3

Edilázio diz que hospital de Pinheiro foi todo concluído por Roseana…

Parlamentar ressalta que governador Flávio Dino construiu apenas a cozinha da unidade da saúde,e cobra também construção de hospital em São Luís, promessa do prefeito Edivaldo Júnior

 

edilazioSe ele é tão competente assim, porque é que não faz o Hospital Jackson Lago em parceria com o seu pupilo [Edivaldo Holanda Júnior] aqui na nossa capital? Essa foi uma promessa da campanha do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. Porque ele não pega o pupilo e faz em nove meses, assim como em Pinheiro? Porque ele não constrói viadutos como o pupilo também prometeu? Se ele fez o hospital de Pinheiro em nove meses que faça em nove meses o hospital da nossa capital”

Edilázio Júnior, deputado estadual

O deputado Edilázio Júnior (PV) criticou a postura do governador Flávio Dino (PCdoB), de reconhecer publicamente a obra da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) no Hospital Macrorregional de Pinheiro.

– O que me estranha é que em nove meses de mandato Flávio Dino não tem a responsabilidade de sequer reconhecer só concluiu a cozinha do Hospital de Pinheiro. Até porque o hospital já estava 98% concluído e todo equipado – disse.

O hospital de Pinheiro: todo construído no governo Roseana

O hospital de Pinheiro: todo construído no governo Roseana

Edilázio lembrou que em recente discurso, Dino falou da importância do empreendimento para a região e para a rede de Saúde do estado, mas sem fazer qualquer referência a autoria da obra.

– Ele disse que inaugurou, que aquilo é para promover o bem-estar à Região da Baixada e nós ficamos felizes por isso, mas ele deve reconhecer o Governo anterior. Já dizia o padre Antônio Vieira: ‘o bom cristão começa pela gratidão, pelo reconhecimento’. Coisa que passa longe do governador Flávio Dino – enfatizou.

4

Ricardo Murad denuncia: Flávio Dino vai inaugurar hospital sem equipamentos…

Ex-secretário de Saúde revela que governador pretende entregar a unidade de saúde de Pinheiro, mesmo sem equipamentos instalados, o que só deverá ocorrer no final de outubro

 

RICARDO-MURADFlávio Dino, como sempre covarde e vil, para tentar desqualificar o nosso trabalho, diz em seu anúncio que vai inaugurar um hospital idealizado por Jackson em 2009, assunto que não merece nem comentário. O fato é que o nosso governador mais uma vez se mostra tal qual uma rainha que reina mas não governa. Seu governo é tão incompetente que o faz parecer um idiota seguidas e incontáveis vezes”

 

O ex-secretário de Saúde Ricardo Murad (PMDB) denunciou em seus perfis de redes sociais que o hospital macrorregional de Pinheiro, cuja inauguração foi anunciada pelo governador Flávio Dino (PCdoB) para a próxima semana, ainda não tem condições de funcionamento.

– Explico: centro cirúrgico, UTI, centro de diagnóstico e CME não funcionarão até a data indicada e sem isso não há por que se falar de funcionar o Macrorregional de Pinheiro, que, como disse, foi programado para resolver o atendimento de alta complexidade de toda a Baixada Maranhense. Isso sem falar no treinamento e qualificação de centenas de profissionais de saúde e demais funcionários para dar suporte a uma unidade com esse perfil – revelou o ex-secretário.

De acordo com Murad, o tomógrafo comprado por ele ainda está na caixa, deixado no mesmo lugar de quando ele saiu da SES. O ex-secretário recebeu a informação de que a Siemens, fabricante do equipamento, já avisou ao secretário Marcos Pacheco que só deslocará um engenheiro para a instalação após 15 de outubro, se a Secretaria de Saúde pagar o que deve à empresa referente aos outros tomógrafos que tem instalados nas outras unidades.

