3

Os estranhos episódios no Carnaval da Madre Deus…

Notícias anteriores e mesmo nos dias da folia esvaziam um dos principais pontos da cultura popular; enquanto isso, o novo circuito carnavalesco, criado na Beira-Mar, tem bombado dia após dia

 

Suposta prisão de mulher que, também supostamente, estaria cortando pessoas na Madre Deus

Primeiro foi a história das mulheres que estariam cortando as pessoas com gilete, no pré-carnaval do circuito Madre Deus.

A história, levou muitos foliões a deixar de frequentar um dos principais pontos do circuito carnavalesco de São Luís.

Berço da cultura popular na capital maranhense, a Madre Deus vem perdendo relevância há alguns anos, bombardeada por histórias como esta.

Agora, já em pleno carnaval, novas histórias, agora de tiroteios, alarmando os brincantes durante a folia.

Era assim a Madre Deus em tempos áureos, como berço da cultura e palco do carnaval maranhense

Enquanto isso, o novo circuito do carnaval, o da Beira-Mar – com estrutura moderna, decoração de primeira e forte divulgação midiática, está bombando nos dias de folia.

Esta é apenas uma reflexão carnavalesca…

1

Roberto Costa arrasta multidão na grande Região da Madre Deus durante caminhada

Muita emoção e alegria marcam a caminhada do deputado estadual e candidato à reeleição Roberto Costa na grande Região da Madre Deus e Centro, durante uma caminhada realizada neste domingo (30). Roberto Costa veio da comunidade, cresceu no bairro do Codozinho e a população reconhece o seu trabalho.

Por onde Roberto Costa passava os moradores saíam na porta para recepcioná-lo e mostravam por meio de palavras e gestos sinceros o apoio. A dona Mariuza Silva, de 75 anos, do bairro Codozinho, contou com lágrimas no olhar a  emoção de apoiar o deputado estadual Roberto Costa.

“Conheço Roberto desde pequeno, vi crescer nas ruas do nosso bairro. Ele é uma pessoa simples, nunca mudou o seu jeito de ser. Sempre nos ajudou aqui na comunidade, nós apoiamos Roberto Costa porque ele é do povo maranhense”.   

Roberto Costa andou pelas ruas dos bairros Belira, Lira, Codozinho, Madre Deus, Macaúba e outros, foi abraçado e clamado pela população. A dona de casa, Maria Luíza Guimarães, ressaltou o trabalho do deputado estadual Roberto Costa na área da Madre Deus.

 “Roberto Costa ele nunca esqueceu da gente, faz a Festa das Mães, a Festa das Crianças, se preocupa com a educação dos nossos filhos, reivindicando melhorias nas escolas da nossa comunidade como o colégio  Giorceli  Costa, o colégio Sousândrade. Roberto Costa é o nosso deputado”, declarou.

Roberto Costa agradeceu o carinho dos moradores. “Fico feliz de ver todo o apoio da nossa comunidade, o que nos fortalece nesta caminhada. Este projeto não é individual, tem a adesão de todos e hoje foi mais uma prova que estamos juntos neste trabalho. Vamos reafirmar esse compromisso, vamos juntos com 15789″, concluiu.

0

Roberto Costa: manifestações da Madre Deus são declaradas patrimônio imaterial do Maranhão

Foi aprovado por unanimidade na sessão da última segunda-feira (28), na Assembleia Legislativa do Maranhão, o Projeto de Lei Nº 105/2018, de autoria do deputado estadual Roberto Costa (MDB), que declara como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Maranhão as manifestações culturais da Região da “Grande Madre Deus”.

O deputado Roberto Costa destacou o poderio cultural.

“Sabemos que a região  da Madre Deus é um celeiro cultural, que congrega manifestações culturais carnavalescas e juninas, além de outros festejos e festanças. Local que serve de inspiração para poetas e compositores. É secular em sua tradição, a Madre tem o coração aberto para receber quantos a ela se dirigem para viver momentos de festa, alegria e descontração para celebrar a vida – fazendo jus a esta honrosa e reconhecida homenagem”, acrescentou o parlamentar. 

Atualmente, o celeiro cultural é compreendido, além da Madre Deus, pelos bairros adjacentes como Goiabal, Fonte do Bispo, Lira, Belira, Codozinho, Macaúba e outros. Compõe-se de 46 manifestações populares, que se apresentam durante os períodos pré-carnaval e carnaval, junino, de páscoa como o Bumba Meu Boi de Matraca da Madre Deus, Bloco Fuzileiros da Fuzarca, Escola de Samba Turma do Quinto, Boizinho Barrica, Bloco Bicho Terra, Bloco Máquina de Descascar Alho e outros. 

O bairro tem inúmeros festejos ao longo do ano, durante os quais as principais ruas ficam tomadas por turistas e pela população ludovicense, que veem ali uma forma  agradável e descontraída de brincar e de manifestar a sua religiosidade. Os Festejos são: de São Sebastião, São João, São Pedro, São Roque, São Pantaleão. 

Sobre a Madre Deus

A “Grande Madre Deus” está localizado a sudoeste da cidade de São Luís e surgiu inicialmente como “Ponta de Santo Amaro”, onde, no século XVIII, foi erguida uma ermida para “Nossa Senhora da Madre Deus, Aurora da Vida” que, por sua vez, originou a denominação atual bairro, lhe concedendo vereação em 1º de dezembro de 1713.

Com mais de três séculos de existência e constituída à margem direita do rio Bacanga, a Madredivina – que já foi colônia de pescadores, numa época em que a Companhia de Fiação e Tecidos da Cânhamo, a Companhia de Fiação e Tecelagem São Luís e a própria pesca geravam as únicas fontes de recursos necessários à sobrevivência das famílias que ali residiam – guarda em páginas históricas, costumes, e tradições que corroboram a sua existência enquanto pátria por demais generosa, que, de tantos artistas e consequentes formas expressivas de demonstrar a sabedoria criativa, foi parturiente e os embalou até os dias de hoje.

