0

O poder de articulação de Erlânio Xavier…

Prefeito de Igarapé Grande já havia mostrado força política e pessoal ao levar o deputado federal Weverton Rocha a quase 2 milhões de votos para o Senado; agora, mobiliza prefeitos pela presidência da Famem

 

Erlânio com os prefeitos reunidos em encontro; basta conferir um por um…

Os números divergem entre os que cobriram o evento desta quarta-feira,16, presidido pelo prefeito de Igarapé Grande, Erlânio Xavier (PDT).

Mas nenhuma notícia aponta menos de 120 prefeitos no encontro organizado pelo pedetista, número suficiente para garantir-lhe a vitória nas eleições da Famem, em 30 de janeiro.

Oficialmente, a assessoria do próprio Xavier contabilizou 126 prefeitos, ressalvando que podem chegar a 163.

Independentemente do total de apoio que tem o prefeito de Igarapé Grande, ele sai do processo eleitoral na Famem como liderança estadual.

O prefeito em seu discurso de unidade na Famem em prol do municipalismo: prefeitos entenderam o momento

Erlânio coordenou a vitoriosa campanha do deputado federal Weverton Rocha (PDT) ao Senado, que alcançou quase 2 milhões de votos, a maior votação da história no Maranhão.

Só este fato já o credenciaria a liderar o municipalismo maranhense, independentemente de apoio ou não de forças externas ao processo que envolve prefeitos.

E é isso que os colegas prefeitos parecem ter entendido.

Simples assim…

0

Prefeitos destacam conquistas da FAMEM e declaram voto em Cleomar Tema

“Voto no presidente Tema pela sua recondução ao cargo de presidente da FAMEM pelas conquistas que a entidade viabilizou para o municipalismo sob o comando dele. É um dirigente bastante empenhado no seu trabalho, um homem do diálogo e que agora acaba de abrir um importante canal de diálogo junto ao Governo Federal. Já esteve com o ministro chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, general Santos Cruz e com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, viabilizando recursos para os nossos municípios”.

Estas foram as declarações do prefeito de Santa Luzia do Paruá, Plácido Holanda. Ao engrossar o bloco de apoio ao presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Cleomar Tema, na disputa por ,mais um mandato à frente da entidade, cujo pleito acontecerá no próximo dia 30. Ele fez a afirmação na manhã desta quarta-feira (16), na sede da instituição, onde outros colegas seguiram a mesma linha.

Djalma Melo, prefeito de Arari, também manifestou seu apoio a Cleomar Tema, seguindo o mesmo raciocínio de Plácido Holanda. Afirmou que Cleomar Tema é o melhor para a Federação, uma vez que já mostrou serviço, cujos resultados estão transparentes, como a nova sede, a Escola de Gestão Municipal e outros avanços.

O prefeito de Mirador, Roni, foi outro que anunciou apoio a Cleomar Tema, acrescentando que as ações por ele desenvolvidas têm repercussão em todo o Estado. “Ele é muito organizado, muito trabalhador e um político de larga visão. Conta com meu voto e não tenho dúvidas de que será reeleito mais uma vez.

A exemplo de Cleomar Tema, o prefeito de Parnarama, Raimundo Silveira está no quinto mandato. Esteve na FAMEM para confirmar seu apoio ao colega, enfatizando que a entidade abre espaços e tem muitas conquistas sob a direção de Tema. “Ele é preparado, já mostrou sua capacidade e, por isso, voto com ele”, assinalou.

0

Sem interferência externa, prefeitos têm liberdade na eleição da Famem…

Com o anúncio de que o governador Flávio Dino e o senador eleito Weverton Rocha não vão atuar em favor de nenhum dos dois candidatos a presidente, associados poderão escolher com base no prestígio de cada um deles

 

Erlânio Xavier vão disputar prestígio próprio na eleição para o comando da Famem, em 30 de janeiro

O governador Flávio Dino (PCdoB) e o senador eleito Weverton Rocha (PDT) já anunciaram que não pretendem interferir na disputa pelo comando da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem).

Primeiro foi Rocha, que reafirmou sua relação partidária e de amizade com o prefeito de Igarapé Grande, Erlânio Xavier (PDT), mas reiterou não pretender pedir votos nem mesmo aos aliados de legenda.

– Quem vota são os prefeitos – afirmou o senador eleito, segundo o blog Atual7. (Leia aqui)

Ontem, foi a vez do próprio Flávio Dino – principal aliado do prefeito de Tuntum, Cleomar Tema (PSB) – anunciar que não pretende “interferir na eleição da Famem“, conforme noticiou o blog Marrapá. (Veja aqui)

Com o caminho aberto para os dois candidato, cada um usará seu próprio prestígio em busca dos votos dos 215 colegas prefeitos.