– Flávio Dino passou nove meses com a ideia fixa de destruir o que fizemos e agora, com a popularidade em queda livre, quer correr para inaugurar seja lá o que for para mostrar trabalho. Só que não dá pra fazer improvisos e arranjos no sistema de saúde, porque tratamos com vidas humanas – concluiu Murad.

1

Bacabeira: prefeitura reforma seis unidades de Saúde…

Algumas das unidades reformadas pela prefeitura

Algumas das unidades reformadas pela prefeitura

A Prefeitura Municipal de Bacabeira concluiu os serviços de reforma em seis Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, que estavam precisando de reparos. As Unidades já estão em pleno funcionamento, oferecendo mais conforto e comodidade para a população.

– Com as melhorias realizadas, os pacientes terão mais conforto e os profissionais melhores condições para um atendimento mais eficiente e humanizado – ressaltou o prefeito Alan Linhares.

A UBS do povoado São Pedro, uma das unidades contempladas com as melhorias, passou por uma reforma completa, recebeu nova pintura, troca de portas e janelas, reparação de rachaduras e aplicação de revestimento nas paredes dos consultórios, aquisição de reservatório de água, entre outros serviços.

As Unidades de Saúde do povoado Zé Pedro, do bairro Santa Quitéria, do Ramal do Abude e das comunidades Alto Satuba e Câmara Lima em Peri de Cima, também receberam melhorias.

Alan Linhares visitou uma das unidades reformadas

Alan Linhares visitou uma das unidades reformadas

Foram realizados reparos, pintura e retelhamento.

A secretária de Saúde, Tatá Torres, pontuou as melhorias que têm sido implementadas na saúde do município.

– O prefeito Alan Linhares, desde o início da gestão, tem dado total apoio em prol da melhoria da saúde do município, com construção de novas unidades e reformas das que necessitam de reparos. O nosso objetivo é oferecer uma assistência humanizada e de qualidade aos Bacabeirenses que necessitam de atendimento – ressaltou Tatá Torres.

4

Secom desmente o próprio Flávio Dino sobre hospitais…

Na tentativa de explicar a afirmação do governador ao jornal Folha de S. Paulo – de que estaria “construindo ou concluindo” 10 novas unidades de saúde – secretaria acaba revelando que as obras foram suspensas por falta de recursos

 

Flávio Dino tem sido cada vez mais desmentido pelo seu chefe de Comunicação

Flávio Dino tem sido cada vez mais desmentido pelo seu chefe de Comunicação

O açodado secretário de Comunicação do governo Flávio Dino (PCdoB), radialista Robson Paz, mais uma vez acabou por desmentir o governador Flávio Dino (PCdoB), na tentativa de explicar as bravatas do próprio Dino.

Na semana passada, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o governador afirmou estar “construindo ou concluindo 10 novos hospitais” no Maranhão.

A declaração gerou polêmica e foi desmentida por vários agentes do governo passado, que mostraram a verdade; os hospitais foram todos construídos na gestão passada, da governadora Roseana Sarney (PMDB); e o governador se recusa a inaugurá-los. (Releia aqui)

mas tem se tornado rotina na gestão de Robson Paz na Secom, declarações que desmentem ou desautorizam o próprio governo.

Leia também:

Robson Paz desmente Flávio Dino em relação à Timbira…

Açodada, Secom mete os pés pelas mãos…

Secom virou cartório de desmentidos…

Para questionar discurso da deputada Andrea Murad na tribuna da Assembleia, Paz emitiu nota cheia de blablablás, mas que traz uma informação essencial:

– Em todas as obras foram detectadas irregularidades nos projetos elaborados pela gestão passada. Diante disso, o BNDES paralisou os repasses para o Governo do Estado até que todas as conformidades legais sejam cumpridas – disse a Secom, que revelou mais: só após a resolução de todas as pendências, a Secretaria de Saúde vai inaugurar os hospitais de 50 e 100 leitos.

