2

Após cobrança de Zé Inácio, Força Nacional vai atuar em área indígena no MA

Ministro da Justiça Sérgio Moro determinou o envio de tropas federais ao Maranhão para acompanhar situação de área indígena e vistoriar conflitos com madeireiros, que já resultaram em morte de índios

 

No dia 7 de novembro o blog Marco Aurélio D’Eça publicou o post “Zé Inácio pede presença da Força Nacional em área indígena no MA…”

O parlamentar maranhense mostrava, em discurso na Assembleia Legislativa, preocupação com vida dos indígenas maranhenses, sobretudo após a morte de um dos guardiões da floresta em conflito com madeireiros.

Nesta segunda-feira, 9, finalmente, o ministro da Justiça Sérgio Moro autorizou o envio de tropas da Força Nacional na reserva Cana brava Guajajara, onde são registrados os maiores focos de conflito.

 – E quero informar, que nós fizemos um requerimento ao Ministro da Justiça solicitando que a Força Nacional possa vir ao Estado, não só para atuar preventivamente nas terras indígenas, mas também para agir de maneira repressiva. Porque o que está levando a morte de indígenas no Maranhão é a exploração ilegal de terras, principalmente a exploração de madeira – disse Zé Inácio, à época.

A Força Naci8onal permanecerá por 90 dias em terras indígenas, a partir desta terçã-feria, 10.

O período pode ser prorrogado…

0

Líder indígena denuncia à polícia aliada de Flávio Dino acusada de receber propina…

Uirauchene Soares – que pagou R$ 4 mil à ex-assessora do Palácio dos Leões, Simone Limeira, em troca de liberação  de pagamentos do transporte escolar – se diz ameaçado pela força que ela diz ter no próprio governo comunista que deveria investigá-la

 

Flávio Dino e Simone Limeira: proteção total

Flávio Dino e Simone Limeira: proteção total

O líder guajajara Uirauchene Soares registrou Boletim de Ocorrência na polícia, declarando-se ameaçado pela ex-assessora do governador Flávio Dino (PCdoB), Simone Limeira.

O B.O. de Uirauchene contra Simone Limeira

O B.O. de Uirauchene contra Simone Limeira

A mulher recebeu em sua conta bancária R$ 4 mil pagos pelo líder indígena, segundo ele como propina para liberação de pagamentos do transporte escolar nas aldeias. Exonerada do cargo, continuou mostrando força, inclusive em solenidades públicas, ao lado do próprio Flávio Dino. (Relembre aqui)

No B.O., Soares se diz “ameaçado e injuriado racialmente em um programa de rádio”, e declarou que “a autora dessas ameaças é a pré-candidata à Prefeita de Grajaú Simone Limeira”.

Após confessar o recebimento do dinheiro em sua conta e ser exonerada do posto no Palácio dos Leões, Simone Limeira voltou-se para Grajáu, onde deve ser a candidata a prefeita, pelo mesmo PCdoB de Flávio Dino.

Há três semanas, o governador exaltou publicamente a ex-assessora, que foi às emissoras de rádio e declarou que Uirauchene Soares irá se ver com ela.

– Se ele for duro, vai aguentar – disse ela, durante entrevista em que deixou claro estar sendo defendida pelo “mesmo advogado de Flávio Dino”. (Releia aqui)

O Boletim de Ocorrência foi registrado pelo índio na Delegacia de Polícia de Grajaú…

3

Acusada de propina diz que advogado de Dino vai cuidar dela…

Amparada pelo apoio carinhoso e público do governador, Simone Limeira – que confessou ter recebido R$ 4 mil em sua conta, depositados pelo índio Uirauchene Soares como forma de liberar recursos da Educação – mostrou-se toda-poderosa em uma emissora de Grajaú

 

Flávio-Dino-e-Simone-Limeira1-e1443617944442Ele [Uirauchene Soares] pagará isso na Justiça. A Justiça vai chegar. Nós já estamos acionando a Justiça. O governo Flávio Dino já se colocou à disposição. O próprio advogado dele [Flávio Dino] vai cuidar do caso. Então, não é a Simone, é o governo Flávio Dino que vai tomar as atitudes” declarou ela. 

A ex-auxiliar de Dino está cada vez mais ativa nos bastidores políticos.

E recebe apoio público do próprio governador, que nunca mandou investigar o esquema de propina denunciado pelo índio.

É assim no Maranhão da mudança…