1

Marcos Caldas de volta à Assembleia Legislativa…

Suplente que protagonizou cenas desagradáveis no início do ano retorna à Casa após licença do titular do mandato, Alexandre Almeida

 

Ex-deputado estadual e atual suplente do PSDB, o empresário Marcos Caldas está de volta à Assembleia Legislativa.

Ele vai passar quatro meses na Casa, em substituição a Alexandre Almeida (PSD), que tirou licença para tratamento de saúde.

Da última vez que assumiu mandato, caldas protagonizou cenas tão desagradáveis em plenário que os próprios colegas governistas trataram de dar um jeito para que ele ficasse de fora do parlamento.

A nova estada do tucano deve marcar os trabalhos na Casa.

É aguardar e conferir…

1

PSDB faz festa para Marcos Caldas em Barreirinhas…

Ex-deputado estadual lançou sua pré-candidatura a prefeito reunindo centenas de lideranças políticas e populares em festa do seu novo partido

 

candidato faz selfie em meio ao público presente: modernidade

candidato faz selfie em meio ao público presente: modernidade

O PSDB fez neste último domingo, 3, uma gigantesca festa popular para apresentar a candidatura do ex-deputado estadual Marcos Caldas a prefeito de Barreirinhas.

Lideranças políticas de todo o Maranhão estiveram presentes ao evento, que reuniu milhares de pessoas.

Ex-deputado estadual por dois mandatos, Marcos Caldas é forte empresário do ramo de construções e imobiliário em Barreirinhas.

E já atua politicamente no município desde que chegou à Assembleia.

Caldas pretende reunir em seu palanque as principais legendas partidárias do Maranhão…

5

Marcos Caldas a caminho do PSDB…

Marcos Caldas já se prepara para nova eleição

Marcos Caldas já se prepara para nova eleição

No mesmo dia em que confirmar sua candidatura a prefeito de Barreirinhas, o ex-deputado Marcos Caldas anunciará também sua filiação ao PSDB.

É pelo ninho tucano que ele pretende disputar o cargo, em 2016.

– Me sinto orgulhoso de poder entrar no PSDB para missão tão importante – frisou o ex-deputado.

Marcos Caldas foi convidado a concorrer em Barreirinhas, onde teve boa parte dos seus votos nas eleiç~eos de 2014, quando tentou a reeleição de deputado estadual.

O deputado quer fazer uma grande festa de lançamento de sua candidatura em barreirinhas, no final de setembro, com a presneça de lideraças partidárias e estaduais.

4

Um debate do Baixo Parnaíba…

Bacelar e Marcos Caldas trocaram farpas na AL (imagem: blog de Luís Cardoso)

O vice-presidente da Assembleia Legislativa, Marcos Caldas (PRB), e o vice-líder do governo, Magno Bacelar (PV), protagonizaram hoje um dos mais duros debates na Casa.

Caldas foi à tribuna para fazer um balanço de sua passagem pelo Governo do Estado quando Bacelar pediu aparte e comentou sua ida ao município de Chapadinha.

Como governador o senhor deveria ter feito assim: vim aqui vistoriar o asfalto da emenda do deputado Magno Bacelar para o município de Chapadinha. E não dizer, utilizando a estrutura do Estado, utilizando os helicópteros que lá não tinha deputado estadual – reclamou o vice-lider, que destinou R$ 2,5 milhões em emendas para obras estruturais no município.

Referia-se Bacelar às acusações de que Caldas teria dito, em Chapadinha, que o município não tem deputado para representá-lo.

Para Bacelar, Marcos Caldas cometeu ato de improbidade administrativa ao usar aparato do estado para visitar cabos eleitorais em Chapadinha.

O senhor usou a estrutura do estado, dois helicópteros, segurança, combustível e pessoal, para fazer política  com cabos eleitorais. Isso é coisa de Ministério Público – acusou.

O vice-presidente negou que tenha feito tal afirmação.