E quem tiver maior poder de articulação será eleito em 30 de janeiro…

Leia também:

Famem Livre, Famem forte…

Cleomar Tema reúne novos apoios na Famem…

Erlânio Xavier reunirá imprensa para mostrar propostas…

0

Erlânio Xavier reunirá imprensa para apresentar propostas à Famem…

Prefeito de Igarapé Grande concorre ao comando da entidade municipalista pela chapa “Humberto Coutinho”, que se reúne nesta quarta-feira, 16, no Rio Poty Hotel

 

O prefeito de Igarapé Grande, Erlânio Xavier (PDT), candidato a presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), convoca a imprensa para coletiva nesta quarta-feira, 16.

Segundo o comunicado, o prefeito vai apresentar as jornalistas as propostas da sua chapa para a Famem.

Além do encontro com a imprensa, Erlânio Xavier reunirá membros de sua chapa e prefeitos aliados.

A eleição na Famem acontece no dia 30 de janeiro…

0

Tema e Hilton Gonçalo debatem assuntos municipalistas no TCE

Acompanhado do prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, o presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Cleomar Tema, foi recebido em audiência na manhã desta segunda-feira (14), pelo presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE\MA), conselheiro Raimundo Nonato de Carvalho Lago, com quem discutiu uma série de assuntos relativos ao municipalismo.

Um dos assuntos debatidos com o dirigente do órgão de fiscalização diz respeito à não inclusão de recursos provenientes de programas federais, na composição do percentual do limite de gastos com pessoal. De acordo com o presidente da FAMEM, tais programas não são permanentes e isso acaba por prejudicar os municípios.

Ele afirmou que os estados da Bahia, Minas Gerais e Mato Grosso já não contabilizam tais recursos nos limites de despesas com a folha de pagamento. Tema e Hilton Gonçalo também solicitaram ao presidente da Corte de Contas, que estudasse com atenção a solicitação da FAMEM com relação às instruções normativas.

Os dois prefeitos pediram que o TCE estabeleça medidas para que as instruções normativas venham a entrar em vigência somente no ano posterior, uma vez que a exigência de que tenha efeito imediato acaba provocando problemas para os gestores municipais.

Lembraram que, no ano passado, o TCE editou uma instrução que determinava ao governo estadual liberar recursos para o Carnaval somente para os municípios que não tivesse atrasado pagamento da folha de pessoal.

2

Cleomar Tema recebe novos apoios na Famem…

Presidente da federação municipalista conta com cerca de 90 prefeitos, segundo cálculo de sua assessoria, e vem ganhando adesões para a eleição, que acontece no dia 30

 

Com um bloco de apoio que aglutina algo em torno de mais de 90 prefeitos, o presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Cleomar Tema, continua recebendo mais adesões em sua caminhada rumo à disputa pela sua recondução ao cargo. A eleição está marcada para o próximo dia 30.

Nesta sexta-feira (11), Cleomar Tema recebeu apoios declarados dos prefeitos Miguel Lauande, da cidade de Itapecuru-Mirim, Ruivo, do município de Cantanhede e do Dr. Washington, de Bacuri. Todos justificaram as razões do voto em Cleomar Tema para sua reeleição.

“Voto no Cleomar Tema em decorrência do trabalho que ele vem desenvolvendo à frente de nossa entidade. Ele é aliado do governador Flávio Dino e está abrindo um canal de diálogo junto ao governo federal, em busca de mais benefícios para os municípios maranhenses”, afirmou Dr. Washington, de Bacuri.

No entendimento do dirigente da cidade de Cantanhede, Ruivo, “Tema merece ser reeleito porque é um municipalista convicto e que vem realizando um excelente trabalho à frente da Famem. Time que está ganhando não se mexe. Ele está dando certo e deve continuar. Conta com meu voto”, acentuou. Ruivo.

Por sua vez, o prefeito Miguel Lauande acrescentou que a continuidade de Tema à frente da Famem é bom para todos os municípios. “Ele foi testado e aprovado. Tem uma larga folha de serviços prestados ao municipalismo do Maranhão. Ele tem meu voto e, com certeza, estará à frente de nossa entidade por mais um biênio”, destacou.

0

Famem livre, Famem forte!!!

Prefeitos precisam de unidade para escolher representante municipalista que atue diretamente no atendimento dos anseios da própria classe, sem nenhum tipo de influência externa

 

Editorial

A guerra surda que tem tomado a disputa pelo comando da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem) levanta um questionamento: até que ponto uma Famem tutelada terá condições de atuar em defesa dos prefeitos maranhenses?

