4

Nada pode esconder um fato: Moro manipulou o julgamento de Lula

A prisão dos supostos hackers pela Polícia Federal apenas confirma a veracidade dos diálogos entre o ex-juiz e procuradores da Lava Jato; e, independentemente da forma como foram obtidas, essas conversas revelam a injustiça contra o ex-presidente

 

SÉRGIO MORO COMANDA A PRÓPRIA POLÍCIA QUE “DESCOBRIU” OS HACKER’s; mas isso não diminui a verdade das conversas reveladas por Gleen Grennwald

O fato: o site The Intercept Brasil publicou um material gravíssimo, que aponta para uma manipulação do julgamento de Lula.

Como o editor do portal, jornalista Glenn Grennwald, conseguiu as conversas é o de menos.

O que se precisa  nesta histórica toda é: os diálogos são autênticos!!? Há comprovação das datas com os fatos?!?

E as respostas já dadas, inclusive por pessoas envolvidas nas conversas, é que, de fato, elas existiram.

UM DOS SUPOSTOS HACKER’s PRESOS PELA POLÍCIA DE SÉRGIO MORO; cortina de fumaça para encobrir crimes contra a Justiça brasileira

Os supostos hackers presos pela Polícia Federal – controlada por quem? Pelo próprio Moro – podem ter grampeados, podem ter roubados ou clonado os celulares de do ex-juiz de Deltan Dallagnol.

Podem até ter vendido ao jornalista, mas nada disso importa.

Nada disso diminui o fato de que Moro e Deltan manipularam o julgamento de Lula para obter a sua condenação.

E os dois é que deveriam estar na cadeia.

Simples assim…

3

Homenagem de Zé Inácio a jornalista que desmascarou Sérgio Moro gera debate na internet

Bolsonarista, médico Allan Garcês tenta desqualificar as credenciais de Gleen Greenward para receber a medalha do mérito na Assembleia Legislativa, mas é rebatido por intelectuais, diante do histórico de premiações do homenageado

 

ALLAN GARCÊS INCOMODOU-SE COM A HOMENAGEM AO JORNALISTA QUE DESMASCAROU SÉRGIO MORO, mas foi rebatido nas redes sociais

A homenagem que o deputado estadual Zé Inácio (PT) propôs ao jornalista Gleen Greenwald – autor das revelações que desmascaram a imparcialidade do ex-juiz da Lava Jato, Sérgio Moro – incomodou os aliados do governo Jair Bolsonaro (PSL).

Inácio propôs que a Assembleia maranhense desse a Greenwald a Medalha do Mérito Legislativo de Manoel Beckman, pelo conjunto de sua obra, que inclui vários dos mais importantes prêmios do jornalismo mundial.

Nas redes sociais, o médico Allan Garcês, bolsonarista de primeira hora – e hoje membro do governo Bolsonaro – tentou desqualificar a homenagem, criticando Zé Inácio.

– Gleen Greenwald será homenageado no Maranhão. Pasmem, mas alguns políticos do Maranhão, incluindo este deputado estadual, continuam envergonhar o nosso povo. Porém, não se esperaria nada de diferente deste povo – disse Garcês.

Zé Inácio nem precisou rebater o bolsonarista.

A resposta à crítica foi dada por intelectuais de esquerda e membros da universidade federal do Maranhão.

A professora do Instituto Federam do Maranhão (Ifma)Zeila Albuquerque ressaltou que o jornalista Grrenwald merece todas as honrarias “por ter revelado as relações promíscuas de um ex-juiz intelectualmente limitado que se beneficiou com a prisão de Lula”.

E provocou diretamente Allan Garcês:

– Quem tem medo de Greenwald, o Senhor do tempo? O cara fica indignado com a homenagem a um jornalsita vencedor do prêmio Pulitzer, mas não se indigna com a homenagem dos eu chefe (Bozonaro) fez a um torturador, o coronel Carlos Brilhante Ustra (sic).

A REAÇÃO A GARCÊS FOI PROVOCATIVA nas redes sociais, tanto na academia quanto na política

Mas a crítica do médico também teve reações políticas.

O coordenador da Juventude do PT,  Carlos Augusto Gugu, lembrou que o jornalista já foi homenageado nos maiores palcos do mundo, também citou o Pulitzer  destacou sua ação no desmantelamento da espionagem americana.

A homenagem de Zé Inácio a Gleen Greenwald deve ser analisada semana que vem na Assembleia Legislativa.

Só depois, deve ser marcada a data da entrega da medalha…