0

PT nacional mantém Comissão Eleitoral sob comando de opositores a Honorato

A Câmara de Recursos do Diretório Nacional do PT decidiu pela validação da Comissão de Organização Eleitoral (COE) do município de São Luís, que permanecerá sob o comando do grupo de oposição ao vereador Honorato Fernandes, tendo como coordenador o petista Gugu, Secretário de Juventude do PT-MA.

O recurso interposto por Cricielle Muniz, membro da executiva estadual do PT-MA e ligada ao vereador Honorato, pretendia anular a constituição da COE – São Luís, referendada no dia 06 de agosto pela Executiva Municipal do partido e legitimada posteriormente pela Executiva Estadual.

Porém, por decisão da maioria dos membros da Câmara Nacional de Recursos o pedido foi rejeitado por 5 votos a 3, garantindo a oficialização da COE).

Além da anulação da COE o grupo liderado pelo vereador Honorato visava alterar os locais de votação do Processo de Eleições Diretas do PT – São Luís (PED), que acontece neste domingo (08), mas após a legitimação, os locais oficiais de votação permanecem sendo:

Centro de Ensino Liceu Maranhense: Endereço – Parque Urbano Santos. S/N. Centro.

Centro de Ensino Estado do Rio Grande do Norte: Endereço – Rua P. S/N. Bairro Radional.

Unidade de Ensino Básico Antônio Vieira: Endereço – Rua Cônego Ribamar Carvalho. S/N. Bairro Jardim São Cristóvão.

Veja abaixo decisão da Executiva negando recurso sobre PED:

4

O homem forte do PT no Maranhão…

Do alto do seu posto de vereador de São Luís, Honorato Fernandes consegue suplantar gente com interlocução até em Brasília para estabelecer uma agenda de fortalecimento do partido no Maranhão

 

Honorato com Lula: vereador amplia poder de influência no PT maranhense

Vereador de São Luís, candidato a deputado estadual e presidente municipal do PT, Honorato Fernandes conseguiu, em cinco anos, transformar-se em uma espécie de homem forte do partido no Maranhão.

Mesmo em uma instância menor de poder partidário e do alto de seu mandato na Câmara Municipal de São Luís, Honorato consegue suplantar estrelas mais bem posicionadas no cenário político do PT.

E já entra em embates até mesmo com lideranças de outras legendas em busca do fortalecimento petista.

O vereador foi um dos responsáveis pelo dois últimos momentos de peso do PT maranhense:

1 – a garantia de maior espaço de poder no governo Flávio Dino (PCdoB) e na Prefeitura de São Luís, do aliado comunista Edivaldo Júnior (PDT);

2 – o veto à entrada do deputado federal Waldir Maranhão ao partido.

As duas vitórias – que devem se consolidar nos próximos dias – Honorato Fernandes conseguiu antecipando-se a uma articulação de lideranças do PDT e do próprio PCdoB com ícones nacionais do PT, a exemplo do ex-ministro José Dirceu.

Na mesma antecipação ele conseguiu agendar não apenas o veto a Waldir Maranhão como a ampliação do espaço do PT nos governos aliados.

E conseguiu.

Agora, Fernandes articula a campanha do PT no Maranhão, provavelmente na chapa do governador Flávio Dino.

Como um dos pesos pesados na disputa por vagas proporcionais…

2

Vereadores condenam troca de acusações entre Horonato e Beto Castro…

Parlamentares lavaram a roupa suja em plena sessão da Câmara, semana passada – com gritos de bandido e acusações de lavagem de dinheiro da prefeitura – o que foi condenado pelos colegas

 

Beto Castro e Honorato: acusações podem atrair os holofotes para a Câmara

Pelo menos dois vereadores manifestaram-se criticamente em relação à postura dos colegas Beto Castro (Pros) e Honorato Fernandes (PT), que trocaram acusações em baixo nível durante sessão na semana passada.

Beto Castro acusou Honorato de usar suas emendas para lavar dinheiro desviado da prefeitura pelo instituto de sua família, o Isec; Fernandes rebateu, lembrando que Castro já foi preso por usar diversos documentos falsos.

Para o vereador Cézar Bombeiro classificou de “lamentável a postura dos colegas.

