3

Pai de Beto Rocha constrói shopping no interior de Sergipe…

Ao contrário do filho, preso sob suspeita de corrupção, Zezé Rocha teve sucesso como político – foi três vezes prefeito do município de Lagarto – e é considerado um dos empresários sergipanos mais bem-sucedidos

 

O pai de Beto Rocha e uma das máquinas que constrói seu shopping

Zezé Rocha e construção do seu shopping

Ao contrário da prefeita foragida de Bom Jardim (MA), Lidiane Leite, o empresário Beto Rocha, tido como mentor do esquema de desvio de recursos públicos em Bom Jardim, é um homem de origem rica.

Seu patrimônio pessoal é de R$ 14 milhões, segundo consta de declaração de bens à Justiça Eleitoral.

E ele é filho de um dos maiores empreendedores da região de Sergipe.

Franzino e na maior parte das vezes de óculos escuros, o empresário José Rodrigues dos Santos, o Zezé Rocha, é visto sempre assim pelas ruas de Lagarto, em Sergipe, cidade da qual foi prefeito  em dois períodos (1989/1992 e 2002/2008).

Considerado uma lenda viva da política de Lagarto, Zezé Rocha é empreendedor de sucesso, nos setores de pecuária, e construção.

Ele constrói, desde 2012, o primeiro shopping center do interior de Sergipe, empreendimento com 56,6 mil m2. (conheça aqui a história do empresário)

Além do shopping, ele tem um dos maiores parques de Vaquejada e várias fazendas na região Nordeste.

O filho Beto Rocha – ex-marido da prefeita de Bom Jardim (MA), Lidiane Leite, preso na operação da Polícia Federal que caça também a própria Lidiane – chegou, inclusive, a ser seu secretário de Assuntos Políticos na segunda gestão.

Área onde está sendo construído o Zezé Rocha Shopping Center, em Lagarto (SE)

Área onde está sendo construído o Zezé Rocha Shopping Center, em Lagarto (SE)

A “prisão do filho de Zezé Rocha no Maranhão” repercutiu fortemente na imprensa de Sergipe. (Leia aqui e aqui)

Aos 71 anos, o empresário acompanha à distância a prisão do filho e garante a estrutura necessária aos procedimentos judiciais.

Beto Rocha está preso no Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão…

6

Cobiça e deslumbramento…

Lidiane: só mais uma a fazer malfeitos...

Lidiane: só mais uma a fazer malfeitos…

Tem sido maior do que deveria a repercussão em torno do sumiço da prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite.

Imprensa, advogados e populares passaram a especular quase que diariamente sobre o paradeiro da prefeita, como se este fosse o assunto mais importante do mundo.

Não é.

Jornalistas passam quase que o dia inteiro focado neste assunto em grupos de WhatsApp, em blogs ou redes sociais; mas a abordagem gira, quase sempre, em torno das belas pernas de Lidiane ou seu decote nas fotos deslumbradas de uma típica nova-rica.

E advogados disputam quase no tapa o direito de defendê-la.

Ao que parece, a beleza da prefeita – e a fortuna do seu ex-marido – despertaram a cobiça nas redes sociais, transformando um mero caso policial em série jornalística, como se o fato fosse inusitado no Maranhão.

E não é.

Há até disputa em blogs para saber se advogado tal é mais articulado que outro para resolver o problema da prefeita, transformando o defensor em uma espécie de estrela das redes sociais.

Também não é.

Infelizmente, o caso envolvendo Lidiane Leite é só mais um entre tantos  neste interior empobrecido do Maranhão.  E casos semelhantes – no instante exato em que a prefeita é caçada – continuam a ocorrer.

Lidiane Leite é só mais uma a ter que acertar contas com a Justiça.

Espera-se, apenas, que faça, de fato, esta prestação de contas.

E cada vez mais longe dos holofotes midiáticos…

2

“Beto é quem vai mandar; só estou aqui para obedecer”, disse Lidiane Leite, ao tomar posse…

Lidiane, no dia da posse: submissão a Beto Rocha

Lidiane, no dia da posse: submissão a Beto Rocha

Embora hoje separada do ex-namorado Beto Rocha, que a levou para a vida pública, a prefeita foragida de Bom Jardim, Lidiane Leite, fazia questão de mostrar absoluta dependência dele. tanto que, mesmo sem ser casada, adotou o sobrenome Rocha, em lugar do Leite, logo no início da Gestão.

Lidiane também deixou claro aos eleitores, logo no primeiro dia de mandato, que representava no cargo o ex-namorado, preso na mesma operação da qual a prefeita escapou.

– Beto é quem vai mandar, junto com você; estou aqui para obedecer – afirmou ela, no dia da posse. (Leia a íntegra aqui)

2

Ministério Público tem três ações contra Lidiane Leite

Foragida desde a última quinta-feira, prefeita de Bom Jardim vinha sendo acionada desde 2013, mas ignorava as determinações judiciais

 

Ao lado do ex-marido Beto Rocha, Lidiane Leite está em maus lençóis na Justiça

Ao lado do ex-marido Beto Rocha, Lidiane Leite está em maus lençóis na Justiça

A prefeita foragida de Bom Jardim, Lidiane Leite (PP), já foi denunciada três vezes pelo Ministério Público, exatamente por crimes no setor da Educação.

Em julho de 2013, a promotora Karina Freitas Chaves ajuizou ação civil pública questionando a oferta irregular de ensino e o não cumprimento do calendário escolar por falta de professores, de transporte e de merenda escolar.

Em abril de 2014, nova ação da promotora Karina Chaves, desta vez para Lidiane Leite regularizar – via Liminar da Justiça – o fornecimento de merenda escolar, que prejudicava o calendário de aulas do município.

Em outubro de 2014, a promotora Karina Freitas Chaves ajuizou nova ação civil pública contra a prefeita, por ato de improbidade administrativa – exatamente pelo descumprimento da sentença de abril.

Mesmo com as ações – e as decisões judiciais – Lidiane Leite permaneceu no cargo por força da própria Justiça. Até ser pega pela Justiça Federal.

Uma nova ação do Ministério Público deve ser protocolada nos próximos dias, desta feita para pedir intervenção no município.