15

Flávio Dino sem a menor chance de emplacar no ministério de Dilma

Não há foto mais adequada para ilustrar a informação...

O deputado federal Flávio Dino (PCdoB) não tem qualquer chance de emplacar no ministério da futura presidente Dilma Rpusseff (PT), segundo apurou o blog.

– Ele pode até ser indicado pelo PCdoB, e é muito provável que seja, dado o prestígio interno que tem; mas será vetado pelo Palácio do Planalto – afirmou um político com trânsito nos bastidores de Brasília.

E a culpa de não emplacar é do próprio Flávio Dino.

O Palácio do Planalto não viu com bons olhos a postura do parlamentar maranhense no segundo turno das eleições, após ter sido derrotado pela governadora Roseana Sarney (PMDB).

– Para o Planalto, não adianta ele ter dito que apoiou Dilma e ter feito movimentos contrários às alianças da petista – conta outra fonte do blog.

Caberá ao PCdoB o mesmo ministério que tem hoje, o dos Esportes. Se o atual ministro Orlando Silva deixar o posto, há dois nomes à frente de Dino – os deputados eleitos Manuela D’Ávila (RS) e Aldo Rbello (SP).

Ambos têm , inclusive, um adicional que agrada ao PT nacional e que Flávio Dino não tem: seus suplentes na Câmara, são petistas.

O comunista maranhense, portanto, vai ficar, mais uma vez, olhando a banda passar…

20

Flávio Dino perdeu mais de 20 mil eleitores em São Luís entre 2008 e 2010

Flávio Dino em 2008, quando perdeu a eleição em São Luís e chorou ao telefone

Não é verdade a informação de alguns jornais de que a votação do deputado federal Flávio Dino (PCdoB) em São Luís, repetiu a performance de 2008.

Pelo contrário, Dino perdeu votos na capital em 2010. Mais precisamente 24.866 votos.

Na eleição de prefeito, há dois anos, o candidato do PCdoB obteve 214.302 votos no segundo turno, atingindo 44,16% (Veja aqui). Este ano, a votação caiu para 189.437 votos, ou 37,96% do total.

Não há outra explicação para o fato, senão esta: o deputado Flávio Dino perdeu mais de 20 mil eleitores entre as eleições de 2006 e 2010.

São 24 mil pessoas que decidiram não mais repetir o voto que deram há dois anos – e não mais se entusiasmaam com a suposta idéia de renovação representada pelo comunista.

É um dado significativo, que põe em risco, inclusive, um evdentual projeto dinista de disputar as eleições municipais de 2010, como este blog tem alertado desde antes das eleições.

Entrando na disptua de 2012, ele simplesmente pode perder de novo e virar folclore.

É aguardar e conferir depois…

49

Vá trabalhar, Flávio Dino!!!

Nem a derrota para o Governo do Estado – a segunda disputa majoritária consecutiva – ensinou ao deputado Flávio Dino (PCdoB) um comportamento mais transparente, menos hipócrita.

Dois dias depois de ver o sonho de governar o estado ir pras cucúias, ele continua pregando uma coisa no público e fazendo outra no privado.

Vestiu-se de príncipe na entrevista coletiva de reconhecimento da derrota – com todos os desvios de personalidade característicos das majestades. Vira um sapo no twitter, onde acha estar conversando apenas com os seus.

Os exemplos da verborragia dinista no twitter

Hoje, por exemplo, saiu-se com esta: Parece que a oligarquia ficha suja quer governar sem oposição. Desrespeitam metade do Maranhão que disse não a eles.

Foi um comentário solto e covarde.

Baseado em quê mesmo? Em nada, apenas no ressentimento e na arrogância, de se achar o único capaz de se contrapor ao governo que o derrotou – e que, a rigor, ainda nem começou.

Outra do duas-caras: a imprensa da oligarquia ficha suja continua a me aggredir e a mentir. Medo? Falta de bom senso? Tentativa de esconder a ínfima vitória?

