.

E isso deve ocorrer exatamente na campanha.

É aguardar e conferir…

0

Números não mentem…

Flávio Dino e seus agentes atacaram, vilipendiaram e agrediram a pesquisa Escutec, mas não conseguiram minimizar um fato fundamental: seu projeto de mudança fracassou perante os maranhenses

 

As milhares de pessoas que foram ao largo do Palácio, em 2015, frustraram-se após três anos de promessas não cumpridas…

Os números da pesquisa Escutec divulgados no fim de semana podem ter deixado o governo Flávio Dino soltando fogo pelo nariz, mas cabe a ele analisá-los com frieza e buscar entender o que houve com o seu tal projeto de mudança iniciado em 2014.

E eles mostram claramente que os riscos de o comunista ser apeado do poder após fracassar nas promessas que fez aos maranhenses são cada vez mais reais.

Sem grandes obras consolidadas para mostrar ao eleitor, sem projeto claro para o Maranhão e ostentando problemas em diversas secretarias, Dino segue uma marcha autoritária, tentando abafar contrapontos e usando mentiras deslavadas para vender sua própria imagem.

Mas os números não mentem, jamais.

E como não mentem, mostram que o eleitor não engoliu as falácias comunistas nem a enfadonha cantilena de culpar adversários pelos próprios fracassos da sua gestão.

No ápice do ilusionismo palaciano que parece encarnar como governador, Flávio Dino chegou a comemorar, no fim de semana, o fato de que manteria, em 2018, exatamente os mesmos índices de votos que obteve em 2014.

Ora, se após três anos de gestão de um mandato que surgiu sob o signo de que tudo seria diferente no Maranhão a partir do comunismo os índices ainda são os mesmos de 2014, isso significa apenas que não se avançou em nada, passados três anos de “mudança”.

É isso que os números da Escutec mostraram a quem quiser ver.

E como já se disse: os números não mentem. Jamais…

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

2

Oposição tem 60% dos votos válidos no Maranhão, revela estudo de Andrea Murad…

Deputada analisou os números do Instituto Escutec e constatou rejeição dos maranhenses ao governo comunista após três anos do chamado “projeto de mudança”

 

A conversão dos votos válidos aponta ampla vantagem da oposição a Flávio Dino

 

A deputada Andrea Murad (PMDB) apresentou nesta segunda-feira, 18, à Assembleia Legislativa, estudo dos números da pesquisa Escutec que apontam ampla vantagem dos candidatos de oposição sobre o governador Flávio Dino.

– A Escutec aponta os votos válidos no primeiro turno: Roseana Sarney (PMDB) estaria com 44%; Flávio Dino (PCdoB) com 39.3%; Roberto Rocha (PSB) com 10.7%; Maura Jorge (Podemos) com 6%. Ou seja, a grande maioria do eleitorado, 60,7%, rejeita o governador. De acordo com a pesquisa, Flávio Dino não seria reeleito governador do Maranhão, considerando a péssima gestão que vem fazendo. O governador está acabando com o Estado e a população está abrindo os olhos e dará adeus a esse comunista cruel que massacra os maranhenses com aumento de impostos, alugueis camaradas, superfaturamentos na compra de medicamentos entre outros desmandos – discursou a deputada a deputada.

Andrea Murad fez estudo dos números da Escutec e apresentou na Assembleia

Para a parlamentar, a soma dos votos válidos dos candidatos de oposição ao governador Flávio Dino, total de 60,7%, demonstra a decepção do povo com o governo comunista que poderá contar ainda com mais nomes na oposição para o pleito ano que vem.

– Analisando a soma dos votos válidos dados aos candidatos da Oposição, alcançamos 60,7% dos votos, ou seja, uma diferença de 21,4%, em relação a Flávio Dino. E esse cenário favorável à Oposição tende a crescer à medida que outros candidatos irão surgir, que as regras eleitorais vão sendo definidas até o início de outubro, quando os partidos colocarem pra valer os nomes dos seus candidatos nas ruas. Então, fica a boa notícia para nós, revelada pela pesquisa Escutec de que a Oposição já é amplamente majoritária no voto popular, comprovando a decepção com o Governo Flávio Dino – disse a parlamentar.

4

O que diz a pesquisa Escutec?!?

Apesar de os números divulgados hoje pela Difusora não serem suficientes para encorajar uma candidatura de Roseana Sarney, eles mostram que Flávio Dino não conseguiu construir a imagem que vendeu em 2014 e corre o risco de perder a eleição de 2018

 

SÓ VAI NA BOA. Roseana está à frente de Flávio Dino, mas, para ela, essa diferença precisa ser maior

Há dois aspectos fundamentais que precisam ser entendidos nos números da pesquisa Escutec/Difusora AM, divulgados neste sábado, 16:

1 – O governador Flávio Dino (PCdoB) não conseguiu convencer o eleitor de que a mudança proposta em 2014 de fato se efetivou no Maranhão. E segue atrás da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB);

2 – A diferença entre Roseana e Flávio Dino – de algo em torno de 4 pontos percentuais – não é suficiente para encorajar a ex-governadora a entrar na disputa de 2018.