– Eu disse que Chapadinha não tinha elegido um deputado, o que não estou mentindo – respondeu ele, endurecendo o discurso:

– O senhor ficou na suplência e assumiu uma vaga. Quando os deputados voltarem, vai ter  que voltar para a sua cidade, porque não foi eleito.

Marcos Caldas passou a dar apartes para outros deputados, voltando, depois, a tratar de Magno Bacelar, que revidou forte.

O senhor teve 700 votos em Chapdinha, eu tive mais de 10 mil. Sou representante do povo de Chapadinha, deputado no exercício do mandato – afirmou, para concluir:

– O senhor fazia agiotagem lá em Brejo – acusou o vice-líder.

O clima ficou pesado, o presidente Arnaldo Melo (PMDB)  encerrou a sessão.

Os dois deputados sairam sem se falar…

22

O ridículo esnobismo quatrocentão…

Marcos Caldas na posse: o governador é ele

Digna de repúdio a postura da classe política, social e intelectual nestes dias de interinidade do deputado estadual Marcos Caldas (PRB) no Governo do Estado.

Secretários, lideranças partidárias e mesmo os colegas de Caldas na Assembleia Legislativa simplesmente esnobaram a posse e têm esnobado também as prerrogativas do governador em exercício.

Agem como se quisessem transmitir a idéia de ser ele indigno de estar no posto.

É como se quisessem mandar um recado: “Marcos Caldas não pertence à classe política tradicional do Maranhão”.

A classe política do Maranhão sempre adotou a postura da burguesia pré-medieval européia. Para ela, o que vale é o sobrenome, não importa quão sujo ou falido esteja.

Por isso, as famílias que dominam o poder político no estado – todas elas, da esquerda e da direita, da oposição e da situação – brigam para que, apenas elas, se alternem nos postos de poder. E se unem exatamente para evitar a ascensão da classe camponesa e proletária.

Lamentavelmente, alguns setores da mídia acabam contribuíndo para manter este status quo.

Quando um filho do proletariado, rural ou urbano, ascende aos círculos de poder – na política, no empresariado e na imprensa – esta mesma classe quatrocentona torce o nariz, como que incomodada pela quebra dos padrões históricos impostos por ela mesma.

Nada mais ridículo, provinciano e atrasado.

Infelizmente, esta postura esnobe e até covarde é reverenciada por setores da mídia acostumados a estar de joelho diante das liturgias atrasadas.

É a mesma mídia que vê, por exemplo, o Judiciário como panteão de semideuses ou se submete a todo tipo de humilhação  por um convite das festas quatrocentonas – onde o status é medido pela quantidade de laquê no cabelo da senhôôra.

Em Brejo, com as prerrogativas do cargo, quisessem ou não os quatrocentões

No caso específico da passagem do governador em exercício, deram exemplo o senador João Alberto de Souza (PMDB), o secretário Max Barros e os deputados Cléber Verde (PMDB), Neto Evangelista (PSDB), Edilázio Júnior (PV) e Roberto Costa (PMDB).

Eles não só participaram da posse como estiveram em atos administrativos legítimos protagonizados por Marcos Caldas.

E a ele devem ser dados os vivas por furar o bloqueio quatrocentão da classe social que faz da política, da Justiça e da economia maranhense apenas um jogo entre eles.

Independentemente de sua conduta pessoal ou de seu histórico econômico, cultural, político ou intelectual, como parlamentar e vice-presidente da Asembleia, eleito democraticamente pelo povo e pelos pares, Marcos Caldas é legítimo para estar onde está hoje.

sobretudo por que o Maranhão não é sociedade de castas…

4

Políticos na passagem de Marcos Caldas por Brejo…

Além de prefeitos, vereadores e ideranças partidárias e comunitárias da região do Baixo Parnaíba, o governador em exercício, Marcos Caldas (PRB), foi acompanhado de membros da classe política maranhense em sua passagem pelo município de Brejo.

Marcos Caldas, com políticos, ao inaguruar escola em Brejo

Estiveram com ele o senador João Alberto de Souza (secretário de Assuntos Estratégicos do governo), o secretário de Infraestrutura, Max Barros, o deputado federal Cléber Verde (PRB) e o deputado estadual Roberto Costa (PMDB).

