2

Lula Fylho tem sigilos fiscal e bancários quebrados pela Justiça

Secretário de Saúde de São Luís também é investigado pela Polícia Federal na operação que resultou na prisão de três empresários acusados de vender máscaras descartáveis por preço três vezes maior que o praticado no mercado

 

Lula Fylho chegou a visitar este almoxarifado da Semus, investigado pela Polícia Federal

O juiz Régis Bonfim, da 1ª Vara Federal de São Luís determinou a quebra dos sigilos fiscal e bancário do secretário municipal de Saúde de São Luís, Lula Fylho.

Lula é um dos investigados na operação “Cobiça Fatal”, que desbaratou uma quadrilha acusada de fraudar licitação e superfaturar o preço de máscaras descartáveis para uso contra a coVID-19.

Em apenas um contrato com a Semus, a quadrilha superfaturou o preço em mais de R$ 2,3 milhões.

 Durante a operação, foram feitas buscas e apreensões na Secretaria de Saúde e no almoxarifado da Semus.

Os três empresários envolvidos estão presos…

1

PF afirma: “há servidores envolvidos” na compra de máscaras em SLZ

Delegados que comandam a operação entendem que os empresários responsáveis pela venda superfaturada de insumos para o combate a coVID-19 não agiram sozinhos na capital maranhense; foram apreendidos documentos e computadores da Secretaria Municipal de Saúde

 

Os policiais federais passaram a manhã em vários enderenços colhendo provas, inclusive na Secretaria Municipal de Saúde

O delegado Júlio Sombra, que participou desta terça-feira, 9, a ação da Polícia Federal disse acreditar, em entrevista coletiva no final da manhã que representantes da própria Secretaria de Saúde de São Luís têm participação no esquema de compra superfaturada de máscara para combate à coVID-19.

– A expertise policial indica que há servidores envolvidos; não sabemos neste momento quais, mas isso que a investigação tende a evoluir e identificar – disse Sombra.

A ação da PF foi comandada pelo delegado Sandro Jansen, da Delegacia de Combate aos Crimes contra o Patrimônio.

O esquema desbaratado nesta terça-feira pela Polícia Federal superfaturou em mais de R$ 2,3 milhões a venda de máscaras descartáveis.

O produto, que custa cerca de R$ 3,00, foi comprado por quase R$ 10,00 pela Saúde de São Luís.   

Pela convicção na participação de servidores da Semus é que a Polícia Federal apreendeu documentos e equipamentos na secretaria.

O delegado garantiu que as investigações irão continuar…

5

Superfaturamento de máscaras em São Luís chegou a R$ 2 milhões…

Polícia Federal está desde o início desta terça-feira, 9, na Secretaria Municipal de Saúde investigando o envolvimento de servidores públicos em crimes relacionados à aquisição de equipamentos para o combate ao coronavírus; tem prisão contra três empresários

 

No total, a Polícia Federal cumpre 14 mandados de busca e apreensão na Secretara Municipal de Saúde e outros três mandados de prisão (imagem: blog do Antonio Martins)

A Polícia Federal cumpre nesta terça-feira, 9, mandados de busca e apreensão na sede da Secretaria Municipal de Saúde de São Luís, suspeita de comprar material e equipamentos de combate à COVID-19 com preços superfaturados.

A PF também cumpre mandados de prisão contra os empresários Alexandre Chuairy Cunha, Sormane Silva Santana e João de Deus Souza Lima Júnior, responsáveis pela venda dos equipamentos.

Segundo as primeiras apurações do blog Marco Aurélio D’Eça, uma das empresas ligadas aos presos chegou a superfaturar em R$ 2 milhões o valor de máscaras de proteção.

As máscaras, que deveriam custar algo em torno de R$ 3,00, foram  compradas pela Secretaria Municipal de Saúde por R$ 10,00 junto à Precision Soluções.

Só este contrato tem valor de R$ 2.673.000,00…

1

Eudes Sampaio autoriza contratação de costureiras para 100 mil máscaras

A Prefeitura Municipal de São José de Ribamar abriu chamamento público para credenciamento de costureiros (as) para a fabricação de 100 mil máscaras. É mais uma das medidas de enfrentamento à pandemia do Novo Coronavírus.

De acordo com o aviso publicado no Diário Oficial do Município da última quinta-feira (23) as máscaras serão distribuídas à população em situação de vulnerabilidade social e econômica. Os servidores públicos da Administração também receberão o equipamento.

A confecção de máscaras caseiras vem se tornando um fenômeno mundial, principalmente porque sua produção não exige grande complexidade. Eficiente, é um utensílio simples, considerado grande aliado no combate à propagação do novo Coronavírus.

A medida, de acordo com o prefeito Eudes Sampaio, visa fomentar a economia local e garantir trabalho e renda aos ribamarenses durante esse período.

“A mascara é muito importante no combate ao contagio da COVID-19. Além disso, esse chamamento público vai gerar emprego e renda para os ribamarenses nesse momento de crise pandêmica. São medidas como essa que nos fazem ter certeza que vamos vencer essa batalha contra o Coronavírus”, enfatizou o gestor.

0

Acesso a supermercados, agora, só com uso de máscaras, diz decreto…

Decreto do governador Flávio Dino estabeleceu diretrizes não apenas para as empresas, mas também para quem se aventurar a ir às compras nos tempos de quarentena por causa da pandemia de coronavírus

 

As máscaras serão obrigatórias para entrada nos supermercados a partir desta sexta-feira, 17

Está lá, no parágrafo III do artigo 1º do Decreto nº 35.736, editado nesta quarta-feira, 14, pelo governador Flávio Dino (PCdoB):

– Os consumidores somente poderão entrar no estabelecimento [supermercados] se estiverem usando máscaras e se higienizarem com água, sabão ou álcool em gel.

A regra é uma das novas diretrizes estabelecidas por Flávio Dino para evitar aglomerações nos supermercados, tidos como foco de transmissão de CoVID-19.

E passam a valer a partir desta sexta-feira, 17, ou 48 horas depois da edição do Decreto…