Dito isto, é preciso analisar também que, mesmo fora da disputa, Roseana é capaz de influenciar, sim, os números contra Flávio Dino, levando boa parte de votos para o senador Roberto Rocha (PSB).

CABEÇA A CABEÇA. O cenário nº 1 da pesquisa mostra Roseana à frente, mas em empate técnico com Dino

Num cenário sem Roseana, a vantagem de Dino sobre Rocha é de apenas 16 pontos percentuais, muito baixa para quem está no comando do governo e se elegeu sob o signo da mudança.

Sobretudo pelo fato de que, neste caso, o total de indecisos+ brancos e nulos chega a 35%.

A pesquisa Escutec/Difusora mostra, portanto, que Dino não se viabilizou com o projeto que vendeu para o Maranhão em 2014 – apesar de eleito sob o signo da mudança – e corre mesmo sério risco de perder a eleição em 2018.

Os números acenderam a luz amarela no  Palácio dos Leões e deveriam servir de alerta para a arrogância do governador e sua turma.

Mas como já se conhece como eles agem, é já que aparece nova pesquisa Exata por aí.

É aguardar e conferir…

1

A consolidação estadual de Eduardo Braide…

Mesmo sem se declarar candidato a  governador, deputado estadual aparece em terceiro lugar nas pesquisas e tem uma das menores rejeições entre os postulantes ao Palácio dos Leões

 

REFERÊNCIA. Eduardo Braide tem consolidação de líder estadual

Segundo colocado nas eleições de São Luís, o deputado estadual Eduardo Braide (PMN) tem afirmado e reafirmado sua candidatura a deputado federal em 2018.

Mesmo assim, já está consolidado como uma das opções do eleitor na disputa pelo Governo do Estado.

Braide é citado em todos os levantamentos espontâneos e aparece sempre em terceiro lugar, atrás apenas da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) e do atual governador Flávio Dino (PCdoB).

FIEL DA BALANÇA. O patamar de Braide na pesquisa Escutec. Patamar de líder estadual

Se nas eleições de São Luís o deputado começou a disputa com apenas 2% e chegou ao segundo turno, na disputa estadual ele já começa com um patamar acima de 10% de intenções de votos no principal cenário da Escutec.

E apresenta uma das menores rejeições, na casa dos 5%.

É, sem dúvida, um potencial candidato…

4

Números manipulados não nos intimidam, afirma Maura Jorge…

Pré-candidata assumida ao Governo do Estado, ex-deputada diz conhecer o histórico de manipulação de pesquisas eleitorais dos seus adversários e diz que seus monitoramentos lhe dão a terceira posição e a menor rejeição no estado

 

CONFIANÇA. Maura Jorge vê números como tentativa de intimidá-la

A ex-prefeita e ex-deputada Maura Jorge – única pré-candidata assumida ao Governo do Estado – contestou com veemência o resultado da última pesquisa Escutec.

– Temos o nosso monitoramento interno, sabemos da realidade, hoje somos terceiro lugar nas intenções de voto e a mais baixa rejeição dentre os nomes postos – afirmou a parlamentar, diante de números de pesquisas divulgadas ontem, pelos grupo adversários.

Maura Jorge vê manipulação nos números, segundo ela, pelo histórico deste tipo de situação em eleições.

– Conhecemos o potencial manipulador dos nossos adversários. A farra das pesquisas vão começar, mas números manipulados não nos intimidam –  disse a ex-deputada.

– O nosso maior termômetro é a verdadeira resposta do povo, que com demonstrações de carinho e apoio, tem abraçado o nosso projeto de transformação do Maranhão – finalizou Maura Jorge.

0

Citado em eleição para o Senado, vereador Gutemberg agradece…

Tucano atingiu patamar de intenções de votos igual ao do atual senador João Alberto – mesmo sem nenhuma declaração nesse sentido – e reafirma candidatura a deputado estadual

 

Dr. Gutemberg mostra prestígio entre os eleitores

O vereador Dr. Gutemberg (PSDB) apareceu na lista dos candidatos citados espontaneamente pelos eleitores na disputa pelo Senado Federal.

Ele atingiu 0,1% das intenções de votos, em uma lista onde mais citado – Sarney Filho (PV) – aparece com apenas 1,5%.

Para efeito de comparação, o percentual de Gutemberg é o mesmo do atual senador João Alberto de Sousa (PMDB) e do ex-senador Clóvis Fecury (DEM).

Apesar disso, o vereador do PSDB agradece aos eleitores e entende o surgimento do seu nome como fruto do seu trabalho na Câmara Municipal.

Gutemberg é pré-candidato a deputado estadual em 2018…