Em Brejo, Marcos Caldas inaugurou uma escola em um povoado quilombola, lançou as obras de pavimentação em ruas do município e conversou política com líderes de partidos.

– Foi uma festa muito bonita em Brejo – definiu Roberto Costa.

O parlamentar voltou ontem mesmo da região, acompanhado de Alberto e Max, que tinham compromissos em São Luís neste domingo de Páscoa. Com Caldas, ficou o deputado Cléber Verde, presidente regional do seu partido.

Chegada de Caldas em Brejo, com todas as prerrogativas de governador (imagem: blog Camaleão)

Marcos Caldas deve retornar a São Luís ainda na noite deste domingo.

Amanhã, ele reúne o secretariado para cumprimento de agenda administrativa. À noite, deve receber deputados no Palácio dos Leões.

O governador em exercício fica no posto até terça-feira…

2

PRTB terá que buscar novos “puxadores de voto”…

Caldas ficará inelegível com a posse do irmão no governo

O suplente de vereador Augusto Caldas (PRTB) vai ficar inelegível a partir deste sábado, dia 7, quando começa o período vedado para que candidatos ou parentes de candidatos assuma mandatos de governador ou prefeito.

Augusto é irmão do governador em exercício, Marcos Caldas (PRB), que assumiu ontem e ficará no posto até quarta-feira.

 – O Augusto Caldas entendeu o meu momento. Este é um momento ímpar na minha carreira política e eu não poderia desperdiçar por causa de uma eleição de vereador. Ele é novo, terá ainda novas oportunidades em outras eleições – justificou o novo mgovernador, em entrevista após a posse.

O suplente de vereador era tido pelo PRTB como principal puxador de votos nas eleições deste ano.

Sem ele, o partido presidido pelo indefectível João Câncio terá que buscar outros nomes para garantir vagas na Câmara Municipal.

E tem menos de dois meses para conseguir…

Post alterado às 10h do dia 06/04 para correção de informação
5

Governador, Marcos Caldas vai inaugurar escola quilombola em Brejo…

Marcos Caldas: governador a partir de hoje...

O presidente em exercício da Assembleia Legislativa, deputado Marcos Caldas (PRB), assume ao meio-dia de hoje o comando do Governo do Estado.

Ele passará a quinta e sexta-feira em São Luís, em programação religiosa, alusiva à Semana Santa.

No sábado, segue para Brejo, onde terá uma intensa programação administrativa.

– Vou entregar uma escola quilombola no povoado Saco das Almas, em Brejo. Também vou entregar um trator, fruto de uma das minhas emendas parlamentares e lançar obras e asfaltamento no município – disse Caldas.

Marcos Caldas ficará no governo até terça-feira, dia 10.

A governadora Roseana Sarney (PMDB), reassume o posto quarta-feira, quando retorna ao Brasil de uma viagem aos Estados Unidos.

12

Marcos Caldas deve mesmo ser governador interino…

Caldas será governador por duas semanas

Caberá ao vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcos Caldas (PRB), o exercício do Governo do Estado a partir do dia 7 de abril.

A titular do cargo, Roseana Sarney (PMDB), deve se afastar do governo a partir desta quinta-feira, quando embarca para Brasília. O vice-governador, Washington Oliveira (PT), assume até o dia 6, quando também se licencia, para não ficar inelegível nas eleições de outubro.

Como também tem parente disputando as eleições, o presidente da Assembléia, Arnaldo Melo (PMDB), se afastará do cargo dias antes do início do período vedado, deixando Caldas como presidente em exercício do Legislativo.

Marcos Caldas também tem parentes candidatos nas eleições de outubro – um irmão, em São Luís, e um tio, em Brejo – mas deverá sacrificar a campanha dos dois em troca de duas semanas à frente do governo.

Ele deve exercer o governo do Maranhão até por volta do dia 15 de abril…