10

Ricardo Murad reage com fatos; e contra eles, não há argumentos…

Ricardo Murad, com Roseana, em Paulino Neves

O secretário de Saúde, Ricardo Murad, tem reagido firme às críticas da oposição.

Tanto na inauguração da UPA do Parque Vitória quanto na do hospital de Paulino Neves, ele criticou aqueles que torcem contra o desenvolvimento do Maranhão, especialmente na área da saúde.

O maranhense tem que acreditar na força e no potencial do Maranhão. Primeiro, eles disseram que os hospitais e UPAS não seriam construídas. Depois, falaram que não seriam equipadas, que não teria médicos para atender. E agora eu quero que todos vocês entrem nessa UPA, de sala em sala, e veja a qualidade desta unidade. É o padrão do governo Roseana Sarney – assinalou Ricardo Murad.

A UPA do Parque Vitória, chamada de “pérola” pelo deputado Bira do Pindaré (PT), tem capacidade instalada para atender uma população estimada em 200 mil pessoas.

– E você pode ir até a UPA Itaqui-Bacanga e confirmar o que estou dizendo. Tudo lá é de qualidade, é forte, não quebra. Portanto, o discurso pequeno da oposição, de que não temos competência para fazer nada, é história do passado porque a partir de hoje o Maranhão entra numa nova era da medicina, uma medicina em que o poder público passa a fazer no Estado alta complexidade –  complementou ele.         

Em pouco mais de um ano, a UPA do Itaqui-Bacanga já realizou mais de 100 mil atendimentos.

Ricardo Murad também destacou a unidade hospitalar de Paulino Neves, inaugurada ontem pela governadora Roseana Sarney.

– Essa é a revolução que estamos fazendo na saúde do estado, onde adotamos hoje um lema: humanismo, companheirismo e profissionalismo – concluiu Ricardo Murad.

E a oposição, o que tem a dizer???

10

Petista elogia atendimento da UPA do Itaqui-Bacanga…

Detalhe do blog de César Soares

O dirigente do PT de Pinheiro, César Soares – ex-assessor do presidente da Assembléia Legislativa, Marcelo Tavares (PSB) – contou em seu blog uma experiência vivida na Unidade de Pronto Atendimento do Itaqui-Bacanga.

Segundo ele, uma ótima experiência.

– Em apenas quarenta minutos o meu filho caçula consultou com um bom pediatra, foi efetuado um exame de raio-X do tórax, retornou ao médico para análise, foi diagnosticado e de posse da receita médica, recebemos gratuitamente os medicamentos na farmácia dentro da própria unidade – contou Soares.
 
Ele acrescentou que, fosse em um hospital particular, o atendimento diuraria, no mínimo, duas horas.
 
Em seu blog, César Soares destaca a inauguração de outras UPAs pela governadora Roseana Sarney (PMDB). E conclui:
 
Esse exemplo serve para mostrar que o serviço público também por ser de excelência.
 
Opinião de quem viveu a situação…
 
 
 
 
6

As imagens falam…

Roseana, Ricardo e Gil Cutrim decerram placa de inauguração da UPA

Nem precisa dizer nada.

As imagens das instalações físicas e dos equipamentos mostram que são de última geração as unidades de saúde construídas pelo governo Roseana Sarney (PMDB).

As inaugurações começaram ontem, com a entrega da Unidade de Pronto Atendimento do Parque Vitória, construída em parceria com o Governo Federal.

Hoje, Roseana vai a Paulino Neves, para entrega de outro hospital.

Ricardo mostra instalações para a governadora

Na agenda de inaugurações, que dura até setembro, há ainda as UPAs do Vinhais e da Cidade Operária, além de setores e andares inteiros de vários hospitais na capital maranhense.

“Pérolas” do setor de saúde, para usar um termo do próprio deputado Bira do Pindaré (PT), que faz oposição ao governo na Assembléia.

Ele viu de perto essas “pérolas”.

E as imagens falam por si…

4

Magno Bacelar destaca inaugurações do governo Roseana…

Bacelar destacou inauurações do governo

O vice-líder do governo Roseana Sarney (PMDB) na Assembléia Legislativa, deputado Magno Bacelar (PV),  destacou a sequência de inaugurações – que estão previstas para começar no dia 1º de setembro – como a cofirmação do planejamento estratégico promovido pela governadora.

– Nossa governadora está cumprindo aquilo que havia determinado para sua equipe, que a partir do segundo semestre iria dar início às inaugurações de obras importantíssimas, que vão melhorar o transporte e saúde de pessoas em todo o Estado – declarou Bacelar.

