10

Organizada do Sampaio intimida maranhenses que queiram ir ao Castelão

Membros da torcida “Tubarões da Fiel” fazem ameaças nas redes sociais a pessoas que pretendem ver o jogo; partida pode devolver o time maranhense à Série B do futebol brasileiro

 

A ABSURDA AMEAÇA AOS TORCEDORES publicada nas redes sociais de torcedores da Tubarões da Fiel

A boçalidade das torcidas organizadas de futebol chegou ao cúmulo do absurdo às vésperas do jogo decisivo do Sampaio Correa – contra o São José (RS) – que pode devolvê-lo à Série B do Brasileirão.

E não é que os trogloditas da organizada “Tubarões da Fiel” querem agora impedir até o direito de ir e vir e de se expressar do torcedor maranhense?

Em mensagens divulgadas nas redes sociais, os “bolivianos” tentam proibir torcedores de outros clubes a ir ver o jogo no Castelão, neste sábado.

Chegam a proibir que usem camisas de outros clubes.

MAGIA DO FUTEBOL TAMBÉM É PROPORCIONAR A PAZ e a tolerância entre as torcidas; apenas os boçais não compreendem essa premissa

Não é de hoje que as torcidas organizadas e os autoproclamados torcedores-raiz do Sampaio Corrêa fazem ameaças à torcida quando o time vive um bom momento no futebol.

Para estes animais tricolores, quem não acompanha a bolívia querida nos momentos difíceis, também não pode se declarar torcedor quando o time estiver em alta.

Coisa de pitboys sem noção.

Que só atrapalha o futebol…

3

Imagem do dia: A “despetização” comandada por Bolsonaro em seu governo

Desde que assumiu, o atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), não fez questão de esconder o seu discurso pautado no ódio à ideologia socialista e às opiniões contrárias. Gestão somente evidencia sua intolerância.

Gestores do Palácio do Alvorada, em Brasília, trocaram as cadeiras vermelhas (PT) por azuis. É a “democracia” bolsonarista no termo mais grave da expressão (Foto: Daniel Marenco/ Agência O Globo)

15

A postura arrogante de Clay e Igor Lago…

Igor e Clay: PDT só serve, se for com eles no comando

A médica Clay Lago convoca para segunda-feira entrevista coletiva em que vai falar sobre sua posição em relação ao PDT maranhense.

Seu enteado, e também médico, Igor Lago, já declarou que vai declinar da posição que ocupa na Executiva do PDT.

A posição de Clay Lago e Igor Lago são cristalinas como água.

Para eles, o PDT só serve se estiver sob comando deles. Eles só podem ajudar o PDT se tiverem o controle do partido.

É uma postura arrogante, excludente e mesquinha, que contradiz a própria história do ex-governador Jackson Lago.

Jackson foi a principal liderança política do PDT maranhense durante toda a sua existência, sem precisar dar as cartas ou ter cargos de chefia no partido.

Clay: a principal influência de Jackson

O ex-governador soube valorizar cada companheiro trabalhista, unindo e conciliando o partido – enquanto seu filho, Igor, se mantinha absolutamente afastado do debate político, estudando fora do país.

São estes companheiros que hoje lutam para preservar a memória de Jackson.

Clay Lago sabe disso, por que esteve sempre ao lado do marido.

Mas seu posicionamento intransigente leva a crer na sua influência em alguns arroubos de intolerância revelados por Jackson Lago durante sua trajetória.

Exatamente como ela e o enteado agem neste momento…

17

Livrar de quê???

Da revista Época

” Você é evangélico? – ela perguntou.

 – Sou! – ele respondeu, animado.

– De que igreja?

– Tenho ido na Novidade de Vida. Mas já fui na Bola de Neve.

– Da Novidade de Vida eu nunca tinha ouvido falar, mas já li matérias sobre a Bola de Neve. É bacana a Novidade de Vida?

 – Tou gostando muito. A Bola de Neve também é bem legal. De vez em quando eu vou lá.

 – Legal.

– De que religião você é?

– Eu não tenho religião. Sou ateia.

 – Deus me livre! Vai lá na Bola de Neve.

– Não, eu não sou religiosa. Sou ateia.

 – Deus me livre!

 – Engraçado isso. Eu respeito a sua escolha, mas você não respeita a minha.

– (riso nervoso).

 – Eu sou uma pessoa decente, honesta, trato as pessoas com respeito, trabalho duro e tento fazer a minha parte para o mundo ser um lugar melhor. Por que eu seria pior por não ter uma fé?

 – Por que as boas ações não salvam.

– Não?

– Só Jesus salva. Se você não aceitar Jesus, não será salva.

 – Mas eu não quero ser salva.

– Deus me livre!

– Eu não acredito em salvação. Acredito em viver cada dia da melhor forma possível.

– Acho que você é espírita.

– Não, já disse a você. Sou ateia.

– É que Jesus não te pegou ainda. Mas ele vai pegar.

 – Olha, sinceramente, acho difícil que Jesus vá me pegar. Mas sabe o que eu acho curioso? Que eu não queira tirar a sua fé, mas você queira tirar a minha não fé. Eu não acho que você seja pior do que eu por ser evangélico, mas você parece achar que é melhor do que eu porque é evangélico. Não era Jesus que pregava a tolerância?

– É, talvez seja melhor a gente mudar de assunto…

(…)

Se Deus existe, que nos livre de sermos obrigados a acreditar nele.”

Leia aqui a íntegra do texto