A entidade municipalista chega a 39 anos neste 2019;  em sua história de vários presidentes – do ainda jovem Waldir Jorge ao irrequieto Paulo Marinho, passando por Hildo Rocha, Ricardo Acher e Cleomar Tema Cunha – ela só foi forte quando se fez livre.

Unificar a entidade significa unir os prefeitos em torno de um projeto; é a partir dos prefeitos que se faz a Famem.

A luta pelo municipalismo deve se dar em parceria com os demais entes federativos – desde o Governo do Estado, passando pelas prefeituras e bancadas na Câmara e no Senado.

Não significa, no entanto, que esta parceria deva ser sinônimo de atrelamento, subserviência, tutela.

A Famem precisa dialogar com governos, deputados e senadores, mas ter a capacidade de – quando o tema e o momento exigirem – saber se posicionar com firmeza.

É dentro deste conceito que prefeitos devem seguir os rumos da entidade no próximo pleito, que deve ocorrer até o fim de janeiro.

Porque a Famem livre é uma Famem também forte.

Simples assim…

0

Famem esclarece falta de pagamento de salários de servidores da educação por municípios

Cleomar Tema vem a público prestar esclarecimentos à sociedade maranhense

Em nota encaminhada ao titular do blog, a Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) esclareceu a falta de repasse dos salários de dezembro, além do 13º salário, dos servidores da educação de boa parte das prefeituras maranhenses. De acordo com a entidade, conforme estabelece a Lei do Fundeb, responsável pela administração  de verbas ligadas à educação, “o repasse dos recursos referentes à complementação  da União para auxiliar as gestões municipais” deverá ocorrer até o último dia útil do mês, logo até esta segunda-feira, dia 31.

No entanto, de acordo com a Famem, pelo fato de que o sistema bancário encerrou suas atividades na última sexta-feira, dia 28, e o Governo Federal encaminhou sua cota apenas às 23h59 do mesmo dia, não se tornou possível a liquidação das folhas de pagamento em tempo hábil.

De acordo com a FAmem, os valores deverão estar nas contas no próximo dia 2 de janeiro, conforme orientação da Superintendência Regional do Banco do Brasil.

 

LEIA ABAIXO A NOTA

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, vem a público esclarecer o não cumprimento do pagamento dos salários de dezembro e/ou do 13º salário dos servidores da educação da grande maioria das prefeituras maranhenses até o dia 31 de dezembro de 2018.

Conforme estabelece a Lei do FUNDEB em seu artigo 6º, o repasse de recursos referentes a complementação da União para auxiliar as gestões municipais no cumprimento dos gastos com a educação, deverá ocorrer até o último dia útil do mês.

Ocorreu que neste ano, o sistema bancário encerrou suas atividades no dia 28/12(sexta-feira) e o Governo Federal repassou a sua cota-parte somente as 23:59h do referido dia, não possibilitando a liquidação das folhas de pagamento dentro do exercício financeiro de 2018, apesar de terem sido processadas em seus gerenciadores financeiros.

Em orientação dada pela Superintendência Regional do Banco do Brasil, todos os processamentos das folhas de pagamento somente serão efetivados nas contas dos servidores no próximo dia 2 de janeiro de 2019, quando as atividades bancárias voltarem a normalidade.

Desta forma, a FAMEM vem pedir a compreensão da sociedade maranhense, dos órgãos de comunicação, como também os órgãos de controle, para que ajam com cautela neste momento, evitando a exposição equivocada dos gestores municipais, visto que os mesmos não podem ser responsabilizados por trâmites impostos pelo sistema financeiro e pelo atraso no envio dos recursos pelo Governo Federal.

São Luís, 29 de dezembro de 2018.

Cleomar Tema carvalho Cunha

Presidente

1

Prefeitos maranhenses terão encontro com membros do governo Bolsonaro

A agenda foi fechada em reunião – viabilizada pelo deputado federal Aluisio Mendes (PODE) – realizada nesta quinta-feira (27) em Brasília entre o presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), Cleomar Tema e o futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM).

 

Aluisio Mendes, Onyx Lorenzoni e Cleomar Tema em agenda em Brasília

O primeiro mês de atividades de membros do primeiro escalão administrativo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), será de encontro com representantes de municípios maranhenses. A agenda foi fechada em reunião – viabilizada pelo deputado federal Aluisio Mendes (PODE) – realizada nesta quinta-feira (27) em Brasília –  entre o presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), Cleomar Tema e o futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM).

A reunião foi uma exceção na agenda de fim de ano da equipe de transição do futuro governo e marcada após pedido de Aluisio. Na ocasião, o parlamentar apontado como um dos principais porta-vozes do estado no Planalto enfatizou à Lorenzoni a preocupação das cidades maranhenses com possível distanciamento de Bolsonaro com as demandas do estado atualmente comandado por críticos do presidente eleito. A principal das demandas está ligada ao repasse dos precatórios às políticas educacionais.