Comportamento covarde, mas característico de quem pensa a mídia e a imprensa apenas submissa ao seus sonhos e caprichos.

Flávio Dino derramou-se em lágrimas após a derrota para João Castelo (PSDB), dois anos atrás. Agora age diferente. Não consegue esconder o despeito e vomita mágoas na internet.

Mas a eleição acabou.

A propósito, a Câmara Federal não parou os trabalhos durante o processo eleitoral, apesar da ausência de Dino. E esta semana retomou a agenda intensa de debates políticos e discussões de projetos.

 Vá trabalhar, Flávio Dino!!!

17

Os louros de Flávio Dino…

Dino agora tem cacife eleitoral...

O deputado federal Flávio Dino (PCdoB) emerge das urnas maranhenses, de fato, como um dos principais nomes da oposição.

Os quase 30% de votos no estado o credenciam a assumir este papel.

Apesar dos erros que marcaram seu início de trajetória política – e não foram poucos, alguns gravíssimos – Flávio Dino precisou de apenas quatro anos para construir um perfil político.

Sinal de que tem carisma para ampliá-lo.

Precisa superar apenas uma fogueira: as eleições municipais de São Luís, em 2012.

Será a maior tentação de sua vida, mas um erro entrar nesta disputa.

Se vencer, adiará o sonho de chegar ao governo.

Se perder, enterra definitivamente este sonho…

20

Que coisa feia, candidato!!!

Duas faces de uma mesma pessoa...

À medida que se aproxima o dia da eleição, aquele candidato revela a sua face mais obscura.

As agressões pessoais à candidatoa do PMDB, Roseana Sarney, em palanque no interior foam desmedidas e covardes. E a letra da sua música de campanha é uma cafajestagem digna de quem não tem o menor trato com as mulheres.

Depois, aquele candidato reclama quando se expõe o mau caratismo de suas ações – públicas ou subterrâneas.

Como classificar atitudes como estas, então?

Sem falar na sua intenção de fazer uma gigantesca-quebra-de sigilio bancário no Maranhão, apenas para que sejam atendidos o seus interesses eleitoreiros.

Autoritarismo digno de quem de quem sofre de juizite aguda.

Pior é a montagem criminosa que ele fez da gravação de Lula com Roseana e está distribuindo no interior, via programa de rádio. A montagem, groseira, tenta passar a idéia de que Lula está dando lição de moral em Roseana.

Esta é coisa de canalha mesmo!

Não há mais dúvidas de que aquele candidato age com duas caras – uma, a pública, tentando vender a imagem de democrata e até de coitaidnho. A outra, apenas dos subterrâneos, disposta a tudo pelo poder.

Felizmente, ainda há este blogue para desmascará-lo.

Com ou sem censura da Justiça Eleitoral…

30

Direito de Resposta àquele candidato…

Por decisão do juiz auxiliar Tyrone José Silva (nos autos nº 4101-49 2010 6. 10. 0000) este blog publica Direito de Resposta ao candidato do PCdoB ao Governo do Estado, concedido em face de matéria publicada em 8-9-2010 (releia aqui).

O juiz aceitou a alegação de que a matéria “atenta contra a imagem política do candidato”(?), ignorando a argumentação do advogado Marcelo Itapary, de que a manifestação deste blog encontra respaldo nos princípios constitucionais da livre manifestação do pensamento e expressão” e de que a Justiça Eleitoral não pode invadir blog pessoal.

Abaixo, a íntegra do Direito de Resposta concedido pela Justiça:

“Flávio Dino em Defesa da Transparência

Flávio Dino garante: não se constrange com José Reinaldo

O Deputado federal e candidato ao Governo do Estado, Flávio Dino, vem, em respeito aos milhares de leitores que acessam o blog do jornalista Marco D’Eça, e para que se restabeleça a verdade, esclarecer o que se segue:

1 – Flávio Dino não esconde os seus amigos. Muito ao contrário, todas as suas relações políticas e pessoais são transparente e de conhecimento público.