Mas apenas cinco – nos municípios de Pinheiro, Santa Inês, Caxias, Imperatriz e Bacabal – e não 10, como Flávio Dino afirmou à Folha de S. Paulo.

Como se vê, pelas declarações da própria Secom, o governador mentiu mais uma vez à mídia nacional, para vender uma boa imagem de seu governo.

3

Os hospitais que Flávio Dino não construiu… e se recusa a inaugurar

Abaixo,o blog publica a situação de seis dos maiores hospitais construídos pelo programa “Saúde É Vida”, na gestão do ex-secretário Ricardo Murad. Em entrevista à Folha de S. Paulo, o governador afirmou que está “construindo ou concluindo 10” deles. Na verdade, ele se recusa até a entregar os que estão prontos. Abaixo,a  situação década um:

 

caxiasO Hospital de Caxias foi concluído em setembro de 2014. Tem capacidade para 100 leitos e todos os equipamentos já foram comprados. Flávio Dino recusa-se a inaugurá-lo.

chapadinhaO Hospital de Chapadinha, com 50 leitos, estava assim em setembro do ano passado. Até dezembro, recebeu os equipamentos novos, de última geração. Mas o governo Flávio Dino também não informa se parou ou concluiu a obra.

pinheiroEm Pinheiro, outro hospital de 100 leitos com 90% das obras concluídas em setembro do ano passado. Equipamentos também comprados, mas o governo não diz o que pretende fazer com a unidade.

santa inesSanta Inês também tem hospital de 100 leitos, e estava assim no último trimestre de 2014. Seria este outro hospital que Dino está”concluindo ou construindo”?

balsasEm Balsas, o hospital de 50 leitos está praticamente pronto para funcionamento. equipamentos já comprados. Mas o governo Dino também parece não saber o que fazer com ele.

imperatrizA unidade de Imperatriz, de 100 leitos, era a única que ainda não tinha condições de funcionamento em setembro de 2014. Mas as obras continuaram intensas até o fim do governo Roseana Sarney (PMDB). Hoje, não se sabe o que Flávio Dino fez com a unidade de saúde.

Esta é a realidade dos fatos.

Sem tirar, nem por…

2

Que hospital, Flávio Dino?!?

Governador diz à Folha de São Paulo que está construindo ou concluindo 10 novas unidades de saúde, mas ninguém – nem mesmo no governo – disse onde eles estão. A menos que estejam falando das obras do ex-secretário Ricardo Murad, já concluídas desde o ano passado

Na recente entrevista que deu à Folha de S. Paulo, o governador Flávio Dino (PCdoB) saiu-se com esta:

– Estamos construindo ou concluindo 10 novos hospitais. (Veja vídeo aqui)

Às 14h54 desta segunda-feira, este blog encaminhou, via WhatsApp as seguintes perguntas para os secretários Márcio Jerry, da Articulação Política, e Robson Paz, da Comunicação:

– Onde estão os hospitais que Flávio Dino está “construindo ou concluindo”? Quando as obras começaram? Quando serão concluídas? Que tipo de hospitais são? Quanto está custando cada um e o total de todos? Aguardo resposta…

Apenas Márcio Jerry respondeu, mas só para encaminhar o celular do secretário de Saúde, Marcos Pacheco, como se dissesse que a responsabilidade pelas explicações será dele.

Este blog encaminhou também para Pacheco as mesmas perguntas feitas a Jerry e Robson.

Até agora nada…

10

Murad afirma: foi o próprio Dino quem parou obra de hospital…

Em sua página no Facebook, ex-secretário de Saúde diz que governador prejudica população de Rosário porque entende que o município não precisa de um hospital macrorregional

 

O ex-secretário de Saúde Ricardo Murad (PMDB) afirmou hoje que uma simples visita à obra é suficiente para comprovar o que estava sendo feito na construção do Hospital Macrorregional de Rosário, até jaeiro, quando, segundo ele, os serviços foram paralisados na gestão do próprio governador Flávio Dino (PCdoB).