6

O carnaval ficou no passado…

Pelo terceiro ano consecutivo sob a batuta comunista, carnaval de São Luís não é mais nem um arremedo do que foi na década passada, quando os olhos do Brasil estavam voltados para a capital maranhense

 

O Fofão faz lembrar uma época em que o carnaval maranhense era digno de respeito no Brasil

Ao longo de três anos sob o comando do governo comunista -2015, 2016 e 2017 – o Carnaval do Maranhão ficou relegado ao último plano da cobertura midiática nacional.

Outrora, a festa começava em janeiro e ia até a Quarta-Feira de Cinzas; e chegou a atrair turistas de todo o país, com transmissões ao vivo em horário nobre das grandes redes de TV.

O saldo dos três últimos anos de governo comunista no Maranhão é um Carnaval apático, sem vibração e cercado pelo aparelhamento político em todos os seus aspectos.

Quem assiste às emissoras de televisão do país tem a possibilidade de comparar as festas. Em Salvador, por exemplo, a folia é transmitida ao vivo em âmbito nacional, e o governador da Bahia faz questão de participar de toda a festa. O governo baiano garantiu em 2017, por exemplo, o fim das cordas que separavam os pagantes dos trios, garantindo acesso a todos os brincantes.

Em Pernambuco há milhares de foliões de todo o país – inclusive muitos maranhenses desgostosos com a falta de incentivo à festa local.

A Madre Deus de outrora – com suas ruas apinhadas de gente e flashes ao vivo nas emissoras de TV – não consegue ser vista em nenhum canto do circuito. Nem a decoração chinfrim lembra que se está no período carnavalesco.

O carnaval pujante, rico e atrativo para brasileiros e estrangeiros, agora ficou no passado, esquecido em algum canto da história política do Maranhão.

Da coluna EstadoMaior, de O EstadoMaranhão

3

Flávio Dino questiona decisão sobre carnaval que a própria PM ajudou a construir…

Governador publica vídeo em redes sociais para garantir que sua visão sobre o carnaval é diferente da dos promotores que tentam limitar a festa ao eixo Centro-Madre Deus

Promotores querem restringir o carnaval de rua ao Centro; Flávio Dino ai comprar essa briga?

O governador Flávio Dino fez uma transmissão ao vivo, neste sábado, 21, em suas redes sociais, garantindo que, em sua visão, o carnaval deve acontecer na cidade toda.

– Todos os blocos vão acontecer. Há uma iniciativa de um promotor, mas nossa visão é diferente: o carnaval tem que ser na cidade toda; com organização, mas na cidade toda – pregou o governador, ao responder a questionamento de morador do Cohatrac, durante a live. (veja o vídeo abaixo)

Na última quinta-feira, por imposição dos promotores Cláudio Cabral e Cláudio Guimarães, vários órgãos e instituições do próprio governo Flávio Dino assinaram documento proibindo festas pré-carnavalescas em bairros da periferia, como o próprio Cohatrac.  (Releia aqui)

Entre o que assinaram o documento estão a Secretaria Cultura do Estado, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar.

Flávio Dino vai ter que ser mais preciso, portanto, para fazer com que sua equipe respeite o direito de ir e vir da população, e não a determinação dos promotores.

A menos que esteja jogando com a plateia, como fez no caso da Funac na Aurora. (Relembre aqui)

É aguardar e conferir…

10

Roberto Costa faz festa para as mães do Centro…

Costa entrega presente para mãe

O deputado Roberto Costa (PMDB) realizou, sábado, festa para cerca de 3 mil mães na área do Centro.

O evento, com distribuição e sorteio de presentes, foi realizado na Praça da Saudade.

Além dos presentes que todas as mães receberam, ouras 25 foram sorteadas com TV’s, geladeiras, fogões, máquinas de lavar e microondas.

A programação começou por volta das 18h, com a distribuição de presentes para as mães.

Com João Alberto e Washington, no palco

Logo em seguida, elas acompanharam o espetáculo “Pão Com Ovo” – protagonizado por Adeilson Santos e Cesar Boaes.

O cantor Alessandro Batista apresentou sucessos nacionais e internacionais.

Centenas de pessoas acompanharam a festa

Além do senador João Alberto de Souza (PMDB), secretário de Projetos Especiais do governo Roseana Sarney (PMDB), a festa contou com a presença do  vice governador Washington Oliveira (PT).

A bênção apostólica foi dada pelo padre Zé Raimundo, pároco da Igreja de São Roque.

1

Roberto Costa apóia “Grito de Carnaval” da Madre Deus…

Foliões curtiram o primeiro dia de carnaval na Madre Deus 9Foto: Maurício Alexandre/O Imparcial)

O novo ano começou em ritmo de carnaval no bairro da Madre Deus.

Com o apoio do deputado Roberto Costa (PMDB) a festa de 1º de janeiro consagrou-se no calendário maranhense como o grito oficial do Carnaval e será sempre realizada no primeiro dia do ano.

Por volta das 16h, a Máquina de Descascar Alho, que comemorava seu aniversário de 25 anos, fez o tradicional cortejo pelas ruas da Madre Deus arrastando multidões com sua inconfundível batida carnavalesca.

Por volta das 18h a alegria e animação tomaram conta da Praça da Saudade, com os shows dos grupos Vamu Di Samba, Bicho Terra, do Bloco Não Enxiriza Malandro e da Máquina de Descascar Alho.

Cerca de cinco mil pessoas lotaram a Praça da Saudade no domingo…