Roseana começara  nesta sexta-feira, com a inauguração de um hospital e de uma rodovia em Paulino Neves, uma série de inaugurações que vai durar até o dia 15 de setembro. Como ela continua em Brasília, o início da série foi remarcado para o dia 1º de stembro.

São hospitais – em São Luís e no interior – rodovias e lançamentos de obras, que irão marcar o governo neste semestre.

Em discurso na Assembléia Legislativa, Magno Bacelar elencou todas as inaugurações a serem promovidas por Roseana.

– Entre o fim de agosto e meados de setembro serão entregues as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Parque Vitória, Vinhais e Cidade Operária, em São Luís. Entre os dias 5 e 13, serão entregues a Farmácia de Medicamentos Especiais; o Centro Cirúrgico do Hospital Infantil Juvêncio Matos; o Centro Cirúrgico de Alta Complexidade do Hospital Tarquínio Lopes Filho (Geral) e o Centro Especializado em Hipertensão e Diabetes, na avenida Kennedy – destacou o parlamentar.

Na agenda estão também a inauguração da UPA de Coroatá e de um hospital em Magalhães de Almeida.

6

Governo adia série de inaugurações previstas para amanhã…

Secom informa adiamento da viagem

A Secretaria de Comunicação do governo Roseana Sarney (PMDB) encaminhou no início da noite informação dando conta do adiamento da programação de inaguração de obras prevista para iniciar nesta sexta-feira.

No início da tarde, a Secom já havia mandado matéria confirmando a viagem para Paulino Neves, inclusive com a presença de Roseana.

LKá, seriam entregues um hospital e a estrada que liga o município a Tutóia.

Segundo apuou o blog, o adiamento foi determinado pelo fato de Roseana ter ficado em Brasília, de onde só retorna na próxima teça-feira.

 A nova data foi marcada para o dia 1º de setembro…

Blog alterado ás 21h20 para atualização de informações
10

Está chegando a hora…

Modernos equipamentos no Carlos Macieira

Os pregadores do “quanto pior, melhor” não perdem por esperar.

O secretário de Saúde, Ricardo Murad, vai realizar uma maratona de inaugurações a partir da próxima sexta-feira, desmontando a pregação oposicionista de que o programa de Saúde do Maranhão não sairia do papel.

Na sexta-feira, serão inauguradas a Unidade de Pronto Atendimento do Parque Vitória, classificada de “pérola” pelo deputado oposicionista Bira do Pindaré (PT), e a UPA do Vinhais, que atenderá exclusivamente servidores públicos.

A agenda de inaugurações prevê também a entrada em operação do 3º e 5º andares do Hospital Carlos Macieira, do novo centro cirúrgico do Hospital Juvêncio Matos, as novas instalações da Farmácia de Medicamentos Especiais, o Centro de Medicina Especializada, novos leitos cirúrgicos do Hospital Tarquínio Lopes, os mamógrafos e tomografos móveis da Maternidade Marly Sarney e do Hospital Carlos Macieira.

 

UPA. A "pérola" de Bira do Pindaré

Na agenda de inaugurações está prevista também a entrega do Hospital Municipal de Paulinos Neves.

– Vamos inaugurar um hospital por semana – garante Ricardo Murad.

Para as inaugurações do dia 26 o governo tenta trazer a presidente Dilma Rousseff (PT).

As UPAs são construídas em parceira com o Governo Federal.

15

A futurologia da oposição…

 

Tavares, Júnior e Bira: eles só pensam naquilo...

É simplesmente ridícula a lenga-lenga da oposição para criticar o projeto de construção de hospitais do governo Roseana Sarney (PMDB).

Antes, falavam que os hospitais não existiam. Existem.

Depois, disseram não haver equipamentos. Eles estão aí.

Agora, falam que o governo não terá como manterá as undiades de saúde. Isso só se saberá depois.

Os dicursos se baseiam em meras previsões, especulações e apostas futuras, como se Marcelo Tavares (PSB), Rubens Júnior (PCdoB), Bira do Pindaré (PT) e Gardeninha Castelo (PSDB) fossem espécies de mães-Dinah, capazes de prevê o futuro.

– Governo Roseana não terá condições de manter os 72 hospitais – destacam os blogs oposicionistas, baseados em afirmativas do líder da bancada, Marcelo Tavares (PSB).

É como se Tavares-sobrinho tivesse ido ao futuro e voltado para afirmar com tanta convicção algo que nem o próprio governo sabe. É como se alguém não saísse de casa por imaginar que choverá quando estivesse na rua.

Futurologia barata.

A oposição só poderá dizer se o governo não terá condições de bancar os hospitais depois que os hospitais estiverem prontos para entrar em funcionamento.