 – Foram realizadas quatro medições na obra, que resultaram no pagamento total de R$ 4.856.696,10, em valores faturados em dois grupos de serviços, cuja efetiva execução pode ser facilmente comprovada, numa simples visita à obra e aos registros da Secretaria de Estado da Saúde  – justificou o parlamentar, em Nota de Esclarecimento.

Em matéria publicada no jornal O Imparcial, a gestão de Flávio Dino (PCdoB) acusou Murad de ter pago por um hospital que não saiu do papel.

Em seu perfil no Facebook o ex-secretário detalhou todo o croorgrama da obra em sua gestão e publicou fotos da real situação do hospital, em janeiro, quando Flávio Dino assumiu o governo.

– A obra está abandonada desde janeiro de 2015, com mato já crescendo sobre os aterros executados, por isso as fotos divulgadas pelo governo não mostra a terraplenagem já feita – afirmou Murad.

Ele explicou ainda que o valor total do contrato era de R$ 18.281.624,49 e as medições que justificaram os valores faturados podem ser facilmente comprovadas pela empresa gerenciadora do BNDES. E afirma: “Não há possibilidade contratual de pagamentos terem sido feitos sem a aprovação da Gerenciadora do BNDES”.

– Por fim, afirmo que todos os preços praticados pela SES sob a minha gestão, em todas as obras de reforma, ampliação e construção de unidades de saúde, são do sistema SINAPI, da Caixa Econômica Federal. Não há, portanto, qualquer base para acusação de superfaturamento dessas obras – concluiu Murad.

2

Pacientes terão que denunciar proibição a acompanhantes em hospitais do estado…

Uma semana depois de este blog divulgar informação de que as unidades de saúde do Governo do Estado estão proibindo a presença de acompanhantes de pacientes – a exceção de crianças até 12 anos e idosos com mais de 60 – a Secretaria de Comunicação finalmente emitiu uma nota sobre o tema. (Releia aqui)

proibiçãoE negou que tenha havido a proibição, apesar das imagens claras dos avisos afixados nas paredes de uma das unidades.

Mas a própria nota põe em dúvida a negativa quando pede aos próprios pacientes que denunciem a prática.

– A SES reitera que qualquer paciente que seja impedido de ter acompanhante em qualquer unidade de saúde estadual, entre em contato com a ouvidoria da secretaria por meio do número 160 – diz o comunicado.

O documento da Secom nada diz sobre os cartazes afixados nos hospitais e publicado neste blog.

Ou seja, é um recuo disfarçado de negativa.

Mas um recuo, mesmo assim...

3

PCdoB impõe listas para empregos em hospitais, denuncia Murad…

O ex-deputado Ricardo Murad publicou agora à noite em seu perfil no Facebook uma lista de militantes do PCdoB indicado para o Hospital Geral de Peritoró.

– Vergonha. Saúde viuolentada. Emprego nos hospitais só para quem entrar na lista do PCdoB. Olhem a esculhambação em que se transformou o governo Flávio Dino – denunciou o ex-secretário.

A lista tem o timbre do PCdoB de Peritoró:

bomba

4

Hospital geral de Barreirinhas será inaugurado quarta-feira…

O Hospital Geral de Barreirinhas será entregue quarta-feira pelo secretário de Saúde, Ricardo Murad.

Vocês vão ver que hospital! – anuncia Murad, em seu perfil na rede de relacionamentos Facebook.

O secretário mostra grande otimismo e empolgação ncom o hospital, que faz parte do programa “Sáude É Vida”, em implantação no Maranhão.

A parte do programa em parceria com o Governo Federal foi toda concluída no início do mês, com a entrega das últimas das dez Unidades de Pronto Atendimento (UPA), no interior.

O programa Saúde É Vida prevê também a entrega de vários outros hospitais de urgência e emergência em vários municípios…