– O conflito entre os vereadores Beto Castro e Honorato Fernandes, sob todos os aspectos, foi profundamente lamentável e pode perfeitamente ocorrer entre outros vereadores, o que devemos ter a responsabilidade de evitar. O meu posicionamento diante do fato é que cabe a todos nós vereadores somarmos esforços para semear a paz e a união entre os dois colegas e evitarmos que um problema sério de ordem do executivo venha a ser motivador de discórdia e até de proporção lamentável dentro da Câmara Municipal – destacou o vereador Cézar Bombeiro.

Presidente do Legislativo Municipal,  Astro de Ogum (PR) exigiu a retratação de Honorato e Castro – além de um pedido de desculpas à população – o que foi feito na manhã desta segunda-feira, 10.

As acusações de Beto Castro serão investigadas pelo Ministério Público…

1

Honorato pode perder registro de candidatura a presidente do PT…

Vereador que concorre à presidência do diretório de São Luís foi impugnado por uma série de denúncias, e pode ficar fora, inclusive, de um eventual segundo tuno das eleições internas na capital

 

Os círculos mostram a presença dos vereadores Sá Marques e Raimundo Penha nos eventos da chapa de Honorato

As principais lideranças petistas de São Luís apontam para um provável segundo turno na eleição para o diretório municipal do PT.

Concorrem à presidência o atual presidente, Fernando Magalhães, o vereador Honorato Fernandes e o militante Carlito Reis.

Como a candidatura de Honorato Fernandes foi impugnada – e o caso será julgado ainda pela Comissão Eleitoral – o mais provável é que, se ele for para um eventual segundo turno, perca a condição de candidato até lá.

Honorato é acuso de usar meios de comunicação para fazer campanha e pedir votos, de abuso do poder econômico e até de interferência externa no processo eleitoral do PT, como a presença dos vereadores Raimundo Penha (PDT) e Professor Sá Marques (PHS) em eventos da chapa.

Ainda não há prazo para julgamento da impugnação do candidato…

 

4

Ministério Público vai investigar sumiço dos R$ 33 milhões do esquema ISEC…

A denúncia envolve o próprio prefeito Edivaldo Júnior, acusado de usar o dinheiro público para fortalecer sua base de vereadores e aliados políticos, com cargos fantasmas na estrutura do instituto

 

Prefeito teria sido diretamente beneficiado do esquema ISEC, com apoio na Câmara

Prefeito teria sido diretamente beneficiado do esquema ISEC, com apoio na Câmara

 

Já está com a promotora Moema Figueiredo Viana Pereira Brandão, da 30ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, a denúncia de funcionários do Instituto Superior de Educação Continuada (ISEC), que recebeu contrato de R$ 33 milhões na gestão Edivaldo Júnior (PDT) em São Luís.

A denúncia envolve também vereadores da capital, dirigentes partidários e até membros do Judiciário e do próprio Ministério Público.

A suspeita é que os R$ 33 milhões repassados ao ISEC tenham sido usados em benefício eleitoral do próprio Holandinha e dos seus aliados políticos na Câmara Municipal e nos partidos.

Leia também:

Perguntas que Holandinha terá que responder na campanha…

Hélio Soares: o homem da mala preta da prefeitura…

Segundo a denúncia em mãos da promotora, o esquema funcionava assim: vereadores aliados de Edivaldo indicavam pessoas para serem contratadas pelo ISEC – com salários que variavam entre R$ 1,3 mil e R$ 4 mil.

Mas os indicados não precisavam  saber, sequer, onde ficava a sede do instituto.

O esquema foi denunciado ainda o ano passado, na própria Câmara Municipal, pelo vereador Fábio Câmara (PMDB), e também na Assembleia Legislativa, pelo deputado Wellington do Curso (PP).

Ocorre que o ISEC deixou de pagar o seus “funcionários” desde dezembro, o que gerou revolta nos “trabalhadores”.

Os padrinhos dos indicados passaram a cobrar do próprio ISEC e da prefeitura resultando nas denúncias que agora chegam ao Ministério Público.

E revelações ainda mais graves sobre o caso devem vir à tona.

É aguardar e conferir…