Carlos Alberto: amigo de 20 anos

2 – No caso do blogue do jornalista Décio Sá, requereu à Justiça tão somente que seu nome não fosse vinculado a um episódio sobre o qual não tem qualquer envolvimento, a não ser pelo fato de um um dos personagens envolvidos ser seu amigo há mais de 20 anos e prestador de serviço, como já esclarecido anteriormente.

3 – A vida pessoal de seus amigos e prestadores de serviços não lhe dizem respeito. Portanto, não há porque – senão com o objeitvo de atingir sua imagem, envolvê-lo em um episódio sobre o qual não vinculação, ligação ou conhecimento.

4 – Flávio Dino não tem, nem nunca terá qualquer constrangimento em relação aos seus amigos ou prestadores de serviços, uma vez que todas as relações estabelecidas, se dão publicamente, sem conchavos ou acordos de gabinete.

5 – Por fim, reitera seu compromisso com a liberdade de imprensa e de expressão, para garantia da plena democracia em nosso país. ”

Leia aqui entendimento do blog sobre Direito de Resposta e Liberdade de Expressão

18

Flávio Dino quer direito de resposta do blog para negar que esconde os amigos

Flávio quer responder ao Blog, mas vai é ao TRE

Já se encontra na Comissão de Juízes Auxiliares da Justiça Eleitoral um Pedido de Direito de Resposta do candidato comunista Flávio Dino contra o post intitulado “Por que Flávio Dino esconde seus amigos?”.

O comunista já conseguiu da Justiça uma proibição ao blog de Décio Sá de fazer menção à relação dele com o empresário Carlos Alberto Silva, de Caxias. 

O titular deste blog ainda não foi citado, mas já tem informações de que a ação foi impetrada. Alega o comunista que o texto agride a sua imagem pública.

Nada a estranhar. E também nenhum problema quanto às explicações de Dino.

Se convencerem, este blog acata como sempre acatou. Se não convencerem, a análise do blog mostrará as contradições, como sempre mostrou.

Mas as incessantes ações do candidato levam a uma pergunta:

Porque tanto incômodo de Flávio Dino com a publicização de sua relação com o amigo Carlos Alberto Silva?

11

Justiça Eleitoral dá a Flávio Dino direito de esconder amizade com empresário acusado de agressão

Flávio Dino, mais uma vez envolvido com censura

Na prática, foi isso que aconteceu:

O candidato do PCdoB, Flávio Dino, é amigo – “há mais de 20 anos” – do empresário Carlos Alberto Silva, acusado de agressão, em Caxias, por uma ex-funcionária.

Mas Dino não quer que esta amizade seja de conhecimento público – pelo menos neste momento – e pediu ao TRE que impedisse o blog de Décio Sá de fazer menção à relação dos dois.

É um ato de censura motivada por interesses eleitoreiros. Lamentável que a Justiça se deixe usar por algo assim.

O que disse Décio Sá?

Contou a história da acusação contra Carlos Alberto – com provas e contra-provas, imagens, vídeos e gravações de áudio… – e lembrou, no texto, que o empresário é amigo de Flávio Dino, seu marqueteiro na campanha de 2008.

Trata-se de um recurso jornalístico para situar o leitor sobre a figura retratada em uma notícia.

Carlos Alberto, o amigo oculto

Assim como outros jornais e blogs já noticiaram “os amigos da Politécnica de Fernando Sarney” ou “o aliado da governadora Roseana”; ou ainda: “o ex-secretário de Jackson”.

Em jornalismo, a figura é retratada pelo seu símbolo mais importante. E o símbolo mais importante de Carlos Alberto Silva, hoje, é ser amigo “há mais de 20 anos” de Flávio Dino.

Para efeito de comparação, o próprio Décio, em outras notícias sobre Carlos Alberto, já o havia titulado como “marqueteiro do prefeito” de Caxias, Humberto Coutinho (PDT), por que, à época, seu título mais importante era ser assessor de Coutinho. (Leia aqui)

Seria exatamente a mesma coisa de dar uma informação sobre o jornalista Márcio jerry e situá-lo como “Assessor de Flávio Dino”.