No encontro, Aluisio fez questão de informar à Onyx a pauta prioritária da população. “Faço questão de trazer ao futuro presidente eleito Jair Bolsonaro a preocupação das cidades do Maranhão com o atendimento das solicitações dos prefeitos. É de conhecimento público que o estado é atualmente gerido por políticos de linha contrária ao posicionamento político de Bolsonaro. Logo, os gestores nos procuraram para que facilitássemos o acesso das demandas destas cidades com o novo presidente”, disse.

Ao se posicionarem, Aluisio e Cleomar Tema ouviram em seguida de Lorenzoni o compromisso de que Bolsonaro irá ouvir as solicitações maranhenses e que as portas do futuro governo estarão abertas aos representantes políticos do Maranhão. A abertura de agenda entre as futuras lideranças do Executivo Federal e o estado foi comemorada por Aluisio. “Isto prova que o futuro governo se pautará, sem qualquer negociação, com o diálogo. Independentemente da pretensão política, todas as cidades do nosso querido estado do Maranhão serão ouvidas”, afirmou.

No fim, Onyx ressaltou a boa relação com Aluisio e sua importância no atendimento das pautas maranhenses. “Atualmente, Aluisio Mendes é um dos principais porta-vozes do Maranhão aqui em Brasília. Sem dúvida, terá suma importância na relação entre o estado e Bolsonaro”, frisou o futuro chefe da Casa Civil. O presidente da Famem agradeceu a articulação feita pelo deputado Aluisio para aproximar as cidades do governo federal. “Aluisio Mendes teve grande participação neste encontro. Faço questão de agradecer a ele e ressaltar sua importância que terá, nos próximos anos, na interlocução com o governo Bolsonaro”, disse.

0

Atendendo à Famem, deputados garantem R$ 163 milhões para o Maranhão

Foram seis emendas impositivas com recursos para a Saúde, Segurança, Infraestrutura e ensino superior no estado

 

Cleomar Tema com os membros da bancada: emendas para vários setores do estado

O presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (FAMEM), Cleomar Tema, ao anunciar o resultado de uma reunião da Bancada Maranhense, ocorrida no último dia 16 de outubro, em Brasília, sob a coordenação da deputada Luana Costa, agradeceu as emendas  impositivas que foram inclusas no Projeto de Lei 27/2018, do Orçamento do Governo Federal para 2019.

“Nós, prefeitos, só temos é que agradecer o empenho, à boa vontade e à disposição dos nossos senadores e deputados federais, na aprovação dessas emendas, que trarão benefícios nas mais diversificadas áreas para os municípios maranhenses. Foi uma demonstração de que os nossos congressistas estão sintonizados num mesmo propósito, independentemente de cores partidárias ou ideológicas”.

As emendas foram distribuídas da seguinte forma: R$ 1 milhão para serem utilizados em Policiamento Ostensivo nas rodovias federais e para aquisição de viaturas para a Polícia Rodoviária Federal.

Outra emenda, no valor de R$ 10 milhões, está destinada para a reestruturação e modernização de hospitais federais  (Hospital Presidente Dutra.

Uma  emenda no total de R$ 17.312.493,00 será alocada para apoio a projetos de desenvolvimento sustentável  local integrado, através da Codevasf.

A maior emenda,  no valor de R$ 105.369.608,00, será direcionada para incremento temporário ao custeios da Atenção Básica na área de saúde, através do sistema fundo a fundo.

Também no sistema fundo a fundo, foi estipulada emenda no total de R$ 31.139.268,00 a ser aplicada no incremento ao custeio ao  custeio dos serviços  de assistência hospitalar e ambulatorial na área de saúde.

Para a aquisição de veículos para o transporte escolar da educação básica , foi destinada emenda no valor de R$ 4.807.152,00.

De acordo com  Cleomar Tema, somente para a área de saúde foram alocados R$ 163.821,369,00, o que representa 96,6% da totalidade das  emendas.

Participaram da reunião da Bancado os senadores Edison Lobão, João Alberto de Sousa e Roberto Rocha, além dos deputados federais Luana Costa (coordenadora), Aluísio Mendes; André Fufuca; Cleber Verde; Eliziane Gama; Hildo Rocha; Julião Amin; João Marcelo; José Reinaldo; Júnior Marreca; Juscelino Filho; Pedro Fernandes; Sarney Filho; Rubens Pereira Júnior; Victor Mendes; Waldir Maranhão; Weverton Rocha e Zé Carlos.