Antes disso, tudo o que se diz são apenas masturbações mentais, coisa de quem não tem o que fazer.

E parece torcer apenas para tudo dar errado…

2

Dr. Pádua enquadra Marcelo Tavares…

Pádua enquadrou Marcelo Tavares...

O deputado Dr. Pádua (PP), desmascarou hoje o líder da Oposição, Marcelo Tavares (PSB), em discurso sobre a visita aos hospitais da rede estadual, na última quarta-feira.

Desde a visita, em que foram apenas deputados de oposição, acompanhados do deputado federal Domingos Dutra (PT) – na tentativa de gerar um fato negativo contra o governo Roseana Sarney (PMDB) – Tavares tem recebido críticas de que agiu passando por cima da instância natural para estes casos, que é a Comissão de Saúde.

O socialista tentou justificar dizendo que a comissão não se reúne, o que não é verdade, segundo Pádua.

O grande problema nosso na Comissão de Saúde é que os colegas não comparecem, inclusive vossa pessoa. É preciso que os deputados tenham consciência que a Comissão de Saúde para funcionar é preciso que os colegas compareçam nos trabalhos – disse o Dr. Pádua, que é presidente da Comissão de Saúde.

Médico de formação, Pádua fez uma contundente explicação sobre o sistema de Saúde, que o líder oposicionista tentou reduzir à construção e manutenção de hospitais.

– Saúde é muito mais do que hospital.Precisamos ver o problema dos acidentes de trânsito, que demandam muitos leitos no estado, que é um problema sério; nós precisamos ver o problema da diabetes, da hipertensão, que hoje é o maior problema que existe no Maranhão – explicou o parlamentar.

Por fim, fez um apelo:

– Peço aos colegas que compareçam a Comissão de Saúde para que assim possamos desenvolver o que ela tem que fazer.

Marcelo teve que engolir seco…

 

10

Por que não ver com os próprios olhos?…

Roberto explicou contratos, mas quer ir no local das obras

Os deputados Roberto Costa (PMDB) e Magno Bacelar (PV) propuseram hoje aos memros da oposição na Assembléia Legislativa que fossem, in loco, visitar os hospitais de urgência e emergência que estão sendo construídos pelo governo Roseana Sarney (PMDB).

Olhar  com os próprios olhos cada um deles, em todos os seus detalhes.

Seria a melhor forma de provar, justificaram os deputados, se as obas existem ou não existem; se estão ou não em andamento.

Todos vamos visitar as obras. Assim, cada qual tira suas próprias conclusões – justificou Bacelar.

Para Bacelar, oposicionistas querem mesmo é fazer zoada

De fato, é apenas politicagem ficar fazendo discursos na Assembléia Legislativa com base em dados expostos em revistas – e também confrontados com dados – sem que se tenha conhecimento do que está acontecendo no interior.

Não há nenhuma obra do Programa Saúde é Vida que não tenha sido legalmente licitada. E a empresa Proenge foi contratada por meio de processo licitatório regular (concorrência 007/2009) para elaborar os projetos executivos, que não podem ser confundidos com projetos básico – explicou Roberto Costa.

Bacelar foi ainda mais incisivo no convite aos colegas.

Mas a proposta parece não ter sido bem pelos oposicionistas. O líder da bancada, Marcelo Tavares (PSB), com sorriso meio-amarelo até disse que topava, mas não fez qualquer movimento para viabilizar a idéia.

Os demais preferem ficar jogando palavras ao vento na tribuna da Assembléia…

10

“É só uma maneira de ver”…

A frase acima foi proferida na sessão de hoje pelo líder da oposição na Assembléia Legislativa, Marcelo Tavares (PSB).

Ele questionava na tribuna a nota do secretário de Saúde, Ricardo Murad, contestando as informações da revista “IstoÉ” sobre os hospitais que estão sendo construídos no interior do estado.

A revista disse que apenas 12% das obras estão prontas. Murad garante que são 70%.

Marcelo justificou a diferença explicando que o secretário considera prontos os hospitais já construídos, embora ainda não em funcionamento. E admitiu: “é uma maneira de ver”.

E é mesmo.

Como também são apenas questão de “maneira de ver” todos os pontos abordados pela “IstoÉ”.

O que é uma denúncia da revista pode ser também um desmentido do secretário. A revista diz que houve pagamento dobrado e Ricardo Murad diz que não houve.

Há, mas o secretário precisa provar o que disse? E a revista, também não precisaria provar o que disse?

A revista diz que houve fraude. O secretário diz que não houve.

Neste caso, por enquanto, está todo mundo apenas dizendo coisas.

Retórica, apenas retórica…