Uma prova de que nada é pessoal contra o candidato a governador.

Não há no texto do companheiro Décio Sá nenhuma menção a Flávio Dino como apoiador da atitude de Silva. O candidato nada tem a ver com isso. E isso ficou claro no texto.

Mas Flávio Dino induziu a Justiça a erro proque quer esconder a amizade “de mais de 20 anos”.

Lamentável que tenha conseguido por meio de censura…

Leia aqui a notícia da censura no blog de Décio Sá e acompanhe as notícias sobre Carlos Alberto Silva

9

Condução da campanha comunista desagrada aliados…

Homem de confiança de Flávio Dino, Jerry é alvo de críticas de aliados

O presidente da Assembléia Legislativa, Marcelo Tavares (PSB), tentou contemporizar, hoje, mas acabou admitindo para jornalistas, que, de fato, há uma insatisfação com a condução da campanha do candidato do PCdoB ao governo, Flávio Dino.

De acordo com a coluna “Estado Maior”, de O estado do Maranhão, Tavares estaria chateado, sobretudo, com o jornalista Márcio Jerry, assessor pessoal e faz-tudo de Flávio Dino.

O deptuado não cita o nome de Jerry, mas diz claramente que “o problema é que falta coordenação à campanha”.

Marcelo Tavares não é o primeiro a reclamar de problemas na campanha de Flávio Dino. Membros do PPS, do PSB e até do próprio PCdoB reclamam da organização e da dificuldade em conversar com o candidato.

Os dirigentes do PPS, por exemplo, reclamam que o PCdoB não cumpriu nenhum dos compromsisos assumidos com a legenda para formar a coligação.

Para comunistas de alto coturno, o erro está na condução da campanha, “que parece ser de prefeito”, com erros estratégicos e estruturais.

Nem o o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB), que seria o coordenador-geral, tem aparecido no comitê para discutir os rumos, preocupado que está com a própria eleição.

O fato é que há um clima de debandada na campanha comunista.

Que já se reflete na aceitação do eleitor, segundo as pesquisas…

32

Por que Flávio Dino esconde seus amigos?

Amizade com José Reinaldo é seletiva

A tentativa de censura do deputado Flávio Dino (PCdoB) ao blog do jornalista Décio Sá é uma perigosa evidência do comportamento mais obscuro do candidato a governador.

Dino quer evitar que Décio faça menção ao fato de que o diretor da TV Difusora de Caxias, Carlos Alberto Silva, é seu amigo pessoal “há mais de 20 anos”.

Silva foi envolvido em acusações de agressão a uma funcionária de sua empresa. por isso Flávio não quer expor as ligações com ele. Teme perder votos.

É assim que age Flávio Dino.

Carlos Alberto, amigo de 20 anos

Ele renega amigos, familiares e aliados de acordo com seus interesses pessoais. E isto tem sido recorrente no comportamento do deputado.

A amizade com Carlos Alberto ele esconde por que teme perder votos em Caxias. Assim como tentou esconder ao máximo o apoio que recbe do ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB).

Em 2008, o então candidato a prefeito de São Luís – cujo marqueteiro era o próprio Carlos Alberto Silva – discutia nos bastidores o apoio de setores do grupo Sarney à sua candidatura, mas negava isso publicamente.

O comunista mostra-se absolutamente constrangido com qualquer menção à relação que mantém com José Reinaldo – e demonstra irritação ao comentar o fato, como ocorreu em recente entrevista à rádio Mirante AM.

Carlos Alberto Silva envolveu-se em um caso complicado, que pode atingir qualquer um.

Tentar negar uma relação com ele apenas por causa disto – ou por causa dos próprios interesses – é simplesmente uma mostra de mau caratismo.

Que enfeia mais a biografia de Flávio Dino que a própria relação em si…